AlmerindaCarvalho

Report
Ministério das Relações Exteriores
Divisão de Temas Educacionais
Cooperação Educacional
e inserção internacional
Cooperação educacional
O que é?
Assistência - Meio de disseminar a proeminência
cultural (colonialismo/imperialismo);
Cooperação - Modalidade de relacionamento que
busca o desenvolvimento social e econômico dos
participantes ( envolve a contrapartida, mesmo que
simbólica).
Cooperação educacional
Como evoluiu?
Século XIX/XX
Acompanhou o processo de internacionalização
das relações do Brasil (República/consolidação das
fronteiras/ ampliação das relações exteriores)
Pautou-se pela elaboração de Acordos
“Pacta sunt servanda”
Cooperação educacional
Período: 1ª/2 do Século XX - Brasil
Educação- Primeiros intercâmbios de estudantes
1917-Argentina, Uruguai e Chile- Estudantes de
Medicina
1918- Escola Militar e Naval; Ensino do
Espanhol
Primeira Universidade Brasileira data de 1920
-Rio de Janeiro- criada por Decreto Presidencial
Cooperação educacional
Brasil no 2º pós-guerra
Redemocratização
Nacionalismo econômico e Industrialização
Educação
22 Universidades Federais, 8 católicas e 1 protestante
Aumento de bolsistas latino-americanos
Reação dos estudantes brasileiros (1958)
Cooperação educacional
Como se chegou à idéia de um Programa:
Incremento do número de estudantes estrangeiros
Necessidade de regulamentação interna de seu status
no Brasil
 Necessidade de unificação do intercâmbio estudantil
acordado com as nações amigas em um só Programa.
Garantir tratamento igualitário nas Universidades
Cooperação educacional
Primeiro Protocolo do PEC-G - 1965estabelecimento das bases do Programa
Segundo Protocolo do PEC-G- 1967
Lei de Reforma Universitária (Lei nº 5540/68)
Cooperação educacional
LÓGICA DA COOPERAÇÃO NA DÉTENTE
Eixo Norte-SUL
cunho ideológico
Cooperação SUL-SUL
PEC-G
Cooperação educacional
Terceiro Protocolo – 1973 - para se coadunar com
a política africana;
Ampliação da esfera de cooperação
Fim dos anos 70 havia 65 Universidades
Dados estatísticos : em 1974 ingressaram 1600
estudantes-convênio (grande parte da África)
Cooperação educacional
Anos
80
Programa de Estudantes-Convênio de Pósgraduação
Assinatura do Primeiro Protocolo(12/08/1981)
Objetivos:
Expansão da cooperação educacional com países em desenvolvimento
 fortalecimento da cooperação tecnológica e científica com esses
paises.
Garantir a qualidade acadêmica da pós-graduação do Brasil
Primeiros estudantes estrangeiros em Pósgraduação 1983/87
Cooperação educacional
LÓGICA DA COOPERAÇÃO NA GLOBALIZAÇÃO
Deslocamento do
objetivo geopolítico e
militar
Promoção do desenvolvimento;
Ênfase no cunho social e
econômico e
 Transferência de conhecimento
Cooperação educacional
Anos 90
Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9394/96)
 número total de IES em 1996: 922
72 Universidades Públicas
Anos 2000
64 Universidades Privadas
–Distribuição das IES segundo o perfil institucional
Instittuições
Universidades
Centros universitários
Faculdades integradas
Faculdades isoladas, escolas e
institutos
Centros de Estudo de Educação
Tecnológica
TOTAL
Fonte: Censo da Educação Superior (2003)
Número
163
81
119
1.403
Representação
percentual
8,7
4,3
6,5
75,5
93
5,0
1.859
100
Cooperação educacional
Século XXI
Cooperação com países mais desenvolvidos (Norte-Sul)
Acordos entre CAPES/CNPq e seus contrapartes
Mobilidade estudantes, docente e de pesquisadores
Cooperação SUL-SUL
Sexto Protocolo do PEC-G de 1998 ( em vigor)
Terceiro Protocolo do PEC-PG Assinado em 2006
 Há atualmente cerca de 5.000 alunos estrangeiros no PEC-G e
PG
Cooperação educacional
Século XXI
Primado dos Acordos Internacionais como
marco jurídico da cooperação- Pacta sunt
servanda
Ampliação do alcance da cooperação
educacional (Norte-Sul, Sul-Sul e projetos de
triangulação)
Educação como fonte de desenvolvimento
social e aprimoramento da pesquisa científica e
transferência de tecnologia
Cooperação educacional
Século XXI
Relação custo vs benefício
da cooperação educacional
custo
Infra-estrutura física
pré-existente
Programa de ensino já
determinado
Recursos humanos
pré-existentes
“vagas virtuais”
benefício
X
divulgação do sistema
educativo brasileiro
 troca de informações
disseminação de imagem
positiva do Brasil
Cooperação educacional
- Percentual Estudantes Estrangeiros por Regiões emitentes e receptoras
Mundo
Mundo
Estados Arabes
Europa CyE
Asia Central
Asia Este y Pacíf
Ame Latr e Car
Anorte y Eu. Occ
Asia sur y O
Africa Subsaha
Estados Europa Cen- Asia
Asia Este Ame Lat.
