Technique Estudo SINAPI

Report
ESTUDO COMPARATIVO DE CUSTOS UNITÁRIOS
DO SINAPI PARA EMPREENDIMENTOS
NO RIO GRANDE DO SUL
Eng. Rogério Dorneles Severo, PMP
Setembro/2013
Por que devemos entender o SINAPI?
A Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO, determina que os custos do SINAPI
sejam utilizados como referências para a razoabilidade de preços de obras
públicas executadas com recursos federais do Orçamento Geral da União
(OGU).
As composições de custos do SINAPI servem de limites para todas as obras
públicas realizadas na esfera federal, estadual e municipal.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
O que é a tabela SINAPI?
• O Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil –
SINAPI – divulga mensalmente custos e índices da construção civil;
• A gestão do sistema é compartilhada entre a CAIXA e o IBGE;
• A CAIXA é a responsável pela base técnica de engenharia (especificação de
insumos, composições de serviços e projetos referênciais) e pelo
processamento de dados, enquanto o IBGE pela pesquisa mensal de
preço, metodologia e formação dos índices;
• Este relatório está sendo feito desde 2003 regido pela Lei de Diretrizes
Orçamentária - LDO;
• Está disponível no site: www.caixa.gov.br/sinapi
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Estudo Comparativo SINAPI x Custos Regionais
• Tabela SINAPI atende as capitais federais;
• Os preços da tabela SINAPI devem ser estudados para uso nas diferentes
regiões do interior do estado do RS;
• Estudo comparou custos do SINAPI com diferentes cidades/regiões: Porto
Alegre, Viamão, Tramandaí, Erechim, Santa Maria, Bagé, Alegrete, Caxias
do Sul e Rio Grande;
• Mostrar as diferenças regionais devido aos diferentes custos de insumos
base e de Leis Sociais;
• Apresenta dados da análise de 18 composições unitárias do SINAPI para
Serviços de Orçamentos de Obras de Infraestrutura.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Serviços mapeados no Estudo Comparativo
COD. SINAPI
73962/13
72921
72921
72887
72887
73692
83868
83867
83532
74138/4
74138/3
74254/2
73410+73301
73410+73301
73820/1+73301
73820/1+73301
72949
72965
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
UN
M3
M3
M3
M3 x KM
M3 x KM
M3
M2
M2
M3
M3
M3
KG
M2
M2
M2
M2
M2
M2
Composição Unitário no SINAPI
• Abaixo temos uma das composições do SINAPI
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE
VALAS EM SOLO 0 - 2 m
6111 SERVENTE
•
UN
COEFICIENTE
PREÇO
UNIT
M3
5,96
H
0,067000
7,61
0,51
TRATOR CARREGADEIRA E RETROESCAVADEIRA DIESEL 75CV (CP) INCL
73318 OPERADOR -CAPAC CACAMBA 0,76M3
H
0,057000
88,91
5,07
TRATOR CARREGADEIRA E RETROESCAVADEIRA DIESEL 75CV (CI) INCL
73320 OPERADOR -CAPAC CACAMBA 0,76M3
H
0,010000
37,90
0,38
Está disponível no site: www.caixa.gov.br/sinapi
|
PREÇO
TOTAL
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Porto Alegre
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Porto Alegre
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Porto Alegre
M3
R$
5,96
R$
6,35
-R$
0,39
M3
R$
14,35
R$
13,85
R$
0,50
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
M3
R$
53,75
R$
46,19
R$
7,56
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,42
R$
0,26
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,42
R$
0,26
M3
R$
95,72
R$
117,96
-R$
38,15
R$
38,07
R$
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
22,24
83868
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
M2
R$
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
27,48
-R$
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$
471,28
R$
48,21
0,08
0,60
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
M3
R$
415,94
R$
340,71
R$
75,23
74138/3
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
M3
R$ 382,87
R$
319,71
R$
63,16
74254/2
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
KG
R$
6,06
R$
5,52
R$
0,54
M2
R$
41,05
R$
