Contexto histórico das ciência sociais. A

Report
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
O Contexto de surgimento: a modernidade
Ela é resultado de toda uma nova forma
de pensar a natureza e a sociedade que
se desenvolveu a partir do século XV,
com a passagem da sociedade feudal á
sociedade capitalista.
A sociologia é fruto da Revolução
Industrial e da Modernidade, por isso
é chamada de “A ciência da crise”.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
•Pensar como a modernidade nos auxilia a
pensar questões como:
•O próprio surgimento da sociologia
•Conseqüências do fluxo veloz de informação e
da sociedade de massa.
•Resignificações da própria noção de tempo e
das transformações sociais e políticas que vem
no bojo desta transformação
•Novas formas de representação artística
•Relações entre capitalismo e Identidade
•Refletir sobre o contexto de produção dos bens
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Principais Mudanças
A - A Expansão Marítima
B- A Formação dos Estados Nacionais
C – A Revolução Industrial
D – As Reformas Protestantes
E – A Revolução nos Meios de Comunicação de
Massa
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Pano de fundo
Temos o que Marshall Berman
chamou de experiência da
modernidade,
caracterizada
por paradoxos e contradições.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
“Existe Pano
um tipo
de
experiência
de fundo
de tempo e de espaço, de si
mesmo e dos outros, da
possibilidade e dos perigos da
vida que é compartilhada por
homens e mulheres de todo o
mundo. Designarei este conjunto
de experiências como
modernidade.”
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
“Ser moderno
é
encontrar-se
num
Pano de fundo
ambiente que promete aventura,
poder, alegria, crescimento, autotransformação das coisas em
redor – mas ao mesmo tempo
ameaça destruir tudo o que temos,
tudo o que sabemos e tudo o que
somos”
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
A) A expansão marítima
• Encontro com novos povos:
explosão da #.
• Contato com outras soc.: refletir
não só sobre as sociedades
encontradas, mas sobre si mesmos.
• Questionar o próprio modo de
vida.
• Questionar o que é progresso porque as sociedades encontradas
pareciam estar fora deste processo.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Contato com outros povos: objetivos
econômicos
• As Grandes Navegações” impulsionaram
o desenvolvimento do comércio de novas
mercadorias (sedas, especiarias, milho,
café, açúcar, tabaco, marfim)  surgia a
possibilidade de um mercado muito mais
amplo e com características mundiais.

expansão territorial e comercial: acelerou o
desenvolvimento da economia monetária

