Java I - Intranet ETB

Report
LINGUAGEM TÉCNICA DE
PROGRAMAÇÃO I
JAVA – REVISÃO
Classes, atributos e métodos
Variáveis primitivas e variáveis de referência
Java I

Classes
 Composta
por atributos – são as coisas que o objeto
que é baseado na classe conhece (são também
chamadas de variáveis de instância e representam o
estado de um objeto);
 Composta também por métodos – que são as coisas
que o objeto faz (representam o comportamento do
objeto);
 Uma classe não é um objeto. Ela é usada para construir
objetos
 O objeto criado pela classe terá seus próprios valores
para as variáveis de instância.
Java I

Como criar um objeto?
É
necessário que se tenha ao menos 2 classes.
 Uma delas definirá as características do objeto
 Atributos
 Métodos
E
a outra classe é a testadora. É nela que será inserido
o método main() o qual criará e acessará os objetos
Java I
CLASSE
ContaCorrenteSimples
ATRIBUTOS
nomeCorrentista
saldoCorrentista
MÉTODOS
mostrarSaldo()
Java I

Variáveis no Java
Em uma classe elas definem o estado de um objeto (são
uma instância de um objeto). Estas são normalmente
declaras fora de métodos (são conhecidas também como
atributos da abstração da classe)
 Porém, elas podem ser declaradas também dentro de
métodos (neste caso são usadas para funcionamento do
método)
 Podem ser usadas também como parâmetros para métodos
e retorno de valores vindo do mesmo ou de outro método.
 Podem ser:

Primitivas
 De referência a um objeto

Java I

Primitivas:
Tipos inteiros
Byte
8 bits
Vai de
-128 a 127
short
16 bits
Varia de
-32768 a
32767
int
32 bits
Varia de
-2147483648
a 2147483647
long
64 bits
É bem
grande
Java I

Primitivas:
Tipos reais (fracionários)
Float
32 bits
Na atribuição de valores
deve-se colocar um f no fim
do número
Double
64 bits
Java I

Primitivas:
Bolleano e char
Booleano
True ou False
char
16 bits
De 0 a 65535
Java I

Conversões no
Java
 Princípio
do
derramamento
•
Circule os que estão certos
• int x = 34.5;
• boolean boo = x;
• int g = 17;
• int y = g;
• y = y + 10;
• short s;
• s = y;
• byte b = 3;
• byte v = b;
• short n = 12;
• v = n;
• byte k = 128;
Java I

Variáveis de referência
 Está
errado dizer variável de objeto (isso não existe!!);
 O que existe é uma variável de referência;
 Ela não é ou contem o objeto, mas aponta para onde
ele esta. Ela indica uma maneira de se chegar ao
objeto.
 Imagine-a como se fosse um controle remoto do objeto
onde tem uma tecla que executa uma função qualquer
(no caso, um método)
 Use o que está antes do ponto para me trazer o que
está depois do ponto.
Java I

As 3 etapas de declaração, criação e
atribuição de objetos.
 Declaração
da variável de referência (1);
 Definição
do tipo de variável que será, controle remoto de
qual classe;
 Criação
A
do objeto (2);
JVM cria um espaço para o novo objeto;
 Vinculação
do objeto com a referência (3);
 Atribui-se
o novo objeto à variável de referência, coloca o
controle remoto no “copo”;
É
o controle remoto no “recipiente” variável de
referência apontando para um objeto da classe;
Java I

Perguntas
O
que é, literalmente, o objeto gerado na conta
corrente especial?
 Qual o nome da variável de referência do cliente
“Maria”?
 O objeto referenciado por cliente01 é baseado em
que classe?
 Qual seria a sequencia em que posso colocar o
conteúdo de cada tipo de variável em outra de tipo
diferente sem causar derramamento?
 A variável de referência serve para acessar métodos
ou variáveis de instância (o que é uma variável de
instância???!!!)?
Java I

Perguntas
O
que guarda uma variável primitiva??
 E uma de referência???
 No exercício do cálculo da área da figuras
geométricas, qual seria, baseado na Orientação a
Objetos, a melhor forma de montar o programa??
 Crio
várias classes, uma para cada figura?
 Crio uma para todas as figuras?
 Escolho no main ou na classe das figuras??
 O que é melhor?? Lembre-se, quero alterar o menos
possível os códigos já testados e já em produção...

similar documents