69,50
-R$
28,45
M2
R$
41,05
R$
69,50
-R$
28,45
M2
R$
43,24
R$
42,27
R$
0,97
M2
R$
43,24
R$
42,27
R$
0,97
M2
R$
1,26
R$
1,18
R$
0,08
M2
R$
6,99
R$
7,25
-R$
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
0,26
 De 18 composições, 6 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Rio Grande
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Rio Grande
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Rio Grande
M3
R$
5,96
R$
6,10
-R$
0,14
M3
R$
14,35
R$
18,19
-R$
3,84
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
M3
R$
53,75
R$
54,00
-R$
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
M3
R$
95,72
R$
84,64
R$
11,08
M2
R$
38,15
R$
38,53
M2
R$
26,88
R$
27,30
M3
R$
519,49
R$
534,11
-R$
-R$
-R$
0,38
0,42
14,62
M3
R$
415,94
R$
417,93
M3
R$ 382,87
R$
393,78
-R$
-R$
1,99
10,91
KG
R$
6,06
R$
5,66
R$
M2
R$
41,05
R$
41,55
-R$
0,50
M2
R$
41,05
R$
41,55
-R$
0,50
M2
R$
43,24
R$
43,87
-R$
0,63
M2
R$
43,24
R$
43,87
-R$
0,63
M2
R$
1,26
R$
1,13
R$
M2
R$
6,99
R$
11,19
-R$
72921
83868
83867
83532
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
0,25
-
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
74138/3
74254/2
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
0,40
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
0,13
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
4,20
 De 18 composições, 13 estão acima da tabela SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Bagé
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Bagé
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Bagé
M3
R$
5,96
R$
6,54
-R$
0,58
M3
R$
14,35
R$
23,81
-R$
9,46
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
M3
R$
53,75
R$
53,87
-R$
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,22
R$
0,46
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,22
R$
0,46
M3
R$
95,72
R$
101,47
83868
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
M2
R$
38,15
R$
38,16
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
26,89
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$ 534,49
-R$
-R$
-R$
-R$
M3
R$
415,94
R$ 397,26
R$
18,68
M3
R$ 382,87
R$ 376,26
R$
6,61
KG
R$
6,06
R$
6,27
-R$
0,21
M2
R$
41,05
R$
41,33
-R$
0,28
M2
R$
41,05
R$
41,33
-R$
0,28
M2
R$
43,24
R$
43,50
-R$
0,26
M2
R$
43,24
R$
43,50
-R$
0,26
M2
R$
1,26
R$
1,42
-R$
0,16
M2
R$
6,99
R$
6,99
R$
72921
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
0,12
5,75
0,01
0,01
15,00
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
74138/3
74254/2
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
-
 De 18 composições, 13 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Alegrete
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Alegrete
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Alegrete
M3
R$
5,96
R$
5,95
R$
M3
R$
14,35
R$
14,36
-R$
0,01
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
0,01
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
M3
R$
53,75
R$
53,75
R$
-
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
M3
R$
95,72
R$
95,64
R$
0,08
83868
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
M2
R$
38,15
R$
37,69
R$
0,46
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
26,52
R$
0,36
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$
513,74
R$
5,75
M3
R$
415,94
R$
415,50
R$
0,44
72921
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
74138/3
74254/2
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
M3
R$ 382,87
R$ 382,90
-R$
KG
R$
6,06
R$
5,97
R$
0,03
M2
R$
41,05
R$
44,30
-R$
3,25
M2
R$
41,05
R$
44,30
-R$
3,25
M2
R$
43,24
R$
42,16
R$
1,08
M2
R$
43,24
R$
42,36
R$
0,88
M2
R$
1,26
R$
1,17
R$
0,09
M2
R$
6,99
R$
6,98
R$
0,01
0,09
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
 De 18 composições, 4 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Erechim
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Erechim
