PPT

Report
Luciano Garcia
•
Eucariontes
•
•
•
Formado por protozoários, fungos,
plantas e animais.
Possuem carioteca.
Protista
•
•
•
•
•
Primeiro de todos.
Protozoários e algas.
Protozoário: unicelular, eucarioto e
heterotrófico.
ampla dispersão em ambientes úmidos
e aquáticos.
com espécies de vida livre e outras
parasitárias.
•
•
•
Teoria da Endossimbiose
•
Uma célula procariótica engloba uma bactéria aeróbica que deu origem
a mitocôndria.
•
Outro evento de simbiose onde uma célula EUCARIONTE engloba uma
cianobactéria, dando origem ao cloroplasto.
•
Esses eventos são chamados de primários.
Ambos tem 2 membranas!!!!
Tanto o cloroplasto como a mitocôndria possuem DNA próprio!
•
Endossimbiose primária:
•
Heterotróficos: Animais, fungos,
foraminíferos, radiolários,
heliozoários, radiolários e
ameboides.
•
Autotróficos: plantas, algas
verdes e algas vermelhas.
•
•
•
Teoria da Endossimbiose
•
As células que englobaram apenas a bactéria aeróbica deram origem a
fungos, animais e alguns protistas enquanto que as células que
englobaram também a cianobactéria deram origem a algas e plantas.
•
Organismos que sofreram endossimbiose com bactérias aeróbicas só
sofreram endossimbiose primária.
•
Organismos com endossimbiose com cianobactérias podem ter
recebido seu cloroplasto de várias maneiras diferentes (endossimbiose
secundária).
Endossimbiose secundária: quando o organismo absorvido não é uma
cianobactéria, mas sim uma célula eucariótica que já havia sofrido
endossimbiose.
Evidência: cloroplasto tem 4 membranas!
•
Endossimbiose secundária:
•
Alga Verde: Cinetoplastídeos
(heterotróficos), Euglenóides
(autotróficos)
•
Alga Vermelha: Algas pardas
(autotróficos), Diatomáceas
(autotróficos), Ciliados
(heterotróficos), Dinoflagelados
(heterotróficos), Apicomplexos
(heterotróficos).
•
Os organismos heterotróficos
no geral perderam o
cloroplasto no curso da
evolução.
•
Classificação
A classificação dos protozoários era dada de acordo com a forma de
locomoção dos organismos.
•
Filo Sarcodina → locomoção caracterizada pela emissão de
pseudópodes (Entamoeba histolítica);
•
Filo Mastigophora → deslocamento por propulsão flagelar
(Trypanosoma cruzi e Trichonympha);
•
Filo Ciliophora → movimentação mantida por curtas e numerosas
estruturas ciliares (Paramecium);
•
Filo Sporozoa → não possui apêndices locomotores, sua dispersão é
realizada através de esporos (Plasmodium vivax, causador da malária).
•
Atualmente:
•
Diplomonadidos e Parabasálios: endossimbiose primária
Suas mitocôndrias foram transformadsa em mitossomsos e
hidrogenossomos respectivamente.
(Giardia intestinalis e Trichomonas vaginalis)
•
Atualmente:
•
Amebozoários (Amebozoa): endossimbiose primária
Mixomicetos e amebas; se locomovem por pseudópodes.
•
Atualmente:
•
Foraminíferos, radiolários e heliozoários (Foraminifera, Radiozoa e
Heliozoa): endossimbiose primária
São em geral, de ambiente aquático e não causam doenças, fazem parte
do zooplâncton e também emitem pseudópodes.
•
Atualmente:
•
Cinetoplastídeos: endossimbiose secundária
Perderam o cloroplasto no curso da evolução, se locomovem por
flagelos, possuem uma única mitocôndria gigante na base do flagelo
onde se encontra o cinetoplasto (DNA).
(Trypanossoma e Leishmania)
•
Atualmente:
•
Ciliados: endossimbiose secundária
Possuem cílios e em geral são de vida livre, ocorrem em ambientes
úmidos. É o grupo mais diverso dentro dos protozoários.
(Paramecium)
•
Atualmente:
•
Apicomplexos: endossimbiose secundária
Em geral parasitas.
(Plamodium sp.)
•
Fases do ciclo de vida
Trofozoíto: É a forma ativa do protozoário, na qual ele se alimenta e se reproduz,
por diferentes processos.
Cisto: É a forma de resistência ou inativa. O protozoário secreta uma parede
resistente (parede cística) que o protegerá quando estiver em meio impróprio ou
em fase de latência. Frequentemente há divisão nuclear interna durante a
formação do cisto.
Gameta: É a forma sexuada, que aparece em algumas espécies. O gameta
masculino é o microgameta, e o feminino é o macrogameta.
•
Reprodução
Assexuada:
divisão
binária,
brotamento ou esquizogonia.
•
Reprodução
Sexuada: conjugação e singamia.

similar documents