testemunhas_jeova.

Report
ESTUDO PARA JOVENS PIB PONTA GROSSA
Nome
Testemunhas de Jeová? Sim, é assim que se
chamam. É um nome descritivo, indicando que dão
testemunho a respeito de Jeová, Sua Divindade e
Seus propósitos. “Deus”, “Senhor”, “Criador” - assim
como “Presidente”, “Rei”, “General” - são títulos e
podem ser aplicados a diversos personagens
distintos. Mas, “Jeová” é nome pessoal, e pertence
ao Deus Todo-poderoso e Criador do universo. Isto é
demonstrado no Salmo 83:18, segundo a “Versão
Almeida”, revista e corrigida, da Bíblia: “Para que
saibam que tu, a quem só pertence o nome de
JEOVÁ, és o Altíssimo sobre toda a terra.”
História
Origem. Charles Taze Russell, o fundador do
resselismo, nasceu em 1852 nos Estados Unidos. Seus
pais eram presbiterianos. Russell pertenceu à Igreja
Congregacional e a seguir, à Igreja Adventista. Em
1874, fundou formalmente o movimento russelita. Em
1879, começou a publicação do periódico Torre de
Vigia de Sião, hoje chamada A Sentinela. O sucessor de
Russell, Joseph Rutherford, efetuou 148 alterações
doutrinárias no sistema de crença da seita. Publicou a
obra póstuma de Russell intitulada O Mistério
Consumado, e o sétimo volume de Estudos das
escrituras, como meio de consolidar em torno de si o
domínio e o controle da organização.
Tabela de Religiões e Seitas comparadas — nº1
(Compilada pelo CPR - Centro de Pesquisas Religiosas)
Nome do grupo
Fundador
Cristianismo Bíblico
(Protestantismo)
Jesus Cristo
Mensagem
Jesus morreu para salvar
Aqueles que são salvos
pecadores
Jesus, sobre a pedra que Sacramentos, caridade,
Catolicismo Romano
é Pedro (considerado
culto a Maria e aos
como primeiro Papa)
"Santos"
Testemunhas
de Jeová
Igreja
Os membros da Igreja
Católica Apostólica
Romana
Escrituras
A Bíblia somente
(66 livros)
A Bíblia (+ 7 livros
apócrifos) + a Tradição
(Dogmas)
Charles Taze Russell
Jesus abriu a porta para
Bíblia deles (Tradução do
144.000 ungidos que irão
(1852-1916) Fundada em conquistarmos nossa
Novo Mundo) +
para o céu
1881
salvação
literaturas dos líderes
Espiritismo Kardecista
Dr. Hippolyte Léon
Denizard Rivail, vulgo
Allan Kardec (1857)
Adventistas
do Sétimo Dia
Ellen Gould White
(1860)
Mormonismo
Joseph Smith (18051844) fundado em 1830
Assim como Jesus, todos O Espiritismo é a Igreja
poderão alcancar a
restaurada e o
Livros de Allan Kardec e
perfeição após muitas
Consolador prometido
outros
reencarnações.
por Jesus
Crer em Jesus e observar
Somente os adventistas
a Lei
Alcançar a divindade
pelas ordenanças do
evangelho mórmon
Membros da Igreja de
Jesus Cristo dos Santos
dos Últimos Dias
Bíblia e livros de Ellen
White
A Bíblia, Livro de
Mórmon, Doutrina e
Convênios, Pérola de
Grande Valor
Tabela de Religiões e Seitas comparadas — nº1
(Compilada pelo CPR - Centro de Pesquisas Religiosas)
Salvação
Ressurreição
de Jesus
Nome do grupo
Deus
Jesus
Cristianismo Bíblico
(Protestantismo)
Trindade
três pessoas em um
Deus
Deus em carne. 2ª
pessoa da Trindade
Jesus elevou-se no
Pela Graça,
mesmo corpo em que Ele
através da Fé somente
morreu
Catolicismo Romano
Trindade três pessoas
em um Deus
Deus em carne. 2ª
pessoa da Trindade
Fora da Igreja Católica
Apostólica Romana não
há Salvação
Sim
Testemunhas
de Jeová
Jeová, que é uma só
Pessoa
Não é Deus; é o Arcanjo Obedecendo as ordens
Miguel, a primeira e única da Sociedade Torre de
criatura de Jeová
Vigia
Não
Espiritismo Kardecista
Impessoal
Não é Deus nem teve
corpo humano
Através da caridade e
reencarnações
sucessivas
Não
Adventistas
do Sétimo Dia
Trindade
três pessoas em um
Deus
Deus em carne. 2ª
pessoa da Trindade
Guardando o sábado e
os mandamentos
Sim
Mormonismo
Tríade
3 deuses
Não é Deus. É irmão de
Salvação pelas boas
Lúcifer e dos homens
obras da igreja mórmon
Sim
No que Crêem
CRENÇA
BASE BÍBLICA
A Bíblia é a Palavra de Deus e é a verdade. A Bíblia é mais 2 Tim. 3:16, 17; 2 Ped. 1:20, 21; João
fidedigna do que a tradição
17:17; Mat. 15:3; Col. 2:8
O nome de Deus é Jeová
Sal. 83:18; Isa. 26:4; 42:8, VB; Êxo. 6:3
Cristo é o Filho de Deus e inferior a ele. Cristo foi a primeira Mat. 3:17; João 8:42; 14:28; 20:17; 1
criação de Deus. Cristo morreu numa estaca, não numa cruz Cor. 11:3; 15:28; Col. 1:15; Rev. (Apo.)
