brasil: características naturais – litosfera

Report
Escolinha Sementes do Amanhã
7º Ano – Professora: Luciene
Alves
BRASIL: CARACTERÍSTICAS
NATURAIS - LITOSFERA
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
O BRASIL OCUPA 75% DA PLACA SULAMERICANA, E ESTÁ DISTANTE DOS LIMITES
ENTRE AS DEMAIS PLACAS. DEVIDO A ISSO,
NÃO SOFRE COM GRANDES CATÁSTROFES
NATURAIS COMO TERREMOTOS DE GRANDE
INTENSIDADE, TSUNAMIS OU ERUPÇÕES
VULCÂNICAS. OBSERVE:
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
ENTRETANTO, AO CONTRÁRIO DO QUE
MUITOS PENSAM, NO BRASIL TEM SIM,
TERREMOTOS, EMBORA SEJA DE PEQUENA
MAGNITUDE.
VEJA NO MAPA A SEGUIR, OS PRINCIPAIS
PONTOS DE ABALOS SÍSMICOS NO BRASIL.
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
O BRASIL FAZ FRONTEIRA COM A MAIORIA
DOS PAÍSES SULAMERICANOS, COM EXCEÇÃO DO
CHILE E DO EQUADOR. NOSSAS FRONTEIRAS
INTERNACIONAIS TERRESTRES TOTALIZAM 15 719
KM E NOSSA COSTA POSSUI A EXTENSÃO DE 7
367 KM.
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
EMBORA ESTEJAMOS NA MESMA PLACA
TECTÔNICA, SOMOS MUITO DIFERENTES DA
MAIORIA DE NOSSOS VIZINHOS, ESPECIALMENTE
AQUELES LOCALIZADOS NA PORÇÃO OCIDENTAL,
POIS NESSA REGIÃO, EXISTE O LIMITE ENTRE AS
PLACAS TECTÔNICAS SUL-AMERICANA E NAZCA.
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
AS PLACAS SUL-AMERICANA E DE NAZA SÃO RESPONSÁVEIS
PELA FORMAÇÃO DE UM IMPORTANTE DOBRAMENTO DA AMÉRICA
DO SUL: A CORDILHEIRA DOS ANDES, UM CONJUNTO DE
MONTANHAS QUE SE ESTENDE DE NORTE A SUL DA AMÉRICA DO
SUL. POR ESTAR ENTRE ESSAS PLACAS, A REGIÃO ANDINA É MUITO
INSTÁVEL E SOFRE CONSTANTEMENTE VIOLENTOS TERREMOTOS.
VEJA NO VÍDEO A SEGUIR COMO OCORREM A FORMAÇÃO DESSES
IMPORTANTES DOBRAMENTOS. (CLIQUE SOBRE A TELA PRETA)
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
A CORDILHEIRA DOS ANDES POSSUI ALTITUDES QUE PASSAM DE 5000 METROS.
O PONTO MAIS ELEVADO É O ACONCÁGUA, COM APROXIMADAMENTE 7 000 METROS.
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
NO BRASIL, APENAS 7% DO TERRITÓRIO POSSUI ALTITUDE ACIMA DE 900
METROS. O PONTO MAIS ELEVADO DO NOSSO PAÍS, O PICO DO NEBLINA, ESTÁ
LOCALIZADO NA FRONTEIRA COM A VENEZUELA, NA SERRA DO IMERI, COM
2 994 METROS.
BRASIL: CARACTERÍSTICAS NATURAIS
– LITOSFERA
VEJA COMO OCORRE OS MOVIMENTOS CONVERGENTES QUE
FORMARAM A CORDILHEIRA DOS ANDES. (CLIQUE NA IMAGEM)
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
O NOSSO PAÍS É DIVIDIDO EM 3 GRANDES
ESTRUTURAS GEOLÓGICAS:
1. CRÁTONS;
2. DOBRAMENTOS E;
3. BACIAS SEDIMENTARES.
VEJA O MAPA:
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
OS CRÁTONS OU ESCUDOS CRISTALINOS SÃO
FORMADOS POR ROCHAS MUITO ANTIGAS, COM
ATÉ 4,5 BILHÕES DE ANOS DE IDADE, NOS
PERÍODOS ARQUEANOS E PROTEROZOICO. SÃO
DIVIDIDOS EM ESCUDOS CRISTALINOS – SÃO
RESISTENTES E ESTÁVEIS, PORÉM MUITO
DESGASTADOS PELA EROSÃO.
