slides_educ_esp - COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Report
TGD
(Autismo, Rett, Asperger, TID,
Altas
Habilidades/Superdotação
TDI)
Deficiência
Deficiência
Física
Sensorial( visual, auditiva e
surdocegueira)
Deficiência
Intelectual
 Faixa
Etária: 6 a 16 anos(completos ou a
completar até o dia 31/03/2011)
 Diagnóstico:
1-Laudo ou relatório
conclusivo expedido por profissional
habilitado
2-Lançamento no SGE até
18/10 (dados do ano passado)
 Classe
Comum – Constituída por
estudantes com ou sem deficiência e/ou
transtorno
 Integração Inversa – Classe comum para
estudantes
com
deficiência
e/ou
transtorno (modulação específica –
permanência por até 3 anos)
 Classe
Especial
–
Exclusiva
para
estudantes
com
deficiência
e/ou
transtorno (Redução gradativa)
 Turma
de EJA Interventivo – Exclusiva
para estudantes a partir de 15 anos, com
deficiências intelectual e múltipla e TGD
 Unidade
Especial – Classe constituída
apenas por estudantes com deficiência
auditiva e surdocegueira
 Classe
de Educação Bilíngüe – Formada
por estudantes ouvintes e estudantes
com deficiência auditiva
 Condicionado
à existência de vaga no
ano/série e
serviço especializado na
Instituição pretendida
 Preenchimento
mês de outubro
de ficha específica, no
 Telematrícula
- Inscrições antecedem as
demais etapas e modalidades de ensino
 Triagem
 Inscrição
Posterior ao Telematrícula
Especial
Impossibilidade
de
adequações na modulação da turma
 Período
a ser definido( 25 a 30/10)Após inscrição no Telematrícula
 Documentos
obrigatórios : Diagnóstico
conclusivo, validado por profissional
habilitado
 Responsáveis
pela triagem – Núcleo de
Monitoramento Pedagógico/DRE, com
apoio das EEAA
 Não
poderão ser agrupados estudantes
com
Distúrbio
de
Processamento
Auditivo Central (DPAC) e estudantes
com Transtorno de Déficit de Atenção
com Hiperatividade (TDAH), devidamente
diagnosticados
 NPM-
Captação de ANEE - Previsão do
atendimento para o próximo ano letivo
aos alunos com deficiência e/ou
transtornos, matriculados na rede
 Reagrupamento
de
estudantes
em
classes especiais para redução gradativa
das turmas
 DRE/NPC
– Otimizar agrupamento para
inclusão dos estudantes (distribuição
do1° aluno em cada turma, evitando
agrupamento indiscriminado na mesma
turma)
 DRE/SUBEB/DSE
– Formação de turmas
de integração inversa
(observar número de turmas 2011/
necessidade de autorização da DEE)
 Remanejamento
de alunos maiores de 15
anos, em classes especiais, da EC para
CEF ( respeitar diferença de 4 anos)

Classes especiais de DI – máximo
01aluno com DMU
 TGD
– não será permitido agrupamento
com estudantes que apresentem quadros
psicóticos ou transtornos mentais
 DRE/NPM/EEAA
de caso
– Após criterioso estudo
 Exclusiva
para
estudantes
com
deficiência e TGD, após indicação da
necessidade de apoio
 Classes
Especiais – 01 estudante com
deficiência múltipla, após indicação
 Deficiência
indicação
Física
–
Prioridade,
após



01/08/2011 –
turmas/2011
Mapeamento
das
classes
e
Agosto – Agendar com Equipes EEAA atendimentos, estudo de casos, avaliações
psicopedagógicas ( Prioridade – 4ª série)
Setembro – Informação sobre abertura de
turmas/Previsão de atendimento 2012
Apresentação/Discussão de Casos
Omissos com a DEE (hipótese diagnóstica ??)

07/10/2011 –
Matrícula 2012
Publicação
da
Estratégia

Outubro – Lançamento de alunos
(18/10/2011)/Devolutivas às famílias
no
de
SGE

similar documents