03-Vantagem-competitiva-e-Sistemas-de-Informações

Report
Vantagem competitiva e Sistemas
de Informações Estratégicos
Profª. Fernanda Alves Rocha Guimarães
Estratégia competitiva e vantagem
competitiva
• Uma estratégia competitiva é uma fórmula ampla para
se saber como uma empresa irá competir, quais deem
ser suas metas e quais planos e políticas serão exigidos
para cumprir essas metas.
• Por meio de sua estratégia competitiva, uma
organização busca uma vantagem competitiva em um
setor
– Uma vantagem sobre os concorrentes em alguma medida
como custo, qualidade ou velocidade.
• A vantagem competitiva leva ao controle do mercado e
a lucros maiores que a média.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
2
Vantagem competitiva na economia digital
• Para a maioria das organizações, o primeiro passo para
a vantagem competitiva na economia digital é responder
a esta pergunta:
– De onde vem minha vantagem competitiva, dados
meu setor e minha posição?
• Depois, a segunda etapa é responder a esta pergunta
que segue:
– Como a TI, especialmente a Internet, pode ajudar nos
meus negócios?
• A resposta normalmente
informações estratégicos.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
envolve
sistemas
de
3
SISs – Sistemas de Informações
Estratégicos
• São sistemas que ajudam uma organização a obter uma
vantagem competitiva pro meio de sua contribuição para
os objetivos estratégicos de uma organização e/ou sua
capacidade
de
aumentar
significativamente
o
desempenho e a produtividade.
• Um SIS é caracterizado por sua capacidade de alterar
significativamente a maneira como os negócios são
realizados, a fim de dar vantagem estratégica à firma.
• Qualquer sistema de informações que mude as metas,
os processos, os produtos ou os relacionamentos
ambientais para ajudar uma organização a obter uma
vantagem competitiva ou reduzir uma desvantagem
competitiva é um sistema de informações estratégico.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
4
Tipos de vantagem competitiva
Barreiras de entrada que restringem a oferta
• Se você tem um contrato exclusivo com uma estrela de
Hollywood, ou se você patenteou um novo e valioso
remédio, ninguém mais pode entrar no seu mercado, e
você pode cobrar preços altos. Você tem o monopólio,
ou um quase monopólio, da oferta.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
5
Tipos de vantagem competitiva
Controle da demanda
• Se você tem uma marca poderosa e os clientes usam
seu produto pode causa de suas qualidades superiores
(percebidas ou reais), ou porque o custo de mudar para
o produto de outro concorrente é alto, você pode
controlar a demanda do consumidor.
– Mudar do pacote Microsoft Office para o pacote concorrente
Open Office, gratuito, significa um custo muito ato de mudança
par os consumidores que estão acostumados ao Word ou ao
Excel e a seus formatos de arquivo.
• Denomina-se custo de mudança o custo de mudar de
um produto para outro concorrente.
• Marcas e custos de mudanças permitem, assim, manter
preços altos e aumentar os lucros.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
6
Tipos de vantagem competitiva
Economias de escala
• Se você conseguir utilizar seu equipamento e instalações de
custo fixo em uma escala de operações mais eficiente – 24
horas por dia, por exemplo, contra um concorrente que utiliza
as mesmas instalações e equipamentos por apenas 8 horas
por dia –, você conseguirá manter custos operacionais mais
baixos e, ao mesmo tempo, expandir as vendas, aumentando
assim suas margens de lucro.
• Empresas com mercados nacionais e globais tentam
conseguir tais economias de escala sem introduzir processos
de produção radicalmente novos.
• Empresas de serviços financeiros que dependam da
tecnologia da informação podem reduzir enormemente o
custo de suas operações fundindo-se com outras empresas e,
assim, conciliando as operações de back-office.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
7
Tipos de vantagem competitiva
Eficiência de processos
• Se você conseguir criar processo de serviços e produção
mais eficientes, seja com base em uma expertise
especial, seja simplesmente por sua habilidade superior
para implantar novas tecnologias, você conseguirá uma
vantagem de custo sobre a concorrência.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
8
Modelos de forças competitivas de Porter
• A estrutura mais conhecida para analisar a
competitividade é o modelo de forças competitivas de
Michel Porter (Porter, 1985).