AS PLATAFORMAS SÃO SUPERFÍCIES
CRATÔNICAS RECOBERTAS POR CAMADAS DE
SEDIMENTOS, COMO A PLATAFORMA SULAMERICANA.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
PERÍODOS ARQUEANAOS E PROTEROZOICO
_ NO ARQUENAO, CERCA DE 3 BILHÕES DE ANOS ATRÁS,
COMEÇARAM A SURGIR AS PRIMEIRAS VIDAS NA TERRA:
OS SERS UNICELULARES;
O PROTEROZOICO , COMPREENDIDO ENTRE 2,5
BILHÕES DE ANOS E 542 MILHÕES DE ANOS.
PARA MAIS INFORMAÇÕES:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Arqueano
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
DOBRAMENTOS:
OS DOBRAMENTOS SÃO FORMADOS POR ROCHAS MENOS RESISTENTES AFETADAS
POR INTENSOS MOVIMENTOS TECTÔNICOS. FORÇAS INTERNAS DA TERRA REPARAM
CONTINENTES PROVOCANDO O ENRUGAMENTO DE SUAS BORDAS, DANDO ORIGEM AS
MAIORES ELEVAÇÕES DO PLANETA. OS DOBRAMENTOS MODERNOS FORMARAM ALTAS
CADEIAS DE MONTANHAS NA ERA CENOZOICA NO PERÍODO TERCIÁRIO, HÁ CERCA DE 60
MILHÕES DE ANOS. POR SE SITUAREM PRÓXIMAS AOS GRANDES FALHAMENTOS, ESSAS
CORDILHEIRAS, ESTÃO SUJEITAS A TERREMOTOS E ATIVIDADES VULCÂNICAS. OS
DOBRAMENTOS ANTIGOS SE FORMARAM NO PRÉ-CAMBRIANO E NO PALEOZOICO,
PERÍODOS GEOLÓGICOS MAIS ANTIGOS.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
BACIAS SEDIMENTARES:
AS BACIAS SEDIMENTARES SÃO DEPRESSÕES PREENCHIDAS POR
SEDIMENTOS DE ÁREAS COM MAIORES ALTITUDES. AS MAIS ANTIGAS SE
FORMARAM POR PROCESSOS OCORRIDOS DESDE O INICIO DO PERÍODO
FANEOZÓICO, NA ERA PALEOZOICA E NA ERA MESOZOICA. NO ENTANTO, O
PROCESSO DE SEDIMENTAÇÃO CONTINUOU COM INTENSIDADE, E É UM
PROCESSO ATIVO ATÉ OS DIAS ATUAIS, NA ERA /CENOZOICA,
CONSTITUINDO
AS
BACIAS
SEDIMENTARES
RECENTES.
ESTRUTURAS ASSOCIAM-SE JAZIDAS DE COMBUSTÍVEIS FOSSEIS.
A
ESSAS
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
A CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO FOI
ESTABELECIDA
ATRAVÉS
DO
PROJETO
RADAMBRASIL, QUE DE 1970 A 1985 COLETOU
IMAGENS DA ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ATRAVÉS DE UM RADAR INSTALADO EM UM
AVIÃO QUE SOBREVOOU TODO O BRASIL.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
DESSA FORMA, FORAM AVALIADOS OS
PROCESSOS INTERNOS (TECTONISMOS) E
EXTERNOS (INTEMPERISMO) QUE CAUSAM
ALTERAÇÕES NO RELEVO.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
OS PLANALTOS SÃO ESTRUTURAS QUE
COBREM A MAIOR PARTE DO TERRITÓRIO E
OCORREM TANTO EM ÁREAS CRISTALINAS
QUANTO EM SEDIMENTARES. OS QUE ESTÃO
EM ÁREAS SEDIMENTARES SÃO DIVIDOS EM:
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
PLANALTO DA AMAZÔNIA ORIENTAL
CONSTITUI-SE DE TERRENOS DE UMA
BACIA SEDIMENTAR E LOCALIZA-SE NA
METADE LESTE DA REGIÃO, NUMA ESTREITA
FAIXA QUE ACOMPANHA O RIO AMAZONAS,
DO CURSO MÉDIO ATÉ A FOZ. SUAS ALTITUDES
ATINGEM CERCA DE 400 M NA PORÇÃO
NORTE E 300 M NA PORÇÃO SUL.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
PLANALTOS E CHAPADAS DA BACIA DO PARNAÍBA
CONSTITUEM-SE TAMBÉM DE TERRENOS DE
UMA BACIA SEDIMENTAR, ESTENDENDO-SE DAS ÁREAS
CENTRAIS DO PAÍS (GO-TO), ATÉ AS PROXIMIDADES DO
LITORAL, ONDE SE ALARGAM, NA FAIXA ENTRE PARÁ E
PIAUÍ, SENDO CORTADOS DE NORTE A SUL, PELAS ÁGUAS
DO RIO PARNAÍBA. AÍ ENCONTRAMOS A PREDOMINÂNCIA
DAS FORMAS TABULARES, CONHECIDAS COMO CHAPADAS.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
PLANALTOS E CHAPADAS DA BACIA DO PARANÁ
CARACTERIZAM-SE PELA PRESENÇA DE TERRENOS
SEDIMENTARES E PELOS DEPÓSITOS DE ROCHA DE ORIGEM
VULCÂNICA, DA ERA MESOZÓICA. LOCALIZAM-SE NA PORÇÃO
MERIDIONAL DO PAÍS, ACOMPANHANDO OS CURSOS DOS
AFLUENTES DO RIO PARANÁ, ESTENDENDO-SE DESDE OS ESTADOS
DE MATO GROSSO E GOIÁS, ATÉ O RIO GRANDE DO SUL,
OCUPANDO A FAIXA OCIDENTAL DESSA REGIÃO, ATINGINDO
ALTITUDES EM TORNO DE 1.000 M.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
AS BORDAS DESSES PLANALTOS SÃO CARACTERIZADAS
PELA PRESENÇA DE ESCARPAS, COMO A SERRA DO MAR.