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Erechim
M3
R$
5,96
R$
6,60
-R$
0,64
M3
R$
14,35
R$
14,55
-R$
0,20
M3
M3 x KM
M3 x KM
R$
R$
R$
53,75
0,68
0,68
R$
R$
R$
53,95
0,68
0,68
-R$
R$
R$
-
M3
R$
95,72
R$
97,58
M2
R$
38,15
R$
40,30
M2
R$
26,88
R$
28,61
M3
R$
519,49
R$
576,15
-R$
-R$
-R$
-R$
1,86
2,15
1,73
56,66
M3
R$
415,94
R$ 473,66
M3
KG
R$ 382,87
R$
6,06
R$ 429,56
R$
5,69
-R$
-R$
57,72
46,69
M2
R$
41,05
R$
43,98
-R$
2,93
M2
R$
41,05
R$
43,98
-R$
2,93
M2
R$
43,24
R$
47,07
-R$
3,83
M2
R$
43,24
R$
47,07
-R$
3,83
M2
R$
1,26
R$
1,62
-R$
0,36
M2
R$
6,99
R$
11,61
-R$
4,62
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
72887
72887
73692
83868
83867
83532
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
0,20
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
74138/3
74254/2
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
R$
0,37
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
 De 18 composições, 15 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Santa Maria
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Santa Maria
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Santa Maria
M3
R$
5,96
R$
7,17
-R$
1,21
M3
R$
14,35
R$
22,23
-R$
7,88
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
M3
R$
53,75
R$
54,25
-R$
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,54
R$
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,54
R$
0,14
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
M3
R$
95,72
R$
70,24
R$
25,48
83868
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
M2
R$
38,15
R$
37,31
R$
0,84
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
26,02
R$
0,86
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$
474,12
R$
45,37
72921
0,50
0,14
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
M3
R$
415,94
R$
364,12
R$
51,82
74138/3
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
M3
R$ 382,87
R$
353,62
R$
29,25
74254/2
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
KG
R$
6,06
R$
5,71
R$
0,35
M2
R$
41,05
R$
38,09
R$
2,96
M2
R$
41,05
R$
38,09
R$
2,96
M2
R$
43,24
R$
39,46
R$
3,78
M2
R$
43,24
R$
39,46
R$
3,78
M2
R$
1,26
R$
1,72
-R$
M2
R$
6,99
R$
6,98
R$
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
0,46
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
0,01
 De 18 composições, 4 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Tramandaí
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Tramandaí
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Tramandaí
M3
R$
5,96
R$
5,95
R$
0,01
M3
R$
14,35
R$
14,35
R$
-
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
M3
R$
53,75
R$
53,75
R$
-
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
M3
R$
95,72
R$
95,51
R$
0,21
83868
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
M2
R$
38,15
R$
37,45
R$
0,70
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
26,33
R$
0,55
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$
510,75
R$
8,74
415,94
R$
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
M3
R$
415,26
R$
0,68
74138/3
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
M3
R$ 382,87
R$ 382,20
R$
0,67
74254/2
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
KG
R$
6,06
R$
5,91
R$
0,15
M2
R$
41,05
R$
39,87
R$
1,18
M2
R$
41,05
R$
39,87
R$
1,18
M2
R$
43,24
R$
41,67
R$
1,57
M2
R$
43,24
R$
41,67
R$
1,57
M2
R$
1,26
R$
1,17
R$
0,09
M2
R$
6,99
R$
6,98
R$
0,01
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
 De 18 composições, nenhuma está acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Caxias do Sul
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Caxias do Sul
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Caixas do Sul
M3
R$
5,96
R$
6,47
-R$
0,51
M3
R$
14,35
R$
14,69
-R$
0,34
M3
M3 x KM
M3 x KM
R$
R$
R$
53,75
0,68
0,68
R$
R$
R$
54,09
0,54
0,54
-R$
M3
R$
95,72
R$
123,71
M2
R$
38,15
R$
41,42
M2
R$
26,88
R$
29,72
M3
R$
519,49
