Metodologia de Implementação

Report
Implementação do SAPCTL
Know HOW
SAP Basis
+
Oracle Grid Infrastructure
SAPCTL
Estudo para implementação do SAPCTL
• O que um SAP Basis deve estudar para implementar o SAPCTL ?
• O que um DBA Oracle deve estudar para implementar o SAPCTL ?
Estudo para implementação do SAPCTL
• Estudar fundamentos básicos do Kernel SAP
• Estudar os componentes ASCS, SCS e ERS
DBA Oracle
• Estudar os arquivos de profiles do SAP
• Ser capaz de analisar os LOGs do SAP
• Estudar o funcionamento do Clusterware
• Estudar o funcionamento do ASM e ACFS
SAP BASIS
• Estudar comandos básicos de manipulação do clusterware (crsctl)
• Ser capaz de analisar os LOGs do Clusterware
Como implementar o SAPCTL ?
Se eu sou um BASIS ou um DBA
• É possível 2 opções
1. Estudar os conceitos pre-req do slide anterior de BASIS ou DBA para a implementação
2. Executar a implementação em 4 mão. (1 DBA e 1 BASIS)
• Lembre-se
DBA Oracle
SAPCTL
SAP BASIS
Teoria
Pratica
• Arquitetura SAP BASIS
• Implementação Container SAP
• Funcionamento SAP em High Availability
• Implementação Container Oracle RAC
• Arquitetura Oracle Grid Infrastructure
• Preparação SAP para High Availability
• Introdução ao SAPCTL
• Implementação do SAPCTL
• SAP em High Availability usando SAPCTL
• Funcionamento do SAPCTL
Teoria
• Arquitetura SAP BASIS
• ASCS Stack
• SCS Stack
• Dual Stack - ASCS + SCS (Process Integration)
Leia a nota 1.1 : Princípios Teóricos SAP BASIS
Teoria
WEB Browser
HTTP
SAP GUI
Central Instance
Dialog
Instance
DATABASE
Instance
• Sistema Baseado em 3 Camadas
• Sistema Baseado em SOA
• Database é um repositório de dados
Teoria
Relação Client/Server
Sistema Baseado em SOA
Listener (SQL*NET)
JDBC Connector
SAP GUI
WEB Browser
HTTP
Central Instance
Dialog
Instance
DATABASE
Instance
Teoria
• ERS - Enqueue Replication Server
• Funcionamento SAP em High Availability
Leia a nota 1.2 : Conceitos de HA no SAP
Teoria
Funcionamento SAP em High Availability
Node Ativo
do Cluster
Service Central
Instance
• Tipo do Cluster : Fail Over
• Service Central Instance é Ativo
• Enqueue Replication é Passivo
Node
Passivo do
Cluster
Enqueue
Replication
• Necessário no mínimo 2 Servers
Service Central
Instance
Lock Table
Lock Table
Replication
Enqueue
Replication
Standby
Lock Table
• Replicação ocorre sempre da Service Central Instance Para Enqueue Replication
• O objeto que é replicado são os metadados da LOCK TABLE
• Existe uma LOCK TABLE instanciada em memória para a Service Central Instance, no node ATIVO
• Existe uma LOCK TABLE instanciada em memória para a Enqueue Replication, no node PASSIVO
SCS
Lock Table
Enqueue
Replication
ASCS
Lock Table
Lock Table
Service Central
Instance
ERS
ERS
• O objeto que é replicado são os metadados da LOCK TABLE
• Na Service Central Instance existe a pilha ABAP e JAVA
• Na Enqueue Replication existe a estrutura passiva do ABAP e JAVA
• Replicação ocorre sempre da Service Central Instance Para Enqueue Replication
Teoria
• Arquitetura Oracle Grid Infrastructure
• O que é GRID INFRASTRUCTURE ?
• Oracle Clusterware
• ASM
• Conceitos sobre VIP – Virtual IP
Leia a nota 1.3 Princípios Teóricos Oracle
Teoria
• O que é GRID INFRASTRUCTURE ?
Oracle Clusterware
ASM
Grid
Infrastructure
GRID INFRASTRUCTURE = Oracle Clusterware + ASM
Teoria
VIP
X
VIP
Cluster
VIP
Teoria
• Introdução ao SAPCTL
• O que é SAPCTL ?
• O que faz o SAPCTL e para que ele server?
• Porque usar o SAPCTL?
