Tema 06

Report
LÍNGUA PORTUGUESA:
REVISÃO DE TEXTO I
Prof. Francisco Platão Savioli
1
TEMA 06
NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO
2
Do grego orto (= correto) + graphé = (escrita), ortografia é um
sistema de regras elaborado para escrever de maneira
padronizada (= correta) as palavras de uma língua.
A padronização, fruto de uma convenção entre acadêmicos,
tem como propósito facilitar o intercâmbio escrito entre todos
os falantes do idioma.
A unificação da grafia só é possível porque esse é o único
compartimento da língua que pode ser regulado por decreto.
3
LÍNGUA PORTUGUESA
± 250 milhões de falantes:
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
Angola: 17.024.000
Brasil: 191.791.000
Cabo Verde: 530.000
Guiné-Bissau: 1.695.000
Moçambique: 21.397.000
Portugal: 10. 623.000
S. Tomé e Príncipe: 158.000
Timor-Leste: 1.155.000
Apud GOMES, Francisco Álvaro.
O Acordo Ortográfico. Porto:
Porto Editora, 2008, p. 35.
O século XX inteiro
conviveu com duas
ortografias do Português:
uma adotada pelo Brasil e
outra por Portugal e
países africanos (excolônias).
4
16.11.1990: assinado em Lisboa o Acordo Ortográfico da
Língua Portuguesa, válido para os oito países lusófonos.
18.04.1995: Congresso Nacional aprova no Brasil o Acordo
Ortográfico de 1990.
29.09.2008: o Acordo, promulgado pelo Presidente da
República do Brasil, passa a vigorar com força de lei para todo
o território nacional. A partir de 1º de janeiro de 2013, todo o
Brasil está obrigado a obedecer às alterações propostas.
5
Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa: dicionário que
registra apenas a grafia das palavras e algumas poucas
observações.
VOLP: obra que decide se uma palavra se
enquadra numa determinada regra ou se
constitui exceção. Nos casos de controvérsia,
a palavra final é do VOLP, que tem força de
decreto.
6
I. Acentuação gráfica
II. Emprego do hífen
Afetam Portugal e Brasil
III. Alfabeto: incorporação oficial das letras k, w e y
IV. Grafia de palavras com consoantes mudas
Afetam Portugal
7
1. Acentuação conforme a posição da sílaba tônica
a) Proparoxítonas
sempre levam acento
música
mágico
relâmpago
ilustríssima
8
1. Acentuação conforme a posição da sílaba tônica (cont.)
b) Paroxítonas
levam acento as terminadas em:
R
revólver
X
tórax
Ã/ÃS
órfã; ímãs
US
vírus; bônus
N
hífen; sêmen
PS
bíceps
UM/UNS
fórum; álbuns
DITONGOS
(seguidos ou não de s)
L
cônsul; dócil
I/IS
cáqui; lápis
sócio, sócios; série, séries;
órgão, órgãos
9
PERDERAM O ACENTO AS PAROXÍTONAS
 terminadas em ôo/ôos
voo; enjoo
 que são o plural das formas verbais crê, dê, lê, vê
e derivadas
creem; deem; leem; veem;
descreem; releem
 que têm os ditongos abertos ÉI ou ÓI na sílaba
tônica
ideias; epopeia; heroico
10
1. Acentuação conforme a posição da sílaba tônica (cont.)
c) Oxítonas (incluindo monossílabos tônicos) — levam acento
as terminadas em:
A/AS
Amapá; atrás; vá
DITONGOS ABERTOS
E/ES
até; português; três
ÉIS
O/OS
avô; compôs; pôs
ÓI/ÓIS
herói; dói;
anzóis
ÉU/ÉUS
chapéu; céu;
incréus
fiéis; papéis; anéis
EM/ENS vintém; reféns
só em oxítonas com mais de
uma sílaba
11
2. Regras que não dependem da posição da sílaba tônica
a) As vogais I ou U tônicas em hiato
Levam acento quando satisfazem 3 condições:
 formam hiato com uma vogal anterior
 estão sozinhas na sílaba ou junto com S
 não vêm seguidas de NH
saí (sa-í)
baú (ba-ú)
país (pa-ís)
balaústre (ba-la-ús-tre)
juiz (ju-iz)
rainha (ra-i-nha)
Novo Acordo Ortográfico
As vogais I e U tônicas em hiato
precedidas de ditongo só levam
acento em palavras oxítonas:
Piauí, tuiuiú
feiura (fei-u-ra), Sauipe (Sau-i-pe)
12
2. Regras que não dependem da posição da sílaba tônica (cont.)
b) Trema
Usa-se em nomes estrangeiros e derivados
Müller
mülleriano
13
2. Regras que não dependem da posição da sílaba tônica (cont.)
c) Verbos
terminados em GUAR, QUAR, QUIR admitem duas grafias,
para respeitar pronúncias diferentes:
Novo Acordo Ortográfico
 NÃO recebem acento se pronunciados com a tônica no U:
eu apaziguo, ele enxagua; eles averiguam.
