A VÍRGULA - Peer Instruction

Report
A VÍRGULA
Entre as orações.
Marcilene Rodrigues Pereira Bueno
S
COORDENAR
ORAÇÕES COORDENADAS:
verbos e mais verbos!
S Olhou as árvores, não viu as folhagens.
S Apita o árbitro, abrem-se as cortinas,
começa o espetáculo.
S Saia, deixe-me em paz!
S Seu pai esteve aqui, deixou um abraço
para você.
ORAÇÕES COORDENADAS:
verbos e conjunções
ADITIVAS
S Quando a conjunção e e o nem vierem,
várias vezes, repetidos, constituindo
aquilo que, em figura de linguagem,
chama-se polissíndeto:
S Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!
S Ela não era bela, nem elegante, nem
culta.
CONJUNÇÃO “E"
S 1.
Quando as orações ligadas pela conjunção e tiverem os
sujeitos diferentes:
S O menino não se mexeu, e Paulo desejou matá-lo.
S À noite não acabava, e às vezes a miséria se reproduzia.
S 2. Quando se deseja como recurso estilístico, realçar a
oração iniciada pela conjunção e, ocasião em que a
pausa é mais forte:
S Deitara-se cedo, e sonhou.
S Em todo caso repugnava-lhe a idéia de recuar, e foi
andando.
A CONJUNÇÃO “E"
a vírgula para separar
orações coordenadas (aditivas) iniciadas
pela conjunção e com valor
adversativo, ou seja, igual a mas:
S Usa-se
S Tivera a felicidade entre as mãos, e
(mas) a deixara fugir.
QUESTÃO 1
S Assinale a letra que corresponde ao período
de pontuação correta:
S A) Deu uma, última entrevista ocasião, em que
pôde expor melhor suas intenções.
S B) Deu uma última entrevista, ocasião em que
pôde expor melhor suas intenções.
S C) Deu uma última entrevista ocasião em que,
pôde expor melhor, suas intenções.
S D) Deu uma última, entrevista, ocasião em que
pôde, expor melhor suas intenções.
QUESTÃO 2
S Em qual alternativa está correto o uso da
vírgula antes da conjunção “e”:
A) João é querido por todos, e seu
irmão se mostra muito simpático com as
pessoas
com
quem
convive.
B) Beatriz é bonita, e educada.
C) Sorri, e bate palmas, e
cumprimenta a todos ali presentes.
QUESTÃO 3
S Escolha a alternativa que justifica o uso
da vírgula no período abaixo:
O rapaz nem se preocupou em se explicar,
e seu pai também não fez questão de saber.
S A) vários verbos, várias orações.
S B) conjunção “e”com valor adversativo.
S C) orações com sujeitos diferentes.
S D) conjunção repetida várias vezes.
ADVERSATIVAS
S Use
a vírgula para separar as
adversativas: mas, porém, contudo,
todavia, entretanto, senão:
S Tudo isso é simpático, mas tem seus
inconvenientes.
S Sofri
muito,
recompensa.
porém
espero
uma
ALTERNATIVAS
S Use
a vírgula para separar as
alternativas: ou, ou... ou, ora...ora,
já...já, quer...quer, seja... seja:
S Façam mais gols, ou perderemos o
jogo.
S O professor ora brinca, ora fala
sério.
QUESTÃO 4
S O uso da vírgula na frase: Não
tenha pressa, mas não perca
tempo. (José Saramago) está:
S A) Certo.
S B) Errado.
QUESTÃO 5
S O uso da vírgula em “Ou afundar, ou nadar."
(W. Shakespeare) justifica-se por:
S A) separar orações coordenadas aditivas.
S B) separar orações coordenadas adversativas.
S C) separar orações coordenadas conclusivas.
S D) separar orações coordenadas alternativas.
CONCLUSIVAS
S use a vírgula para separar as conclusivas: logo,
pois, portanto, por conseguinte, por consequência, por
isso:
S Sônia estudou bastante, portanto fará uma boa
prova.
S Pois (introduzindo uma conclusão) vem sempre
posposto a um termo da oração a que pertence e,
portanto, isolado por vírgulas: Não obedece à
ordem, é, pois, um rebelde.
EXPLICATIVAS
S use
a vírgula para separar as
explicativas: que, porque, pois,
porquanto: Vamos logo, que o trem
vai partir.
S Não
falemos alto, porque
crianças estão dormindo.
as
QUESTÃO 6
S Na frase "O moço pediu comida,
pois tinha fome.” o uso da vírgula
antes de “pois” está
S A) Certo.
S B) Errado.

similar documents