Nagios

Report
Introdução a ferramenta de
monitoramento de redes
Nagios
Prof. Eduardo Maroñas Monks
Sumário
Apresentação
Objetivos de Redes de Computadores
Aplicações e serviços
Problemas comuns em redes
Ferramentas básicas de diagnóstico e
monitoramento
Nagios
Referências
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
2
Apresentação
Administrador de Redes
UFPEL (atualmente)
UCPEL (16 anos)
Coordenador e professor do curso Superior
em Tecnologia de Redes de Computadores
(Faculdade SENAC Pelotas)
Mestre em Ciência da Computação na área de
Redes (UFRGS)
Certificações: Cisco CCAI, CCNA e LPIC1
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
3
Objetivos de Redes de Computadores
Conceito de Redes de Computadores:
“Uma rede de computadores é uma coleção de
computadores e outros dispositivos, que usam
um protocolo em comum para compartilhar
recursos entre si através de um meio de
transmissão”.
Recursos:
Processamento (CPU)
Impressoras
Comunicação (E-mail, Chats)
Arquivos (Textos, Música, Filmes)
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
4
Objetivo de Redes de Computadores
Objetivo principal de redes:
“Fazer
com que as aplicações
troquem dados remotamente de
Software
Software
forma confiável
e
rápida”.
Aplicativo
Aplicativo
O padrão
universal
é a de
Recursos
Recursos
de
Rede do
Rede do
arquitetura
TCP/IP Sistema
Sistema
Host B
Operacional
Operacional
Interface de
Rede
Interface de
Rede
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
Meio Físico de
Transmissão
Host A
5
Aplicações
Principal objetivo das redes de computadores
Primeiras aplicações:
execução remota (telnet)
transferência de arquivos
e-mail
Atualmente WWW (World Wide Web) e P2P (Peer
to Peer) são as aplicações mais utilizadas na
Internet
Nas empresas, transferência de arquivos,
compartilhamento de impressoras, e-mail e WWW
são as aplicações mais utilizadas
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
6
Serviços
As aplicações que prestam serviços em rede devem
possuir alta disponibilidade
Os serviços mais comuns são:
Servidor de arquivos/impressoras
Servidor de DNS
Servidor de e-mail
Servidor de banco de dados
Servidor de páginas
Servidor de SSH
Servidor de FTP
Servidor de autenticação (LDAP, Radius)
Servidor de aplicações (ERP, CRM)
E muitos outros...
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
7
Serviços
Os serviços possuem portas de comunicação que
possibilitam aos clientes conectarem
As portas ficam em estado de escuta esperando a
conexão do cliente
Os serviços podem utilizar os protocolos TCP ou UDP da
camada de transporte
Exemplos:
Servidor de e-mail: TCP 25, 110, 143 (567, 995, 993)
Servidor de banco de dados: TCP 5432, 3306,
1521/1526
Servidor de páginas: TCP 80, 443
Servidor de SSH: TCP 22
Servidor de FTP: TCP 20 e 21
Lista de portas/serviços: http://www.iana.org/assignments/port-numbers
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
8
Problemas mais comuns
Fator humano
Usuários despreparados/maliciosos
Administradores despreparados
Desenvolvedores despreparados
Redes e sistemas heterogêneos (complexidade)
Desrespeito a política de segurança da
instituição
Infraestrutura de TI
Ameaças externas
Vírus/SPAM
P2P
Crackers...
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
9
Problemas mais comuns
Ativação de equipamentos na rede
utilizando servidores de DHCP
Access points, principalmente
Vírus
Anti-vírus sem atualização
Windows desatualizado
Softwares de P2P
BitTorrent é campeão!
Falta de restrições de acesso a serviços e
sites
Falta de energia
Servidores mal dimensionados
Largura de banda insuficiente (quando será
suficiente?)
Sistemas e aplicações com problemas!!!
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
10
Ferramentas Básicas
 PING
 Verificar atraso, perdas e conectividade de hosts
(Win/Linux).
 TRACERT
 Gerar uma rota (hops) entre o host de origem e o host de
destino (Win/Linux (traceroute)).
 ARP
 Verificar e gerenciar a tabela arp no host (Win/Linux).
 IPCONFIG
 Verificar as configurações de endereçamento do host
(Win).
 IFCONFIG
 Verificar as configurações de endereçamento do host
(Linux).
 NETSTAT
 Verificar as conexões e as tabelas de roteamento
(Win/Linux).
 TELNET
 Verificar as portas de comunicação dos serviços
(Windows/Linux).