3:14. Gál. 3:13; Atos 5:30
A vida humana de Cristo foi paga como resgate pelos Mat. 20:28; 1 Tim. 2:5, 6; Tito 2:14; 1
humanos obedientes
Ped. 2:24
O sacrifício único de Cristo foi suficiente. Cristo foi Rom. 6:10; Heb. 9:25-28; 1 Ped. 3:18;
ressuscitado como pessoa espiritual, imortal. A presença de Rom. 6:9; Rev. (Apo.) 1:17, 18; João
Cristo é em espírito
14:19; Mat. 24:3; 2 Cor. 5:16; Sal. 110:1,
2
O Reino sob Cristo governará a terra em justiça e paz. O Isa. 9:6, 7; 11:1-5; Dan. 7:13, 14; Mat.
Reino trará condições de vida ideais à terra
6:10. Sal. 72:1-4; Rev. (Apo.) 7:9, 10, 1317; 21:3, 4
A terra nunca será destruída ou despovoada
Ecl. 1:4; Isa. 45:18; Sal. 78:69
Deus destruirá o atua sistema de coisas na batalha no Har- Rev. (Apo.) 16:14, 16; Sof. 3:8; Dan.
Magedon
2:44; Isa. 34:2
Os iníquos serão eternamente destruídos
Mat. 25:41-46; 2 Tes. 1:6-9
Os que Deus aprova receberão vida eterna. Só há um João 3:16; 10:27, 28; 17:3; Mar. 10:29,
caminho para a vida
30. Mat. 7:13, 14; Efé. 4:4, 5
No que Crêem
CRENÇA
BASE BÍBLICA
A observância do sábado só foi dada aos judeus e terminou Deut. 5:15; Êxo. 31:13; Rom. 10:4; Gál.
com a Lei mosaica
4:9, 10; Col. 2:16, 17
Eze. 18:4; Ecl. 9:10; Sal. 6:5; 146:4; João
A alma humana deixa de existir na morte
11:11-14
Sal. 16:10, Al, (15:10) So; Rev. (Apo.)
O inferno é a sepultura comum da humanidade
20:13, 14, Fi, So
A esperança para os mortos é a ressurreição
1 Cor. 15:20-22; João 5:28, 29; 11:25, 26
Apenas um pequeno rebanho de 144.000 irá para o céu e Luc 12:32; Rev. (Apo.) 14:1, 3; 1 Cor.
governará com Cristo. Os 144.000 nascem de novo como 15:40-53; Rev. 5:9, 10. 1 Ped. 1:23; João
filhos espirituais de Deus
3:3; Rev. (Apo.) 7:3, 4
O cristão não deve participar em movimentos ecumênicos 2 Cor. 6:14-17; 11:13-15; Gál. 5:9; Deut.
7:1-5
O cristão deve manter-se separado do mundo
Tia. 4:4; 1 João 2:15; João 15:19; 17:16
Deve-se obedecer a todas as leis humanas que não Mat. 22:20, 21; 1 Ped. 2:12; 4:15
conflitam com as leis de Deus
Assimilar sangue no corpo, pela boca ou pelas veias, viola as Gên. 9:3, 4; Lev. 17:14; Atos 15:28, 29
