Document

Report
Assunto:
PAINEL 3 - Interrelacionamento entre Auditoria, Controles Internos, Gestão
de Riscos e Compliance
Diretor Clairton Belem da Silva
Diretoria de Planejamento e Controles Internos
24/06/2013
Sumário
• A Celesc
• Entendimento
• Considerações Finais
2
Histórico e estrutura societária
3
Plano Diretor
O Estatuto Social da Celesc Holding aprovou a elaboração de um
Plano Diretor de longo prazo para a Companhia
> Celesc Holding comunica aos
acionistas e ao mercado a
contratação da consultoria
especializada, Roland Berger
Strategy Consultants, para
elaboração de seu Plano Diretor de
longo prazo, com horizonte 2030
> Estatuto Social da Celesc
Holding, aprovado pela
Assembléia Geral de
Acionistas, exige a
elaboração de um Plano
Diretor da Companhia
18/01/2012
31/01/2012
08/08/2012
> Diretoria Executiva dá
início aos trabalhos
para a elaboração e
implementação do
Plano Diretor
> Diretoria Executiva
reúne-se para firmar a
proposta do Plano
Diretor a ser submetida
ao Conselho de
Administração
20/11/2012
> Ao longo de mais de 12
semanas a equipe de
consultores trabalhou de perto
e com forte envolvimento da
organização no apoio à
Diretoria Executiva na
construção da proposta do
Plano Diretor Celesc 2030
22/11/2012
> Conselho de
Administração da
Companhia aprova o
Plano Diretor Celesc 2030
4
Plano Diretor - CELESC 2030
Encadeamento global do CELESC 2030
CELESC 2030
PLANEJAMENTO
ESTRATÉGICO
PLANO DE
NEGÓCIOS 13-17
> Aspirações dos
principais
stakeholders
> Mapa e
objetivos
estratégicos
> Metas e
balizadores
estratégicos de
longo prazo
> Iniciativas
estratégicas de
curto e médio
prazo
> Modelo
financeiro de
acompanhamento
> Projeções
financeiras
2013-2017
DESDOBRAMENTO
> Contrato de
Gestão
> Contrato de
Resultados
ORÇAMENTO E
ACOMPANHAMENTO
> Caderno de orçamento
com base no modelo
financeiro e metas
estabelecidas
> Elaboração do mapa
mensal de
acompanhamento
Gestão Estratégica de Riscos e Controles internos
5
Encadeamento global do CELESC 2030
Plano Diretor
Planejamento Estratégico
Indicador Global de Risco
Política
Gestão Estratégica de
Riscos e Controles
Internos
Processos
Operacional
• Diretrizes
• Responsabilidades
• Gestão Estratégica do Riscos
• Controles Internos
• Instruções Normativas
• Planos de Ações
6
Entendimento
Gestão de Riscos
Controles Internos
Auditoria Interna
O que é
> Monitora os riscos do
negócio da organização
> Avalia potenciais impactos
tangíveis ou intangíveis na
organização
O que é
> Controla os processos
internos da organização
> Avalia necessidades dos
processos para garantir
pleno funcionamento
O que é
> Garante efetividade de Gestão
de Riscos e Controles Internos
> Avalia dados reportados pelas
áreas sobre seus riscos e
processos
Como é realizado
> Riscos são identificados e
monitoramento e reporte são
implementados
Como é realizado
> Processos são mapeados e
pontos de controle são
identificados
Como é realizado
> Verifica amostralmente
dados e documentos
fornecidos pelas áreas
EXEMPLO
Risco de Comercialização de Energia
Impactos na organização
> Identificação, monitoramento e
reporte do fator de risco: dificuldade
na previsão hidrológica do sistema
Nível de conformidade do
processo
> Controle sobre o processo de
projeção dos custos totais pelo
despacho de térmicas
Verificação de resultados
> Comprova monitoramento do
fator e nível de conformidade
do processo reportados
7
Considerações Finais
• As definições de Gestão de Riscos e
Controles Internos devem ser claramente
distinguidas, assim como o papel de
Auditoria Interna.
• A Gestão Estratégica de Riscos, Controles
Internos e Auditoria Interna da companhia
devem estar alinhados aos objetivos
estratégicos da empresa.
• O maior desafio é fazer que a Gestão
Estratégica de Riscos, Controles Internos e
Auditoria Interna sejam ferramentas de
gestão e não apenas obrigações.
8
20130110 Apresentação CELESC 2030 - DPL.pptx
9

similar documents