SUBSTANTIVO

Report
SUBSTANTIVO
Substantivos são palavras variáveis que designam
seres – visíveis ou não, animados ou não -,ações,
estados, sentimentos, desejos, ideias.
AMOR
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
• às pessoas
Elisa
Marcos
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
às qualidades
A beleza das flores.
A grandeza do mundo.
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
aos sentimentos
A amizade.
O amor.
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
aos objetos
Os tênis.
A caixa.
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
aos lugares.
O aeroporto.
A lanchonete.
Em outras palavras,
Substantivo é a palavra variável que serve para dar nome:
a todos os seres vivos, sejam reais ou imaginários.
O saci
A fada
O Papai Noel
O homem
PALAVRA SUBSTANTIVADA
• Todas as classes gramaticais podem ser substantivadas,
dentro de um contexto linguístico, bastando para isso
antepor-lhes um artigo.
Era-lhe familiar o canto matinal e o amanhecer.
Outros exemplos:
No Rio, flaflu pode ser sinônimo de confusão. Pode dar
flaflu na festa, na praia, no cinema... Mas aqui não tem
nada de confuso. É só combinar o liso e o listrado, o preto
e o branco, o vermelho e o verde. Faz parte do jogo.
In Revista Capricho, nº 9, 1991.
CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO
Os substantivos classificam-se em:
•
•
•
•
•
comuns
próprios
concretos
abstratos
coletivos
Substantivos comuns: referem-se a qualquer ser de
uma espécie, sem particularizá-lo.
açúcar
bolo
Substantivos próprios: nomeiam um ser em particular,
destacando-o dentro da espécie ou do grupo; são grafados
com letra maiúscula.
Campinas
Japão
Substantivos concretos: nomeiam seres com existência
própria, isto é, que não dependem de outro ser para existir.
Enfim, designam seres de existência independente, sejam
reais ou fictícios.
• A beleza (substantivo abstrato) existe na pessoa ou coisa
que é bela.
• O amor (substantivo abstrato) existe na pessoa que ama.
Em geral, substantivo abstrato deriva de verbo ou adjetivo.
• belo – beleza
• amar - amor
Só na frase, dentro de um contexto, pode-se classificar um
substantivo como concreto ou abstrato. A palavra isolada
pode confundir.
• A construção daquele prédio demorou um ano.
Aquela construção tem dois andares.
RESPONDA:
Os substantivos que nomeiam divindades ou seres fantásticos (Deus, saci,
sereia, etc) são substantivos abstratos ou concretos?
RESPOSTA:
Os substantivos que nomeiam divindades ou seres fantásticos são
considerados concretos porque são tomados sempre como seres
dotados de vida própria.
Substantivos coletivos: designam uma pluralidade de
seres da mesma espécie.
ANTOLOGIA
PINACOTECA
Conjunto de trechos literários
em prosa ou em verso
Conjunto de pinturas, telas
Pinacoteca de São Paulo
COLETIVOS
HEMEROTECA
Coleções de jornais, revistas,
periódicos e obras em série
CÁFILA / RÉCUA
Conjunto de camelos
COLETIVOS
ARMADA
FROTA
de caminhões de transporte,
de navios de guerra
navios de guerra
COLETIVOS
ESQUADRILHA
Conjunto de aviões
PANAPANÁ / PANAPANÃ
Conjunto de borboletas
COLETIVOS
RESMA
Conjunto de 500 folhas de papel
REVOADA
Conjunto de pássaros
CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO QUANTO À
FORMAÇÃO
Primitivos
Derivados
Simples
Compostos
Substantivos primitivos são aqueles que dão origem
a outras palavras.
livro + -aria
livro
livraria
Substantivos derivados são os que se originam de
outras palavras.
árvore + -edo
árvore
arvoredo
pedreg- + -ulho
pedra
pedregulho
Substantivos simples: são os formados por apenas uma
palavra
Homem
Substantivos compostos: são formados por mais de uma
palavra.
lobisomem
lobo + homem
Alteração do latim lupus homo, homem lobo.
Função
sintática do
substantivo
O substantivo figura na frase
como núcleo das seguintes
funções sintáticas:
- sujeito;
- objeto direto;
- objeto indireto;
- predicativo do sujeito e do
objeto;
- complemento nominal;
- adjunto adverbial;
-agente da passiva;
- aposto e
- vocativo.
Recebemos a participação de seu casamento.
FUNÇÃO SINTÁTICA DO SUBSTANTIVO
Recebemos a participação de seu casamento.
