Apresentação – Planejamento Estratégico Educacional

Report
PLANEJAMENTO
ESTRATÉGICO
EDUCACIONAL
Planejando o IFSul
Plano de Desenvolvimento Institucional
O artigo 16 do Decreto 5773/2006 determina que o PDI dever conter, pelo menos os
seguintes elementos:
I.
II.
III.
IV.
Missão, objetivos e metas da instituição [...]
Projeto Pedagógico da instituição
Cronograma de implantação e desenvolvimento da instituição e de
cada um de seus cursos,
Organização didático-pedagógica [...]
Perfil do corpo docente
Organização administrativa
Infraestrutura física e instalações acadêmicas (biblioteca, laboratórios)
Plano de promoção de acessibilidade e de atendimento aos PNEs
Oferta EAD
Oferta de cursos e programas de mestrado e doutorado
Diagnóstico do PDI atual
•
•
•
23 objetivos desarticulados entre si, que impedem a avaliação da
evolução institucional
697 metas pouco mensuráveis – sem o formato de meta típico e muitas
ações colocadas como metas
indicadores não válidos (não mensuráveis), que impedem a avaliação do
impacto das ações e metas no desenvolvimento institucional
Reorganização do Planejamento Institucional

Reduzir significativamente o número de metas e objetivos
no PDI 2014-2019
(Planejamento estratégico de médio prazo)

Concentrar os esforços no planejamento coletivo do Plano
de Ações Anual
(Planejamento de curto de prazo)

Vincular o Planejamento Orçamentário ao Plano de Ações

Realizar processo consistente de Avaliação Institucional
anualmente
Interligando o Planejamento e a Avaliação
Plano de Desenvolvimento Institucional

“em virtude de sua especificidade, é um modelo de “planejamento
estratégico”, específico da área da educação, uma ferramenta de
planejamento e gestão, um documento que retrata a identidade da
Instituição de Ensino no que diz respeito à sua filosofia de trabalho, à
missão, às estratégias para atingir suas metas e objetivos, estrutura
organizacional,
diretrizes
didático-pedagógicas,
administrativas,
orçamentárias e de infraestrutura, pois requer pensar estrategicamente a
Instituição na perspectiva do desenvolvimento institucional”.
(Fórum de Desenvolvimento Institucional)
10 mandamentos do planejador (ação
das comissões)
1.
Disseminar o pensamento estratégico;
2.
Ser agente catalisador do processo de planejamento;
3.
Identificar variáveis críticas;
4.
Descobrir alternativas promissoras;
5.
Analisar as implicações ao longo das ações presentes;
6.
Ampliar meios;
7.
Buscar parceiros;
8.
Articular atores;
9.
Agir de forma dinâmica;
10.
Assessorar dirigentes.
Principais campos de
atuação da comissões
Orientar e estimular a
comunidade acadêmica
nestes aspectos
Detalhamento do Método

Plano estratégico de longo prazo (PDI)


Plano operacional (Plano de Ações)


regularmente anual e balizado pelas disponibilidades orçamentárias e
normas institucionais;
Acompanhamento e avaliação do plano (Avaliação Institucional)