R$
556,13
-R$
-R$
-R$
-R$
M3
M3
R$ 415,94
R$ 382,87
R$
R$
353,27
342,77
R$
R$
KG
R$
6,06
R$
6,36
-R$
0,30
M2
R$
41,05
R$
55,99
-R$
14,94
M2
R$
41,05
R$
55,79
-R$
14,74
M2
R$
43,24
R$
57,61
-R$
14,37
M2
R$
43,24
R$
57,81
-R$
14,57
M2
R$
1,26
R$
1,58
-R$
0,32
M2
R$
6,99
R$
7,00
-R$
0,01
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
72887
72887
73692
83868
83867
83532
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
R$
R$
0,34
0,14
0,14
27,99
3,27
2,84
36,64
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
74138/3
74254/2
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
62,67
40,10
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
 De 18 composições, 14 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
SINAPI x Viamão
COD. SINAPI
73962/13
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
ESCAVAÇÃO MECANICA DE VALAS EM SOLO 0 - 2 m
Sinapi
PREÇO UNIT
UN
Viamão
PREÇO UNIT
Diferença Sinapi x
Viamão
M3
R$
5,96
R$
5,96
R$
-
M3
R$
14,35
R$
14,36
-R$
0,01
MATERIAL DE EMPRESTIMO ARGILA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
72921
MATERIAL DE EMPRESTIMO AREIA, MEDIÇÃO NA VALA NO REATERRO COMPACTADO
M3
R$
53,75
R$
53,76
-R$
0,01
72887
TRANSPORTE DE ARGILA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
72887
TRANSPORTE DE AREIA P/ EMPRESTIMO
M3 x KM
R$
0,68
R$
0,68
R$
-
73692
LASTRO DE AREIA MEDIDO NA VALA ADENSADO
M3
R$
95,72
R$
95,72
R$
-
M2
R$
38,15
R$
38,16
0,01
0,01
72921
ESCORAMENTO CONTINUO MADEIRA
83867
ESCORAMENTO DESCONTINUO MADEIRA
M2
R$
26,88
R$
26,89
-R$
-R$
83532
LASTRO DE CONCRETO USINADO 250 KG/M3
M3
R$
519,49
R$
519,49
R$
-
415,94
R$
83868
CONCRETO USINADO FCK ≥ 30 MPA, 400 KG/M3 P/ FINS HIDRAULICOS
74138/4
M3
R$
415,93
R$
0,01
74138/3
CONCRETO USINADO FCK ≥ 25 MPA, 390 KG/M3
M3
R$ 382,87
R$ 382,87
R$
-
74254/2
ARMADURA CA-50 CORTE, DOBRA E COLOCAÇÃO
KG
R$
6,06
R$
6,07
-R$
0,01
M2
R$
41,05
R$
41,06
-R$
0,01
M2
R$
41,05
R$
41,06
-R$
0,01
M2
R$
43,24
R$
43,24
R$
-
M2
R$
43,24
R$
43,24
R$
-
M2
R$
1,26
R$
1,26
R$
-
M2
R$
6,99
R$
6,99
R$
-
FORMAS PLANAS PARA LAJES E PAREDES COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS PLANAS PARA PILARES E VIGAS COM ESCORAMENTO
73410+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO ELEVADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
FORMAS CURVAS CILINDRICAS P/RESERVATORIO APOIADO COM ESCORAMENTO
73820/1+73301
REMOÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 6 - 10 CM
72949
RECOMPOSIÇÃO DE PAVIMENTO DE ASFALTO CBUQ ESPESSURA 10 CM
72965
 De 18 composições, 7 estão acima da referência do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Comparativo das Composições Unitárias:
1. Comparativo Porto Alegre:
06 itens de 18 estudados (33%)
2. Comparativo Rio Grande:
13 itens de 18 estudados (72%)
3. Comparativo Bagé:
13 itens de 18 estudados (72%)
4. Comparativo Alegrete:
04 itens de 18 estudados (22%)
5. Comparativo Erechim:
15 itens de 18 estudados (83%)
6. Comparativo Santa Maria:
04 itens de 18 estudados (22%)
7. Comparativo Tramandaí:
00 itens de 18 estudados (0%)
8. Comparativo Caxias do Sul:
14 itens de 18 estudados (77%)
9. Comparativo Viamão:
07 itens de 18 estudados (39%)
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Análise da revisão de Insumos nas Composições
Unitárias:
1. Constatamos a existência de defasagens nas composições de custos
analisadas por haver diferenças em custos de insumos nas diferentes
regiões do estado;
2. Identificamos a necessidade de cotação mínima de insumos em cada
região antes do fechamento dos orçamentos de obras de infraestrutura,
usando pelo menos a Regra de Pareto (análise dos itens que compõem
80% do total da obra) de forma a refletir a realidade local;
3. Não estamos avaliando os índices de produtividade da mão de obra.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
O que é a tabela dos Encargos Sociais?
