2º encontro formativo leituras que inspiram descobertas

Report
Encontro Formativo dos Professores
Orientadores de Sala de Leitura
DRE IQ
20/08/2013
“Leituras que inspiram descobertas”
“Ler é entrar em outros mundos possíveis.”
Délia Lerner
Objetivos
 Refletir sobre a garantia do Direito de Ler: o
empréstimo de livros
 Discutir a rotina da Sala de Leitura, a organização
do tempo e do espaço
 Analisar e refletir estratégias para boas
experiências leitoras
Quem é o autor?
Leitura Deleite
“Felicidade Clandestina”
Clarice Lispector
O empréstimo de livros na Sala de Leitura:
 Contribui para a formação de leitores
 Desenvolve atitudes e procedimentos pertinentes aos
“verdadeiros leitores”
 Promove o prazer e o aproveitamento da leitura,
possibilitando aos alunos escolher o que querem ler
 Amplia o contato com a literatura, para que possam
situar-se criticamente diante das obras lidas
”Para ser leitor, é preciso muitas horas de leitura, da mesma forma que
para ser um piloto de avião é necessário muitas horas de vôo antes
de tirar o brevê.”
Tereza Colomer
Organização do tempo e
do espaço da Sala de Leitura
É necessário:
 ter clareza no que se pretende alcançar
Planejar o tempo a favor da promoção de
boas experiências leitoras
Manter o foco no trabalho com a leitura
Rotina
“Construir uma rotina é tecer uma articulação harmoniosa
entre as atividades, no tempo e no ritmo que se desenvolve
o espaço.”
“ Rotina aqui não é expressão de rotineiro, que se arrasta
tediosamente. Rotina, aqui é entendida como a
cadência seqüenciada de atividades diferenciadas que se
desenvolve num ritmo próprio, em cada grupo. A rotina
estrutura o tempo, o espaço e as atividades. Rotina é
alicerce básico para que o grupo construa seus vínculos,
estruture seus compromissos, cumpra suas tarefas, assuma
suas responsabilidades.”
Madalena Freire
Registro reflexivo
“Quando escrevemos, desenvolvemos nossa
capacidade reflexiva sobre o que sabemos e o
que ainda não dominamos.”
“E, é nessa tarefa de reflexão que o educador
formaliza, dá forma, comunica o que praticou,
para assim pensar, refletir, rever o que sabe e o
que ainda não conhece... “
Madalena Freire

similar documents