Tecido Muscular

Report
Tecido Muscular
Profa Dra Flávia Thomaz Verechia Pereira
UNESP DRACENA
Tecido Muscular
3 variedades:
Tecido muscular estriado esquelético voluntário (sistema nervoso somático)
Tecido muscular estriado cardíaco involuntário (sistema nervoso autônomo)
Tecido muscular liso - involuntário (sistema
nervoso autônomo)
Músculo estriado esquelético
•
Característica marcante: formado por células alongadas que se
contraem e são responsáveis pelos movimentos corporais em geral.
•
São células cilíndricas, multinucleadas com os núcleos na periferia
•
Possuem estriações transversas com faixas claras e escuras que
se repetem
•
As células musculares ou fibras musculares são organizadas e
envoltas por tecido conjuntivo, o qual leva a vascularização ao
tecido
muscular
conjuntamente.
e
faz
as
fibras
musculares
trabalharem
Núcleo
Esquelético
•
•
•
•
Células alongadas
Múltiplos núcleos periféricos
Estriações visíveis
Voluntário
No Tecido Muscular:
- Membrana Plasmática = Sarcolema
- Citoplasma = Sarcoplasma
- Retículo endoplasmático = Retículo
sarcoplasmático
- Mitocôndria = Sarcossomas
• Internamente as fibras musculares possuem estruturas
cilíndricas, alongadas que acompanham o eixo longitudinal
da célula muscular– miofibrilas, as quais possuem faixas
claras e escuras alternadas.
Escuras: material amorfo – Banda A (anisotrópico) que
possui no centro uma zona mais clara – Banda H.
Claras: material isotrópico - Banda I. No centro da
banda I há uma linha transversal escura – linha Z.
Entre duas linhas Z – sarcômero.
Proteínas das miofibrilas: miosina, actina, tropomiosina
e troponina.
Tecido muscular
Miofibrila
Miofibra
Mionúcleo
Endomísio
Fascículo
Perimísio
Fibra muscular esquelética (miofibra)
• célula alongada, multinucleada e estriada
• núcleos localizados na periferia e a célula é envolvida
pelo sarcolema
Sarcômero e túbulos transversos
Proteínas que
participam da
contração muscular:
Miosina- filamento grosso
Actina
Tropomiosina
Troponina
polipeptídeos
Filamento
fino
Corte transversal da miofibrila:
CONTRAÇÃO MUSCULAR:
É a contração dos sarcômeros. Os filamentos não alteram seu
tamanho apenas diminuem. A célula muscular em repouso é
Na+
K
++++
polarizada:
-
-----
A contração ocorre por despolarização, com descarga de Ca++ no
citoplasma que se liga ao TnC (polipeptídeo). Com isso a
tropomiosina se aprofunda no interior da actina F de tal forma
que o TnT se desloca e permite o contato da actina com a miosina
(a cabeça) que tem uma atividade ATPásica que faz a quebra de
ATP em ADP liberando E . Isto só ocorre quando a miosina está
em contato com a actina. Quando libera E , a cabeça da miosina
aumenta sua curvatura e puxa a actina junto. A contração é a
repetição disso.
MÚSCULO
- Epimísio – reveste o músculo
- Perimísio – fascículos de fibras
- Endomísio – envolve cada fibra
Corte transversal do músculo
estriado esquelético:
Corte transversal
Corte
transversal
Corte longitudinal do músculo
estriado esquelético:
Placa motora
Fibra nervosa
Junção
mioneural
Placa motora
Pregas
juncionais
Miofibrilas
Fusos muscularesfibras intrafusais
•São fibras musculares
esqueléticas modificadas
•Controle da postura corporal
•Coordenação de músc. que
se opõem
Tipos de Fibras Musculares
Esqueléticas
Divididas em 3 tipos: baseados nas características
metabólicas demonstradas por técnicas histoquímicas;
Tipo I - contração lenta e oxidativa (SO);
Tipo IIA - contração rápida, oxidativa e glicolítica (FOG);
Tipo IIB - contração rápida e glicolítica (FG).
(PETER et al., 1972; BANKS, 1992)
 Exercício prolongado (maratona) diminui o tamanho
das
fibras
musculares
e
aumenta
o
teor
de
mitocôndrias aumentando a resistência muscular,  SO
e FG
 Para pequenas distâncias (Explosão) e levantamento
de peso é necessário um número maior de fibras
glicolíticas
ATPase ácido – pH 4,6
FG
SO
SO
FOG
FOG
FG
NADH-TR
Importância do tipo de fibra
muscular na qualidade da
carne
1. Comprimento do sarcômero
Aumento da maciez com aumento do sarcômero
Exemplo: Filé mignon (psoas major)
2. Tipo de fibra
CEÑA et al. (1992) as fibras oxidativas (vermelhas) possuem um
“encurtamento” mais intenso do que as fibras glicolíticas, o que
influencia negativamente o amaciamento da carne
Todos
os músculos apresentam os três tipos de fibras
o que muda é a quantidade
-
+
Bovinos:
Músculo semitendinoso: SO FOG FG.
Cor do músculo  pigmento mioglobina (transporte de oxigênio)
Tecido muscular
estriado cardíaco
Corte
longitudinal
Corte
transversal
Tecido muscular liso
Relaxado
Contraído
Corte
transversal
Corte longitudinal
Corte transversal
Corte longitudinal
O tecido muscular e a Zootecnia...
GORDURA DE COBERTURA
ACABAMENTO
MARMORIZAÇÃO
O músculo é MARA!!!

similar documents