 Recebem acento se pronunciados com a tônica no I ou A
da penúltima sílaba:
eu apazíguo, ele enxágua; eles averíguam.
14
2. Regras que não dependem da posição da sílaba tônica (cont.)
d) Acento diferencial
I. Usa-se para diferenciar o TIMBRE de
pôde (pretérito perfeito) e pode (presente):
Se antes ele não pôde pagar a dívida, agora já pode.
15
Novo Acordo Ortográfico
Tornou-se facultativo o acento para diferenciar TIMBRE de:
 demos (pretérito perfeito) e demos/dêmos (presente do subjuntivo):
Como demos contribuições antes, esperam que as demos/dêmos
agora.
 forma e fôrma:
A forma de um poema não precisa obedecer a uma forma/fôrma.
 verbos da 1a conjugação no presente e no pretérito perfeito do
indicativo:
Habitualmente chegamos no horário; só ontem chegamos/chegámos
atrasados.
16
2. Regras que não dependem da posição da sílaba tônica (cont.)
d) Acento diferencial
II. Usa-se para diferenciar a TONICIDADE de
pôr (verbo) e por (preposição):
Ele foi muito criticado por pôr interesses particulares em
primeiro lugar.
17
Novo Acordo Ortográfico
Foi abolido o acento para marcar a diferença de TONICIDADE entre:
 para (verbo) e para (preposição): O ônibus só para para abastecer.
 coa (verbo) e coa (preposição com + artigo a): coa
Mesmo em casos de três palavras com grafias iguais e pronúncias
diferentes, aboliu-se o acento diferencial:
 pelo (substantivo), pelo (verbo) e pelo (preposição per + artigo o): pelo
 polo (subst.), polo (subst.), polo (prep. por + artigo o): polo
 pera (subst.), pera (subst.) e pera (forma arcaica da prep. para): pera
18
19
1. Casos de palavras formadas por composição
a) Compostos sem elementos de ligação
 decreto-lei
 obra-prima
Não se usa hífen nos compostos em
 guarda-chuva
relação aos quais se perdeu, em
 primeiro-ministro
certa
 conta-gotas
composição:
 afro-brasileiro
girassol; mandachuva; paraquedas.
medida,
a
noção
de
 etc.
20
1. Casos de palavras formadas por composição (cont.)
b) Topônimos
 Iniciados por Grã ou Grão: Grã-Bretanha
 Iniciados por verbo: Passa-Quatro
 Com elementos ligados por artigo: Baía de Todos-os-Santos
Não se usa hífen nos demais compostos:
 América do Sul
 Belo Horizonte
Exceção: Guiné-Bissau
21
1. Casos de palavras formadas por composição (cont.)
c) Nomes de espécies
botânicas ou zoológicas:
d) Compostos com: além,
aquém, recém e sem:
 couve-flor
 além-fronteiras
 couve-de-bruxelas
 aquém-mar
 mico-leão
 recém-nascido
 gavião-de-penacho
 sem-cerimônia
 etc.
 etc.
22
1. Casos de palavras formadas por composição (cont.)
e) Compostos com os advérbios:
MAL
palavra iniciada com H: mal-humorado
palavra iniciada com vogal: mal-afortunado
BEM
palavra iniciada com vogal: bem-aventurado
palavra iniciada com qualquer consoante:
bem-conceituado; bem-humorado; bem-visto
Exceções: bendito, bendizer, benfeitor, etc.
