Ultrassom

Report
Ultrassom
Prof. Ricardo A. Tribioli, Me
Vibrações mecânicas
• Infrassom (abaixo de 20 Hz)
• Som (20Hz a 20.000Hz)
• Ultrassom (acima de 20.000 Hz)
US em Fisioterapia
• Difere dos demais equipamentos de eletroterapia
que utilizam ondas eletromagnéticas (no US as
ondas são de pressão);
• O US é aplicado nos tecidos por um transdutor
vibratório com a finalidade de se obter resultados
terapêuticos;
• Atravessa a pele e penetra no organismo em
diferentes profundidades;
• Sua frequência ultrapassa 1 milhão de ciclos por
segundo (1, 3 e 5 Mhz).
Descoberta do US
• Casal Francês: Pierre e Marie Curie (Corrente
elétrica senoidal aplicada sobre um cristal de
quartzo colocado entre duas placas metálicas).
• Efeito piezoelétrico ou propriedade de
piezoeletricidade: processo de transformação da
corrente elétrica em energia mecânica.
Natureza da onda ultrassônica
• Longitudinal: direção de propagação é a mesma que
a direção de vibração;
• Causam compressão e expansão do meio à metade
da distância de um comprimento de onda (O meio se
trata de gel, água ou os tecidos do corpo cujas
propriedades elásticas permitem a propagação da
onda ultrassônica);
• Propriedades elásticas: o movimento de um corpo
vibrando é transmitido às moleculas adjacentes, as
quais, antes de retornarem à posição de equilibrio,
transmitem esse movimento às moléculas que estão
em redor (Martinez et al apud Agne 2009).
Transdutor de Ultrassom
• Termo que designa todo dispositivo que
converte a energia eletromagnética em energia
mecânica;
• Dotado de material piezoelétrico:
- Cristais de quartzo;
- ZTP (Zirconato-Titanato de Chumbo)
- Titanato de Bário (mais utilizados atualmente)
Propriedades
Equipamento
• Pelo menos trêsdopropriedades
determinam
o
funcionamento e o tempo de tratamento:
1)Tamanho do transdutor ou ERA (Effective Radiating
Area) que significa área de radiação efetiva. Quanto
menor maior será o tempo de tratamento.
2)BNR (Bean Nonuniformity Ratio) que significa Não
Uniformidade do Feixe. A intensidade de emissão do
ultrassom varia na superfície do transdutor, sendo maior
no centro. Por isso devemos sempre movimentar o
transdutor durante o tratamento e rejeitar a rotação em
uma só posição.
3) Calibragem da onda: a potência programada no
equipamento deve corresponder a potência emitida pelo
transdutor.
Calibragem da onda
Propriedades do Gel
• Intercalado entre o transdutor e a pele, o gel
possui propriedades ótimas de condução das
ondas ultrassônicas. Suas propriedades físicas
estão relacionadas com:
- Impedância;
- Velocidade de transmissão;
- Densidade do meio.
Procedimenos para boa aplicação
• Seleção de frequência: áreas superficiais
(ex:tratamento de celulite) utilizar o aparelho de 3
Mhz. Áreas profundas, ou seja, abaixo da camada
subcutânea (ex:lesões musculares) utilizar 1 Mhz.
• Modo de emissão: contínuo e pulsado (verificar a
fase do processo inflamatório). No modo contínuo
existe o efeito térmico e mecânico e no modo
pulsado predomina o efeito mecânico. Fases agudas
requerem cuidado para evitar aquecimento tecidual
podendo ser aplicado o modo pulsado e nas fases
crônicas o modo contínuo contribui para o
aquecimento dos tecidos.
Procedimentos para boa aplicação
• Determinação da potência: dependerá da profundidade
que se quer atingir, do efeito desejado, por exemplo, celulite
(efeito superficial-frequência de 3 Mhz, aquecimento e
tixotropia, potência: 0,8 a 1 w/cm2 modo contínuo. Para
tratamento de estruturas profundas aumentar a potência e
usar transdutor de 1 Mhz. Isto irá elevar a temperatura nas
estruturas, então selecionamos o modo pulsado se não
queremos o efeito térmico.
• Determinação do tempo de tratamento: Depende do
tamanho da área a ser tratada e da ERA. Técnica de Levine e
cols (2001): 2 minutos/ERA. Assim se tivermos uma área
correspondente a 4 ERAs (5 cabeçotes, pois este é 10 a 20%
maior que o trandutor), o tempo será de 10 minutos.
Métodos de aplicação
• Direto sobre a pele: recomendado em superfícies planas, sem
proeminências ósseas e que suportem a pressão do transdutor; Pode ser
aplicado em movimentos circulares, longitudinais e transversais com
velocidade de 4 seg/cm2 .
• Subaquático: recomendado para locais com proeminências ósseas. Em
um recipiente de plástico, cerâmico ou metal, com água em torno de 32 C,
manter o transdutor a 5 cm da pele e o fisioterapeuta deve usar luvas de
látex. Bolhas de ar devem ser removidas com uma espátula, tanto na pele
como na base do transdutor.
• Em feridas como úlceras de pressão: aplica-se solução fisiológica
sobre a lesão e a recobre com uma película plástica (papel filme) e sobre
este aplica-se soro fisiológico com gel. Neste caso é recomendado
transdutor de 3 Mhz, modo pulsado (16 Hz) e potência de 0,2 a 0,4 w/cm2.
Zona terapêutica
Campo distante:
o feixe diverge e
tem pouca ou
nenhuma ação
terapêutica.
Local de pleno efeito
Para uma ERA de 5 cm2: o campo próximo (FRESNEL) na água é em tor
com frequência de 3 Mhz e 45 cm com 1Mhz. Isto serve de parâmetro na
do método subaquático.
• Incremento da flexibilidade dos tecidos ricos em colágeno, com
diminuição da
rigidez biológicos
articular e da do
contratura,
Principais
efeitos
US associada a
cinesioterapia;
• Aumento do fluxo sanguíneo, e consequente vasodilatação da área
com hiperemia melhorando a vascularização dos tecidos;
• Modulação da resposta inflamatória;
• Redução de espasmos musculares;
• Aumento da permeabilidade das membranas celulares;
• Modulação da dor;
• Cavitação;
• Microderrames acústicos;
• Estimulação da atividade fibroblástica, regeneração tecidual e
cicatrização óssea;
• Aumento da permeabilidade celular e a micro massagem produzida
auxilia no retorno venoso e linfático, favorecendo a reabsorção de
edema;
• Incremento do metabolismo local, com estimulação das funções
celulares.
Aplicação

similar documents