ERA VARGAS 8º serie e 3º ano

Report
GOVERNO
PROVISÓRIO
Anulou: Const.1891
Nomeou Interventores
Revolução
Constitucionalista
GOVERNO
CONSTITUCIONAL
ESTADO NOVO
Partidos fechados
Const. de 1934
AIB
x ANL
Cia Siderúrgica Vale do
Rio Doce
Brasil na Guerra
Café - Efeito
multiplicador
INTENTONA
COMUNISTA - 1935
PLANO COHEN
FIM DA GUERRA =
REDEMOCRATIZAÇÃO
GOLPE DE 1930
Entre 1894 e 1930, o Brasil foi governado quase
exclusivamente por mineiros e paulistas (política do café
com leite). Em 1930, essa aliança é rompida quando
Washington Luís, representante paulista, apóia Júlio
Prestes, governador de São Paulo, à presidência da
República em lugar de um mineiro. O partido republicano
mineiro forma então a Aliança Liberal e lança o nome de
Getúlio Vargas. Júlio Prestes vence a eleição, mas não
assume. Vargas assume o GOVERNO PROVISÓRIO com o
golpe de 1930;
Em 1932, ele ainda governava
provisoriamente quando
estourou a Revolução
Consticionalista de SP, que
exigia nova constituição.
Mesmo derrotando essa
revolta, Getúlio convoca uma
assembléia que aprova, em
1934, a nova constituição...
A constituição de 1934 estabelecia equilíbrio dos poderes executivo, legislativo e
judiciário, eleições diretas e secretas, tribunais eleitorais para evitar fraudes...
Foram incluídas algumas leis trabalhistas.
Plinio Salgado
No Brasil, na década de trinta, havia um partido fascista:
a Ação Integralista Brasileira (AIB), seu chefe era Plínio
Salgado. Os integrantes se inspiraram nos fascistas
europeus e sonhavam com uma ditadura nacionalista
que eliminasse os comunistas. Formou-se uma frente
popular, a Aliança Nacional Libertadora (ANL), que eram
comunistas, sociais democratas e tenentes, com idéias
de esquerda. A ANL defendia idéias radicais como a
reforma agrária. Getúlio achou que a ANL poderia
incomodar e proibiu o seu funcionamento. A ANL
indignou-se e o jeito era derrubar o presidente a força,
mas Getúlio os derrotou com facilidade. Vargas botou a
culpa no PCB, por isso chamou a rebelião de intentona
comunista de 35. Depois da derrota, a ANL, o partido
comunista, praticamente deixou de existir. Quase todos
dirigentes foram presos, incluindo Luís Carlos Prestes
que foi exilado. Olga Benário foi uma espiã que ajudou
Luís Carlos Prestes a voltar para o Brasil. Ela teve uma
trajetória triste, e no fim de tudo Getúlio mandou
deportá-la para a Alemanha, onde lá ela morreu em
campo de concentração.
Anauê: em língua tupi, “você é meu
parente”.Essa saudação é usada pelos
escoteiros do Brasil desde 1923.
Luis Carlos Prestes
Olga nasceu na Alemanha e muito jovem ela já militava no partido comunista. Como tantos
comunistas perseguidos na época, foi obrigada a fugir para a URSS. Em Moscou, o Komintern
(Internacional Comunista) coordenava as ações revolucionárias em todo mundo e designou Olga
para uma missão supersecreta: escoltar Luis Carlos Prestes (um revolucionário sul- americano)
que iria comandar uma revolta anti-fascista em seu país. Depois de estudar as idéias de Marx,
Engels e Lênin, Prestes abandonou o tenentismo e se tornou comunista. Ele voltou
secretamente ao Brasil para lutar contra Vargas na revolta liderada pela ANL (Aliança Nacional
Libertadora). Olga e Prestes se apaixonaram e passaram a viver juntos como marido e mulher. A
revolta da ANL foi um fracasso. Getúlio mandou prender militantes e outras pessoas. O chefe da
polícia getulista era o terrível Filinto Müller (nazista), que capturou Olga e Prestes. Prestes foi
condenado à prisão e Olga deportada para a Alemanha. Ela estava com a cabeça posta a prêmio
e ainda era judia. Pela lei brasileira, Olga não podia ser expulsa do país porque estava esperando
uma filha de Prestes. Mesmo assim, Getúlio mandou que ela fosse entregue a polícia secreta
nazista. Olga teve sua filha em um campo de concentração. Em 1942, ela foi executada em uma
câmera de gás.
