Apresentação EPIS

Report
EPIS (empresários pela inclusão social)
 Parceria do Coração Delta com a EPIS
 Mafalda Minas = mediadora EPIS no concelho de
Campo Maior (3º ciclo).
 Na Epis apostam na inovação tecnológica, na
formação contínua dos mediadores, e numa
mecânica de proximidade com os mediadores.
Concelhos que a Epis acompanha
(ou trabalhou) / 2007-2013
•
•
•
•
•
•
•
•
Matosinhos
Paredes
Sintra
Sesimbra
Lagos
São Brás de Alportel
Pampilhosa da Serra
Ilha do pico
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Porto
Estarreja
Figueira da Foz
Amadora
Loures
Évora
Grândola
Setúbal
Oliveira do Barro
Odemira
Campo Maior
Trabalho da EPIS …
3º ciclo (2007)
2º ciclo (2010)
1ºciclo (2012)- Ainda na fase de projecto piloto!
Em 2012 a Epis começou também a trabalhar com
o secundário (Projecto Europeu – RESLEA:
metodologias Epis em Loures, Eslovénia e
Hungria) e os jovens adultos (Piloto IFP em
Setúbal e no Seixal- Formar os formadores que
dirigem os cursos EFA e de Aprendizagem)
A Epis pretende alcançar todos os alunos…
•
•
•
•
•
•
Alunos desmotivados;
Alunos ansiosos;
Alunos que exibem comportamentos desadequados;
Alunos desorganizados;
Alunos impulsivos;
Alunos que apresentam bons resultados escolares mas
que enfrentam dificuldades financeiras;
• Alunos com sucesso escolar mas com problemas de
relacionamento social;
• Alunos com uma autoconfiança baixa;
O que pretende o mediador trabalhar com
o aluno?
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Modificação de comportamentos inadequados
Ansiedade face aos exames
Métodos e técnicas de estudo
Aprender a lidar com a crítica
Desbloquear erros de pensamento
Aprender a resolver problemas
Trabalhar a motivação e interesses
Aprender a valorizar a escola
Trabalhar a auto-confiança
Metodologia
de Capacitação
Metodologia
de Capacitação
3ºCICLO
ALUNO
FAMÍLIA
TÉCNICAS INDIVIDUAIS
Entrevista motivacional,
auto-controlo, «problem
solving» …
TÉCNICAS MINISTRADAS EM
GRUPO
Métodos de estudo, gestão da
crítica, auto-controlo da
ansiedade…
SEMINÁRIOS EPIS
•“Chegada a uma nova
escola” –Início
•“Envolver os pais na
escola” – 1º período
•“Lá em casa mandamos
nós” – 2º período
• “De pais de crianças a
pais de adolescentes – 3º
período
FOLLOW UP
com todos os pais dos alunos
sinalizados todos os períodos
GRUPO “ENTRE PAIS”
TERRITÓRIO
6
Encaminhamento de caso de risco elevado
Articulação com redes sociais de situações de abandono escolar
ESCOLA
FOLLOW UP
(Professores, Directores de
Turma e Director do
Agrupamento)
GESTÃO COMPORTAMENTAL
NA ESCOLA
(Professores e assistentes
Operacionais)
3 carteiras de alunos
Tipo de risco:
Carteira de
proximidade
Carteira
de escola
Abandono
Carteira
de
território
“Dê a um homem um peixe e você o
alimentará por um dia, ensine-o a
pescar e o terá alimentado pela vida
toda”
(Provérbio Americano)
Implementação do Projecto
Epis na Escola
3ºciclo
1º passo da equipa do projecto
Campo Maior Vila Solidária da
Europa…
Apresentação do projecto Campo Maior Vila
Solidária da Europa ao director do agrupamento de
escolas de Campo Maior e aos directores de turma
do 2º e 3º ciclo.
1º Período/1ªfase (“missão” da Mediadora)
Cumprido:
 1º) Reunião da Dr. Cláudia com o director do
agrupamento de escolas de Campo Maior (ocorreu na
primeira e na 2ª vinda da técnica a Campo Maior)
 2º) Apresentação do projecto Epis pela Dr. Cláudia aos
directores do 2º e 3º ciclo de escolaridade, ao director
do agrupamento, à professora Genoveva
(coordenadora do ensino especial) e aos técnicos do
SPO.
 3º) Apresentação do projecto Epis às 16 turmas do 3º
ciclo (5 do 7º ano, 4 do 8º ano, e 7 do 9ºano) e entrega
das autorizações para os pais.
1º Período/1ªfase (“missão” da Mediadora)
A resolver/processar:
 4º) Criação de base de dados dos 312 alunos do 3º ciclo
(no Planeta Epis).
 5º) Recolha das autorizações.
Fases posteriores:
 6º) Aplicação do screening aos alunos do 3º ciclo que
estão autorizados pelos pais a participar.
 7º) Carregar as notas do 1º período desses alunos.
 8º) Cruzamento de dados (tratamento estatístico), e
análise de resultados (avaliar o tipo e o grau de risco
em que o aluno se encontra).
 9º) Validar resultados com DTs
1ºPeríodo - Outras tarefas do mediador:
Contacto regular com a técnica da empresa na
escola: 3 reuniões no agrupamento de escolas de
Campo Maior com a Dr. Cláudia Inácio (técnica da
Epis/Psicóloga clínica/coordenadora do concelho de
Campo Maior).
2 dias de formação em Fátima com os mediadores
de outros concelhos (este ano recebe-se mais 54
horas de formação que o ano anterior).
Estreitar relações com os directores de turma e os
professores (recolheu-se contactos e horários de
atendimento dos directores de turma*
1ºPeríodo (outras obrigações do mediador)
* Recolher o máximo de informações acerca dos
alunos através dos professores ou dos Dts (como
director tem uma relação mais próxima à família,
exerce maior autoridade sob o aluno, tem muitos
anos de experiência, conhecem o histórico de alunos
que reprovaram)
(alunos “difíceis”, “menos inteligentes e que pouco há
a fazer”, “Os motivados mas desconcentrados”, “Os
tímidos”, Os “tristes”, “Os gozados”, “Os que não
comparecem nas aulas”, “Os que tem sérios
problemas familiares”, “Os que sofreram perdas
significativas”, “Os que tem falta de apoio em casa”,
entre outros).
2º Período (“regras/missão” da EPIS)
9º) Devolução de resultados a pais e alunos
10º) Obtém-se a carteira de alunos (os que
beneficiarão de apoio individual)
11º) Entrevista motivacional
12º) Definir planos de intervenção (em conjunto
com o aluno)
13º) Assinatura compromisso (aluno ,família,
mediador e DT)
14º) Aplicação de técnicas (capacitar)
2º Período (“regras/missão” da EPIS)
• 15º) Follow-up : DT + Família + Escola + Rede
Diariamente: actualizar dados na plataforma
(transferências, alterações de comportamento,
entre outro); descrever todas as sessões
concretizadas com os alunos e planear a sessão
seguinte com os respectivos alunos.

similar documents