O mapa da - einsteen10.com.br

Report
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE
MAPAS E GRÁFICOS
LEITURA DE MAPAS
• Ler mapas é um processo de decodificação, que
envolve algumas etapas metodológicas básicas:
1. OBSERVAÇÃO DO TÍTULO
2. INTERPRETAÇÃO DA LEGENDA
3. DECODIFICAÇÃO DO CONTEÚDO DO MAPA
4. OBSERVAÇÃO DA ESCALA (cálculo das distâncias
ou das dimensões do fenômeno representado;
estabelecimento de comparações ou
interpretações)
Legenda
• Permitem interpretar as informações contidas
no mapa, desde a constatação da existência
de um determinado fenômeno até os
diferentes graus de intensidade em que ele se
apresenta.
• As legendas podem vir representadas por
cores, hachuras, símbolos ou ícones de
diversos tipos, ou utilizar combinações dessas
várias representações.
No uso de legenda com cores, é necessário seguir algumas
regras determinadas pelas convenções cartográficas
Na representação de um
fenômeno com várias
intensidades, a graduação
da cor utilizada deve
manter relação direta
com a intensidade do
fenômeno. Assim, num
mapa de densidades
demográficas, as maiores
densidades são
representadas por uma
cor ou tonalidade mais
forte do que as menores
densidades.
• Ao produzir representações cartográficas de
fenômenos da natureza, as cores também podem
sugerir as características do fenômeno. Em geral, os
mapas climáticos utilizam as cores “quentes”
(alaranjado, vermelho) para representar climas
“quentes” (tropical, equatorial, desértico), ficando as
cores “frias” reservadas aos climas mais frios.
• Similarmente, os mapas de vegetação representam as
florestas tropicais por meio de várias tonalidades de
verde. Já nos mapas de relevo, a cor verde deve ser
reservada para as planícies, bacias ou depressões,
enquanto o amarelo é utilizado para os planaltos e o
marrom, para as áreas mais elevadas, como as cadeias
montanhosas.
MAPA FÍSICO
Mapa 2
Questões mapa 2
Com auxílio de um mapa do Brasil responda:
•
Quais são as regiões brasileiras de onde saem os
emigrantes?
•
Quais são as regiões brasileiras para onde vão os
imigrantes?
•
Olhando na legenda responda qual a área de onde mais
saem pessoas para irem para as fronteiras agrícolas.
•
Quais as áreas que ainda conservam suas características
naturais?
•
Onde está localizada a megalópole?
a) Quais os países
que foram mais
dependentes de
ajuda em relação
a sua renda?
b) De quais países
não se tem
dados
disponíveis?
c) Cite 4 países que
menos ajuda
tiveram em
comparação com
sua renda.
Carta Topográfica
• Um mapa topográfico (ou carta topográfica) é
uma representação bidimensional de um
mundo 3D.
• Eles são desenvolvidos a partir de fotografias
aéreas, porém, em áreas mais remotas do
Brasil, como regiões da Amazônia, os mapas
foram feitos através de radares.
2.2 - CURVAS DE NÍVEL
O método, por excelência, para representar o relevo
terrestre, é o das curvas de nível, permitindo ao usuário,
ter um valor aproximado da altitude em qualquer parte
da carta.
A curva de nível constitui uma linha imaginária do
terreno, em que todos os pontos de referida linha têm a
mesma altitude, acima ou abaixo de uma determinada
superfície da referência, geralmente o nível médio do
mar.
Com a finalidade de ter a leitura facilitada, adota-se o
sistema de apresentar dentro de um mesmo intervalo
altimétrico, determinadas curvas, mediante um traço
mais grosso. Tais curvas são chamadas "mestras",
assim como as outras, denominam-se "intermediárias".
Existem ainda as curvas "auxiliares".
PRINCIPAIS
CARACTERÍSTICAS:
a) As curvas de nível tendem a ser quase
que paralelas entre si.
b) Todos os pontos de uma curva de
nível se encontram na mesma elevação
(altitude).
c) Cada curva de nível fecha-se sempre
sobre si mesma.
d) As curvas de nível nunca se cruzam,
podendo se tocar em saltos d'água ou
despenhadeiros.
• e) Em regra geral, as curvas
de nível cruzam os cursos
d'água em forma de "V", com
o vértice apontando para a
nascente.
• f) as curvas de nível formam
um “M” acima das
confluências fluviais.
• g) em geral as curvas em
forma de “U” nas elevações,
cuja base aponta para o pé
da elevação
• h) curvas próximas indicam
relevo inclinado e curvas
afastadas representam relevo
plano.
B
N
A
2
1
3
C
Mapa 1
Questões mapa 1
a) Qual das três áreas, A, B ou C apresenta
maior declividade? Justifique sua resposta.
b) As linhas indicadas pelos números 1,2 e 3
representam o quê? Como você concluiu
isto?
c) Qual é a parte mais elevada? A, B ou C?
d) Os rios que aparecem neste mapa têm qual
direção?
Mapa 3
Questões mapa 3
a) Onde estão as menores ocorrências de
chuva?
b) Em que parte a variação de chuva é maior?
Justifique sua resposta.
O mapas são uma visão de mundo:
O mapa da “República da Soja” apresenta um
discurso, devemos ler em suas entrelinhas. O
discurso geopolítico apresentado é claro:
Nele o capital se sobrepõe aos países e atua de forma
intimidadora aos governos.
O discurso desse mapa é a total predominância do sistema de
produção do agronegócio, sua expansão e domínio absoluto,
como se não houvesse outras possibilidades de produção no
campo. Propõe a monocultura baseada na dependência de
sementes, insumos e implementos agrícolas, produzidos pela
empresa que encomendou o mapa.
O mapa da “República da Soja” serve aos objetivos da
empresa de expandir as suas atividades para a obtenção de
maior lucro, mas que necessita para isso de mudanças na
legislação desses países quanto às sementes transgênicas e
também intervenção pública para a garantia de infraestrutura para o desenvolvimento da produção do
agronegócio.
• A atividade tem por objetivo aprofundar o
poder de interpretação dos alunos frente a
mapas e imagens. Desta forma, ao passo de
cada mapa e imagem, tente expor ao máximo
as ideias que o mapa lhe dispõe:
Distribuição dos Biomas brasileiro
Desmatamento
do Cerrado.
O desmatamento
da Mata Atlântica
ao longo dos
séculos
A dinâmica
das massas
de ar no
território
brasileiro
INTERPRETAÇÃO DE GRÁFICOS

similar documents