Software no contexto escolar: possibilidades e limitações

Report
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
PPG- EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: QUÍMICA DA VIDA E SAÚDE
DISCIPLINA: PREPARAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO
Softwares Educativos:
possibilidades e limitações
Luciane Oleques
“ Todo programa que utiliza uma metodologia que o
contextualize no processo ensino e aprendizagem,
pode ser considerado educacional” (Giraffa, 1999).
Um software para ser
educativo deve ser pensado
segundo uma
teoria da aprendizagem.
2
Software educativo e a prática escolar.
Aspectos imprescindíveis para o uso da
informática na educação:
aluno
Software
professor
Computador
3
Como os professores compreendem as
tecnologias digitais no contexto da nossa
prática pedagógica?
4
Professor
mediador
Processo de
aprendizagem
do aluno
5
Favorecer os processos de ensino e
aprendizagem e sua característica principal é
de caráter didático.
6
- Elaborados com finalidades didáticas.
- Utilizam o computador como realizador de tarefas.
- São interativos.
- Se
adaptam ao ritmo de qualquer estudante.
- São
fáceis de usar.
7
“O professor precisa conhecer os recursos disponíveis
dos programas escolhidos para suas atividades de
ensino, somente assim ele estará apto a realizar uma
aula dinâmica, criativa e segura.”
(TAJRA 2001)
8
a) O software deve possuir uma concepção sócio –
psico- pedagógica clara e bem fundamentada.
b) Que seja tecnicamente bem elaborado.
9
Levando em
consideração
que todos
possuem
uma relação
com a
aprendizagem.
Figura 1: Classificação dos softwares e atuação no processo de aprendizagem - (Fonte: Felippin, 2004)
10
Promovem o
ensino
Programação
Auxiliam a
construir o
conhecimento:
•
•
•
•
Exercícios e práticas
Jogos
Tutoriais
Simulação
• Promoção pedagógica
• Aplicativos
• Redes e internet
11
Todos os softwares podem ser usados numa
perspectiva educacional
Coerência quanto à sua escolha
“A aprendizagem com tecnologia, se embasa nas
teorias construtivistas, nas quais o conhecimento
é construído pelo sujeito e não transmitido”.
(Passerino, 2001, p.174)
12
mudança de
perfil do
professor
construtivismo
Aluno
colaborador
ativo
facilitador
transmissor
13
dinamismo
Construtivista
Construção
de saberes
Base
Pedagógica
Treinar os
estudantes
behavorista
Adestrar
14
Os software educativos são apontados como
uma das competências necessárias para
ensinar na atualidade.
(Perrenoud, 2000)
15
Exige um professor seletivo e
crítico
Requer a aquisição de
conhecimentos sobre
utilização de informática
Desenvolvimento de
habilidades intelectuais
16
Permitem criar situações de aprendizagem
diversificadas.
Permite que o aluno passe de uma atitude
passiva para ativa.
17
Apresentação de problemas que precisam
obrigatoriamente ser resolvidos.
Apresentação de questões que objetivam
estimular a reflexão sobre o tema que será
apresentado na seqüência.
18
Oferecimento de simulações e animações.
Servem de apoio em diversas modalidades de
ensino.
19
Oferecimento de problemas a serem
solucionados com a exploração dos
conteúdos do software.
20
A utilização de animações tem grande
vantagem sobre figuras convencionais.
A resolução dos problemas apresentados nos
softwares permitem aos alunos relacionar
fenômenos, fatos e processos na Biologia.
21
Possibilitam o acesso a bancos de imagens e
esquemas animados para descrever processos e
características do ambiente ou de seres vivos,
nos níveis micro e macroscópicos.
22
A preparação inadequada de professores,
tendo em vista que o “Programa Brasileiro de
Informática em Educação” propõe o uso do
computador como modificador da prática
pedagógica.
23
• Professor
sabe utilizar o computador?
• Professor
sabe avaliar um software?
• O tipo de software escolhido vai suprir
suas necessidades?
24
Ex 1: síntese protéica
Ex 2: ciclo do Plasmodiun
25
FELIPPIN, M. Cristina Torres. A construção da escrita e leitura: aplicações de situações de
aprendizagem envolvendo material concreto e softwares educativos em um processo de
alfabetização. Canoas: Universidade luterana do Brasil (Monografia de Especialização em
Informática na Educação), 2004.
GIRAFFA, L.M.M. Informática na Educação: Uma Proposta para promover mudanças.
Curitiba: UFPR. 1993.
GONÇALVES, R de A.; OLIVEIRA,J.S.; RIBAS,M.A.C. A educação na sociedade dos meios
virtuais.Santa maria, C.U.F, 2009.
SOFFA, M.M.; ALCÂNTARA, P.R de C. O Uso Do Software Educativo: Reflexões Da Prática
Docente Na Sala Informatizada. Disponível em: <www.pucpr.Br/eventos/educere/educere
2008 /anais/pdf/335_357.pdf > acesso em 13.06.2010
TAJRA, S. Informática na Educação: Novas Ferramentas Pedagógicas para o Professor da
Atualidade. 3.ed. São Paulo: Érica, 2001
VALENTE, J. A. (s.d.) O uso inteligente do computador na educação. Disponível em:
<http://www.diretoriadeitapevi.com.br/texto2.html> acesso em: 05.06.2010.
26

similar documents