Document 17424

Report
AULA ON-LINE
QUÍMICA
PROFESSOR JURA
CÁLCULOS
ESTEQUIOMÉTRICOS
Passos básicos para resolução de exercícios que envolvem cálculos
estequiométricos:
Montar a equação química da reação enunciada e acertar
corretamente seus coeficientes estequiométricos.
Estabelecer as relações, em mols, das substâncias envolvidas.
Identificar as substâncias envolvidas em suas respectivas
grandezas (massa, volume, nº de moléculas...)
Excluir as substâncias não envolvidas para efeito de cálculo.
Substituir a grandeza mol pela grandeza identificada para cada
substância.
Calcular o que se deseja por regra de três simples.
REAÇÃO DE SÍNTESE DA AMÔNIA
(Processo Haber - Bosch)
N2 + 3.H2
2.NH3
Determine a massa de gás nitrogênio (N2) necessária para produzir 22,4 litros de
gás amônia (NH3), nas Condições Normais de Temperatura e Pressão (CNTP) ?
N2 + 3.H2
2.NH3
OS CÁLCULOS
ESTEQUIOMÉTRICOS NOS
VESTIBULARES
(FATEC – SP - 2010) - Faculdade de Tecnologia de São Paulo
O “cheiro forte” da urina humana deve-se principalmente à amônia, formada
pela reação química que ocorre entre ureia, CO(NH2)2 , e água:
CO(NH2)2(aq) + H2O(ℓ) → CO2(g) + 2.NH3(g)
O volume de amônia, medido nas CATP (Condições Ambiente de
Temperatura e Pressão), formado quando 6,0 g de ureia reagem
completamente com água é, em litros,:
Dados:
Volume molar nas CATP = 25 L. mol–1
Massas molares, em g . mol–1 : C = 12; H = 1; O = 16; N = 14
A) 0,5
B) 1,0
C)1,5
D) 2,0
E) 5,0
CO(NH2)2(aq) + H2O(ℓ) → CO2(g) + 2.NH3(g)
(USP – SP – 2010) – Universidade de São Paulo
Sob condições adequadas, selênio (Se) e estanho (Sn) podem
reagir, como representado pela equação:
2.Se + Sn → SnSe2
Em um experimento, deseja-se que haja reação completa, isto
é, que os dois reagentes sejam totalmente consumidos.
Sabendo-se que a massa molar do selênio (Se) é 2/3 da
massa molar do estanho (Sn), a razão entre a massa de
selênio e a massa de estanho (mSe : mSn), na reação, deve
ser de:
a) 2 : 1
b) 3 : 2
c) 4 : 3
d) 2 : 3
e) 1 : 2
2.Se + Sn → SnSe2
REAÇÕES CONSECUTIVAS
Nas reações consecutivas, o produto da primeira
equação aparecerá como reagente da próxima
equação. Para fins de cálculo, transformar as
equações consecutivas em uma única equação
global.
(UNESP – SP – 2008) – Universidade Estadual Paulista
Estudos recentes indicam que as águas do aquífero Guarani
(um dos maiores reservatórios subterrâneos de água doce
conhecidos no planeta) estão sendo contaminadas. O teor de
nitrogênio já atinge, em determinados locais, valores acima
do nível de tolerância do organismo humano. Em adultos, o
nitrogênio, na forma de nitrito, atua na produção de
nitrosaminas e nitrosamidas, com elevado poder cancerígeno.
Considerando as equações químicas a seguir,
NO2(aq) + H +(aq) → HNO2(aq)
(produção do ácido nitroso no estômago)
HNO2(aq) + (CH3)2 NH(aq) → (CH3)2 NNO(aq) + H2O(l)
(produção da nitrosamina)
Determine a massa da nitrosamina que pode ser produzida a partir
de um litro de água cujo teor em nitrito seja igual a 9,2 mg.
Apresente seus cálculos.
Massas molares, em g/mol: NO2 = 46 e (CH3)2 NNO = 74.
NO2(aq) + H +(aq) → HNO2(aq)
HNO2(aq) + (CH3)2 NH(aq) → (CH3)2 NNO(aq) + H2O(l)
NO2-(aq) + H +(aq) + (CH3)2 NH(aq) → (CH3)2 NNO(aq) + H2O(l)
REAGENTE EM EXCESSO E LIMITANTE
Nas reações que envolvem reagentes em
excesso, deve-se identificar qual substância está
em excesso.Uma vez identificada,o cálculo
estequiométrico é feito tendo o reagente
limitante como referência.
(UNICAMP – SP) – Universidade Estadual de Campinas
Um dos usos do hidrogênio (H2) é como combustível. Sua reação
com o oxigênio (O2) forma água (H2O), como produto único. Num
recipiente foram inicialmente colocados 1,0 mol de hidrogênio e
1,0 mol de oxigênio. A reação entre os dois foi provocada por meio
de uma faísca elétrica.
a) Escreva a equação química que representa a reação entre o
hidrogênio e o oxigênio.
b) Determine a quantidade (em mol) de cada uma das substâncias
restantes no recipiente, após a reação.
2.H2 + 1.O2 → 2.H2O
PUREZA
Nas reações de reagentes impuros, deve-se
desconsiderar as impurezas para efeito de
cálculo, identificando,primeiramente, a pureza da
amostra reagente. A partir daí, determina-se o
que se pede através dos cálculos
estequiométricos.
(UNIFESP – SP – 2008) – Universidade Federal de São Paulo
A geração de lixo é inerente à nossa existência, mas a destinação
do lixo deve ser motivo de preocupação de todos. Uma forma de
diminuir a grande produção de lixo é aplicar os três R (Reduzir,
Reutilizar e Reciclar). Dentro desta premissa, o Brasil lidera a
reciclagem do alumínio, permitindo economia de 95 % no consumo de
energia e redução na extração da bauxita, já que para cada kg de
alumínio são necessários 5 kg de bauxita. A porcentagem do óxido
de alumínio (Al2O3) extraído da bauxita para produção de alumínio
é aproximadamente igual a:
a) 20,0 %.
b) 25,0 %.
1.Al2O3 → 2.Al + 3/2.O2
c) 37,8 %.
d) 42,7 %.
e) 52,9 %.
RENDIMENTO
Nas reações que envolvem rendimento de
processo, deve-se proceder os cálculos padrões
da estequiometria. Os dados encontrados,
inicialmente, estarão sempre para 100%. A
partir daí, calcula-se o rendimento da reação
desejada por regra de três simples.
(UEM – PR) – Universidade Estadual de Maringá
Para produzir ácido fosfórico e monóxido de mononitrogênio,
fez-se reagir completamente 0,25g de fósforo vermelho
(P) com ácido nítrico concentrado e algumas gotas de água
de acordo com a equação:
3.P + 5.HNO3 + 2.H2O → 3.H3PO4 + 5.NO
A massa de ácido fosfórico obtida foi de 0,49g. O
rendimento do processo foi de:
Dados: P = 31; O = 16; H = 1
a) 62 %.
b) 13 %.
c) 54 %.
d) 31 %.
e) 87 %.
3.P + 5.HNO3 + 2.H2O
3.H3PO4 + 5.NO
MENSAGEM FINAL
“Quando você quer alguma coisa, todo o
universo conspira para que você realize o
seu desejo.”
Paulo Coelho
Empenham-se em seus estudos e muito sucesso!!!
CONTATOS PARA DÚVIDAS E
SUGESTÕES
jurandir_ [email protected]
MUITO OBRIGADO PELA
ATENÇÃO DE TODOS!!!!

similar documents