leis de Deus
1 Cor. 6:9, 10; Heb. 13:4; 1 Tim. 3:2; Pro.
É preciso obedecer às leis bíblicas sobre a moral
5:1-23
Como divulgam
O meio mais conhecido que usam para achar os afligidos pelas condições
atuais é ir de casa em casa. Fazem assim um empenho positivo de
contatar o público, como Jesus fazia ao ‘viajar de cidade em cidade e de
aldeia em aldeia, pregando e declarando as boas novas do reino de
Deus’. Seus primitivos discípulos faziam o mesmo. (Lucas 8:1; 9:1-6;
10:1-9) Hoje, sempre que possível, as Testemunhas de Jeová se
empenham em visitar cada casa diversas vezes por ano, procurando
conversar com os moradores por alguns minutos sobre um assunto de
interesse ou preocupação local ou mundial. Podem-se apresentar um ou
dois textos bíblicos para consideração, e, se o morador mostra interesse,
a Testemunha pode programar voltar numa hora conveniente, para uma
palestra adicional. Colocam-se à disposição Bíblias e publicações que
explicam a Bíblia e, quando o morador deseja, realiza-se um estudo
bíblico domiciliar gratuito. Em 1988, realizaram-se regularmente, em
média, 3.250.000 de tais estudos bíblicos, em todo o mundo.
Organização
A congregação local, com seu Salão do Reino, é o centro da proclamação
das boas novas na sua comunidade. As regiões que cabem a cada
congregação são divididas em pequenos territórios desenhados em
mapas. Estes são designados a Testemunhas individuais, que se
empenham em visitar e falar com as pessoas de cada lar. Cada
congregação, composta desde umas poucas até umas 200 Testemunhas
de Jeová, conta com anciãos designados para cuidar de diversos deveres.
O proclamador individual das boas novas é a pessoa vital na organização
das Testemunhas de Jeová. Cada Testemunha, quer sirva na sede
mundial, quer em filiais, quer em congregações, participa nesta atividade
de campo, que consiste em falar pessoalmente a outros sobre o Reino de
Deus.
Os relatórios sobre esta atividade são enviados à sede mundial, e,
anualmente, se compila e publica um Anuário. Publica-se também um
quadro geral em A Sentinela, em 1.° de janeiro de cada ano. Estas duas
publicações fornecem relatórios pormenorizados sobre os resultados do
testemunho dado em favor de Jeová e seu Reino sob Cristo Jesus
referentes a cada ano.
Profecias
Profecias de Russell. Russell profetizou que a batalha do Armagedom
ocorreria em 1914. Neste ano, segundo ele, dar-se-ia também a vinda de
Cristo. Mas na referida data, nada aconteceu. Depois ele mesmo refez o
cálculo, e estabeleceu o ano de 1915 e depois o de 1918. Como das vezes
anteriores, nada aconteceu. Ele veio a falecer em 1916. Profetizou que até
1914 viria um tempo de tribulação tal que nunca houve desde que há
nação para que fosse estabelecido o Reino de Deus. Os judeus seriam
restaurados, os reinos gentios seriam quebrantados em pedaços como um
vaso de oleiro, e os reinos deste mundo passariam para o nosso Senhor e
para o seu Cristo. Nada, absolutamente, se cumpriu.
Profecias de Rutherford. Rutherford também refez o cálculo, e estabeleceu
o ano de 1925 como o início do milênio. Isso também não se cumpriu.
Profecias de Knorr e Franz. Em 1946, a organização lançou o livro "A
verdade vos Tornará Livres", contendo a base da profecia do Armagedom
para 1975. Muitos venderam propriedades; outros abandonaram estudos e
carreira profissional. Nada aconteceu.
A Bíblia
Dizem que ninguém pode compreender a Bíblia sem
a revista A Sentinela. Não reconhecem qualquer
outra versão da Bíblia além da sua versão deturpada
chamada Tradução Novo Mundo. Muitos
Testemunhas de Jeová adquirem outras versões da
Bíblia simplesmante porque se interessam por
alguns versículos para o seu trabalho de
proselitismo, dando assim a impressão de que
conhecem outras versões.
Erros de tradução
João 1:1
Eles traduziram erradamente este versículo como
"um deus". Novamente, isto é porque eles negam
quem Jesus é e devem mudar a Bíblia para que ela se
torne adequada à sua teologia. A versão das T.J. está
assim: "No princípio era a Palavra, e a Palavra estava
com Deus, e a Palavra era um Deus."
Erros de tradução
Colossenses 1:15-17
A palavra "outro" é inserida 4 vezes. Isto não está no original
grego e nem está implícito. Esta é uma seção onde Jesus é
descrito como o criador de todas as coisas. Desde que a
organização da T.J. acredita que Jesus é um ser criado eles
inseriram a palavra "outro" para mostrar que Jesus era ates de
tudo "outras" coisas, implicando que Ele também fosse um ser
criado.