• Ele é usado para desenvolver estratégias para as
empresas aumentarem sua margem competitiva.
• Também demonstra como a TI pode melhorar a
competitividade das corporações.
PORTER, Michel. Competitive Advantage: Creating and Sustaining Superior Performance. 1985
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
9
Modelos de forças competitivas de Porter
• O modelo reconhece cinco forças principais que
poderiam colocar em risco a posição de uma empresa
em determinado setor.
• Contudo, a internet mudou a natureza da competição, e
Porter (2001) conclui que o impacto geral da internet é
aumentar a competição, o que tem um impacto negativo
na lucratividade.
• As cinco forças e o modo como a internet influencia
podem ser generalizadas da seguinte forma:
1.
2.
3.
4.
5.
Tema da Apresentação
A ameaça de novos entrantes
O poder de negociação dos fornecedores
O poder de negociação dos clientes (compradores)
A ameaça de substituir produtos ou serviços.
A rivalidade entre as firmas existentes no setor.
10 de abril de 2015
10
As cinco forças de Porter
Produtos
substitutos
Fornecedores
Concorrentes
Rivalidade
Novos
entrantes no
mercado
Tema da Apresentação
Clientes
10 de abril de 2015
11
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
12
As cinco forças de Porter
1. A ameaça de novos entrantes
•
•
•
Para a maioria das firmas, a Internet aumenta a ameaça de
novos entrantes.
Primeiro a Internet afiadamente reduz as barreiras
tradicionais à entrada, como a necessidade de uma força de
vendas ou uma vitrine física para vender bens e serviços. Os
concorrentes só precisam configurar um site. Essa ameaça é
particularmente aguda nos setores que realizam um papel de
intermediação (por exemplo, corretores da bolsa e agentes
de viagem), bem como em setores em que o produto ou
serviço principal é digital (o setor musical).
Segundo, o alcance geográfico da Internet permite que
concorrentes distantes compitam mais diretamente com uma
firma existente.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
13
As cinco forças de Porter
2. O poder de negociação dos fornecedores
•
O impacto da Internet sobre os fornecedores é misturado.
•
Por um lado, os compradores podem encontrar fornecedores
alternativos e comparar preços com mais facilidade,
reduzindo o poder de negociação do fornecedor.
•
Por outro lado, enquanto as empresas utilizam a Internet
para integrar sua cadeia de fornecimento e juntar centrais
digitais de trocas, os fornecedores participantes prosperarão
aprisionando os clientes e aumentando os cursos de troca.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
14
As cinco forças de Porter
3. O poder de negociação dos clientes (compradores)
•
A Internet aumenta bastante o acesso de um comprador às
informações sobre produtos e fornecedores.
•
As tecnologias da internet podem reduzir os cursos de troca
de clientes (os custos, em dinheiro e tempo, de uma decisão
para comprar em outro lugar) e os compradores podem
comprar com mais facilidade de outros fornecedores.
•
Esses fatores significam que a internet aumenta bastante o
poder de negociação dos clientes.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
15
As cinco forças de Porter
4. A ameaça de substituir produtos ou serviços
•
Os setores baseados em informação estão no maior perigo
de substituições.
•
Qualquer setor em que a informação digitalizada pode
substituir bens materiais (música, livros, software) precisa ver
a internet como uma ameaça.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
16
As cinco forças de Porter
5. A rivalidade entre firmas existentes no setor
•
A visibilidade das aplicações da internet torna os sistemas
proprietários mais difíceis de manter em segredo, reduzindo
as diferenças entre os concorrentes.
•
Na maioria dos setores, a tendência para a internet de
reduzir os custos variáveis em relação aos custos fixos
encoraja o desconto no preço.
