Expectativas de aprendizagem e indicadores de avaliação em

Report
Brasilian Immersion Conference - for educators São
São Paulo, Brasil - 2012
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM
IDENTIFICAM E DESCREVEM O GRAU DE
CONHECIMENTOS E HABILIDADES QUE OS
ALUNOS DEVEM ADQUIRIR, DEMONSTRAR E
APLICAR AO PRODUZIR TEXTOS NO COTIDIANO
ESCOLAR OU EM OUTRAS ATIVIDADES EXTRAESCOLARES.
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM E
CURRÍCULO
A PARTIR DAS ORIENTAÇÕES CURRICULARES,
SELECIONAM-SE EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM QUE
VÃO, A CADA ANO OU CICLO, APROFUNDANDO O
CONHECIMENTO SOBRE A LÍNGUA E A LINGUAGEM E O
DOMÍNIO DE HABILIDADES, ATRAVÉS DA PRODUÇÃO DE
TEXTOS DE DIFRENTES GÊNEROS E DA AMPLIAÇÃO DA
COMPLEXIDADE DAS SITUAÇÕES COMUNICATIVAS
PROPOSTAS.
UM EXEMPLO:
1
•EXPECTATIVAS GERAIS
2
•EXPECTATIVAS ESPECÍFICAS
3
•SELEÇÃO DE CONTEÚDOS
1
2
3
•EXPECTATIVA GERAL: GERAR, REUNIR E ORGANIZAR IDEIAS E
INFORMAÇÕES PARA ESCREVER PARA LEITORES POTENCIAIS COM
UM PROPÓSITO DEFINIDO.
•EXPECTATIVA ESPECÍFICA: PLANEJAR PARA ESCREVER LEVANDO
EM CONTA O TEMA ESCOLHIDO, AS CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO
E OS RECURSOS LINGUÍSTICOS ADEQUADOS.
•SELEÇÃO DE CONTEÚDOS: (GÊNERO SELECIONADO: CONTO)
•GERAÇÃO DE IDEIAS A PARTIR DE DIFERENTES ESTRATÉGIAS
•ORGANIZAÇÃO DAS IDEIAS PARA COMPOR O ENREDO
AVALIAR PARA DIAGNOSTICAR
•
CONSTATAR: através de dados coletados, o que os alunos
sabem e o que precisam aprender. (sondagem)
•
QUALIFICAR: estabelecer critérios para ter clareza do
esperado, e compará-los com os dados coletados.
(expectativas de aprendizagem)
•
PROCEDER UMA INTERVENÇÃO: decisão que se toma
sobre a situação qualificada, tendo em vista sua melhoria.
(sequência didática)
CONSTATAR
PROPOR SITUAÇÕES DE ESCRITA QUE TENHAM
COMO FINALIDADE DIAGNOSTICAR O QUE OS
ALUNOS JÁ SABEM E O QUE PRECISAM
APRENDER SOBRE PRODUÇÃO DE TEXTO.
Ex. Reprodução do final de um conto conhecido
(Cinderela)
QUALIFICAR
A ANÁLISE DO CONTO MODELO E A RETOMADA
DAS EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM
SELECIONADAS PARA O ANO, PERMITEM AO
PROFESSOR ELABORAR UMA GRADE DE
CRITÉRIOS PARA IDENTIFICAR O QUE OS ALUNOS
JÁ SABEM E O QUE AINDA PRECISAM APRENDER
GÊNERO: segundo Bakhtin, tipos
relativamente estáveis de enunciados
ESTRUTURA
CONTEÚDO
COMPOSICIONAL:
TEMÁTICO:
partes típicas e
assuntos e temas
formas de
típicos
conexão
ESTILO:
seleção de
recursos da
língua: lexical,
gramatical
ALGUNS CRITÉRIOS PARA A ANÁLISE DOS
TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS
ATENDE À PROPOSTA?
CONTEÚDO
TEMÁTICO
APRESENTA OS DADOS RELEVANTES PARA O
TRATAMENTO DO TEMA SEM REDUNDÂNCIA, LACUNAS
OU RUPTURAS?
ALGUNS CRITÉRIOS PARA A ANÁLISE DOS
TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS
APRESENTA AS PARTES TÍPICAS QUE COMPÕEM A
ESTRUTURA COMPOSICIONAL DO CONTO (SITUAÇÃO
INICIAL, COMPLICAÇÃO, AÇÕES, RESOLUÇÃO, SITUAÇÃO
FINAL)?
ESTRUTURA
COMPOSICIONAL
A ABERTURA E O FECHAMENTO SE AJUSTAM ÀS
RESTRIÇÕES IMPOSTAS PELO GÊNERO?
DESENVOLVE O TÓPICO DISCURSIVO, ESTABELECENDO A
ARTICULAÇÃO ENTRE AS FASES DA SEQUÊNCIA
NARRATIVA?
ALGUNS CRITÉRIOS PARA A ANÁLISE DOS
TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS
REALIZA ESCOLHAS LEXICAIS AJUSTADAS AO
INTERLOCUTOR, FINALIDADE E PROPÓSITOS DO TEXTO?
