clique para baixar - Escola de Educação Infantil Piazito

Report
AUTONOMIA
A autonomia é um poder que só se conquista de
dentro e que só se exerce no seio da
cooperação.” (PIAGET, 1997)
Porto Alegre, 27 de agosto de 2010
INTRODUÇÃO:
À medida que a criança cresce suas concepções e suas relações com o
mundo físico e social se modificam, construindo sua identidade. Este é um processo
longo que vai da dependência à vivência da autonomia.
Dar a criança o espaço necessário para a realização de suas tarefas requer
muita paciência. É preciso levar em conta que as crianças demoram mais que os
adultos para executar ações simples. Não adianta querer correr e estressar a
criança e acabar fazendo por ela. Seguir uma rotina, ter horários e uma sequência
definida de atividades diárias ajudam os pais e dá confiança a criança, sempre
respeitando o jeito da criança fazer.
O diálogo é fundamental para o crescimento da autonomia, devemos
incentivar elogiar as conquistas delas, encorajando-as a novos desafios, com
segurança e limite de acordo com a faixa etária.
Usar o bom senso. Há momentos em que devemos ceder e em outros é
necessário que a criança ouça um não, pois a frustração é a base para o
amadurecimento emocional, nem tudo ela poderá fazer sozinha. Na Educação Infantil
as crianças recebem muitos estímulos que contribuem para o desenvolvimento
emocional, motor e cognitivo.
“Grandes realizações são possíveis quando se dá atenção aos pequenos começos.”
(Lao-Tsé)
Autonomia:
Termo que significa governar por si mesmo, reger-se por
leis próprias, liberdade ou independência moral ou
intelectual.
Aquele que tem independência e segue suas próprias leis.
Liberdade para tomar decisões, de acordo com as regras
ou os imperativos que o indivíduo impõe a si mesmo.
A autonomia é um processo que se dá ao longo da vida e
depende da qualidade vivida por cada pessoa. (Dicionário
prático de pedagogia, 2008)
Autonomia no Piazito
• Organização e exploração dos espaços e
materiais
• Aprendizagem significativa
• Professor não-autoritário, paciente
• Ambiente cooperativo
• Rotina
PIÁ 2
ESPERA-SE QUE A CRIANÇA SEJA CAPAZ DE:
• Expressar sentimentos, desejos e necessidades
•Pedir o que quer falando
•Despedir-se dos responsáveis tolerando sua ausência
• Vincular-se às professoras e pessoas da escola
•Aprender a dividir a atenção do adulto
•Ouvir e atender pequenas solicitações
•Aventurar-se em explorar o ambiente e realizar diferentes movimentos
com segurança (ex: pular, correr, subir, descer) com o olhar do adulto
• Alimentar-se usando a colher e o copo com firmeza
• Comunicar o que tem nas fraldas, demonstrar desconforto com a urina e
com as fezes
• Participar de experiências diversas ( oficinas culinárias, pintura, massa de
modelar, etc.)
•Escolher brinquedos e objetos
•Iniciar os cuidados com sua higiene
• Aprender a cuidar dos materiais de uso pessoal e coletivo
PIÁ 3
ESPERA-SE QUE A CRIANÇA SEJA CAPAZ DE:
• Organizar os brinquedos em sala de aula (guardaguarda);
• Expressar verbalmente seus desejos e emoções;
• Tentar alimentar-se sozinho com uso da colher;
• Cuidar da sua higiene com auxílio de suas educadoras;
• Cuidar de seus objetos de uso pessoal (agenda e
necessaire e brinquedos trazidos de casa);
• Começa a aceitar as relações de troca;
• Demonstrar preferências por brinquedos e
brincadeiras;
• Explorar os diferentes espaços da escola e da sala de
aula, como os materiais disponíveis.
PIÁ 4
ESPERA-SE QUE A CRIANÇA SEJA CAPAZ DE:
• Reconhecer o lugar onde guarda seu material,
trazido de casa ou de uso da sala;
• Guardar seu material no lugar correto sem auxílio;
• Expressar-se demonstrando seus sentimentos;
• Escolher jogos e brinquedos disponíveis;
• Saber ouvir e esperar sua vez de falar;
• Reconhecer a rotina da sala e da escola;
• Permanecer na sala sem auxílio familiar;
• Reconhecer e aceitar o educador especializado.
PIÁ 5
ESPERA-SE QUE A CRIANÇA SEJA CAPAZ DE:
• Organizar o material individual;
• Saber ouvir e esperar sua vez para falar na roda;
• Vestir-se sozinho;
• Organizar a mochila;
• Separar o lixo seco e orgânico;
• Usar o banheiro;
• Guardar os brinquedos;
• Organizar seu espaço na mesa após o término do
lanche.
PIÁ 6
ESPERA-SE QUE A CRIANÇA SEJA CAPAZ DE:
• Contribuir na organização dos materiais e brinquedos da sala;
• Permanecer por mais tempo na roda, conseguindo ouvir o colega e
esperar sua vez de falar;
• Cuidar dos pertences trazidos de casa e de sua mochila;
• Realizar sua higiene (com orientação);
• Expor suas idéias, sugerindo atividades verbalizando o que
gostam e não gostam de realizar;
• Organizar-se para jogos com regra, sem a presença constante da
prof.;
• Fazer relatos elaborados de acontecimentos;
• Questionar decisões tomadas pelos adultos;
• Resolver conflitos conversando com o colega.
“A autonomia, definida como a capacidade de se conduzir
e tomar decisões por si próprio, levando em conta
regras, valores, sua perspectiva do outro, é, nessa faixa
etária, mais do que um objetivo a ser alcançado com as
crianças, é um princípio das ações educativas. Conceber
uma educação em direção à autonomia significa
considerar as crianças como seres com vontade própria,
capazes e competentes para construir conhecimentos e
dentro de suas possibilidades, interferir no meio em que
vivem. Exercitando o auto-governo em questões situadas
no plano das ações concretas, poderão gradualmente
fazê-lo no plano das ideias e valores.” (MEC, 1998, p.)

similar documents