Apresentação

Report
A Geração Distribuída na Light
Sumário:
1- A Geração Distribuída na Light
2- Os Autoprodutores
3- Os Produtores Independentes (PIE)
4- Micro e Minigeradores
5- Conclusões
1- A Geração Distribuída na Light
2.067 km
9.236 MVA
91 SETD
110 SESD
19.474 km
5.001 km
6.710 trafos
82.339UN
27.493 km
646.675 UN
528 mil
Clientes
Subterrâneo
Clientes
Totais
4.128 mil
165 mil km linear de cabos
corresponde a 4 voltas em
torno da Terra
Manutenção
Operação
Todas as subestações em
AT possuem recurso de
dupla alimentação em
138
kV
e
estarão
automatizadas até 2015
4,0 MM Clientes
Expansão
31 Municípios
Estudos Elétricos
Planejamento Elétrico
Tecnologia e Medição
5.000 km de rede subterrânea,
a maior do Brasil
Engenharia
Programa Vida
Gestão na Segurança do
Trabalho
1- A Geração Distribuída na Light
ACESSO AO
SISTEMA DE
DISTRIBUIÇÃO
AUTOPRODUTOR
PRODUTOR
INDEPENDENTE
MICRO e
MINIGERADOR
2- Os Autoprodutores
Tipo de paralelismo
Quantidade
Capacidade Instalada (MVA)
Momentâneo
42
90,4
Permanente
17
66,4
Total
59
156,8
Fontes:
Diesel, Gás Natural e Biodiesel
2- Os Autoprodutores
3- Os Produtores Independentes (PIE)
ACESSANTE
TENSÃO DE
CAPACIDADE
CONEXÃO INSTALADA (MW)
(KV)
FONTE
PCH MELLO
25
10,0
Hidráulica
CGH SERRA
25
1,0
Hidráulica
CGH CASCATA
25
0,32
Hidráulica
PCH RIO DO BRAÇO
25
11,8
Hidráulica
PCH AREAL
25
5,0
Hidráulica
RIO DE JANEIRO REFRESCOS
25
12,0
Cogeração à Gás
TOTAL
-
40,12
3- Os Produtores Independentes (PIE)
3- Os Produtores Independentes (PIE)
 A 1ª Operação Ilhada Voluntária com um alimentador de média tensão
4- Micro e Minigeradores
Status das conexões:
TIPO DE GERAÇÃO
MICROGERAÇÃO
MINIGERAÇÃO
TENSÃO
BT
MT
BT
MT
TOTAL
44
1
0
2
LIGADOS
16
0
0
1
ANDAMENTO
28
1
0
1
Desafios:
• Conexões no sistema subterrâneo reticulado (Network – NET)
• Homologação de medidor bidirecional para medição direta
• Certificação de inversores - INMETRO
4- Micro e Minigeradores
4- Micro e Minigeradores
5- Conclusões
 Geração Distribuída em constante crescimento
 Autoprodutores e PIEs – tipo de conexão já consolidada
 Micro e Minigeradores – tipo de conexão nova: desafios a
serem vencidos
 Diversificação da matriz energética
 Segurança operativa do sistema e, principalmente, das
pessoas envolvidas
Obrigada!

similar documents