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
11
Ferramentas Básicas
 MTR (http://winmtr.net/download-winmtr/)
 Verificar de forma contínua as perdas, atrasos e jitter
entre dos hosts (misto de ping com traceroute)
(Linux/Win).
 TTCP (http://www.pcausa.com/Utilities/pcattcp.htm)
 Gerar tráfego entre dois hosts (Win/Linux).
 NSLOOKUP
 Verificar os registros de DNS (Win/Linux).
 TCPVIEW (http://technet.microsoft.com/en-us/sysinternals/bb897437.aspx)
 Visualizar de conexões no host, similar ao netstat
(Win).
 DIG (http://members.shaw.ca/nicholas.fong/dig/dig-files3.zip)
 Verificar registros de DNS. Similar ao nslookup
(Win/Linux).
 IPERF/JPERF
2.0.0.zip/download)
(http://sourceforge.net/projects/iperf/files/jperf/jperf%202.0.0/jperf-
 Gerar tráfego para testes de redes. (Win/Linux)
 NETMETER
(http://superdownloads.uol.com.br/download/132/netmeter/)
 Monitorar o uso de largura de banda (Win).
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
12
Ferramentas Básicas - Online
Alguns sites que possuem ferramentas de
diagnóstico de redes:
http://network-tools.com/
http://www.dnsstuff.com/
http://www.traceroute.org/
http://visualroute.visualware.com/
http://www.mxtoolbox.com/
http://ping.eu/
http://www.yougetsignal.com/tools/visualtracert/
http://en.dnstools.ch/visual-traceroute.html
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
13
Ferramentas básicas
Ping
Dica: no Windows,
usar o parâmetro –t
para deixar o teste
contínuo.
Utilizada para verificar se um host está
Para testar o acesso
ativo em rede
a redes remotas, o
Mostra a latência e as perdas
de pacotes
primeiro
host a ser
testado dever ser o
entre os hosts testados
gateway!
Trabalha na camada de rede. Portanto,
não tem como testar se as aplicações
estão ativas no host remoto
Não mostra com precisão a largura de
banda
Ferramenta mais básica para diagnóstico
de redes
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
14
Ferramentas básicas
Dica: ao retornar um
asterisco, o problema
pode estar em algum
bloqueio
firewall
Utilizada para traçar a rota
entreno
dois
do roteador, perdas de
hosts
pacotes ou loop de
roteamento.
Mostra quantos saltos (hops)
existem no
Tracert
caminho entre o host origem
e o host
É possível
mapear, de
acordo
destino e os atrasos em cada
umcom os
roteadores do caminho,
Necessária para diagnóstico
de localizações
em quais
problemas em roteamento geográficas o pacote
passou para chegar no
No Linux, o nome do comando
é
destino.
traceroute
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
15
Ferramentas básicas
Dica: se o MAC do
host não aparecer
na tabela ARP, ou
ARP(Address Resolution Protocol
)
não está ativo ou
Protocolo responsávelestá
poremencontrar
outra rede
o endereço MAC correspondente
ao
diferente do host
local.
endereços IP
ARP
Utiliza transmissões em broadcast
Necessário na comunicação de hosts
locais (diretamente conectados) e
entre hosts em diferentes redes
(gateway)
Monta uma tabela no host para fazer
cache
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
16
Ferramentas básicas
Ipconfig
Dica: para trocar o
endereço IP, o
Utilizada mostrar informações
sobre o
procedimento
endereçamento de interfaces,
manipularé ofazer
recomendado
cliente de DHCP, limpar cache
DNS no
umde
release
e depois
um renew.
Windows
Entretanto,
Exemplos de uso:
dependendo da
configuração do
ipconfig /all - Mostra todas
as
servidor
e a
informações das interfaces
situação dos
empréstimos, o
ipconfig /release - Liberaendereço
o empréstimo
de
a ser
endereço para o servidorrecebido
de DHCP
pode ser o
mesmo anterior.
ipconfig /renew - Solicita renovação de
endereço para o servidor de DHCP
ipconfig /renew - Limpa o cache de DNS
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
17
Ferramentas básicas
Dica: no Linux para
renovar o endereço
IP, o utilitário é
Utilizada para gerenciar as ointerfaces
dhclient. de
Ifconfig
rede no Linux
Mostra estatísticas de tráfego e erros nas
interfaces
Exemplos de uso:
ifconfig eth0 192.168.24.100/24 – configura a
interface eth0 com o IP 192.168.24.100 e máscara
255.255.255.0
ifconfig eth0 down – desativa a interface eth0
ifconfig eth0:1 192.168.24.101/24 – cria uma
interface virtual sobre a interface física eth0, com
o IP 192.168.24.101 e máscara de rede
255.255.255.0
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
18
Ferramentas básicas
Netstat
Dica: para deixar o
netstat monitorando
continuamente
as
Utilizada para mostrar as conexões
de rede,
informações, podetabelas de roteamento e estatísticas
do
se usar o parâmetro
tráfego e protocolos
–t 2 (a cada dois
segundos) no
Existem algumas diferenças
entre as
Windows e no Linux
ferramentas no Windows e no
o Linux.