• Encargos Sociais são os custos incidentes sobre a folha de pagamentos de
salários e têm sua origem na CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, na
Constituição Federal de 1988, em leis específicas e nas convenções
coletivas de trabalho;
• O cálculo dos percentuais que incidem sobre os insumos de mão de obra
do SINAPI é realizado para cada capital brasileira, considerando dados
regionais como rotatividade da mão-de-obra, feriados locais e dias de
chuvas, para apuração mais precisa;
• As respectivas planilhas são elaboradas pela área de engenharia da CAIXA
e observam a uma padronização básica definida a partir de um estudo
técnico específico, demonstrado no próximo slide.
http://downloads.caixa.gov.br/_arquivos/sinapi/encargos_sociais_memoria/ENCARGOS_SOCIAIS_MEMORIA_DE_CALCULO.pdf
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Como é dividido os grupos dos Encargos Sociais?
 Grupo A: Encargos Sociais Básicos, por exemplo, Previdência Social,
Seguro Contra Acidente de Trabalho, Salário Educação e Fundo de
Garantia por Tempo de Serviço;
 Grupo B: Repouso semanal remunerado, feriados e 13° salário;
 Grupo C: Predominantemente indenizatórios, por exemplo, demissão do
trabalhador, como Aviso Prévio, Férias, quando vencidas, e outras
indenizações;
 Grupo D: Encargos Sociais complementares, por exemplo, Vale Transporte
e EPI;
 Grupo E: Reincidência de um grupo sobre outro.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
2011 x 2013 – Grupo A
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2011
Horista
(%)
código Descrição
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2013 (SEM DESONERAÇÃO)
Mensalis
ta código Descrição
(%)
Grupo A
Grupo A
A1
A2
A3
A4
A5
A6
A7
A8
A9
A
20,00
Previdencia Social
1,50
SESI
1,00
SENAI
0,20
INCRA
0,60
SEBRAE
2,50
Salário Educaçao
Seguro contra risco e acidente de trabalho (INSS) 3,00
8,00
FGTS
0,00
SECONCI
Total dos Encargos Sociais Básicos 36,80
Horista Mensalista
(%)
(%)
20,00
1,50
1,00
0,20
0,60
2,50
3,00
8,00
0,00
36,80
A1
A2
A3
A4
A5
A6
A7
A8
A9
A
Previdencia Social
SESI
SENAI
INCRA
SEBRAE
Salário Educaçao
Seguro contra risco e acidente de trabalho (INSS)
FGTS
SECONCI
Total dos Encargos Sociais Básicos
20,00
1,50
1,00
0,20
0,60
2,50
3,00
8,00
0,00
36,80
20,00
1,50
1,00
0,20
0,60
2,50
3,00
8,00
0,00
36,80
 Note que não houve revisão nos índices.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
2011 x 2013 – Grupo B
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2011
Horista Mensalista
código Descrição
(%)
(%)
código Descrição
B1
B2
B3
B4
B5