A SERRA DO MAR É UMA CADEIA MONTANHOSA DO
RELEVO
BRASILEIRO
QUE
SE
ESTENDE
POR
APROXIMADAMENTE 1500 KM AO LONGO DO LITORAL
LESTE/SUL, INDO DESDE O ESTADO DO RIO DE JANEIRO ATÉ
O NORTE DO ESTADO DE SANTA CATARINA.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
OS PLANALTOS QUE ESTÃO EM ÁREAS CRISTALINAS
APRESENTAM FORMAS ONDULADAS, GERALMENTE
CONSTITUÍDAS DE SERRAS E MORROS, FORMAS
RESIDUAIS RESULTANTES DE LONGOS PROCESSOS
EROSIVOS AO LONGO DO TEMPO GEOLÓGICO, QUE
AGIRAM SOBRE O EMBASAMENTO CRISTALINOS E
DOBRAMENTOS.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
NA PORÇÃO ORIENTAL DO TERRITÓRIO, DESTACAM-SE OS
PLANALTOS E SERRAS DO ATLÂNTICO LESTE-SUDESTE QUE
RECEBEM NOMES DIFERENCIADOS:
SERRA DO ESPINHAÇO, QUE É UMA CADEIRA MONTANHOSA
LOCALIZADA NO PLANALTO ATLÂNTICO, ESTENDENDO-SE PELOS
ESTADOS DA BAHIA E MINAS GERAIS. SEUS TERRENOS SÃO DO
PROTEROZÓICO E CONTÊM JAZIDAS DE FERRO, MANGANÊS,
BAUXITA E OURO.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
É CONSIDERADA RESERVA MUNDIAL DA BIOSFERA, POR
SER UMA DAS REGIÕES MAIS RICAS DO PLANETA, GRAÇAS
SUA GRANDE DIVERSIDADE BIOLÓGICA. A SERRA DO
ESPINHAÇO PODE SER CONSIDERADA A ÚNICA CORDILHEIRA
DO BRASIL, POIS É SINGULAR EM SUA FORMA E FORMAÇÃO.
HÁ MAIS DE UM BILHÃO DE ANOS EM CONSTANTE
MOVIMENTO, É UMA CADEIA DE MONTANHAS BASTANTE
LONGA E ESTREITA, ENTRECORTADA POR PICOS E VALES.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
A SERRA DA MANTIQUEIRA É UMA CADEIA MONTANHOSA
QUE SE ESTENDE POR TRÊS ESTADOS DO BRASIL: SÃO PAULO,
MINAS GERAIS E RIO DE JANEIRO.
A SERRA TEM UMA FORMAÇÃO GEOLÓGICA DATADA DA ERA
ARQUEANA QUE COMPREENDE UM MACIÇO ROCHOSO QUE
POSSUI GRANDE ÁREA DE TERRAS ALTAS, ENTRE MIL E QUASE TRÊS
MIL METROS DE ALTITUDE, AO LONGO DAS DIVISAS DOS ESTADOS
DE MINAS GERAIS, SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO.
A GEOLOGIA DO TERRITÓRIO
BRASILEIRO
DEPRESSÕES SÃO ÁREAS QUE APRESENTAM
ALTITUDES MAIS BAIXAS QUE AS EXISTENTES EM
SEU ENTORNO, POIS GERALMENTE CIRCUNDAM
OS PLANALTOS E PODEM OCORRER TANTO EM
ÁREAS DE ROCHA CRISTALINA QUANTO EM
ÁREAS DE ROCHA SEDIMENTAR
NÃO
ESQUEÇAM
DE
CONTINUAR
ESTUDANDO. DÚVIDAS, PESQUISEM MAIS
NO
PORTALPOSITIVO.COM.BR,
BRASILESCOLA, PORTALSÃOFRANCISCO.COM
ENTRE OUTROS SITES.

similar documents