missão, objetivos de longo prazo, políticas e diretrizes, metas de longo
prazo, grandes linhas de ação e os meios que serão disponibilizados para a
realização da missão e alcance dos objetivos previstos;
informações e dados referentes à execução das ações do plano
operacional, estudo sobre os resultados do plano sobre os beneficiários do
sistema e estudo sobre os impactos para a sociedade como um todo para
alimentar avaliações;
Reuniões técnicas, seminários e congressos para possibilitar o máximo de
participação no acompanhamento e na avaliação.
Conceituação
Objetivo Institucional
Objetivo Estratégico
FINALIDADE / FIM
MEIO
Metas: mensuráveis com base em indicadores (a serem definidos)
Atividades: ações
Não Gerenciável
(diretamente)
Gerenciável
(diretamente)
Planejamento Estratégico: PDI – visão
de longo prazo
Objetivo Institucional
FINALIDADE / FIM
Objetivo Estratégico
(Abrangente)
Metas: cronograma
MEIO
Planejamento Operacional:
Plano de Ação – planejamento anual
Metas: mensuráveis com base em indicadores (a serem definidos)
Atividades: ações específicas – plano de intervenção
O que se deseja mudar com a intervenção? Como?
- Identificação da situação problema
Ações: programas e projetos com objetivos próprios, sempre
ligados a atingir a meta consequentemente ao fim institucional
FORÇA
OPORTUNIDADE
FRAQUEZA
AMEAÇA
Ambiente Externo
Ambiente Interno
Matriz FOFA – Forças, Oportunidades,
Fraquezas e Ameaças
Legalidade
Impessoalidade
Moralidade
Publicidade
Eficiência
Meio ambiente Interno e Externo
Desenvolvimento Econômico
Social Cultural
IFSul
Infraestrutura
Gestão
Processo Educativo
Legislação
Servidores
Prest. Contas
Estado
Políticas
Estudantes
Orçamento
Egressos
Candidatos
Instituições
Comunidade
Escolas
IES
Empresas
Órgão de fomento
Associações
MEC SETEC TCU CGU
Governança
Para Pensar...
Como está o nosso IFSul?
Como está a nossa Reitoria?
Como está o nosso Câmpus?
Estamos atendendo a nossa Missão?
Onde precisamos melhorar?
Como avaliamos o nosso progresso?
Exemplo: Metas, ação? Verificação?

META: Contratar serviços terceirizados para o funcionamento
do Câmpus. (OPERACIONAL)
1. Encaminhar
novas
demandas
serviços terceirizados.
de
Para pensar: Como medimos o impacto das
novas
contratações
no
desempenho
institucional?
Câmpus
Diagnóstico:
Objetivo e Meta Institucional? Precisa
ser abrangente, cada câmpus novo
exige uma alteração do PDI. Faz mais
sentido que sejam metas relacionadas
ao aumento de oferta de vaga, de
atendimento a novas regiões... Afinal
contratação é operacional, estratégico
é o alcance do IFSul como agente
transformador da realidade social.
Implementar processos
educativos, públicos e gratuitos,
de ensino, pesquisa e extensão,
que possibilitem a formação
integral mediante o conhecimento
humanístico, científico e
tecnológico e que ampliem as
possibilidades de inclusão e
desenvolvimento social.
EIXO 1 – PLANEJAMENTO E
AVALIAÇÃO
INSTITUCIONAL
EIXO 3 – POLÍTICAS
ACADÊMICAS
EIXO 2 –
DESENVOLVIMENTO
INSTITUCIONAL
EIXO 4 – POLÍTICAS DE
GESTÃO
EIXO 5 – INFRAESTRUTURA
FÍSICA
EIXO 1 – PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL
Relato Institucional que descreve e evidencia os principais elementos do seu
processo avaliativo (interno e externo) em relação ao PDI - incluindo os relatórios
elaborados pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) do período que constituiu o
objeto de avaliação.
EIXO 2 – DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
Consiste na verificação da coerência existente entre o PDI e as ações
institucionais nas diferentes vertentes de sua atuação acadêmica – ensino,
pesquisa, extensão e gestão. Pretende, igualmente, verificar os diferentes
caminhos percorridos (ou a percorrer) pela IE no contexto de sua inserção social,
bem como sua atuação face à inclusão e ao desenvolvimento econômico e social,
tendo sempre como base a missão, os propósitos e as metas anunciadas no PDI.

Objetivo
1:
Planejar,
Desenvolver
democraticamente, orientada pelo PDI.
e
Avaliar
a
instituição,
EIXO 3 – POLÍTICAS ACADÊMICAS
Analisar os elementos constitutivos das práticas de ensino, pesquisa e extensão,
considerando como meta o aprendizado. Enfatiza-se também a relação entre as políticas
acadêmicas, a comunicação com a sociedade e o atendimento ao discente.

Objetivo 2: Fortalecer o IFSul como instituição educacional pública transformadora
da realidade social, investindo na construção de processos educacionais que adotem
o trabalho como princípio educativo e articulação ensino pesquisa e extensão como
princípio pedagógico.

Objetivo 3: Oportunizar oferta educativa, em toda a área de abrangência do IFSul
garantindo mecanismos de assistência ao estudante que contribuam com sua
transformação social.
EIXO 4 – POLÍTICAS DE GESTÃO
Verificar o desenvolvimento das políticas de pessoal e da organização e
gestão da instituição. Abrange, ainda, elementos do planejamento e da
sustentabilidade financeira da IES para garantir o seu pleno desenvolvimento
de forma sustentável.

