1.800 Estudantes Africanos em Fortaleza

Report
Estudantes Africanos em Fortaleza
Países de origem
•
•
•
•
Guiné-Bissau: 800
Cabo Verde: 600
São Tomé e Príncipe: 79
Outros países africanos: Moçambique, Senegal,
Quênia, Nigéria
• Total: 1.800 estudantes
Acolhida fraterna e solidária
Reuniões periódicas
A
Incentivo e apoio nos momentos
celebrativos
Apoio a expressão da cultura e da
religiosidade
Contribuição na constituição de redes sociais
de apoio entre estudantes africanos, as
comunidades e organizações afins
Organização como mecanismo coletivo no
enfrentamento das dificuldades em relação aos
estudos e sobrevivência
• Denúncia de desrespeito aos direitos
humanos;
• Apelo junto aos órgãos públicos federais.
• Denúncia de desrespeito aos direitos
humanos;
• Apelo junto aos órgãos públicos federais
para investigação da realização dos
vestibulares.
PARCERIAS
•
•
•
•
•
•
•
•
Pastoral Afro
Movimento Negro Unificado
Movimentos populares
Instituto Inegra
Secretaria de Direitos Humanos do Estado
Defensoria Pública da União
Ministério Público Federal
Polícia Federal
DESAFIOS
•
•
•
•
•
•
Situação irregular (vistos vencidos)
Situação financeira
Situação de abandono do próprio país
Racismo
Drogas – prostituição
Centro de apoio (jurídico,psicológico, de
escuta)

similar documents