Inovação - IPD

Report
O desafio de adensar a cadeia de P&D
de medicamentos biotecnológicos
8º ENIFarMed
São Paulo, 8 de setembro de 2014
Biotecnologia para Saúde
Foco do BNDES desde 2009
Construção de conhecimento
BNDES
Setorial
n. 30 / 2009
Tecnologias
e aplicações
BNDES
Setorial
n. 32 / 2010
Ambiente de
biotecnologia
no Brasil
BNDES
Setorial
BNDES
Setorial
BNDES
Setorial
n. 34 / 2011
n.35 / 2012
n. 36 / 2012
Oportunidade
de catch-up
Vacinas
Ensaios
clínicos
BNDES Setorial
n. 38 / 2013
Cadeia de P&D de
medicamentos
biotecnológicos
Metodologia
Estudo exploratório e qualitativo
Entrevistas livres (14 instituições):
 empresas farmacêuticas
 empresas de base tecnológica
 incubadoras de empresas
 instituições científicas e tecnológicas (ICT)
 consultores
Disponível em:
http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Publ
icacoes/Consulta_Expressa/Tipo/BNDES_Setorial/201309_05.html
Estratégias de catch-up
Dimensões
 Tecnológica: incipiente no Brasil
Medicamentos
biotecnológicos
 Social: demanda SUS - R$ 4 bilhões por ano
 Econômica: alto valor agregado
 Oportunidade: expiração de patentes
Políticas Públicas
Projetos estruturantes
Estratégia
Adensamento da cadeia de P&D
Base científica e tecnológica

Projeto Genoma e a participação brasileira

Produção científica em biotecnologia cresceu nos últimos 15 anos

Mas caiu em participação relativa da produção nacional (14% para 9%)

E caiu de 14º para 26º no ranking global se considerado o impacto das
publicações (citações)
Fonte: SCImago
Estoque de pedidos de patentes internacionais, áreas de biotecnologia,
por nacionalidade do solicitante, 1999-2010
União
Européia
34,207
Japão
13,785
Outros
11,012
Emergentes
7%
Estados
Unidos
57,644
Israel
1,903
Coréia
do Sul
2,819
China
3,159
Índia
901
Rússia
556
Brasil
311
25º no
ranking
mundial
Fonte: OECDstat
Cadeia de P&D: visão geral
Desenvolvimento
do banco de células
Desenvolvimento
do processo
Identificação e
validação do agente
ativo (lead to hit)
Seleção de linhagens e
construção gênica
Escala de bancada
(laboratório)
Patente
Seleção dos melhores
clones produtivos
Escalonamento e
otimização de processo
Descoberta
Desenvolvimento
do produto
Identificação do alvo
(target to lead)
Necessidade de certificação
Caracterização da
proteína recombinante
Geração do banco de
células (Mestre e de
Trabalho)
Desenvolvimento da
formulação
Escala piloto
(insumo e produto
formulado)
Ensaios pré-clínicos
Manufatura do banco de
células
Ensaios clínicos
Cadeia de P&D: avaliação do Brasil
Desenvolvimento
do banco de células
Desenvolvimento
do processo
Identificação e
validação do agente
ativo (lead to hit)
Seleção de linhagens e
construção gênica
Escala de bancada
(laboratório)
Patente
Seleção dos melhores
clones produtivos
Escalonamento e
otimização de processo
Descoberta
Desenvolvimento
do produto
Identificação do alvo
(target to lead)
Necessidade de certificação
Caracterização da
proteína recombinante
Geração do banco de
células (Mestre e de
Trabalho)
Desenvolvimento da
formulação
Escala piloto
(insumo e produto
formulado)
Competências e Infraestrutura
Menos
Mais
Ensaios pré-clínicos
Manufatura do banco de
células
Ensaios clínicos
Atuação do BNDES
Demanda puxa a cadeia de P&D
Descoberta
Desenvolvimento
de banco
de células
Desenvolvimento
de processo
(escalonamento)
Desenvolvimento
de produto
(ensaios pré-clínicos
e clínicos)
Produção
1,400
1,200
1,000
1.254
800
600
400
200
Apoio do BNDES a
projetos de biotecnologia
para saúde
(em R$ milhões)
150
0
Até 2011
2012-2014
2012-2013
Atualizado em
26/08/2014
Apoio do BNDES à cadeia
Profarma
Inovação
Recursos Reembolsáveis
Cartão BNDES
MPME
Inovadora
Fundos de
Investimento
Participação acionária
e não-reembolsavel
Participação
Direta
BNDES
Funtec
Mínimo de R$ 1 milhão
Juros fixos: 4% a.a. (PSI)
Serviços de inovação
Prestadores credenciados
Empresas inovadoras
Via agente financeiro
BBI Finantial
Criatec
BNDESPar
Voltado para ICTs
Foco saúde fechado
para balanço
Considerações finais
Demanda por
serviços
tecnológicos
Capacitação de
recursos
humanos
Certificação
das
instituições
Obrigado!
Vitor Paiva Pimentel
Economista
Departamento de Produtos para a Saúde
[email protected]
21 3747-9529
BNDES MPME Inovadora
Objetivo: Financiar a introdução de inovações no mercado, articulando com
os demais parceiros do sistema brasileiro de inovação.
Empresas elegíveis (atender a ao menos um dos requisitos)
Apoiadas em programas voltados para inovação ou extensão tecnológica no âmbito do Governo
Federal, Governos Estaduais ou Sistema S ou serviços tecnológicos do Cartão BNDES;
Residentes ou aprovadas em processo de seleção de parques tecnológicos estruturados
Empresas incubadas ou recentemente graduadas em incubadoras tecnológicas;
Patente concedida ou depositada nos últimos dois anos (em dia)
Investidas por fundos de investimento com foco em inovação (ex: Criatec)
Investimento e Capital
de Giro Associado
Capital de Giro Isolado
Custo
TJLP + 0,1% +
Remuneração do Agente
Financeiro
TJLP + 5,4% + 0,1% +
Remuneração do Agente
Financeiro
Limite máximo
financiamento
R$ 20 milhões
R$ 10 milhões
Prazo
Até 120 meses (até 48
meses de carência)
Até 36 meses (até 12
meses de carência)
Participação
Até 90%
PSI (Investimento)
Custo: 4% a.a.
Prazo: 10 anos
Participação: até 100%
* Contratações até
31/12/2014
Atualizado em
26/08/2014
Cartão BNDES
Conceito de cartão de crédito, financia investimentos das MPMEs
(Receita < R$ 90 milhões).
Foco em etapas do processo de inovação realizados por
prestadores credenciados
Exemplos de serviços:

Avaliação de conformidade, normalização,
regulamentação técnica e metrologia

Produção em escala piloto

Aquisição de conhecimentos tecnológicos e
transferência de tecnologia (contratos
averbados de INPI)

Avaliação de viabilidade e pedido de
registro de propriedade intelectual

Serviços de P,D&I

Eficiência energética e impacto ambiental
0,92% a.m.
Atualizado em
26/08/2014

similar documents