LEMBRETES GRAMATICAIS

Report
LEMBRETES GRAMATICAIS
concordância
regência
ortografia
crase
o grama / a grama
• Você vai ao açougue e compra:
– duzentas gramas de carne.
– duzentos gramas de carne.
• a grama: planta
• o grama: peso
meio-dia e meio/ meio-dia e meia
• A próxima reunião será
– ao meio-dia e meio, pontualmente.
– ao meio-dia e meia, pontualmente.
• Neste caso, a palavra meia é numeral. Deve,
portanto, concordar com o substantivo feminino
“hora”.
• Se o substantivo estiver no masculino, será “meio”.
Comi meio mamão.
meio preocupada / meia preocupada
• A secretária está
– meio preocupada.
– meia preocupada.
• O correto é meio, pois este advérbio está modificando
o sentido do adjetivo “preocupada”.
• Advérbio é uma palavra invariável, ou seja, nunca muda.
ir no cinema / ir ao cinema
• Você gosta de ir
– no cinema?
– ao cinema?
O verbo “ir” exige a preposição “a”. Portanto, de
acordo com a norma culta, é “ir ao cinema”.
vier ao banco / vir ao banco
– Quando eu vier ao banco, farei o depósito.
– Quando eu vir ao banco, farei o depósito.
• O futuro do subjuntivo do verbo “vir” deriva-se da
2ª pessoa do singular do pretérito perfeito do
indicativo.
Conjugação do verbo “vir”
PRETÉRITO PERFEITO DO
INDICATIVO
FUTURO DO SUBJUNTIVO
Eu vim
Tu vieste
Ele veio
Nós viemos
Vós viestes
Eles vieram
Quando eu vier
Quando tu vieres
Quando ele vier
Quando nós viermos
Quando vós vierdes
Quando eles vierem
depois que eu ver / depois que eu vir
-Depois que eu ver a novela, ligarei para
você.
- Depois que eu vir a novela, ligarei para
você.
• O futuro do subjuntivo do verbo “ver”
deriva-se da 2ª pessoa do singular do
pretérito perfeito do indicativo.
Conjugação do verbo “ver”
PRETÉRITO PERFEITO DO
INDICATIVO
FUTURO DO SUBJUNTIVO
Eu vi
Tu viste
Ele viu
Nós vimos
Vós vistes
Eles viram
Quando eu vir
Quando tu vires
Quando ele vir
Quando nós virmos
Quando vós virdes
Quando eles virem
a partir / à partir
• A loja abrirá
– a partir do meio-dia.
– à partir do meio-dia.
• Não ocorre crase diante de verbos no infinitivo.
A preposição “a”, portanto, não recebe o acento grave,
pois não há junção do “a” artigo + “a” preposição.
para mim fazer / para eu fazer
• Assinale a correta.
– O que é para mim fazer com isso?
– O que é para eu fazer com isso?
• Diante de verbos no infinitivo usa-se o pronome
pessoal do caso reto e não do caso oblíquo.
faz dois anos / fazem dois anos
• Como você diz?
– Faz dois anos que trabalho aqui.
– Fazem dois anos que trabalho aqui.
• O verbo “fazer” quando indica tempo fica
sempre no singular.
estarei enviando / enviarei
• Qual é a opção correta?
– Estarei enviando a correspondência amanhã.
– Enviarei a correspondência amanhã.
• Em textos empresariais, a preferência é pela forma
mais concisa (“enviarei”).
a domicílio / em domicílio
• Fiz uma entrega
– a domicílio.
– em domicílio.
• Quem
entrega, entrega alguma coisa em algum lugar.
ao encontro de / de encontro a
– Os empresários querem ir ao encontro do
sucesso.
– Os empresários querem ir de encontro ao
encontro ao sucesso
• “De encontro” significa que o empresário não quer
o sucesso.
• “Ao encontro” significa que o empresário quer
o sucesso.
14h / 14 hrs
• O voo sai
– às 14 hrs em ponto.
– às 14 h em ponto.
• A abreviação de “horas” é “h” (sem ponto).
que eu seje / que eu seja
• Espero que você
– seje feliz.
– seja feliz.
•A
primeira pessoa do presente do subjuntivo é “seja”.
bastante relatórios /
bastantes relatórios
• Redigi
– bastante relatórios.
– bastantes relatórios.
• O pronome “bastante” deve concordar com o
substantivo a que ele se refere.
bastante relatórios /
bastantes relatórios
• Os gerentes estão
– bastante felizes.
– bastantes felizes.
•O
advérbio “bastante” modifica o sentido do adjetivo
“felizes”.
• O advérbio é uma palavra invariável.
assisti o filme / assisti ao filme.
• Assisti
– o filme.
– ao filme.
•O
verbo “assistir” no sentido de “ver” exige a
preposição “a”.
Seção (secção)/ sessão
• Onde fica a
– seção de marketing?
– sessão de marketing?
• seção: departamento
• sessão: tempo
Seção (secção)/ sessão
– Conseguir chegar na seção das dez.
– Consegui chegar na sessão das dez.
• seção: departamento
• sessão: tempo
cessão / sessão
• O rico empresário fez
– a cessão de seus bens.
– a sessão de seus bens.