parâmetro -c
Entretanto, as funcionalidades básicas
existem nas duas
Exemplos de uso:
netstat –an – verifica todas as conexões ativas e
disponíveis no host
netstat –rn – mostra a tabela de roteamento
netstat –s – mostra estatísticas dos protocolos
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
19
Ferramentas básicas
Dica: para testar
e-mail com SMTP,
POP3, IMAP, FTP,
HTTP pode-se de
usar
Protocolo com funcionalidades
as mensagens
dos
acesso remoto emulando
terminais
e usar
Não é recomendável oprotocolos
uso
para
tal como um cliente
acesso remoto a servidores
nativo. devido a
Telnet
não usar criptografia na
comunicação
O cliente pode ser usado para testar
o acesso a portas de serviços
Disponível no Linux e no Windows XP
(Vista e 7 não tem mais)
Alternativa: Putty
(http://the.earth.li/~sgtatham/putty/latest/x86/putty.exe)
Exemplos:
telnet mail.hotmail.com 25
telnet www.google.com 80
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
20
Ferramentas básicas
Dica: para ativar a
medição do jitter no
Mtr do Linux, editar
o campos na opção
Utilizada medir a latência e“Order
as perdas
de
of fields”
e
adicionar
pacotes no caminho entre dois
hosts os campos
a respeito de jitter
Mtr
Possibilita a visualização em tempo real
dos links congestionados na rede
Mostra o Jitter entre os dois hosts
Disponível para Linux (por meio de
pacotes) e Windows
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
21
Ferramentas básicas
Dica: deve-se ter
cuidado para não
congestionar a rede
ao realizar testes
Utilizada medir a largura deembanda
entre
horários
onde
usuários
dois hosts (similar a ferramenta
Iperf)usem
serviços na rede.
TTCP
Possibilita que os testes possam ser
realizados com os protocolos da camada de
transporte TCP e UDP
Um lado como servidor (receiver) e o
outro como cliente (transmitter)
Disponível para Linux (por meio de
pacotes) e Windows
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
22
Ferramentas básicas
Dica: o uso de
servidor cache de
DNS local melhora o
desempenho da
Utilizada para verificar o funcionamento
resolução de nomes.
Utilizar o DNS do
do serviço de DNS
Google também devido
Testes de registros A (Address),
CNAME
ao cache!
Nslookup
(Canonical), MX (Mail Exchange), NS (Name
Server)
Exemplos:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
23
Ferramentas básicas
Dica: marcar a
opção “Always on
Top” para poder ver
conexões TCP
das
Utilizada para monitorar asas
conexões
aplicações
Tcpview
e UDP em hosts Windows
Mostra os processos com as portas de
comunicação e conexões
Mostra os bytes enviado e recebidos das
conexões
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
24
Ferramentas básicas
Dica: a ferramenta
Dig não está
disponível por
Utilizada para verificar o funcionamento
padrão no Windows.
Uma versão para
do serviço de DNS
Windows está
Similar ao nslookup, com algumas
disponível neste
endereço
funções avançadas
Dig
http://members.shaw.ca/nicholas.
Exemplo:
fong/dig/dig-files3.zip
dig www.ifsul.edu.br
dig @8.8.8.8 www.ifsul.edu.br
dig +trace www.ifsul.edu.br
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
25
Ferramentas básicas
Dica: o tráfego
efetivo (vazão)
máxima em uma rede
Utilizada para gerar tráfegoethernet
na redea
100Mbit/s é cerca
Linha de comando: iperf
de 94Mbit/s.
Iperf/Jperf
Interface gráfica em Java: jperf
Funciona com cliente/servidor
Cliente envia dados para o servidor
(upload)
Servidor recebe os dados do cliente ou
múltiplos clientes (download)
Interessante para testar links de redes
wireless, firewall, roteadores e meios
físicos
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
26
Ferramentas básicas
Dica: trocar a
unidade de medição
da ferramenta para
bit/s
Utilizada para medir o tráfego
gerado em
Netmeter
um host Windows
Interessante para medir o tráfego de
aplicações usadas em estações de trabalho
Armazena totais e gera relatórios diários,
semanais e mensais de tráfego
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
27
Nagios
Ferramenta de monitoramento de
código-fonte aberto
Evolução do projeto Netsaint
Histórico
(http://www.nagios.org/about/history)
Baseado em plugins
Qualquer serviço de rede pode ser
monitorado
Possui agentes para Windows e Linux
Monitoramento de usuários, espaço em
disco, processos...