acumulação de capital pelos burgueses.
•
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
B - A formação dos Estados Nacionais
Para que estas mudanças
econômicas se sustentassem,
era preciso uma profunda
mudança na estrutura política,
pois o sistema de privilégios do
mundo feudal se colocava
como um entrave á economia.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Pouco a pouco, vai se desenvolvendo uma
estrutura estatal com três pilares:
Centralização da justiça
Centralização da força armada
Centralização administrativa
Burocracia
Hierarquia
Impostos
Contratualismo (e outras teorias)
Nasce o Estado Moderno
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
C- A Revolução Industrial do final do século XVIII
3 fatores centrais
1. Ocorre em 1750: Inglaterra
2. “O termo se refere essencialmente à
criação de um sistema de fabricação que
produz em quantidades tão grandes e a
um custo que vai diminuindo tão
rapidamente que passa a não depender
mais da demanda existente, mas gera seu
próprio mercado” (Hobsbawn)
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
3. Industrialização da produção através de
máquinas:
- mecanização do trabalho
- abundância de mercadorias
- novas tecnologias
- racionalização da produção e
da distribuição de mercadorias
- criação de mercados
consumidores
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Max Weber
Associação entre industrialização e
racionalização
↓
Novamente, Max Weber: muito
importante, até porque Weber tem toda
uma obra sobre a questão da
racionalização
Racionalização : - do trabalho
- dos métodos de fabricação dos
produtos
- da distribuição
- das tecnologias
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Antes de avançarmos, é importante destacar
dois pontos:
A Revolução Industrial é ponto de debate entre os historiadores.
Mas, certamente, deve-se ao menos em parte ao monopólio do
comércio naval pela Inglaterra e ao forte bloqueio que esta
impôs á Europa continental durante as Guerras Napoleônicas.
Não ocorreu de uma hora para outra, é
fruto de um longo processo que vem da
transição do feudalismo para o
capitalismo. É precedida pelo
mercantilismo (em todas as suas fases).
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
A partir do século XV, o mercado se autonomiza
das relações sociais:
- escambo/troca/pessoalidade X
mercado/compra/moeda/impessoalidade
- distinção entre valor de uso e valor de troca (até
as imagens e representações vão se tornar parte do
mercado – Ex: artes)
Entender isto é central tanto para
compreender Karl Marx, quanto
Max Weber, pois ambos vão se
deter sobre esta autonomização
do mercado e do capitalismo,
embora por perspectivas
totalmente diferentes.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Émile
Durkheim
Revolução Industrial:
- Mecanização: elevada á uma espécie
de “santo grall” → automação =
Progresso
- Aumento da escala de produção para
atender a mercados distantes
- Aumento do tamanho das oficinas e
das fábricas: mais trabalhadores e mais
máquinas
- Produção seriada através de moldes
- Divisão social do trabalho →
Durkhein
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Karl Marx
Tudo isso gera uma mudança na
mentalidade econômica: a
motivação passa a ser o lucro, e
não mais a subsistência → Todo
questionamento de Karl Marx
sobre as finalidades do
capitalismo, a origem do lucro,
a exploração do proletariado
pelos capitalistas
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Pagamos um preço alto por tudo isso:
-Catastrófico crescimento
urbano
Ex: Ver texto de
Marx e Engels (A situação da
classe trabalhadora na
Inglaterra)
-Poluição
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
- Explosão demográfica
- Desigualdade social
- Mudanças nos padrões
familiares
Karl Marx
O desenvolvimento constrói o
mundo, mas também o destrói –
nada pode durar. Berman cita uma
frase famosa de Karl Marx ( “Tudo
que é sólido desmancha no ar, tudo
o que é sagrado é profanado”
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
D) Reforma protestante (século XIV ao XVI)
Martinho Lutero (1483-1546):
- monge agostiniano
- nascido na saxônia
- crítica á venda das indulgências
pela Igreja Católica
- acreditava na salvação pela fé
- afixou suas teses na porta das
Igrejas
Martinho Lutero
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
João Calvino (1509-1564):
•Nascido em Genebra
•Estudou direito na França
•. •Extremamente trabalhador
•Educado nas idéias católicas,
mas se distancia delas.
•Disciplinador, ascético, puritano.
•A partir do século XVI sua igreja
passa a se chamar “Igreja
Reformada”: teve importante
força no campo da economia, do
comércio e da política
João Calvino
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
•.
Martinho Lutero
Valorização do conhecimento racional: os
homens passam a poder interpretar as
escrituras sagradas e se relacionarem com
Deus individualmente, sem a intermediação
dos ministros da Igreja.
- Racionalidade, Capitalismo: A Ética
Protestante e o Espírito do Capitalismo
João Calvino
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
D) A Revolução nos meios de comunicação de
massa
1. 1834: surge a fotografia → inventor
chamado Nicephore Niépice
- ele colocava uma caixa preta no patamar
de uma janela, voltada para os telhados
vizinhos
- retirava a tampa de um orifício, 8 hrs de
exposição, fechava a tampa → capturava
imagens
-morre sem se dar conta da sua invenção
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
2. 1839: Louis Jacques
Mande Daguerre
(frança) →
Daguereótipo: fixava
imagens numa placa de‘
metal em menos tempo
X
Fox Talbot
(Inglaterra), com 24
dias de diferença
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
3. cinema: irmãos Lumière
Auguste e Loui
Lumièrre
- Em 1895 fazem a 1ª exposição
- Foram os inventores do
cinematógrafo
- Eram ambos engenheiros e
produziam documentários
- Um dos temas preferidos era a
locomotiva, que fazia a platéia correr
- As imagens em movimento tiveram
uma grande influência na cultura
popular da época.
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
4. Telefone e Rádio
- Promovem uma
grande mudança nas
formas de
comunicação
- O telefone permite
romper as barreiras
geográficas
Alexandre Gran Bell
1º rádio
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
O rádio faz com
que a informação
chegue a grandes
públicos.
Tradição oral
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
Expansão Marítima + Descoberta de novas terras 
desenvolvimento da economia monetária
+
estrutura estatal  Estado Moderno  comércio
+
Reforma Protestante  Razão
+
Máquinas  Lucro
+
Trabalho (mal) assalariado

Bases de expansão do capitalismo
+
Mudança nos meios de comunicação em massa

Século XV ao XIX: séculos explosivos
Contexto histórico das ciência sociais. A modernidade e suas transformações
a sociologia surgiu como
ciência da crise, ou seja,
para explicar justamente
as
características
e
contradições
da
sociedade moderna.

similar documents