Núcleo do objeto direto e do complemento nominal
FUNÇÃO SINTÁTICA DO SUBSTANTIVO
Demonstra por mim um amor de mãe.
FUNÇÃO SINTÁTICA DO SUBSTANTIVO
Demonstra por mim um amor de mãe.
Núcleo do objeto direto e do adjunto adnominal
FUNÇÃO SINTÁTICA DO SUBSTANTIVO
EXERCÍCIOS
1. Substitua nas frases a seguir a palavra que e o verbo
destacado por um substantivo abstrato, fazendo as
adaptações necessárias. Veja um exemplo:
O juiz exigiu que a partida terminasse.
O juiz exigiu o término da partida.
O juiz exigiu que a partida terminasse.
O juiz exigiu o término da partida.
a)
b)
c)
d)
O piloto espera que os passageiros compreendam.
Os alunos esperam ansiosos que as férias cheguem.
Ela só queria que os filhos se divertissem.
O general exigia que seus soldados retornassem
imediatamente.
e) Ele exigiu que todos os atletas comparecessem à
cerimônia de abertura dos jogos intermunicipais.
f) A loja exigiu que a distribuidora de material esportivo
rescindisse o contrato.
g) O juiz exigiu que os sem-terras devolvessem a seu
legítimo dono as terras invadidas.
Leia o poema de Carlos Drummond de Andrade,
FAMÍLIA, e a seguir responda às questões propostas.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
A família (1980), Fernando Botero (pintor colombiano).
Fernando Botero – pintor colombiano.
Carlos Drummond de Andrade
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
1. O poema é construído a
partir de um processo
chamado enumeração, que
consiste numa exposição ou
relação metódica de vários
elementos.
a) Que classe de palavras
predomina nessa enumeração?
b) Como conseqüência, o texto é
predominantemente nominal ou
verbal?
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
2. Na 1ª estrofe, entre os
membros da família são
mencionados a mulher, as
crianças, os empregados, os
animais.
Só
não
é
mencionado explicitamente o
homem, que também deve
fazer parte da família.
a) Levante hipóteses: Por
que,
provavelmente,
a
menção ao homem não foi
explicitada?
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
b) Apesar de o homem
não ter sido mencionado
de modo explícito, é
possível
metonicamente
supor sua presença, por
meio de alguns nomes.
Levante hipóteses: Que
substantivos podem estar
relacionados ao homem?
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
3. O poema está organizado em três partes, correspondentes a
três estrofes. Em cada uma delas são mencionados certos
aspectos da família retratada. Compare essas estrofes,
observando os substantivos empregados em cada uma delas e
assinale as afirmativas corretas.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
a) Na 1ª estrofe, são
mencionados alguns dos
seres que vivem na
família, incluindo-se os
empregados e até os
animais.
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
b) A 2ª estrofe em parte
caracteriza os objetos e,
em parte, os hábitos e
costumes da família.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
c) Os hábitos familiares
continuam
sendo
caracterizados
na
3ª
estrofe,
que
também
descreve
o
relacionamento social dos
membros da família.
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
Três meninos e duas meninas,
sendo uma ainda de colo.
A cozinheira preta, a copeira mulata,
o papagaio, o gato, o cachorro,
as galinhas gordas no palmo de horta
e a mulher que trata de tudo.
4. Na enumeração de
seres
animados
e
inanimados, apenas um
deles, a mulher, se repete
em todas as estrofes,
sempre acompanhado da
oração adjetiva “que trata
de tudo”. De acordo com
o sentido geral do texto,
que papel tem a mulher
nessa família?
A espreguiçadeira, a cama, a gangorra,
o cigarro, o trabalho, a reza,
a goiabada na sobremesa de domingo,
o palito nos dentes contentes,
o gramofone rouco toda a noite
e a mulher que trata de tudo.
O agiota, o leiteiro, o turco,
o médico uma vez por mês,
o bilhete todas as semanas
branco! mas a esperança sempre verde.
A mulher que trata de tudo
e a felicidade.
5. Observe que, no poema, predominam
substantivos, quase todos concretos. Note, no
entanto, que na última estrofe, depois de repetir mais
uma vez “A mulher que trata de tudo”, acrescentouse o verso: “e a felicidade”.
a) Que novos sentidos esse substantivo acrescenta ao texto?
b) Levante hipóteses: Sabendo-se que uma parte dos substantivos
abstratos denomina sentimentos, aspirações e ações, por que a
felicidade estaria associada à mulher?

similar documents