Arabes tral e Leste Central y Pacífico e Caribe
100.00
7.22
2.52 37.55
6.84 3.23
1.38 2.23
15.47 1.44
1.49 0.40
69.43 8.26
0.42 14.45
2.44 0.09
12.14 2.96
1.16 0.41
37.14 20.89
20.76 65.05
0.91 0.41
0.22 0.11
13.15 0.78
1.24 1.92
0.08
Fonte: UNESCO (2006). Instituto de Estatística
28.55
2.72
1.19
3.22
73.80
1.62
24.25
16.37
0.17
5.93
0.21
0.20
0.01
0.90
65.88
6.90
0.29
0.01
Sem
Anorte y Sul e
Africa
Eu. Occ Oeste
Da Ásia Subsaha especif.
19.82
2.80
8.50
0.25
6.33
10.88
25.93
4.53
0.09
7.91
2.38
1.51
8.15
8.54
0.18
8.90
31.59
0.03
7.90
7.56
0.69
0.01
1.99
4.94
7.97
17.41
68.47
7.57
45.20
26.66
0.31
5.69
15.78
3.86
12.18
31.06
Cooperação educacional
Diagrama 1- Fluxo da Mobilidade Estudantil em 2006
Cooperação educacional
- Principais países receptores de estudantes(2006)
País
Spain (p)
Portugal (p)
Ukraine
Jordan (p)
Kyrgyzstan
Denmark (p)
Netherlands (p)
New Zealand (p)
Austria (p)
Sweden (p)
Switzerland (p)
Belgium (p)
Canada (p)
Italy (p)
South Africa
Russian Federation (p)
Japan (p)
Australia (p)
France (p)
Germany (p)
United Kingdom (p)
United States (p)
Est. Extranj
15,051
15,483
15,622
15,816
16,249
18,120
20,531
26,359
31,101
32,469
35,705
37,103
40,033
40,641
49,979
75,786
117,903
166,954
237,587
260,314
300,056
572,509
Fonte;UNESCO, Insituto de Estatística (2006)
% de total
0.61
0.63
0.64
0.64
0.66
0.74
0.84
1.07
1.27
1.32
1.45
1.51
1.63
1.66
2.04
3.09
4.80
6.80
9.68
10.60
12.22
23.32
87.22
Principais Países receptores (%)
EUA = 23,32
Grã Bretanha= 12,22
Alemanha = 10,60
França=9,68
Austrália=6,80
% dos demais anglofonos
Canadá= 1,63
Nova Zelândia =1,07
Outros polos
África do Sul = 2,04
Principais países exportadores de estudantes (2006)
Cooperação educacional
Principais Países
exportadores :
China = 13,98
Índia = 5,03
Coréia do Sul= 3,91
Japão = 2,46
Países anglófonos:
EUA = 1,68
Grã Bretanha = 0,96
Canadá = 1,58
Outros
Brasil = 0,84
País
Cameroon
Nigeria
Viet Nam
Colombia
Zimbabwe (p)
Uzbekistan
Iran, Islamic Republic of
Cyprus
Ireland (p)
Pakistan
Brazil (p)
Romania
Singapore
Mexico (p)
United Kingdom (p)
Thailand (p)
Algeria
Bulgaria (p)
Ukraine
Spain (p)
Kazakhstan
Poland (p)
Indonesia (p)
Hong Kong (China), SAR
Russian Federation (p)
Italy (p)
Canada (p)
Malaysia (p)
United States (p)
Greece (p)
Morocco
Turkey (p)
France (p)
Germany (p)
Japan (p)
Republic of Korea (p)
India
China (p)
Est. Extranj
15,129
15,138
15,817
16,090
16,669
17,163
17,254
17,381
17,570
18,639
19,619
20,680
20,725
21,661
23,542
23,727
24,356
24,619
25,188
25,691
27,356
28,786
31,687
34,199
34,473
38,544
38,847
40,884
41,181
49,631
51,503
52,048
53,350
56,410
60,424
95,885
123,559
343,126
% de total
0.62
0.62
0.64
0.66
0.68
0.70
0.70
0.71
0.72
0.76
0.80
0.84
0.84
0.88
0.96
0.97
0.99
1.00
1.03
1.05
1.11
1.17
1.29
1.39
1.40
1.57
1.58
1.67
1.68
2.02
2.10
2.12
2.17
2.30
2.46
3.91
5.03
13.98
65.11
Fonte: UNESCO, Instituto de Estatística (2006)
Cooperação educacional
Crescimento dos estudantes matriculados fora de seu
país de origem (1975-2006) Fonte OCDE/Education at a glance 2008
1975
0,6 M
1980
0,8 M
1985
0,9 M
1990
1,2 M
1995
1,3M
2000
1,9 M
2006
2,9 M
Evolução dos Bolsistas brasileiros em pós-graduação no exterior =
totais (Fonte CAPES/MEC)
1996
1279
1997
1456
1998
1501
1999
1553
2000
1518
2001
1503
Cooperação educacional
Como otimizar a inserção brasileira ?
Âmbito Norte-SUL
Incentivar a mobilidade de pesquisadores
e docentes
Incentivar a mobilidade no nível de pósgraduação e pós-doutorado
Promover a criação de redes de
relacionamento
Implementar projetos de triangulação no
campo educacional
Âmbito SUL-SUL
Manutenção dos Programas
PEC-G e PG
UNILA
UNILAB
Divisão de Temas Educacionais
Página Eletrônica
www.dce.mre.gov.br
E-mail
[email protected]
Telefone:
+55 (61) 34118561
Fax:
+55 (61) 34118560

similar documents