Calendário Astronômico Agrícola

Report
Calendário Astronômico Agrícola
A planta é semelhante aos homens teimosos, dos
quais se pode conseguir tudo quando são tratados de
acordo com sua condição. Talvez não se requeira de
ninguém mais senão do agricultor um olhar manso,
uma coerência tranquila, fazer o totalmente certo a
cada hora, em cada época do ano. “ Goethe”
Ritmos da Lua
•
•
•
Rítmo sinódico da Lua: são as fases da Lua ( Lua nova,
crescente, cheia e minguante). Neste rítmo, vemos a lua
em relação ao Sol. Quando esse dois astros estão juntos,
isto é, em conjunção, temos a lua Nova. Na lua
crescente sua parte iluminada aumenta a cada dia,
enquanto que na minguante diminui.
Minguante até nova: bom para adubação, transplantes,
podas, aplicação de preparado 500 e corte de madeira
Crescente até cheia: bom para enxerto, adubação foliar
e aplicação de preparado 501
Ciclo sideral da lua: percurso que a lua faz ao redor
da Terra passando pelo zodíaco no período de um mês.
Quando falamos de zodíaco, nos referimos ao cinturão
de constelações que forma o “plano de fundo” da
eclípitica, isto é, do caminho do sol como o
percebemos no decurso das estações do ano e, a frente
do qual também os planetas se movem, cada um com
seu próprio ritmo.
As diferentes regiões do zodíaco produzem condições
favoráveis ao desenvolvimento dos diferentes órgãos da
planta, à medida que a lua passa diante de uma
determinada constelação influencia o desenvolvimento de
determinado órgão vegetal.
Essas influências e efeitos se diferenciam e distribuem da
seguinte maneira:
• Lua em: touro, virgem e capricórnio – desenvolvimento
das raízes
• Peixes, câncer e escorpião- beneficia desenvolvimento
das folhas
• Gêmios, libra e aquário- desenvolvimento das flores
• Leão, sagitário e áries- desenvolvimento de fruto e
sementes.
•
•
•
Lua ascendente e descendente: A Lua descreve tipos
de arcos diários, que são por algum tempo ascendentes,
e por outro descedentes, como o Sol faz em seu ciclo
anual. Quando a lua passa diante da constelação de
Gêmeos, está em seu ponto mias baixo. Daí começa a
ascender. Quando a lua alcança o ponto mais alto de
sua órbita mensal, diante da constelação de Sagitário,
ela se torna descendente.
Lua ascendente: as forças e a seiva da planta fluem para
cima e enchem a planta de vitalidade
Lua descendente: a planta se orienta mais em direção
das raízes. Como o fluxo de seiva e mais baixo é
recomendável para podas.
• Perigeu e apogeu da lua: Já que a órbita da lua ao
redor da terra é elíptica, a distância entre a Terra e a
lua não é sempre a mesma.
• Apogeu: ( lua está distante da terra) favorece a
produção de sementes e diminui as forças de
crescimento. Geralmente são dias claros e limpos.
• Perigeu: ( lua está perto da Terra) inibe a
germinação de sementes e favorece o ataques de
fungos e pragas. Geralmente são dias fechados e
chuvosos.
• Curso anual do Sol: Por volta do natal o sol está em
seu ponto mais alto, tendo ao fundo sagitário. Na
páscoa atinge seu arco médio, quando está na
região de peixes- Equinócio de outono( dias e
noites são iguais). Em junho o Sol atinge seu ponto
mais baixo solstício de inverno ( dias curtos).
Após a entrada do inverno, o sol ascende chegando ao
Equinócio de Primavera( noites e dias são iguais
novamente). Posteriormente o sol atinge seu ponto
mais alto Solstício de verão( dias mais longos que as
noites).
Relação das constelações com os
elementos e orgãos vegeteias.
Touro, capricórnio e virgem: Terra-Raiz.
Câncer, aquário e escorpião: Água- folha
Gêmeos, peixes e libra: Ar(luz)- Flor
Leão, áries e sagitário: Fogo( calor)_ Fruto

similar documents