Slide 1 - Anglo Piracicaba

Report
ÍNDIA.
TAJ MAHAL.
É um mausoléu situado em Agra, cidade indiana, e o
mais conhecido dos monumentos do país. É classificado
pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade e uma
uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo. A obra foi
feita entre 1630 e 1652 com a força de cerca de 20 mil
homens, trazidos de várias cidades do Oriente, para
trabalhar no suntuoso monumento de mármore branco
que o imperador Shah Jahan mandou construir em
memória de sua esposa favorita, Mumtaz Mahal ("A jóia
do palácio"). Ela morreu após dar à luz o 14º filho, tendo
o Taj Mahal sido construído sobre seu túmulo, junto ao
rio Yamuna.
REGIONALIZAÇÃO DA ÁSIA.
ÁSIA
M
E
R
I
D
I
O
N
A
L
ÁSIA DE MONÇÕES.
SUBCONTINENTE
INDIANO.
ÍNDIA
A NATUREZA DA
ÍNDIA.
3.287.590 km² (7.º)
RELEVO: 3 compartimentos distintos:
1) Norte: dobramentos modernos terciários
(Himalaia) – convergência das placas indiana
e euroasiática (terremotos);
2) Sul do Himalaia: planície sedimentar
aluvional (Planície Indogangética) – cultivo
do arroz (“formigueiro humano”);
3) Centro - Sul: escudos cristalinos précambrianos (Planalto do Decã ou Decão e
Gates O e L) – minerais metálicos.
2
2
3
1
DESLOCAMENTO
DA PLACA
INDIANDO
DESDE O INÍCIO
DA ERA
CENOZÓICA.
DELTA DO GANGES.
CLIMA: principais fatores influenciadores:
Altitude: o Himalaia e o Gate Ocidental retém a
maior parte da precipitação decorrente da monção
de verão, além de, basicamente o Himalaia, barrar
a chegada de massas frias do norte para o sul da
Ásia;
 Circulação Atmosférica: as monções (ventos),
no verão circulam do oceano (menor temperatura,
alta pressão ) para o continente (maior
temperatura baixa pressão), implicando
elevadíssima precipitação; no inverno esse
mecanismo se inverte.
DESERTO DE
THAR.
PRECIPITAÇÃO
ANUAL MÉDIA.
INFLUÊNCIA DO RELEVO.
CHUVA OROGRÁFICA NA BASE DO HIMALAIA.
MECANISMO DE FUNCIONAMENTO
DAS MONÇÕES.
TP
TP
TP
TP
TP
TP
MUMBAI: CLIMA TROPICAL COM INFLUÊNCIA
DAS MONÇÕES.
CIRCULAÇÃO GERAL DA ATMOSFERA.
DESERTO DE THAR.
CLIMA:
- MONTANHA
- SUBTROPICAL
ÚMIDO
- TROPICAL
ÚMIDO/SECO
- TROPICAL ÚMIDO
- SEMI-ÁRIDO
- ÁRIDO
ÍNDIA: ENTRE OS PAÍSES DE MAIOR
BIODIVERSIDADE DO MUNDO.
PANDA VERMELHO (NO).
FLOR DE LOTUS: SÍMBOLO NACIONAL.
INDIANO
Na Índia, a imagem da flor está relacionada à criação do universo e a elevação e
expansão espiritual.
A SOCIEDADE
INDIANA.
NAÇÃO EMERGENTE: ELEVEDO
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO,
PÍFIO DESENVOLVIMENTO SOCIAL:
- PIB (base PPC) Estimativa de 2007
- Total US$ 2,965 trilhões (4.º)
- Per capita US$ 2.972 (113º)
- Gini (2004) 36,8 – médio
- IDH (2007) 0,612 (134.º) – médio
- Expectativa de vida 64,7 anos (139.º)
- Mortalidade infantil 55,0/00 (143º )
- Alfabetização 61,0% (147.º)
ENORME COMPLEXIDADE SOCIAL:
- Língua oficial Hindi, inglês e mais 21 línguas
nacionais e ainda mais 23 locais, regionais e tribais.