Objetivo 4: Consolidar políticas de desenvolvimento de pessoas que
contribuam para a seleção, o aperfeiçoamento e a manutenção de talentos
e para o aprimoramento e a avaliação das competências funcionais.
Descritivo: Garantir políticas de desenvolvimento de pessoas que contribuam para a melhoria de
condições de trabalho dos servidores e do atendimento das demandas capacitação e qualificação
orientadas para o atendimento direto das necessidades institucionais.
EIXO 5 – INFRAESTRUTURA FÍSICA

Objetivo 5: Qualificar a infraestrutura na perspectiva da permanente
otimização e melhoria dos espaços pedagógicos para atendimentos das
necessidades de gestão, ensino, pesquisa e extensão.
Descritivo: Investir recursos necessários em infraestrutura para atender as demandas
de gestão, ensino, pesquisa e extensão, visando garantir as condições de trabalho e de
práticas pedagógicas que garantam os padrões de qualidade educacional estabelecidos
pelo IFSul.
Eixo 1 e Eixo 2- METAS

Alcançar conceito 3 em todos os itens avaliados institucionalmente de
acordo com os Eixos (SINAES) do INEP/MEC.

Alcançar conceito 3 em todos os cursos ofertados pelo IFSul.

Desenvolver ao menos um plano de ação para cada apontamento
insatisfatório (conceito menor do que 3) identificado pelas avaliações
institucionais e de curso.

Alcançar 90% de participação da comunidade acadêmica nos processos de
avaliação e consultas.

Alcançar 5% da comunidade externa de toda a área de abrangência e
inserção dos campus do IFSul com foco em ações de caráter social e
ambiental.

Articular a participação de pelo menos 30% dos discentes em projetos
(ensino, pesquisa, inovação e extensão)

Ofertar ao menos um curso de qualificação, anualmente, por campus, em
conformidade às demandas obtidas em audiência pública.
Eixo 3 - METAS

Ofertar X% [proposta: 25%] do total de vagas do processo seletivo em vagas de
cursos de aprimoramento em educação básica;

Viabilizar acesso à prevenção em saúde e condições de bem-estar a 100% dos
estudantes;

Acompanhar X% [proposta 50%] dos egressos do IFSul por até 2 anos após a
conclusão do curso;

Alocar X% [proposta 2,5] do orçamento de custeio (excetuando folha de
pagamento) do IFSul para ações mobilidade internacional;

Ampliar em X% [proposta: 10%] ao ano o número de matrículas em cursos de
formação profissional com elevação da escolaridade;

Articular X% [proposta: 75%] da oferta educacional do IFSul em itinerários
formativos que integrem todos os níveis de ensino. [verticalizar o ensino]
Eixo 3 - METAS

Assegurar X% [proposta: 10%] da carga horária dos para articulação do ensino,
pesquisa e extensão em toda oferta educacional do IFSul;

Atingir a relação de 20 alunos por professor;

Atingir X [proposta: as vagas anuais no processo seletivo] estudantes/ano
envolvidos em projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão. [garantir contato com
as dimensões ao longo da vida acadêmica];

Aumentar X% [proposta: 10%] ao ano a participação de servidores efetivos e
de estudantes em eventos acadêmicos nacionais e internacionais;

Aumentar X% [proposta: 10%] ao ano a produção acadêmica qualificada dos
servidores e estudantes;

Disponibilizar, em oferta regular, vagas internas em cursos de língua
estrangeira para 100% da comunidade do IFSul;
Eixo 3 - METAS

Reduzir a evasão em X% [proposta: 10%] ao ano;

Reduzir a retenção em X% [proposta: 10%] ao ano.
Eixo 3 - METAS

Atingir, com campanhas de divulgação dos processos seletivos, 100% das
escolas públicas de ensino básico nos municípios dos câmpus;

Atingir, com campanhas de divulgação dos processos seletivos, 30% das escolas
públicas de ensino básico dos municípios que compõe a área de abrangência
de cada câmpus;