ESTILO
EMPREGA MARCADORES TEMPORAIS PARA ORIENTAR A
PROGRESSÃO DOS EVENTOS NARRADOS?
EMPREGO DE VERBOS DICENDI (VERBOS DE DIZER)
PARA INCORPORAR A FALA DOS PERSONAGENS (DISSE,
FALOU, ARGUMENTOU,GRITOU ETC.)?
ALGUNS CRITÉRIOS PARA A ANÁLISE DOS
TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS
SEGMENTA AS FRASES USANDO PONTO E INICIAL
MAIÚSCULA?
PADRÕES DA
ESCRITA
GRAFA AS PALAVRAS SEM ERROS POR INTERFERÊNCIA
DA ORALIDADE EM FINAL DE PALAVRAS?
ACENTUA CORRETAMENTE AS PALAVRAS DE USO
COMUM?
PROPOSTA: REPRODUÇÃO CONTO CHAPEUZINHO
VERMELHO – ALUNOS 2º ANO
CONTEÚDO TEMÁTICO:
•
Personagens:
uma menina, sua mãe, sua avó, o lobo e os caçador;
•
A trama:
A menina deve levar uma cesta de pães para a avó doente. Distrai-se pelo
caminho e sai “da rota segura”. Encontra com o lobo, que toma um atalho,
chegando primeiro à casa da avó. Depois de devorar a avó, veste-se com suas
roupas, engana a menina e a devora também. Um caçador mata o lobo e resgata
a avó e sua neta da barriga do monstro. Chapeuzinho volta para casa segura,
tendo aprendido à lição.
PROPOSTA: REPRODUÇÃO CONTO CHAPEUZINHO
VERMELHO – ALUNOS 2º ANO
ANÁLISE DA ESTRUTURA COMPOSICIONAL
FASES DA NARRATIVA
SITUAÇÃO INICIAL
A menina está em casa, sua mãe pede que leve os doces à
avó doente, ela se distrai no caminho com flores e morangos.
COMPLICAÇÃO
Chapeuzinho encontra-se com o lobo e assusta-se com a sua
figura e voz.
AÇÕES
O lobo toma um atalho, enquanto a menina segue seu
caminho. Ele chega à casa da avó e a devora, disfarçando-se
para enganar a garota. Após o famoso diálogo, devora-a
também, dormindo depois da farta refeição.
RESOLUÇÃO
Aparece um caçador que estava à procura do lobo, mata-o e
tira a avó e a neta da barriga dele sãs e salvas.
SITUAÇÃO FINAL
A menina volta tranquila para casa tendo aprendido a lição.
CHAPEUZINHO VERMELHO
ERA UMA VEZ UMA MENINA QUE USAVA UM CAPUZ E UM CHAPEU VERMELHO E ASSIM ELA
COMEÇOU A SER CHAMADA DE CHAPEUZINHO VERMELHO. UM DIA SUA MÃE A CHAMOU
CHAPEUZINHO VERMELHO LEVE ESSES DOCES PARA SUA VOVÓ ELA ESTÁ DOENTE MAS NÃO
VÁ PELA FLORESTA TEM UM LOBO POR LÁ ESTÁ BOM MÃE.
E ASSIM ELA SE DISTRAIA COM AS FLORES E ELA ENTROU NA FLORESTA E VIU O LOBO E ELE
DISSE AONDE VAI MENINA VOU LEVAR ESSES DOCES PARA MINHA VOVÓ ELA ESTÁ DOENTE.
EU CONHEÇO UM ATALHO E A MENINA FOI ALI. E O LOBO PEGOU O ATALHO E CHEGOU NA
CASA DA VOVÓ E SE VESTIU ELA CHEGOU DEPOIS E BATEU NA PORTA E O LOBO DISSE PODE
ENTAR E A MENINA FEZ AS PERGUNTAS VOVÓ POR QUE ESSAS ORELHAS TÃO GRANDES É
PARA TE ESCUTAR MELHOR E POR QUE ESSES OLHOS TÃO GRANDES É PARA TE VER
MELHOR E POR QUE ESSE NARIZ TÃO GRANDE É PARA TE CHEIRAR MELHOR E POR QUE
ESSA BOCA TÃO GRANDE É PARA TE COMER E SAI CORRENDO ATRÁS DA MENINA E ELA
FICOU GRITANDO SOCORRO E UM GRUPO DE CAÇADORES QUE ESTA PERTO OUVIU OS
GRITOS E CORREU E COM O FACÃO CORTOU A BARRIGA DO LOBO E TIROU A VOVÓ DE
DENTRO DA BARRIGA E ELAS SE ABRAÇARAM POR UM BOM TEMPO E FIM
TRANCRIÇÃO DO TEXTO REPRODUZIDO PELO ALUNO COM REVISÃO ORTOGRÁFICA
O QUE ESSE ALUNO JÁ SABE SOBRE A
ESCRITA DE CONTOS?
(CONSTATAR E QUALIFICAR A REALIDADE)
O QUE ELE AINDA PRECISA APRENDER?
(INTERVIR SOBRE A REALIDADE)

similar documents