Poliomielite (Slide) – Clique aqui

Report
Apresentação:
-Barbara Lopes
-Camila Martins
-Dulhe A. Pereira
-Gabriela Lima
-Mayra Pamela
_________Saúde Publica________
Prof° Charlene
POLIOMIELITE
Poliomielite
 Aspecto clinico e epidemiológico:
A poliomielite ou “paralisia infantil” é uma doença infecto
contagiosa viral aguda, caracterizada por quadro de paralisia
flácida, de inicio súbito.
As manifestações frequentemente não ultrapassa três dias. A
comete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica.
Poliomielite
• Bio- agente :
É um vírus composto da cadeia simples de RNA, que pertence ao
gênero entero-vírus, da família picornaviridae, e apresenta três
sorotipos:
O tipo I é o isolado com maior frequência nos casos de paralisia,
seguido do tipo III. O sorotipo II apresenta maior
imunogonecidade, seguido pelo sorotipo I e III.
Obs: Reservatório:
O homem.
Poliomielite
• Transmissão :
O vírus entra no organismo através de gotículas e também
através de contato com substancias contaminadas como fezes
infectadas.
Poliomielite
• Sinais e sintomas:
Os primeiros sintomas da contaminação pelo vírus podem aparecer de 10 a 12 dias
após a contaminação.
- Sendo parecido com o da gripe:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Febre;
Mal-estar;
Sonolência;
Dor de cabeça;
Dor muscular;
Corpo dolorido;
Náusea;
Vômito;
Diarreia;
Dor de garganta;
Poliomielite
• Diagnostico:
O diagnóstico fundamental nos sinais clínicos é exames
laboratoriais de fezes para pesquisa do vírus.
É indispensável estabelecer o diagnóstico diferencial para
distinguir a poliomielite de outras doenças que também
comprometem os neurônios motores.
Poliomielite
• Tratamento:
Como em muitas infecções virais, não há tratamento específico
para a doença, mas alguns cuidados são indispensáveis para
controlar as complicações e reduzir a mortalidade.
Repouso absoluto.
 Mudança frequente de posição;
 Tratamento sintomático da dor, febre e dos problemas
urinários e intestinais;
Atendimento hospitalar nos casos de paralisia ou de alteração
respiratória;
 Acompanhamento ortopédico e fisioterápico.
Poliomielite
Jonas Salk
Albert Sabin
Poliomielite
• VOP ou Sabin:
É elaborada com vírus vivo atenuado e administrada por via oral,
por meio de duas gotas de uma solução. Tem sido amplamente
utilizada nas campanhas de erradicação no Brasil e no mundo,
sendo bastante eficaz.
Muito raramente, a vacina Sabin pode causar a doença, em
razão do vírus atenuado que existe em sua fórmula, depois que
o mesmo sofre mutações.
Poliomielite
• VIP ou Salk:
É elaborada com vírus mortos ou inativos, não oferecendo
nenhum risco de causar a doença. É administrada por via
intramuscular e tem efeitos adversos muito leves como dor e
vermelhidão no local da injeção. A vacina não deve ser utilizada
em pacientes alérgicos a algum de seus componentes.
Poliomielite
• Vacinas:
• Composição da VOP: Vacina de vírus atenuados, trivalente, isto é,
contem os três tipos de poliovírus (I,II e III).
 Poliovírus do tipo I – 1.000.000 DICT 50.
 Poliovírus do tipo II – 100.000 DICT 50.
 Poliovírus do tipo III – 600.000 DICT 50.
Contém, além disso, conservantes (antibióticos) e termo estabilizador (por
exemplo cloreto de magnésio e aminoácidos ou sacarose). É apresentada
sob a forma líquida, habitualmente em um conjunto de frasco, aplicador e
tampa rosqueável, moldados em plástico maleável e resistente, contendo
20 ou 25 doses.
Poliomielite
• Vacinas:
• Composição da VIP: Vacina de vírus inativados, contendo as
cepas de póliovírus I,II e III.
Pólio vírus I 40 U AgD
Pólio vírus II 8 U AgD
Pólio vírus III 32 U AgD
Poliomielite
• Vacinas:
Vias de aplicações da VOP e VIP:
Poliomielite
• Vacinas:
- Idade de administração VOP:
1° dose: 2 meses de vida.
2° dose: 4 meses de vida.
3° dose: 6 meses.
4° dose de reforço: 15mese aos 5 anos de idade.
Poliomielite
• Vacinas:
- Idade de administração VIP:
2 e 4 meses: doses injetável.
6 e 15 meses: doses orais.
Até 5 anos: dose de reforço “Zé gotinha”.
Poliomielite
• Dia nacional de vacina contra a Poliomielite ...
- Ele foi criado para conseguir vacinar toda as crianças de 0 á 5
anos, com o objetivo de acabar completamente com essa
doença em todo o Brasil.
- O sucesso dessa criação significou a erradicação da doença
no Brasil, que tem hoje certificação internacional da
erradicação da Poliomielite. O ultimo caso de paralisia infantil
registrado pelo ministério da saúde foi no ano de 1989.
Poliomielite
• Recomendações:
 A falta de saneamento básico e de medidas adequadas de
higiene é a principal causa de transmissão do vírus da
poliomielite. A má qualidade da água utilizada para consumo e
alimentos preparados sem os cuidados de higiene facilitam a
proliferação dos diferentes tipos de poliovírus;
 Lave sempre as mãos, especialmente antes de preparar as
refeições, de começar a comer e depois de usar o banheiro;
 Procure desenvolver na criança pequena hábitos saudáveis de
higiene, como lavar as mãos, só beber água tratada e verificar
se utensílios de mesa e cozinha estão limpos antes de usá-los.

similar documents