B6
B7
B8
B9
B
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2013 (SEM DESONERAÇÃO)
Grupo B
Repouso Semanal Remunerado
Feriados
Férias
Aviso Prévio Trabalhado
Auxílio Enfermidade
13.º Salário
Aviso Prévio Indenizado
Licença Paternidade
Ausencias Abonadas
Total de Encargos Sociais que recebem incidências de A
Horista
(%)
Mensalista
(%)
Grupo B
18,37
4,78
15,31
2,68
2,71
11,48
8,80
0,07
2,30
66,50
0,00
0,00
11,94
2,09
2,11
8,95
6,87
0,00
0,00
31,96
B1
B2
B9
Repouso Semanal Remunerado
Feriados
Férias Gozadas
17,91
4,24
9,59
0,00
0,00
7,34
B3
B4
Auxílio Enfermidade
13.º Salário
0,91
10,89
0,69
8,33
B5
B6
B7
Licença Paternidade
Ausencias Abonadas
Dias de Chuvas
0,08
0,73
1,36
0,06
0,56
0,00
B8
Auxilio Acidente de Trabalho
Salario Maternidade
Total de Encargos Sociais que recebem incidências de A
0,12
0,09
0,03
45,86
0,02
17,09
B10
B
 Alguns códigos foram excluídos e houve redução nos índices.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
2011 x 2013 – Grupo C
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2011
Horista Mensalista
código Descrição
(%)
(%)
código Descrição
C1
C2
C
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2013 (SEM DESONERAÇÃO)
Grupo C
Depósito Recisão Sem Justa Causa
Adicional por Aviso Prévio
Total dos Encargos Sociais que não recebem as
incidências globais de A
Horista
(%)
Mensalista
(%)
4,31
0,44
5,21
0,35
3,51
3,30
0,34
3,99
0,27
2,69
13,82
10,59
Grupo C
4,34
2,23
4,33
1,57
C4
C5
C1
C2
C3
6,57
5,90
C
Depósito Recisão Sem Justa Causa
Indenização Adicional
Aviso Prévio Indenizado
Aviso Prévio Trabalhado
Férias Indenizadas
Total dos Encargos Sociais que não recebem as incidências globais
de A
 Alguns códigos foram trocados;
 Outros acrescidos;
 Houve redução nos índices.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
2011 x 2013 – Grupo D e E
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2011
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2013 (SEM DESONERAÇÃO)
Horista Mensalista
código Descrição
(%)
(%)
código Descrição
Grupo D
D1
D2
Vale transporte
EPI - Equipamento de proteção individual
18,40
4,78
23,18
23,18
D
Grupo E
E1
D
Reincidência de A sobre B
Total das Taxas incidências e reincidências
Reincidência de Grupo A sobre Grupo B
Reincidência de Grupo A sobre Aviso Prévio Trabalhado e
Reincidência do FGTS sobre Aviso Prévio Indenizado
Total de Reincidências de um grupo sobre outro
6,29
0,55
0,42
17,43
6,71
0,00
0,00
0,00
0,00
Grupo E
24,47
24,47
11,76
11,76
E1
E
Total dos Encargos Sociais Complementares
 Alteração no Grupo D;
 Grupo E foi excluído.