•
Essas duas forças encorajam a concorrência de preços
destrutiva em um setor.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
17
Estratégia para a vantagem competitiva
• As organizações continuamente tentam desenvolver
estratégias voltadas para a estabilidade de uma posição
lucrativa e sustentável contra as cinco forças de Porter.
• Porter e outros autores propuseram diversas estratégias
para obter vantagem competitiva. Turban, Rainer e
Potter (2005) apresentam 12 dessas estratégias:
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
18
Estratégia para a vantagem competitiva
1. Estratégia de liderança de custo
–
Produzir produtos e/ou serviços no menor custo do setor.
2. Estratégia de diferenciação
–
Oferecer diferentes produtos, serviços ou recursos de produto.
3. Estratégia de nicho
–
Selecionar um segmento de escopo estreito (nicho de mercado)
e ser o melhor em qualidade, velocidade u custo nesse
mercado.
4. Estratégia de crescimento
–
Tema da Apresentação
Aumentar a fatia do mercado, adquirir mais clientes ou vender
mais produtos.
10 de abril de 2015
19
Estratégia para a vantagem competitiva
5. Estratégia de inovação
–
Introduzir novos produtos e serviços, colocar novos recursos
nos produtos e serviços existentes, ou desenvolver novas
maneiras de produzi-los.
6. Estratégia de aliança
–
Trabalhar com parceiros de negócios em parcerias, alianças
empreendimentos conjuntos ou empresas virtuais.
7. Estratégia de eficácia operacional
–
–
Tema da Apresentação
Melhorar a maneira como os processos de negócios internos
são executados, de modo que uma firma realize atividades
semelhantes melhor do que as rivais.
Essas melhorias aumentam a satisfação, a qualidade e a
produtividade do funcionário e do cliente enquanto diminui o
tempo para o mercado.
10 de abril de 2015
20
Estratégia para a vantagem competitiva
8. Estratégia de orientação ao cliente
–
Concentrar-se em tornar os clientes satisfeitos.
9. Estratégia de tempo
–
Tratar o tempo como um recurso, depois gerenciá-lo e usá-lo
pra o proveito da firma.
10. Estratégias de barreiras à entrada
•
Criar barreiras à entrada de novos concorrentes. Introduzindo
produtos inovadores ou utilizando a TI para fornecer um serviço
excepcional, as empresas podem criar barreiras contra entrada
para desencorajar novos participantes.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
21
Estratégia para a vantagem competitiva
11. Estratégias
de
fornecedores
–
fidelização
de
clientes
e
Encorajar clientes ou fornecedores a permanecerem com você
em vez de passar para concorrentes. O aprisionamento
tecnológico de clientes tem o efeito de reduzir o poder de
barganha deles.
12. Estratégias de aumento de custos de troca
–
Tema da Apresentação
Desencorajar que clientes ou fornecedores passem para a
concorrência por motivos econômicos.
10 de abril de 2015
22
Referências
• LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane P. Sistemas de
informações gerenciais. Tradução Thelma Guimarães; revisão
técnica Belmiro N. João. 7. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall ,
2007.
• TURBAN, Efraim; RAINER, R. Kelly; POTTER, Richard E.
Administração de tecnologia da informação. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2005.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
23
Economia digital
• Todas as organizações (com ou sem fins lucrativos,
setor privado, setor público) no século XXI operam na
economia digital, que é uma economia baseada em
tecnologias digitais, incluindo redes de comunicações
digitais, computadores, software e outras tecnologias de
informação relacionadas.
• A economia digital às vezes também é chamada de
economia da Internet, a nova economia ou a economia
da Web.
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
24
Economia digital
• Na economia digital, as redes digitais e as infraestruturas
de comunicações oferecem uma plataforma global sobre
a qual as pessoas e organizações interagem, se
comunicam, colaboram e buscam informações.
• A economia digital ajudou a criar uma revolução
econômica, que foi evidenciada pelo desempenho
econômico sem precedentes e por um longo período de
expansão econômica contínua (de 1991 até 2000).
Tema da Apresentação
10 de abril de 2015
25

similar documents