Foi acabando a agroexportação e
começando a industrialização. Mas a
burguesia não tinha como investir,
então o Estado criou as empresas
estatais (que pertenciam ao governo)
nos setores de base e infra-estrutura.
Ex.: Companhia Siderúrgica Nacional (CSN),
Companhia Vale do Rio Doce, Companhia
Hidrelétrica de São Francisco, entre outras.
Getúlio = Nacionalista.
História
ESTADO NOVO (1937 – 1945):
Ditadura de Getúlio Vargas
Constituição de 1937:
Baseada na constituição fascista da Polônia (polaca);
Outorgada;
Extinção dos partidos políticos;
Supressão da federação e de todos os hinos, bandeiras, escudos e armas estaduais
e municipais (Estado Unitário);
O Executivo Federal (Presidência da República) pode modificar a Constituição e
governar por decretos;
Introdução da pena de morte;
Proibição de greves e controle dos sindicatos pelo Estado (sindicatos pelegos);
imposto sindical obrigatório.
História
ESTADO NOVO:
A Intentona Integralista (1938): a princípio os Integralistas apoiaram o golpe varguista, porém
afastados do poder e com o partido na ilegalidade, membros da AIB invadem o palácio
presidencial para assassinar Getúlio Vargas. São rapidamente derrotados e presos.
Criação do Dasp (Departamento Administrativo do Serviço Público), corpo de burocratas para
supervisionar os interventores nas Unidades Administrativas e reestruturar a administração
pública, tornando-se “cabides de empregos” para “apadrinhados”.
Criação do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda), órgão responsável pela censura e
propaganda do Estado Novo (criação da Hora do Brasil, depois A Voz do Brasil).
A CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), baseada na “Carta del Lavoro” do Fascismo Italiano.
Criação do Senai e do Sesi.
Criação do Instituto do Mate e Instituto do Pinho.
Criação do Conselho Nacional do Petróleo.
Durante o Estado Novo a repressão
Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda.
coube ao DOPS (Departamento de
Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), em MG.
Ordem Pública e Social) e pela
Polícia Especial comandada por
Filinto Müller.
Indústria de base
DIP
Departamento
de
Imprensa
e
Propaganda
História
ESTADO NOVO: o Brasil na
Guerra
O Estado Novo varguista manteve uma política ambígua em relação ao Eixo e aos
Aliados (“o Brasil só entra na guerra se a cobra fumar”), porém os norte-americanos,
pretendendo utilizar bases no NE para atingir o norte da África, concederam crédito
inicial, tecnologia e mão-de-obra especializada para a construção da CSN.
O Brasil declara guerra ao Eixo (agosto de 1942): envio da FEB (“os pracinhas”) e da
FAB em 1944.
A OAB e líderes liberais de MG em Belo Horizonte (Manifesto dos Mineiros),
manifestam-se contra a ditadura.
A vitória dos Aliados demonstrou a contradição no Brasil: brasileiros lutaram contra
ditaduras no exterior quando tínhamos uma no país.
História
ESTADO NOVO: final
Getúlio Vargas anistiou presos políticos, reatou relações com a URSS, marcou
eleições para o fim de 1945 e permitiu a volta de partidos políticos (UDN, PSD, PTB,
PCB e PRP).
 O Queremismo: surgiu da união entre trabalhistas e comunistas, com o apoio de
Luís Carlos Prestes. O movimento surgiu do slogan do PTB: “queremos Getúlio”.
Temendo a aproximação de Vargas com a esquerda, o Exército depõe Getúlio Vargas
em outubro de 1945.
Renúncia de Getúlio Vargas

similar documents