• cessão:
doação (verbo ceder)
caçar / cassar
• O governo
– caçou o mandato do deputado.
– cassou o mandato do deputado.
• caçar:
ato de perseguir
• cassar: tornar nulos ou sem efeito os direitos políticos.
caçar / cassar
• Os homens
– cassaram o animal.
– caçaram o animal.
• caçar:
ato de perseguir
• cassar: tornar nulos ou sem efeito os direitos políticos.
começaram / começarão
• Os funcionários
– começaram o projeto amanhã.
– começarão o projeto amanhã.
• começaram:
tempo passado
• começarão: tempo futuro
começaram / começarão
• Os funcionários
– começaram o projeto ontem.
– começarão o projeto ontem.
• começaram:
tempo passado
• começarão: tempo futuro
Houve jogadores /
houveram jogadores
• Qual é a frase correta?
– Houveram jogadores que foram levados ao
hospital Beneficiência Portuguesa.
– Houve jogadores que foram levados ao hospital
Beneficência Portuguesa.
• O verbo “haver” no sentido de “existir” fica
sempre no singular.
privilégio / previlégio
• Um senador teve o
– privilégio da homenagem.
– previlégio da homenagem.
•A
grafia correta é “privilégio”.
record / recorde
• Nunca comeram tanto. Bateram o
– record em alimentação.
– recorde em alimentação.
•“record” é palavra da língua inglesa
•“recorde” é palavra da língua portuguesa
disenteria / desinteria
• De tanto comer feijoada, teve uma
– disenteria.
– desinteria.
• “disenteria”
é a grafia correta, pois é uma
disfunção intestinal.
a / há
• Ele saiu
– a quinze minutos.
– há quinze minutos.
• O ônibus sai daqui
– a quatro horas.
– há quatro horas.
a: tempo futuro
há: tempo passado
mendigos / mendingos
– Há muitos mendigos na rua.
– Há muitos mendingos na rua.
A grafia correta é “mendigos”.
explêndido / esplêndido
• Consegui um
– explêndido emprego
– esplêndido emprego
•
A grafia correta é “esplêndido”.
estada / estadia
–A minha estada no hotel foi ótima.
– A minha estadia no hotel foi ótima.
• “Estada”
refere-se a pessoas.
• “Estadia” refere-se a carro, navio.
porisso / por isso
– Seria covardia desistir só porisso.
– Seria covardia desistir só por isso.
• “Por
isso” é separado.
• O mesmo ocorre com a expressão “de repente”.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
Logo que me formei na Faculdade de Jornalismo,
con__egui um emprego em um jornal de bairro.
Estávamos às vésperas de uma elei___ão para
governador e meu sonho era arranjar uma entrevista
e___clu___iva com um dos candidatos, de
e___elente reputa___ão. Isso não foi po___ível, mas
tive o pr___vilégio de estar presente a uma
entrevista coletiva na qual ele confirmaria a sua
participação no pleito. A sala estava lotada e todos,
muito an___io___os.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
Eu, distante do local em que o candidato iria sentarse, tentava apro___imar-me, mas a confu___ão era
geral. Todos se acotovelavam, procurando um lugar
melhor. O jornalista que estava na minha frente, um
tipo estranho, qua___e um p___sicopata, gritava o
nome do seu candidato (e ___ídolo). Mais parecia
membro de torcida organizada do que propriamente
um repórter, tal sua ___e___alta___ão. Aquilo tudo não
parecia real, mas uma ___ena de obra de fi___ão: uma
___orda de pessoas irr___quietas, imer___as em um
burburinho, comprimindo-se até a ___e___austão.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
O maluco continuava seu de___empenho e,
discur___ando, declarou ca___ados os outros
candidatos. Propunha também a ___e___tin___ão
de todos os partidos, sem e___e___ão.
Saí da sala atordoado, liguei ao meu chefe e
soli___itei que providen___ia___e a re___i___ão de
meu contrato de trabalho.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
Correção
Logo que me formei na Faculdade de Jornalismo,
consegui um emprego em um jornal de bairro.
Estávamos às vésperas de uma eleição para
governador e meu sonho era arranjar uma entrevista
exclusiva com um dos candidatos, de excelente
reputação. Isso não foi possível, mas tive o privilégio
de estar presente a uma entrevista coletiva na qual
ele confirmaria a sua participação no pleito. A sala
estava lotada e todos, muito ansiosos.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
Correção
Eu, distante do local em que o candidato iria
sentar-se, tentava aproximar-me, mas a confusão era
geral. Todos se acotovelavam, procurando um lugar
melhor. O jornalista que estava na minha frente, um
tipo estranho, quase um psicopata, gritava o nome do
seu candidato (e ídolo). Mais parecia membro de
torcida organizada do que propriamente um repórter,
tal sua exaltação. Aquilo tudo não parecia real, mas
uma cena de obra de ficção: uma horda de pessoas
irrequietas, imersas em um burburinho, comprimindose até a exaustão.
ATIVIDADE ORTOGRÁFICA
Correção
O maluco continuava seu desempenho e,
discursando, declarou cassados os outros
candidatos. Propunha também a extinção de
todos os partidos, sem exceção.
Saí da sala atordoado, liguei ao meu chefe
e solicitei que providenciasse a rescisão de
meu contrato de trabalho.

similar documents