Assamês — língua oficial de Assam.
Bengali — língua oficial de Tripura e Bengala Ocidental.
Bodo — língua oficial de Assam.
Canará — língua oficial de Karnataka.
Caxemira — língua oficial de Jammu e Caxemira.
Concani — língua oficial de Goa.
Dogri — língua oficial de Jammu e Caxemira.
Guzerate — língua oficial de Dadrá e Nagar-Aveli, Damão e Diu e Guzerate.
Híndi — língua oficial de Arunachal Pradesh, Ilhas Andamão e Nicobar, Bihar, Chandigarh, Chhattisgarh, Deli, Haryana,
Himachal Pradesh, Jharkhand, Madhya Pradesh, Rajastão, Uttar Pradesh and Uttaranchal.
Maithili — língua oficial de Bihar.
Malaiala — língua oficial de Kerala e das Laquedivas.
Manipuri ou Meithei — língua oficial de Manipur.
Marata — língua oficial de Maharashtra.
Nepali — língua oficial de Siquim.
Oriá — língua oficial de Orissa.
Panjabi — língua oficial do Panjabe, segunda língua oficial de Deli e Haryana.
Sânscrito — língua do hinduísmo, obrigatória em muitas escolas.
Santali
Sindi
Tâmil — língua oficial de Tâmil Nadu e Pondicherry.
Télugo — língua oficial de Andhra Pradesh.
Urdu — língua oficial de Jammu e Caxemira, alguns distritos em Andhra Pradesh, Deli e Uttar Pradesh.
- Diversidade Religiosa: origem de
movimentos separatistas (Caxemira –
N; Punjab – NO)
• Hinduísmo: 80.5%
• Islamismo: 13.4%
• Christian 2.3%
• Sikhs: 1.8%
• Budistas: 0.8%
PRINCIPAIS RELIGIÕES DO MUNDO.
HINDUÍSMO.
Constitui uma religião que se originou no
subcontinente indiano. Num sentido mais
abrangente, o hinduísmo engloba o
bramanismo, a crença na "Alma Universal",
(imagem ao lado); num sentido mais
específico, o termo se refere ao mundo
cultural e religioso, ordenado por castas,
da Índia pós-budista. As pessoas possuem
um espírito, que é uma força perene e
indestrutível. A trajetória desse espírito
depende das nossas ações - Lei do Carma.
Enquanto não atingimos a libertação final, passamos
continuamente por mortes e renascimentos. Este ciclo é
denominado Roda de Samsara, da qual só saímos após
atingirmos a Iluminação
AS CASTAS:
Define-se casta como grupo social hereditário, no qual a
condição do indivíduo passa de pai para filho. O grupo é
endógamo, isto é, cada integrante só pode casar-se com
pessoas do seu próprio grupo. A Constituição Indiana rejeita
a discriminação com base na casta. Barreiras de casta
deixaram de existir nas grandes cidades, mas persistem
principalmente na zona rural do país. Originalmente, as
castas eram apenas quatro:
• Brahmas: (sacerdotes e letrados) - nasceram da cabeça de
Brahma);
• Xátrias: (guerreiros) - nasceram dos braços de Brahma;
• Vaixias (comerciantes) - nasceram das pernas de Brahma);
• Sudras (servos: camponeses, artesãos e operários) nasceram dos pés de Brahma.
PÁRIAS OU DÁLITS:
Vivem em moradias miseráveis, fora
dos vilarejos, como gentes excluída e
desprezada. Sofrem humilhação,
zombaria, rejeição, privação, estupro,
tortura e por vezes morte cruel por
parte dos não-dalits. Para a sociedade,
os sem castas, não tinham que ter
nascido, pois eles não nasceram nem
dos pés do deus brama, e até tocar
neles é trazer maldição a si. A
discriminação de casta é proibida pela
constituição, mas a cultura e tradição
do País é muito importante. Existe uma
estimativa de 6.400 castas.