• OVERVIEW da documentação oficial
Leia a nota 1.4 Introdução ao SAPCTL
Teoria
• SAP em High Availability usando SAPCTL
• Replicação Lógica : ERS
• Replicação Física : SAPCTL
• SAP Basis x Oracle: Pontuando relações
• VIP – Virtual IP
Leia a nota 1.5 SAP em High Availability usando SAPCTL : SAP Basis x Oracle
Teoria
SAPCTL
+
ERS
SAP
High Availability
+
GRID
INFRASTRUTURE
Teoria
SAPCTL
ASCS
ERS
SCS
ERS
SAPCTL
•
Cluster SAP : Presença de 2 hardware no mínimo
•
Clusterização dos hardware usando Oracle GRID INFRASTRUCTURE
•
Componente SAPCTL para suportar possíveis falhas na Aplicação SAP
•
Service Central Instance rodando sobre o Clusterware
•
Enqueue Replication rodando sobre o Clusterware
•
Service Central Instance replicando dados para Enqueue Replication
Oracle Clusterware
ASM
Grid
Infrastructure
Passivo
ATIVO
ATIVO
Passivo
X
• Queda do Node ATIVO
• Node reestabelecido
• Flutuação do ASCS, SCS e ERS, garante a tolerância a falhas
Lock Table
Replication
ERS
ASCS
ERS
SCS
ASCS
ERS
SCS
ERS
SAPCTL
• Replicação da LOCK TABLE garante a CONTINUIDADE DA OPERAÇÃO
RELOCATE
• Replicação Lógica
Enqueue Replication Server (ERS) é útil para replicação da LOCK TABLE
• Replicação Física
Clusterware e SAPCTL é útil para o failover do ASCS, SCS e ERS
Oracle Clusterware
ASM
Grid
Infrastructure
ATIVO
Passivo
LOCK TABLE
Replication
LOCK TABLE
Enqueue
Server
Replication
Server
ASCS
ERS
SCS
ERS
SAPCTL
• Replicação Lógica : ERS
Garante um cópia da LOCK TABLE, usando o ERS
• Replicação Física : SAPCTL
Tolera a falha do Node ATIVO ou PASSIVO
Oracle Clusterware
ASM
Grid
Infrastructure
ATIVO
Passivo
LOCK TABLE
Replication
LOCK TABLE
Enqueue
Server
Replication
Server
ASCS
ERS
SCS
ERS
Replicação dos metadados
LOCK TABLE
Pratica
• Implementação Container SAP
• Hardware
• GRID INFRASTRUCTURE
• ASCS - ERS
• SCS - ERS
• SAPCTL
Pratica
Instalação
ASCS + ERS
Instalação
SCS + ERS
Instalação
Database RDBMS
Instalação
em
StandaloneSAPCTL
Ajustes
de Profile
Instalação
GRID
INFRASTRUCTURE
Para SAP em HA
Sistema SAP em High Availability
Pratica
Antes de iniciar a instalação é necessário fazer os ajustes pre-req
Leia a nota 2.1 Ajuste Pre-Req
Pratica
Instalação
ASCS + ERS
Instalação ASCS + ERS
Nota : 2.2 Implementação Container SAP
Texto Instalação ASCS e ERS
Pratica
Instalação
SCS + ERS
Instalação SCS + ERS
Nota : 2.2 Implementação Container SAP
Texto Instalação SCS e ERS
Pratica
Instalação
Database RDBMS
+
Database Instance
Instalação Database RDBMS + Database Instance
Nota : 2.2 Implementação Container SAP
Texto Instalação DATABASE RDBMS e Database Instance
Pratica
Instalação
GRID
INFRASTRUCTURE
A instalação do GRID INFRASTRUCTURE não será abordado no post
do SAPCTL, para mais informações, consulte os post de Oracle
RAC :
http://dbafurushima.com.br/RAC.html
Pratica
• Preparação SAP para High Availability
• Definição do VIP
• Ajustes das Profiles SAP
Preparação SAP
para High
Availability
• Criação do Shared Filesystem ACFS
• Migração /usr/sap e /sapmnt para Shared Filesystem ACFS
Nota : 2.3 Preparação SAP para High Availability
Pratica
• Implementação do SAPCTL
• Instalação do SAPCTL
• Mapeamento dos parâmetros da função create do sapctl
• Teste de RELOCATE dos Serviços após criado
• Teste de FAILOVER dos Serviços após criado
SAPCTL
Pratica
• Implementação Container Oracle RAC
• Hardware
• GRID INFRASTRUCTURE
• Oracle RDBMS
• Instance
Obrigado
Carlos Henrique Yakithi Furushima - DBA Furushima
Contatos
TEL : +55 (19) 9114-8393
Skype : dbafurushima
Email : [email protected]

similar documents