TIPOS DE LÂMPADAS-3

Report
1. LÂMPADAS INCANDESCENTES
 Características Construtivas: Constam basicamente de
um filamento de tungstênio espiralado uma, duas, ou
três vezes, que é levado a incandescência pela
passagem da corrente elétrica ( efeito joule ). Sua
oxidação é evitada pela presença de gás inerte (
nitrogênio ou argônio ) ou vácuo dentro do bulbo que
contém o filamento. O acabamento do bulbo pode ser
argenta ou claro., fabricados para 127/220 V.
Vida Útil: Aproximadamente 1000 horas.
IRC: 100
Potências Fabricadas: 15 a 200 W.
Eficiência Luminosa: média entre 15 a 20 lm/w.
Tipos de bases para Lâmpadas
1.1 LÂMPADAS HALOGENAS
O funcionamento deste tipo de lâmpada é baseado num
ciclo regenerativo entre um elemento halógeno ( iodo,
fluor ou bromo ) e o tungstênio do filamento. Existem nas
potências de 50 à 2.000 (W).
Vantagens: - vida útil média de 2.000 horas.
- ausência de enegrecimento do bulbo
- alta eficiência luminosa média é de 25 lm/w.
- excelente reprodução de cores: IRC =100
- reduzidas dimensões e dimerizável
- acendimento e reacendimento imediato
Utilizações: faróis, projetores, fotografia, cinema, vitrines,
monumentos, aeroportos, indústria têxtil, etc.
1.2 LÂMPADAS QUARTZOHALOGENAS ( DICRÓICAS)
 São lâmpadas incandescentes que combinam os benefícios das lâmpadas halôgenas com
um refletor multi-facetado, este recoberto com uma película constituída por um filtro
químico (dicróico). Possui um filamento especial de 12V, localizado no refletor dicróico,
sendo necessário transformador.
 São indicados para os mesmos locais das lâmpadas projetoras, com as vantagens de
oferecer luz clara e fria, pois emite um facho 65% mais frio que as lâmpadas
convencionais, por refletir o calor através do seu filtro. Disponível em duas versão com
potência até 50W:
 - Dicróica fechada : Abertura de facho de 120, 240 e 360 , com refletor dicróico com vidro
frontal;
 - Dicróica aberta: abertura de facho de 240 e 360, com refletor dicróico sem vidro frontal.
 Benefícios:
 - Luz mais branca, mais brilhante e intensa;
 - Possuem uma perfeita reprodução de cores - IRC = 100;
 - Vida longa: 3000 horas (Dicróica Aberta) e 4000 horas (Dicróica Fechada);
 - Ótimas para fins decorativos;
 - São lâmpadas dimerizáveis;
 - Transmitem menos calor para o ambiente e possuem um facho de luz bem definido.
Exemplo de Lâmpadas Halogenas
Lâmpada Halogena Palito
Lâmpada Halogena Dicróica
2. LÂMPADAS FLUORESCENTES
 São constituídas por um tubo em cujas paredes internas é fixado






um material fluorescente e onde se efetua uma descarga elétrica,
a baixa pressão, em presença de vapor de mercúrio. Produz-se,
então, uma radiação ultravioleta que, em presença do material
existentes nas paredes (cristais de fósforo), se transforma em luz
visível.
O bulbo é tubular e de vidro, base tipo bipino ou tetrapino, e em
suas extremidades encontram-se eletrodos de tungstênio
(cátodos), enrolados helicoidalmente e recobertos com óxidos de
bário emissores de elétrons.
As potências fabricadas são: 5 à 160 Watts.
Vida média : 8.000 horas.
Eficiência luminosa: 80 lm / W
IRC= 65 à 80
Categorias: Branca, Branca fria, Luz do dia, (Temperatura de
Cor)
2.1 LÂMPADAS FLUORESCENTES
ESPECIAIS (PL)
 São lâmpadas de descarga de gás de mercúrio a baixa
pressão, com base tipo rosca provida de starter,
capacitor e dois ou três tubos interligados.
3. APARELHOS AUXILIARES
(REATORES)
 Tem por finalidade provocar um aumento da tensão




durante a ignição e uma redução na intensidade da
corrente, durante o funcionamento da lâmpada.
- Existem três tipos de reatores:
I - Comuns ou convencionais: Que podem ser simples ou
duplos ( para uma ou duas lâmpadas fluorescentes)
Necessitam do starter para prover a ignição.
II - De partida rápida: Podem ser simples ou duplos e não
necessitam de starter.
II. - Eletrônicos: Apresentam diversas vantagens em relação
aos reatores eletromagnético, especialmente economia de
energia.
 STARTER: É uma espécie de minilâmpada de neônio e
destina-se a provocar um pulso na tensão, a fim de
deflagrar a ignição na lâmpada. O starter funciona
segundo o princípio das lâminas bimetálicas.
4. QUESTIONÁRIO
 Quais são as principais características construtivas das lâmpadas





incandescentes?
Explique com um auxílio de um gráfico, o efeito da variação da tensão
no funcionamento das lâmpadas incandescentes, analisando as
seguintes grandezas: resistências, potência, corrente, fluxo, eficiência,
vida útil.
Qual é o principio básico de operação das lâmpadas de descarga
elétrica? como é feita a estabilização da descarga?
O que é efeito estroboscópio de um sistema de iluminação? Por que
ocorre?
Qual é a função dos ignitores em um aparelho de iluminação? Quais as
lâmpadas de descargas que exigem a presença dos ignitores?
Qual a diferença entre um sistema de partida convencional, e um
sistema de partida rápida para lâmpadas fluorescentes?

similar documents