Representação das quatro
principais castas do
hinduísmo em torno do deus
Ganesha.
Ganesha é considerado o mestre
do intelecto e da sabedoria. Ele é
representado como uma
divindade amarela ou vermelha,
com uma grande barriga, quatro
braços e a cabeça de elefante
com uma única presa, montado
em um rato.
ISLAMISMO: A QUESTÃO DA CAXEMIRA.
O conflito na Caxemira se refere à disputa territorial entre a Índia e o
Paquistão (e entre a Índia e a China), pela Caxemira, a região montanhosa
localizada ao extremo noroeste do subcontinente indiano. Índia e
Paquistão são ex-colônias britânicas. Em 1947 conseguiram
independência. Os ingleses repartiram a região de acordo com a religião
das maiorias. Assim surgiu a Índia, de maioria hindu, e o Paquistão, de
maioria muçulmana. O controle sobre a região da Caxemira foi causa de
duas das três guerras (1948-1949, 1965 e 1971) já travadas entre Índia e
Paquistão desde 1947 -ano em que ambos os países se tornaram
independentes do Reino Unido. Grande parte da população da região é
muçulmana e quer a anexação ao Paquistão, que a Índia nega. O
Paquistão reivindica o controle total da Caxemira sob o argumento de
que lá vive uma população de maioria islâmica -a mesma do país . A
rivalidade levou a uma corrida armamentista que culminou com a entrada
de Índia e Paquistão, em 1998, no clube dos países detentores de armas
nucleares.
A INDEPENDÊNCIA INDIANA:
A Segunda Guerra Mundial, porém, enfraqueceu ainda mais a
Inglaterra, de modo que, ao fim do conflito, não consegui mais
manter o domínio sobre a Índia. Em 15 de agosto de 1947, a
independência da Índia foi concedida. O país, porém, ainda
enfrentava forte tensão entre os grupos religiosos rivais e se
fragmentou em dois, a Índia propriamente dita e o Paquistão,
sendo que este estava geograficamente dividido em Oriental e
Ocidental, com um enclave indiano entre ambos. Portanto, a
violência religiosa e a disputa por terras prevaleciam. Gandhi que
pregava a paz e a união de hindus e muçulmanos foi assassinado
em 1948 por um radical hindu. No mesmo ano, a ilha do Ceilão, a
sudeste do subcontinente indiano, tornou-se um Estado
independente, com o nome de Sri Lanka. Do mesmo modo, o
Paquistão oriental formaria um novo país, Bangladesh, em 1971.
Gandhi e Chaplin.
Gandhi pregava a
resistência à dominação e
a luta contra os britânicos
por meio da não-violência e
da desobediência civil,
métodos que já havia
empregado contra o
Apartheid, na África do Sul,
onde vivera.
A ação de Gandhi consistia em desobedecer as leis inglesas sem se
importar em sofrer as conseqüências do ato, em boicotar os produtos
ingleses, em fazer greves de fome para que hindus e muçulmanos
deixassem de lado as divergências religiosas e se unissem em favor da
causa comum: a independência. Sua figura acabou por conquistar
admiradores no mundo todo, inclusive na Inglaterra e o gandhismo inspira
até hoje os movimentos pacifistas.
Manifestantes fazem protesto contra domínio da
Caxemira.
http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1319043-7823MANIFESTANTES+FAZEM+PROTESTO+CONTRA+DOMINIO+DA+CAXEMIR
A,00.html
SIKHS: A QUESTÃO DO PUNJAB.
Religião monoteísta fundada em fins do século XV no Punjab
(região atualmente dividida entre o Paquistão e a Índia).
Habitualmente retratado como o resultado de um sincretismo
entre elementos do hinduísmo e do misticismo do islão. O
sikhismo coloca ênfase em três deveres, descritos como os
Três Pilares do sikhismo:
- Manter Deus presente na mente em todos os momentos;
- Alcançar o sustento através da prática de trabalho honesto;
-Partilhar os frutos do trabalho com aqueles que necessitam.