|
16,88
18,40
4,78
D2
Total dos Encargos Sociais Complementares
Mensalista
(%)
Grupo D
D1
D
Horista
(%)
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
2011 x 2013 – Totais
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2011
Horista Mensalista
código Descrição
(%)
(%)
código Descrição
Grupo A
Total dos Encargos Sociais Básicos
A
D
Grupo B
Total de Encargos Sociais que recebem incidências de A
Grupo C
Total dos Encargos Sociais que não recebem as
incidências globais de A
Grupo D
Total dos Encargos Sociais Complementares
D
Grupo E
Total das Taxas incidências e reincidências
B
C
ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA MARÇO 2013 (SEM DESONERAÇÃO)
TOTAL(A+B+C+D+E)
36,80
36,80
A
Grupo A
Total dos Encargos Sociais Básicos
66,50
31,96
B
6,57
5,90
C
23,18
23,18
D
Grupo B
Total de Encargos Sociais que recebem incidências de A
Grupo C
Total dos Encargos Sociais que não recebem as incidências globais
de A
Grupo D
Total de Reincidências de um grupo sobre outro
E
Grupo E
Total dos Encargos Sociais Complementares
24,47
11,76
157,52%
109,60%
TOTAL(A+B+C+D+E)
Horista
(%)
Mensalista
(%)
36,80
36,80
45,86
17,09
13,82
10,59
17,43
6,71
0,00
0,00
113,91%
71,19%
 Redução no índice geral.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Análise da revisão de Encargos Sociais nas
Composições Unitárias
1. A diferença dos Encargos Sociais adotados pela CEF entre 2011 e 2013 se
dá exclusivamente pela mudança da metodologia de cálculo e precisa ser
confirmada pelos órgão de controle:
•
2011 = Horista 157,52% - Mensalista 109,60%
•
2013 = Horista 113,91% - Mensalista 71,19%
2. Se comparadas as referências recomendadas pelo SINDUSCON-RS, ampliase ainda mais as divergências nos custos unitários regionais (que
recomenda 176,82%);
3. A própria Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) já
apresentou também sugestão ao TCU e a CEF sugestão sobre metodologia
de cálculo das Leis Sociais do SINAPI.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Comparativo dos Encargos Sociais nas Composições
Unitárias analisadas (Base 2011 = 157,52%)
1. Comparativo Porto Alegre:
manteve 06 / 18 estudados (33%)
2. Comparativo Rio Grande:
manteve 13 / 18 estudados (72%)
3. Comparativo Bagé:
manteve 13 / 18 estudados (72%)
4. Comparativo Alegrete:
aumentou 06 / 18 estudados (33%)
5. Comparativo Erechim:
manteve 15 / 18 estudados (83%)
6. Comparativo Santa Maria:
manteve 04 / 18 estudados (22%)
7. Comparativo Tramandaí:
aumentou 03 / 18 estudados (16%)
8. Comparativo Caxias do Sul:
manteve 14 / 18 estudados (77%)
9. Comparativo Viamão:
aumentou 15 / 18 estudados (83%)
No estudo temos impacto sobre 03 cidades.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Encargos Sociais Complementares
1. Encargos Sociais Complementares são os custos de:
•
Transporte de pessoal;
•
Alimentação;
•
Equipamentos de Proteção Individual – EPI;
•
Ferramentas.
2. Os Encargos Sociais Complementares foram eliminados dos Encargos Sociais
do SINAPI na versão 2013;
3. São de difícil apropriação e normalmente não estão em orçamentos;
4. Devemos levar em conta nos orçamentos, informações do tipo: Quantos
funcionários usarão transporte na obra? Teremos funcionários alojados em
canteiro? Quais as categorias que necessitarão de EPIs especiais? Qual a
vida útil de uniformes e de EPIs vamos considerar nos custos?
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
CONCLUSÃO
Constatamos que para os Orçamentos de Obras de Infraestrutura, de forma
a definir sua exequibilidade, o profissional de orçamento deve, no minimo:
•
Cotar os insumos principais no local de execução para aquelas
composições importantes de serviços civis e de terraplenagem;
•
Confirmar a metodologia de cálculo dos Encargos Sociais a serem
adotados, com base nas condicionantes de custo-hora do sindicato
local;
•
Incluir os Encargos Sociais Complementares como serviços, pela
limitação já definida pelos acórdaos do TCU ao BDI;
•
Promover discussões técnicas com o agente financeiro para revisão
de custos unitários regionais das obras no interior do estado.
|
ESTUDO COMPARATIVO DO SINAPI COM CUSTOS PESQUISADOS NO RIO GRANDE DO SUL | Setembro/2013
Obrigado!
PALESTRANTE:
Eng. Rogério Dorneles Severo, PMP
[email protected]

similar documents