Erros de tradução
Hebreus 1:8
Este é um versículo onde Deus Pai, está chamando Jesus de
Deus: "Mas do Filho diz: O teu trono, ó Deus, subsiste pelos
séculos dos séculos, e cetro de eqüidade é o cetro do teu
reino.'"
Já que as T.J. não concordam com isso, de novo, eles alteraram
a Bíblia para que ela se adequasse à sua teologia. Eles
traduziram o verso como: "...Deus está no seu trono ..."
Doutrinas
Deus. O Deus dos Testemunhas de Jeová não sabe todas as coisas. Dizem que ele
não sabia qual seria o ressultado da prova de Abraão, em Gn 22:12; e também
desconhecia o que se passava na terra, no caso de Gn 18:20,21. Dizem enfim que o
verdadeiro Deus não é onipresente.
Trindade. Dizem que a Trindade é uma doutrina pagã desenvolvida por Constantino,
imperador romano, no quarto século, o que não é verdade.
O Senhor Jesus Cristo. O Jesus dos Testemunhas de Jeová não é o mesmo da Bíblia.
Ensinam que Jesus tornou-se Cristo por ocasião do seu batismo; o Jesus da Bíblia,
contudo, nasceu Cristo. Pregam que Jesus de Nazaré não existe, mas a Bíblia diz que
"Jesus, o nazareno“ é vivo. Já ensinaram que Miguel não é Jesus. Agora dizem que
Jesus é Miguel. Dizem que Jesus é um deusinho, a Palavra de Deus, porém, declara
que Ele é o Deus verdadeiro.
Jesus deve ser adorado? Ensinaram que Jesus foi adorado quando esteve na terra e
que devia continuar sendo adorado. Isso foi mudado em 1954, quando publicaram a
proibição dessa adoração.
O Espírito Santo. Os Testemunha de Jeová ensinam que o Espírito Santo é a força
ativa e impessoal de Deus, negando tanto a sua personalidade como a sua
divindade.
Doutrinas
Salvação. Ensinam que a salvação depende de se pertencer à Sociedade
Torre de Vigia e estudar seu manual de ingressão, o livro Conhecemento que
Conduz à Vida Eterna.
O Inferno. Os Testemunha de Jeová negam a existência do inferno ardente,
porque Russell, antes mesmo de fundar seu movimento, pessoalmente não
concordava com a tal crença.
O Céu. Crêem que em 1935 Jeová colocou uma placa no céu, dizendo: "Não
há vagas". Rutherford, sucessor de Russell, inventou essa doutrina em 1935,
dividindo o rebanho em duas classes: a dos ungidos, que são apenas
144.000 membros, que representam todos os cristãos autênticos desde a
fundação da Igreja até 1935. Somente estes, segundo eles, vão para o céu.
Os demais são a classe da "grande multidão", que de acordo com seu
ensino, vão herdar a terra.
Perguntas e Respostas
Crêem as Testemunhas de Jeová que a sua religião é a única
certa?
Quem leva a sua religião a sério deve achar que ela é a certa.
Senão, por que estaria envolvido nela? Os cristãos são
admoestados: “Certificai-vos de todas as coisas; apegai-vos ao
que é excelente.” (1 Tessalonicenses 5:21) Cabe-lhe certificar-se
de que a sua crença tem o apoio das Escrituras, pois existe uma
só fé verdadeira. Efésios 4:5 confirma isso, mencionando “um só
Senhor, uma só fé, um só batismo”. Jesus não concordou com o
conceito moderno, comodista, de que há muitos caminhos,
muitas religiões, todos levando à salvação. Pelo contrário, ele
disse: “Estreito é o portão e apertada a estrada que conduz à
vida, e poucos são os que o acham.” As Testemunhas de Jeová
crêem que o encontraram. Se assim não fosse, procurariam
outra religião. - Mateus 7:14.
Perguntas e Respostas
Acreditam que são os únicos a serem salvos?
Não. Muitos milhões dos que viveram nos séculos
passados, que não eram Testemunhas de Jeová,
voltarão na ressurreição e terão a oportunidade de
viver. Muitos dos que agora vivem ainda poderão
tomar posição a favor da verdade e da justiça, antes
de irromper a “grande tribulação”, e estes obterão a
salvação. Outrossim, Jesus disse que não devemos
julgar uns aos outros. Nós vemos a aparência; Deus
examina o coração. Ele vê com precisão e julga com
misericórdia. Confiou o julgamento a Jesus, não a
nós. - Mateus 7:1-5; 24:21.

similar documents