No Punjab, região noroeste do território indiano ocorre um
movimento separatista sikh, sufocado pela índia.
PUNJAB.
O Punjab tem uma das
melhores infraestruturas da Índia,
com estradas,
ferrovias, transportes
aéreos e fluviais
formando extensos
elos de ligação por
toda a região.
Filha de Jawaharlal Nehru, foi a primeira mulher a
ocupar o cargo de chefe do governo indiano. Tinha o
sobrenome do marido Feroze Gandhi. Brilhante
política, estrategista e pensadora, possuía grande
ambição política. Como mulher e ocupando a mais
alta posição do governo numa sociedade, na época,
ainda bastante patriarcal, esperava-se que Indira
fosse uma líder de pouca relevância, mas as suas
ações provaram o contrário. Em junho de 1984
Gandhi ordenou uma Operação Estrela Azul, assalto
militar ao santuário sagrado em Amritsar intitulado
Templo de Ouro, templo mais importante de prece
para os Sikh, que fora ocupado por Sant Jarnail
Singh e seus partidários e militantes e transformado
em esconderijo secreto de armas. Gandhi deu ordem
ao Exército para irromper pelo santuário e os
ocupantes recusaram-se a sair. Na luta que se seguiu
houve 83 soldados e 493 ocupantes mortos, incluindo
os líderes, além de numerosos feridos.
A primeira-ministra indiana Indira Gandhi foi assassinada a tiros na manhã
de ontem em Nova Déli, diante da residência governamental, por dois
membros de sua própria guarda de segurança. Os assassinos pertenciam
à seita sikh e foram mortos por outros agentes do governo. O atentado
ocorreu quando a premiê, de 66 anos, saía de casa e se dirigia ao jardim
situado em frente, numa rua fechada ao tráfego. Oito horas depois, seu
filho Rajiv Gandhi assumiu a chefia do governo. O atentado causou
comoção no país e eclodiram conflitos violentos entre a maioria hindu e
membros da minoria sikh. Um dos guardas sikh disparou o revólver a
queima-roupa e "ela tropeçou e caiu", disse Sharda Prasad, secretário de
imprensa de Indira. O segundo guarda descarregou sua submetralhadora
no corpo da primeira-ministra. Um outro extremista disfarçado, foi preso
no local. Mais tarde um telefonema anônimo para a AP assumia o atentado
como vingança da seita sikh contra a invasão de seu Templo Dourado em
Amritsar por tropas governamentais em junho passado. Na ocasião
morreram mais de 800 sikhs, inclusive seu líder máximo, Singh
Bhindranwale e 100 soldados.
Folha de S. Paulo, quinta-feira, 1º de novembro de 1984.
Templo Dourado em Amritsar.
Rajiv Gandhi foi primeiro-ministro Índia
entre 1984 e 1989 e líder do Partido do
Congresso Nacional Indiano. Filho mais
velho de Indira Gandhi, a quem
sucedeu no governo indiano após seu
assassinato por seus guarda-costas
sikhs. Rajiv, por sua vez, tal como a
mãe, foi assassinado, só que por
extremistas tamils, durante a campanha
eleitoral de 1991 no estado de Tamil
Nadu. Rajiv, antes de entrar na política,
era piloto de aviões comerciais. Era
casado com a italiana Sonia Gandhi,
que o sucedeu como líder do Partido do
Congresso da Índia, com quem teve
dois filhos.
TAMIL NADU
É um dos 28 estados da
Índia. Durante mais de
2500 anos, a região tem
sido o lar da civilização
tâmil. É a terra natal dos
tâmiles indianos e da sua
língua milenar clássica, o
tâmil.
Rajiv Gandhi Assasination Case.