Interface web
Configurações em arquivos texto
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
28
Nagios
Instalação
Distribuição CentOS 5.8
Ativar o repositório RPMForge
(http://pkgs.repoforge.org/rpmforge-release/)
Instalar os pacotes
yum install nagios nagios-plugins
Para instalar o agente de monitoramento
NRPE (Nagios Remote Plugin Executor) e
os seus plugins
yum install nagios-nrpe nagiosplugins-nrpe
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
29
Nagios
Instalação
Agente no Windows XP/2003/2008
Baixar o agente NSClient++
http://sourceforge.net/projects/nscplus/
Instalar o cliente
Instalação tipo “NEXT”
Será criado um serviço no host
O agente fica escutando na porta 5666
usando o protocolo TCP
A configuração é em modo texto.
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
30
Nagios
Configuração
Diretório padrão de configurações:
/etc/nagios
Copiar o diretório /etc/nagios/objects para
/etc/nagios/meusite
Modificar o caminho dos arquivos de
configuração no arquivo
/etc/nagios/nagios.cfg
Comentar todas as diretivas que contenham
cfg_file ou cfg_dir
Criar a diretiva:
cfg_dir=cfg_dir=/etc/nagios/meusite
Qualquer arquivos que esteja neste diretório e
que tenha a extensão .cfg será interpretado
como arquivo de configuração no Nagios
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
31
Nagios
Configuração
O Nagios trabalha com templates
(modelos)
Isto facilita bastante a configuração
devido a diminuição de linhas nas
configurações
Exemplo de definição de um host,
arquivo windows.cfg:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
32
Nagios
Configuração
Para cada host podem ser definidos
serviços a serem monitorados
Os monitoramento são feitos por
meio de plugins
Exemplo de definição de um serviço:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
33
Nagios
Configuração
Exemplo de definição de um modelo,
arquivo templates.cfg:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
34
Nagios
Configuração
O modelo de contato está no arquivo
templates.cfg
Exemplo de definição de contatos,
arquivo contacts.cfg:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
35
Nagios
Configuração
Os comandos definem de que forma
serão monitorados os hosts e os
serviços
São baseados nos plugins
(/usr/lib/nagios/plugins/)
Exemplo de definição de comandos,
arquivo commands.cfg:
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
36
Nagios
Configuração
Hierarquia de hosts
A diretiva parents indica quais hosts
são necessários estarem ativos para
o host a ser monitorado possa ser
alcançado.
Por exemplo, se um roteador que fique
entre o Nagios e o host a ser monitorado
não estiver ativo (DOWN) não adianta
testar o host requisitado.
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
37
Nagios
Configuração
Depuração da configuração
Para verificar a configuração do
Nagios, pode-se utilizar o seguinte
comando:
/usr/bin/nagios -v /etc/nagios/nagios.cfg
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
38
Nagios
Demonstração
Usuário: nagiosadmin
Senha: errc2012
Link da VM (VMWare Player):
ftp://192.168.200.3/Nagios_ERRC.zip
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
39
Conclusão
 As ferramentas são essenciais para a
administração de redes de computadores
 Dominar o uso delas é importante para
todos os profissionais que façam uso de
redes de computadores
 A ferramenta Nagios se mostra
extremamente confiável e relativamente
simples de configurar e manter em um
ambiente de produção
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
40
Referências
Livros
PETERSON, L; DAVIE, B. Redes de Computadores – Uma
Abordagem de Sistemas. 3ª Ed. Campus, 2004.
KUROSE, J; ROSS, K. Redes de Computadores e a Internet –
Uma Abordagem top-down. 3ª Ed. Pearson, 2006.
TANENBAUM, A. Redes de Computadores. 4ª Ed. Campus,
2003.
CISCO, Curso Oficial CCNA – Módulo 1
BARTH, Wolfgang. Nagios – System and
Network Monitoring. 2nd edition. No Starch
Press, 2008.
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
41
Referências
Sites
Site do Nagios: http://www.nagios.org/
Adicionais para o Nagios:
http://exchange.nagios.org/
MulticastStorm:
http://multicaststorm.blogspot.com/
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
42
Perguntas
FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS
Rua Gonçalves Chaves, 602
Pelotas - RS
(53) 3225-6918
[email protected]
Contato: Eduardo Monks ([email protected])
Introdução a ferramenta de monitoramento de redes Nagios
43

similar documents