Programa de Saneamento Básico em Assentamento Precário:

Report
XVIII Exposição de Experiências Municipais em Saneamento
De 4 a 9 de maio de 2014 - Uberlândia - MG
Saneamento Básico no
Quilombo Cantão das Lombas:
Ação de inclusão social
Liesbet Olaerts ; Dieter Wartchow
(1)Engenheira Ambiental (UFRGS).
(2)Engenheiro Civil. Doutor Engenharia Hidráulica. Docente Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH/UFRGS).
 INTRODUÇÃO
Déficit e desigualdades no acesso aos
serviços de saneamento básico
70%
(14,5 milhões de habitantes)
76,9%
(22,9 milhões de habitantes)
Déficit de acesso ao abastecimento de água
possui renda domiciliar mensal de até ½
salário mínimo por morador1
Da população da área rural não
são atendidos por saneamento
adequado1
1
IBGE, 2011, apud PLASAB, 2013
Quilombo Cantão das Lombas
• Grave situação de vulnerabilidade e insegurança
• Somente no ano de 2012, através da FUNASA, a
comunidade está recendo:
 Sistema de Abastecimento de Água (SAA)
 Obras de melhorias sanitárias
 Obras de melhorias domiciliares
 OBJETIVOS
• Realizar uma reflexão construtiva das ações de
saneamento básico e melhorias sanitárias e
domiciliares (MSD) implementadas no quilombo
Cantão das Lombas
 METODOLOGIA
Área de estudo
Etapas gerais
do trabalho
Definição dos objetivos
Pesquisa
bibliográfica
Levantamento
de campo
Aplicação de
entrevistas
Observação
direta
Diagnóstico do Quilombo Cantão das Lombas
Saneamento
básico
Saúde
Renda
Educação
Análise do diagnóstico e propostas
Conclusões
Análise da
qualidade
da água
Observação direta
Análise qualidade da água
• Amostragem de 6 pontos antigos de captação de água
• Amostragem do poço tubular
 DIAGNÓSTICO
Histórico da comunidade
SAA + MSD
2012-2013
Caminhão-pipa
Transporte
Início do público
processo de
2009
titulação da
área
Rs Rural
Quilombola
2010
2005
Certidão de 2004
reconhecimento de
quilombo pela FCP
2003
Energia elétrica
1999
Funasa
...
• perpetuação da estrutura de dominação
• venda e troca de suas terras por alimentação
• migração de famílias para os grandes centros urbanos
em busca de infraestrutura básica
1888
Lei n 3.353
Abolição formal da
escravidão
Defensoria Pública
Aspectos socioeconômicos
Renda
Educação
• Baixa renda
• Alta taxa de
analfabetismo
• Aposentadoria
• Bolsa-família
• Pequenos
trabalhos em
fazendas
• Agricultura de
subsistência
• Até
recentemente
baixa frequência
escolar
• Difícil acesso às
escolas
Saúde
• Diarreia
• Infecções
intestinais
• Verminoses
• Bicho-de-pé
• Difícil acesso à
assistência
médica
Resíduos
sólidos
Abastecimento
de água
Saneamento básico
Infraestrutura
habitacional
Esgoto
sanitário
Saneamento básico
86% em
latrinas
ou em
céu
aberto
Relação Saneamento Básico, aspectos
socioeconômicos, saúde e exclusão
!
!
Diagnóstico da qualidade da água
PT1
PP4
PC2
PF5
PC3
PF6
PF7
Diagnóstico da qualidade da água
Parâmetro
Labora- Unidade
tório
de medida
PT1
PC2
PC3
PP4
PF5
PF6
PF7
VMP3
Poço
tubular
Poço
cacimba
Poço
cacimba
Poço
ponteira
Captação
de fonte
Captação
de fonte
Captação
de fonte
pH
Funasa
-
6,0-9,5
4,63
5,63
6,66
4,7
5,51
5,5
6,18
Cor
aparente
Funasa
uH
15
180
72
111
0
180
23
52
Turbidez
Funasa
NTU
5
30,1
4,35
3,27
0,2
7,47
3,2
10,6
Coliformes
Totais
Funasa
Presente/
ausente
-
Ausência
Presença
Presença
Ausência
Presença
Presença
Presença
E. coli
Funasa
Presente/
ausente
Ausente
Ausência
Ausência
Ausência
Ausência
Presença
Ausência
Presença
Funasa
mg/L
1,92
0,29
0,17
0,03
>3
0,09
0,29
3,25
0,600
0,437
0,095
6,70
0,177
1,06
0
0
0,02
0,01
0
0,01
0
ND
ND
ND
ND
ND
ND
ND
Ferro
0,3
Ufrgs
mg/L
Funasa
mg/L F-
Fluoreto
1,5
Ufrgs
mgNO3-
Manganês
Ufrgs
mg/L
0,1
0,017
0,010
0,154
0,015
0,153
0,010
0,089
Nitrato
Ufrgs
mg/L
10
1,20
ND
2,47
0,439
2,56
0,379
0,539
3 Padrão
de Potabilidade Port. 2914/2011
 ANÁLISE INTEGRADA DO
DIAGNÓSTICO E PROPOSTAS
Qualidade da água do poço tubular
 Adequar o sistema de tratamento de água
• Ferro
• Turbidez
 Monitoramento da água
Estrutura institucional do SAA
 Operação em forma de associação;
 Contar com o apoio da Prefeitura de Viamão;
 É de extrema importância que a Prefeitura de Viamão
encarregue uma equipe para que de fato haja um
acompanhamento adequado e seja prestado auxílio
Ações em saúde ambiental e capacitação
para gestão do SAA
 Importância de sua continuidade
Possíveis diretrizes a serem avaliadas para integrar o
programa:
• Definir e fortalecer equipe de atuação
• Definir estratégias de trabalho com a comunidade
• Capacitação para gestão do SAA
• Valorização de iniciativas de moradores do quilombo 
 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Saneamento Básico no Quilombo Cantão das Lombas
Ação de inclusão social
 Nítida interface entre saneamento básico e a situação de saúde e as
condições de vida da população;
 Enfoque abrangente e interdisciplinar a esses programas;
Integração/cooperação entre as instituições e beneficiários
! Prefeitura tem que estar presente !
 Programa de ações em saúde ambiental e capacitação para gestão
XVIII Exposição de Experiências Municipais em Saneamento
De 4 a 9 de maio de 2014 - Uberlândia - MG
Obrigada!
Liesbet Olaerts – [email protected]
Dieter Wartchow - [email protected]

similar documents