23
2. Usa-se o hífen nos casos de palavras formadas:
a) Por prefixos (ante, circum, extra) e falsos prefixos (aero,
auto, hidro):
Se o primeiro elemento
acaba
com
qualquer
terminação
(exceto des, in, re, ex e bi)
e o segundo começa com
Exemplos
a letra H
anti-higiênico, extra-humano,
geo-história
(mas: desumano, inábil, reabilitar,
exaurir, biebdomadário)
acaba com vogal
(exceto co)
a mesma vogal
micro-onda, semi-interno
(mas: cooperar)
é ex, sota, vice, viso
qualquer letra
ex-marido, sota-piloto,
vice-presidente, viso-rei
é circum ou pan
é hiper, inter, super
é pós, pré, pró (tônicos)
vogal, N, M ou H
circum-escolar, pan-americano,
circum-navegação, pan-mítico,
pan-helênico
R ou H
hiper-requintado, inter-relação,
super-revista, super-homem
qualquer letra
pós-graduação, pré-escola,
pró-africano
24
2. Usa-se o hífen nos casos de palavras formadas (cont.):
b) Pelos sufixos açu, guaçu e mirim:
 capim-açu
 andá-açu
 amoré-guaçu
 Ceará-mirim
 anajá-mirim
25
3. Não se emprega o hífen
a) Nas locuções de qualquer tipo
 Substantivas — cão de guarda, ponto e vírgula, etc.
 Adjetivas — [sujeito] à toa, [tecido] cor de vinho, etc.
 Pronominais — quem quer que seja, cada um, etc.
 Adverbiais — [chegar] de repente, [ficar] à toa, etc.
 Prepositivas — a fim de, apesar de, etc.
 Conjuncionais — a fim de que, visto que, etc.
26
3. Não se emprega o hífen (cont.)
b) Nas expressões com valor de substantivo
 salve-se quem puder
 tomara que caia
 bumba meu boi
 maria vai com as outras
Exceções consagradas pelo uso
 água-de-colônia
 arco-da-velha
 cor-de-rosa
 mais-que-perfeito
 pé-de-meia
 à queima-roupa
 ao deus-dará
27
3. Não se emprega o hífen (cont.)
c) Nos compostos
Se o primeiro elemento
acaba com vogal
e o segundo começa com
Exemplos
R
antirreligioso
antirreumático
S
minissaia
cosseno
vogal diferente
agroindústria
autoestrada
28
EXEMPLOS DE ENTRADAS NO VOLP
pré-ocupado adj.
preocupado adj.
preanunciação s.f.
pré-avisar v.
preaquecido adj.
bem-me-quer s.m.; pl. bem-me-queres.
malmequer s.m.
paraquedas s.m.2n.
29
EXEMPLOS DE ENTRADAS NO VOLP ON-LINE
bico-de-papagaio s.m. “espécie de planta”; pl. bicos-de-papagaio
bico de papagaio s.m. “formação óssea”; cf. bico-de-papagaio
bom-senso s.m.; pl. bons-sensos
lua-de-mel Nenhuma palavra encontrada na pesquisa!
pé de moleque s.m.
pé-de-moleque Nenhuma palavra encontrada na pesquisa!
afrodescendente adj.2g. s.2g.
30
EXEMPLO DE VERBETE NO DICIONÁRIO HOUAISS
Assistir. v. (a1593) 1 t.i. estar presente (a determinado fato, ocorrência etc.);
presenciar <a. ao acidente> F ver gram/uso a seguir 2 t.i. ver e ouvir (um
espetáculo, concerto etc.) <a. ao show> <a. à missa> 3 t.d. e t.i. acompanhar
(enfermo, moribundo etc.) para prestar-lhe socorro <a. o (ou ao) doente> 4
t.d.,t.i.int. servir de parteira <a. a (ou à) parturiente> <há anos que não assiste> 5
t.i. prestar auxílio ou assistência a; ajudar, socorrer 6 t.i. ser da competência ou
atribuição de (alguém); caber, competir <diante do ocorrido, assiste-lhe o direito
de reclamar> 7 t.i. acompanhar, esp. em ato público, na qualidade de ajudante ou
assessor <a. ao governador na inauguração do museu> 8 t.i. residir, morar <assiste
em Bali> 9 t.i. estar, permanecer <a alegria assiste em seu coração> 10 t.d. basq
futb passar a bola a (outro jogador da própria equipe), deixando-o bem colocado
para fazer a cesta ou o gol ¤ gram este v., com o sentido de presenciar, ver, tendo
como complemento um pron. pessoal, não admite a forma lhe(s), somente a ele(s),
a ela(s): assisti a ele (filme) em Paris ¤ gram/uso no Brasil, é comum o uso deste
verbo como t.d.: assistir o filme ¤ etim lat. adsisto ou assisto,is,stìti,stìtum,sistère
'estar ou conservar-se de pé junto a, comparecer, assistir em juízo' ¤ sin/var ver
sinonímia de ajudar ¤ ant ver sinonímia de atrapalhar ¤ hom assistia(1ª3ªp.s.),
assistias(2ªp.s.) / acistia(s.f.) e pl.
31

similar documents