Cabeça da terrorista dos Tigres do Tâmil (menina-bomba) que, num ataque
suicida, assassinou Rajiv gandhi.
http://www.youtube.com/verify_age?next_url=http%3A//www.youtube.com
/watch%3Fv%3DOXHKJdVrAPQ
Os Tigres de Liberação do Tamil Eelam, comumente
conhecidos como LTTE (abreviação do nome em inglês,
Liberation Tigers of Tamil Eelam) ou Tigres Tâmeis,
constituem uma organização política armada que
pretende, através de uma violenta campanha
secessionista, a autodeterminação do povo tâmil
mediante a criação, no nordeste da ilha do Sri Lanka, de
um Estado independente denominado Tamil Eelam. A
campanha deu origem à Guerra Civil do Sri Lanka, um
dos mais longos conflitos armados da história recente
da Ásia.
Mapa do Sri Lanka
mostrando o território
reclamado pelos Tigres
Tâmeis como o Tamil Eelam
(verde), e território
controlado de fato na
ocasião do início da
ofensiva do norte do
Exército do Sri Lanka de
2008-2009 (amarelo).
Durante a ofensiva final do
exército, no entanto, todo o
território foi capturado pelas
forças armadas do país.
India Driving.
http://www.youtube.com/watch?v=RjrEQaG5jPM
DADOS DEMOGRÁFICOS:
Population:
1,180,166,000 (2010 est)
Growth rate:
1.548% (2009 est)
Birth rate:
22.22 births/1,000 population
(2009 est)
Death rate:
6.4 deaths/1,000 population
(2009 est)
Life expectancy:
69.89 years (2009 est)
–male:
67.46 years (2009 est)
–female:
72.61 years (2009 est)
Fertility rate:
2.72 children
born/woman
Infant mortality rate:
31
CRESCIMENTO POPULACIONAL.
FAIXAS ETÁRIAS:
- 15 anos: 31.2% (mulheres 163,932,475; homens
173,634,432)
- 15 a 64 anos: 63.9% (mulheres 333,283,590;
homens 356,932,082)
- 65 anos: 4% (mulheres 25,939,784; homens
26,542,025) ( 2010)
TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL: 65 mortes/1.000
nascimentos (2010)
EXPECTATIVA DE VIDA AO NASCER:
Total: 64,35 anos ; homens: 63,57 anos ; mulheres:
65,16 anos (2005)
TAXA DE ALFABETIZAÇÃO: a partir dos 15
anos sabem ler e escrever (2009) – 80%
TAXA DE FERTILIDADE: 2,78
nascimentos/mulher (2009)
COLHEITA DO MILHETE.
Rural Population: 72.2%, male: 381,668,992, female: 360,948,755
A ECONOMIA
INDIANA.
ESTATÍSTICAS.
PIB
$1.250 trillion (nominal: 11th;
2009)
$3.526 trillion (PPP: 4th; 2009)
PIB CRESCIMENTO
7.4% (2009/2010)
$1,031 (nominal: 139th; 2009)
RENDA PER CAPITA
$2,941 (PPP: 128th; 2009)
PIB /SETOR
agriculture (17.5%), industry
(20%), services (62.5%) (2009 )
POPULAÇÃO ABAIXO DA
LINHA DA POBREZA
42% (456 million live below
$1.25 per day) (2010 est.)[4]
GINI
FORÇA DE TRABALHO
36.8
467 million (2º ; 2009)
PEA/SETOR
agriculture (52%), industry
(14%), services (34%) (2003)
DESEMPREGO
10.7% (2010 est.)
