Ana Tércia Lopes Rodrigues

Report
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
CONTINUADA
Contadora ANA TÉRCIA LOPES RODRIGUES
Agosto/2012
BELÉM-PA
Programa de Educação
Profissional Continuada
Educação Profissional Continuada é a
atividade programada, formal e reconhecida
pelo CFC que visa manter, atualizar e
expandir os conhecimentos técnicos,
indispensáveis à qualidade e ao pleno
atendimento das normas que regem o
exercício da atividade de auditoria de
demonstrações contábeis.
PORQUÊ EXIGIR QUE OS PROFISSIONAIS DA
CONTABILIDADE CUMPRAM PROGRAMAS OBRIGATÓRIOS
DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA?
SOCIEDADE
EMPRESAS
MERCADO
DE
TRABALHO
EXAME DE
SUFICIÊNCIA
FORMAÇÃO
ACADÊMICA
“Contabilidade é uma Ciência Social”
Educação Profissional Continuada
AVANÇOS
TECNOLÓGICOS
ECONOMIA
GLOBALIZADA
COMPLEXIDADE
DOS NEGÓCIOS
REGULAÇÕES
CENÁRIO
CONTABILIDADE
BASEADA EM
PRINCÍPIOS
MODALIDADES
DE EAD
SEGMENTOS
ESPECIALIZADOS
MUDANÇAS
CONSTANTES
Educação Profissional Continuada
CONTABILIDADE CONVERGIDA AO
PADRÃO IFRS
CONTABILIDADE BASEADA EM
PRINCÍPIOS
EXIGE MAIOR
CAPACIDADE DE
JULGAMENTO
PARA TOMADA
DE DECISÕES
Educação Profissional Continuada
AMBIENTE DINÂMICO DOS NEGÓCIOS
REQUER DOS CONTADORES
DESENVOLVIMENTO CONTÍNUO DOS
CONHECIMENTOS, TALENTOS E
HABILIDADES
ATINGIR E
MANTER A
QUALIDADE NA
PRESTAÇÃO DOS
SERVIÇOS
PROFISSIONAIS
Educação Profissional Continuada
PARA DEMONSTRAR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL,
UM CONTADOR DEVE POSSUIR:
CONHECIMENTO
TÉCNICO
TALENTO,
HABILIDADES E
COMPETÊNCIAS
VALORES
PROFISSIONAIS,
ÉTICA E ATITUDE
BASE LEGAL
Resolução CFC Nº 1.377/11
Instrução CVM Nº 308/99
Deliberação CVM Nº 570/09
Deliberação CMN Nº 3.771/09
LEI 12.249/10
BASE LEGAL
COMPETÊNCIA NORMATIVA
EXAME DE SUFICIÊNCIA
EXAME DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA
LEI 12.249/10
Educação Profissional Continuada
Estão OBRIGADOS a cumprir o PEPC os contadores:
 inscritos no CNAI;
 com registro na CVM ;
 que exercem atividades de auditoria nas instituições
financeiras, nas sociedades seguradoras e de capitalização e
em
entidades
abertas
de
previdência
complementar,
denominados auditores independentes;
 que compõem o quadro funcional técnico das empresas
de auditoria.
40 PONTOS ANUAIS
AQUISIÇÃO DE
CONHECIMENTO EM
CURSOS CREDENCIADOS
Educação Profissional Continuada
ATIVIDADES DE
DOCÊNCIA
(máximo 20 pontos)
ATIVIDADES
VÁLIDAS
PARTICIPAÇÃO EM
COMISSÕES TÉCNICAS E
BANCAS ACADÊMICAS
(máximo 20 pontos)
ATIVIDADES DE
PRODUÇÃO
INTELECTUAL
(máximo 20 pontos)
Comissão de Educação Profissional
Continuada
C
F
C
• CREDENCIAMENTO DAS CAPACITADORAS
• CREDENCIAMENTO DOS CURSOS E EVENTOS
• HOMOLOGAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE
ATIVIDADES DOS AUDITORES
• NORMATIZAÇÃO E CONTROLE DO
CUMPRIMENTO DO PROGRAMA
DADOS DE CREDENCIAMENTO
DADOS DE CREDENCIAMENTO
RELATÓRIOS ENTREGUES
TRIÊNIO
(2009 a 2011)
CUMPRIRAM OS
PONTOS
NÃO CUMPRIRAM
OS PONTOS
TOTAL
TOTAL
2.349
2.983
5.332
Auditores cadastrados no CNAI: 2.795
DESAFIOS DO PROGRAMA
Intensificar a Fiscalização
Acompanhamento do relatório de
atividades dos auditores de um
exercício para o outro
Acompanhamento das tendências
Globais em Educação Continuada
(Parcerias Internacionais)
Expansão do Programa para outros segmentos
de atuação profissional (Contadores Cias.
Capital Aberto, Contadores da Área Pública,
Pertitos, Professores, etc.)
PARADIGMA DA MUDANÇA
“Não são as espécies mais
fortes que sobrevivem, nem
as mais inteligentes, mas
aquelas mais aptas às
mudanças”
Charles Darwin
MUITO OBRIGADA!
e-mail:
[email protected]

similar documents