Baixar - Enfermagem Unip

Report
Aula 5- Avaliação inicial da cena
e avaliação da vítima
Profa. Dra. Thalyta C. A. Teixeira
Epidemiologia
• Segundo as estatísticas, em um dia médio,
170.000 homens, mulheres e crianças sofrem
traumatismos, e aproximadamente 400
morrem como resultados de suas lesões.
Definição
• Politraumatizado: e um termo utilizado para
assinalar, numa vítima, a presença de mais do
que um traumatismo de maior ou menor
gravidade.
• Tipos de traumatismo: há pequenos e grandes
traumatismos, traumatismos externos e
internos, abertos e fechados, do esqueleto, dos
vasos sanguíneos, do sistema nervoso, etc.
Definição
• Para Tashiro e Murayama(2001), “ a vítima do
trauma é considerada parcialmente grave, pois
seu estado poderá se deteriorar rapidamente
atingindo varias partes do organismo e colocando
o individuo em risco de vida”.
• O atendimento ao paciente de politraumas tem
como principal objetivo a diminuição e, se
possível, a abolição de sequelas do trauma
evitando assim as complicações que levam ao
óbito.
Avaliação da cena
AVALIAÇÃO INICIAL
• A avaliação inicial consiste em verificar que
tipo de problema houve, ou seja, se foi um
problema provocado por um acidente
(Trauma) ou um problema de saúde (Clínico).
PACIENTE DE TRAUMA
• Neste caso deve ser verificado o que deu origem
ao ocorrido e iniciar o exame da vítima (histórico
do ocorrido e exame físico visual da vítima).
• Após isto então o Socorrista deverá avaliar o
mecanismo da lesão, verificando o que realmente
ocorreu, principalmente através:
• de relacionar a vítima ao acidente
• de relato de testemunhas
VÍTIMA DE TRAUMA
1. Os critérios seqüenciais das vias aéreas;
2. Atenção à coluna cervical;
3.Verificação dos sinais sugestivos de
comprometimento da respiração e ventilação;
4.Circulação e controle de hemorragias;
5.Exposição completa do paciente;
6.Atenção à família do politraumatizado.
Manobra Jaw-trust
VÍTIMA DE TRAUMA
• Aspectos importantes da avaliação da vítima:
Exame rápido da cabeça aos pés, a fim de verificar os
problemas mais graves que a vítima possa ter.
Consiste no exame da vítima, feito da cabeça aos pés,
procurando por problemas graves que podem colocar a
vítima em risco de vida.
A imobilização da cabeça deverá ser feita o tempo todo
manualmente.
VÍTIMA DE TRAUMA
• Avaliação
da
vítima:
a) Examine o tórax da vítima, observe a respiração
(movimentos
e
expansão
do
tórax).
b) Examine o tórax procurando ferimentos, segmentos
soltos, deformidades ou qualquer anormalidade.
• c) Apalpe o abdome, procurando por áreas mais
enrijecidas, com hematomas, ferimentos e deformidade.
d) Examine a bacia, verificando se existe dor, crepitação ou
rangido.
VÍTIMA DE TRAUMA
• Avaliação
da
vítima
e) Examine os membros superiores procurando por
ferimentos,
deformidades
e
por
fraturas.
f) Verifique pulso distal e perfusão capilar.
g) Examine os membros superiores procurando por
ferimentos
deformidades
e
por
fraturas.
h) Verifique pulso distal e perfusão capilar.
i) Se a vítima estiver consciente verifique sensibilidade e
resposta motora.
• Monitore SSVV
Vítima de trauma
• O socorrista que atende ao politraumatizado deve ser previamente
capacitado e estar atento para os sinais clínicos de lesão de coluna.
• A vítima só deve ser retirada do local se houver riscos.
• Necessário fazer contato do SAMU.
• Deve ser realizado o controle de hemorragias.
• Deve ser realizado imobilizações s/n.
• Em caso de paciente não responder avaliar possível PCR e iniciar
RCP.
Complicações
• Choque hipovolêmico: hemorragia externa ou
interna (fratura de bacia)
• Parada Cardiorrespiratória
Referências bibliográficas
• GANANIAN, J. Vida Prática: Manual de Primeiros Socorros.
Disponível
em:
<http://www.clicfilhos.com.br/site/display_materia.jsp?titu
lo=Manual+de+primeiros+socorros#convulsões>
Acesso
em: 16/10/2006.
• Disponível
em:<http://www.advir.com.br/desbravadores/material_pri
meirossocorros.asp> Acesso em: 16/10/2006.
• Primeiros socorros Origem: Wikipédia. Disponível em:
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeiros_socorros#Convuls.
C3.A3oAc>esso em 16/10/2006.
• Disponível
em:
<http://www.polmil.sp.gov.br/unidades/cprv/socorros.asp#
Convulsoe>sAcesso em 16/10/2006.
• Disponível
em:
<http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?95>Acesso
em 16/10/2006.

similar documents