PRINCIPAIS INDÚSTRIAS
telecommunications, textiles,
chemicals, food processing,
steel, transportation
equipment, cement, mining,
petroleum, machinery,
information technology
EXPORTAÇÃO
$176.5 billion (18th; 2009)
PRINCIPAIS PRODUTOS
EXPORTADOS
software, petroleum
products, textile goods,
gems and jewelry,
engineering goods,
chemicals, leather
manufactures
PRINCIPAIS PARCEIROS
US 12.3%, UAE 9.4%, China
9.3% (2008)
IMPORTAÇÃO
$287.5 billion (15th; 2009)
A Índia (BRIC) registrou forte crescimento econômico após
1991, quando seu governo abandonou políticas socialistas e
deu início a um processo de liberalização da economia, que
envolveu o incentivo ao investimento estrangeiro, a redução de
barreiras tarifárias à importação, a modernização do setor
financeiro e ajustes nas políticas fiscal e monetária. Como
resultados, colheu uma inflação mais baixa, crescimento
econômico mais elevado (média de 5 por cento anual) e redução
do déficit comercial. Nos últimos anos, a Índia tornou-se um
importante centro de serviços relacionados com tecnologias de
informação. É o principal beneficiário do outsourcing de
serviços. O desenvolvimento econômico indiano é freado,
porém, por uma infraestrutura insuficiente, uma burocracia
pesada, altas taxas de juros e uma "dívida social" elevada
(pobreza rural, importante analfabetismo residual, sistema de
castas, corrupção, clientelismo etc.).
Índice da Percepção da Corrupção – 2007.
EVOLUÇÃO DA RENDA PER CAPITA DE ALGUNS PAÍSES
ASIÁTICOS.
Bombaim (Mumbai) é a capital comercial e do entretenimento da Índia e
abriga instituições financeiras importantes, como o Reserve Bank of India
(o banco central indiano), a Bombay Stock Exchange (uma das bolsas de
valores da cidade) e a National Stock Exchange of India (outra importante
bolsa de valores), bem como a matriz de diversas empresas indianas. A
cidade atrai migrantes de todo o país, devido às grandes oportunidades
comerciais e ao nível de vida relativamente alto. Tornou-se, com isto, uma
mistura de várias comunidades e culturas. Encontra-se em Bombaim a
chamada Bollywood, a indústria indiana de cinema e televisão.
Bollywood é o nome dado à indústria de cinema de língua hindi,
a maior indústria de cinema indiana, em termos de lucros e
popularidade a nível nacional e internacional. O nome
Bollywood surge da fusão de Bombaim (antigo nome de
Mumbai, cidade onde se concentra esta indústria), e de
Hollywood (nome dado à indústria cinematográfica americana).
Contudo este nome é usado por vezes para designar todo
cinema indiano o que se trata de uma utilização incorreta.
Halo Bollywood Movie Trailer.
http://www.youtube.com/watch?v=_4DHllroiqM
Comédia MTV - Dr. Bollywood.
http://www.youtube.com/watch?v=CHyJuCAa9m8
BANGALORE: PRINCIPAL
TECNOPOLO INDIANO.
Bangalore é a capital e a maior cidade do estado de Karnataka,
na Índia. Situa-se a 914 m de altitude e tem cerca de 6 milhões
de habitantes. É o centro da indústria de alta tecnologia da Índia
(tecnopolo) . É uma zona turística devido ao seu clima
temperado. Embora haja referências históricas a uma
assentamento naquele local desde o século IX, a história escrita
da cidade começa em 1537. É a capital tecnológica da Índia,
onde se situam mais de 1500 empresas e instituições de
pesquisa científica e tecnológica.
Algumas das Empresas da Cidade da Tecnologia (Bangalore).
3M India
Bharat Heavy Electricals Limited
Biocon
CGI Group
Fanuc India
General Electric
GE Fanuc Systems
HCL Technologies
Hewlett-Packard
Hinduja Global Solutions Limited
Infosys Technologies Limited
Mahindra Satyam
Patni Computer Systems
Siemens Information Systems Limited
STPI
Tata Consultancy Services
Timken India Limited
Principais Regiões Industriais. Destaques para a
Siderurgia, Automobilística, Petroquímica e Têxtil.
Nano da Tata (US$ 2.500). A empresa é um dos maiores
grupos industriais da Índia.
A Índia possui uma poderosa indústria armamentista, como a
associação entre a Sukhoi (Rússia) e a Hindustan Aeronautics, que
permitiu a fabricação do caça-bombardeiro Su-30 MKI. Além disso,
detém tecnologia nuclear.
Convivência da agricultura de subsistência e o
agronegócio.
Produção de Subsistência.

similar documents