Atingir X% [proposta: 20%] dos estudantes envolvidos intercâmbios, em
olimpíadas nacionais e outros concursos científicos, acadêmicos e culturais;

Aumentar em X% [proposta: 25%] os candidatos inscritos nos processos
seletivos oriundos de escolas públicas;

Ofertar X% [proposta: 10%] do total de vagas do processo seletivo em bolsas
de transporte intermunicipal para estudantes menores de idade das cidades
limítrofes ao câmpus;
Eixo 4 - Metas

Alocar X% [proposta: 90%] da força de trabalho em conformidade com as
atribuições do cargo, os processos institucionais e a qualificação e
capacitação do servidor;

Aumentar em X% [proposta: simular o impacto] a qualificação dos
servidores docentes nas áreas de atuação do Instituto;

Aumentar em X% [proposta: simular o impacto] a qualificação dos
servidores técnicos administrativos nas áreas de atuação funcional;
Eixo 4 - Metas

Avaliar periodicamente as condições de saúde de 100% dos servidores;

Capacitar internamente 20 horas/ano, em consonância com os cargos, área
de atuação e as metas institucionais, 100% dos servidores;
Eixo 5 - METAS

Atingir 100% de integridade das informações institucionais armazenadas
em meio eletrônico;

Atingir 99% de disponibilidade dos serviços de Tecnologia da Informação;

Disponibilizar recursos de Tecnologia da Informação (software e hardware)
para operacionalização de 100% processos de ensino, pesquisa, extensão e
gestão;

Garantir 100% da infraestrutura suficiente em cada campus conforme
especificidades dos seus processos de gestão, ensino, pesquisa e extensão;

Produzir e distribuir, por meio de editora e gráfica do Instituto, 5 livros ao
ano de publicações acadêmicas institucionais;
Avaliando o progresso institucional
- trabalhando com Indicadores Indicadores:
Candidato
Gestão
Estudante
Indicadores:
tempo, capacitação, ...
Servidores
Processos Educativos de
i
ensino, pesquisa e extensão
Indicadores do Processo Educativo
• Ensino - evasão, retenção, concluintes, ...
• Pesquisa - ...
• Extensão - ...
Infraestrutura
IFSul
Indicadores:
Egresso
Indicadores:
Metodologia

Discussão dos Objetivos e Metas

A partir do documento base de objetivos e metas

Os objetivos propostos são suficientes e adequadas para expressar o
planejamento estratégico do câmpus?

As metas são suficientes e adequadas para concentrar ações em
questões pedagógicas/administrativas que exigem atenção do
câmpus? (as metas podem estar associadas a diferentes objetivos)
Metodologia

Operações sobre o documento base:

Inclusão de objetivo

Remoção de objetivo

Alteração de redação de objetivo

Inclusão de Meta em um objetivo

Remoção de Meta de um objetivo

Alteração de redação da Meta
Com uma breve justificativa para contextualização (divulgação aos demais câmpus)
Metodologia

Planejamento da oferta de vagas

A partir de tabela em novo formato que não separa oferta de cursos
existentes e novos cursos
o
Reduzir alterações anuais
o
Facilitar o organização do vestibular e dos processos seletivos (plano de
vagas

Separada por nível de ensino (FIC, Técnico, Graduação e Pós-graduação)

Padronização dos cabeçalhos tendo por referência a nomenclatura adotada
nos PPCs
Metodologia

Tabela da oferta de vagas (exemplo)

Estão sendo enviadas aos Campus para preenchimento
Dinâmica



Primeira etapa de Discussão nos câmpus

Resultado: envio de documento com sugestões à DDI

Prazo: até 30 de maio
Consolidação das Propostas pela DDI

Resultado: documento síntese com as sugestões de todos os
câmpus para ser avaliado

Retorno aos Câmpus: 09/06
Avaliação do documento síntese

Resultado: Consolidar manifestação do câmpus sobre a síntese
(tomar decisões em relação à itens polêmicos)

Prazo: até 12/06
Dinâmica

Reunião de representantes das comissões para
consolidar documento final


Avaliação pelo CODIR


Data: 17 ou 18/06
Aprovação pelo CONSUP


Data: 13 de junho
Data: 26 ou 27/06
Cadastro no E-Mec

Data: 30/06

similar documents