Sustentabilidade – Professora Martha

Report
“O conceito foi introduzido no início da década de 1980 por Lester Brown, fundador
do Wordwatch Institute, que definiu comunidade sustentável como a que é capaz
de satisfazer às próprias necessidades sem reduzir as oportunidades das gerações
futuras.” (CAPRA in TRIGUEIRO, 2005, 19).
Sustentabilidade se define como um princípio de uma sociedade que mantém as
características necessárias para um sistema social justo, ambientalmente
equilibrado e economicamente próspero por um período de tempo longo e
indefinido.
É uma maneira inteligente de ver e agir no mundo!
É um conceito relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos,
sociais,culturais e ambientais da sociedade humana.
QUAL A IMPORTÂNCIA DA
SUSTENTABILIDADE
- Garante a médio e longo prazo um planeta em boas condições
para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive
a humana.
- Garante os recursos naturais necessários para as próximas
gerações, possibilitando a manutenção dos recursos naturais
(florestas, matas, rios, lagos, oceanos) e garantindo uma boa
qualidade de vida para as futuras gerações.
SUSTENTABILIDADE
O conceito de sustentabilidade comporta alguns aspectos principais, a saber:
Sustentabilidade Social, Sustentabilidade Econômica, Sustentabilidade
Ambiental, Sustentabilidade Cultural, etc.
• Sustentabilidade Social - melhoria da qualidade de
vida da população, equidade na distribuição de renda
e de diminuição das diferenças sociais, com
participação e organização popular;
• Sustentabilidade Econômica - públicos e privados,
regularização do fluxo desses investimentos,
compatibilidade entre padrões de produção e
consumo, equilíbrio de balanço de pagamento,
acesso à ciência e tecnologia;
• Sustentabilidade Ambiental – conservação
geográfica, equilíbrio de ecossistemas, erradicação da
pobreza e da exclusão, respeito aos direitos humanos
e integração social. Abarca todas as dimensões
anteriores através de processos complexos.;
Sustentabilidade Cultural - respeito aos
diferentes valores entre os povos e incentivo a
processos de mudança que acolham as
especificidades locais;
Sustentabilidade Ecológica - o uso dos
recursos naturais deve minimizar danos aos
sistemas de sustentação da vida: redução dos
resíduos tóxicos e da poluição, reciclagem de
materiais e energia, conservação, tecnologias
limpas e de maior eficiência e regras para uma
adequada proteção ambiental;
O que é Desenvolvimento Sustentável?
• Desenvolvimento capaz de suprir as
necessidades da geração atual, sem
comprometer a capacidade de atender as
necessidades das futuras gerações.
• É o desenvolvimento que não esgota os
recursos para o futuro.
• Conjunto de ações voltadas para uma
solução ou redução de grandes problemas
de ordem ambiental, econômica e social.
• O desenvolvimento sustentável é a
prática que possibilita o crescimento
econômico necessário de forma a
assegurar o desenvolvimento social e a
preservação de recursos naturais.
• Isso acontece por meio de atitudes
sustentáveis, que podem ser aplicadas no
dia a dia de corporações e até na rotina
pessoal de cada indivíduo.
Ações relacionadas a Sustentabilidade
- Exploração dos recursos vegetais de florestas e matas de forma controlada,
garantindo o replantio sempre que necessário.
- Preservação total de áreas verdes não destinadas a exploração econômica.
- Ações que visem o incentivo a produção e consumo de alimentos orgânicos, pois
estes não agridem a natureza além de serem benéficos à saúde dos seres
humanos;
- Exploração dos recursos minerais (petróleo, carvão, minérios) de forma controlada,
racionalizada e com planejamento.
- Uso de fontes de energia limpas e renováveis (eólica, geotérmica e hidráulica) para
diminuir o consumo de combustíveis fósseis. Esta ação, além de preservar as
reservas de recursos minerais, visa diminuir a poluição do ar.
- Criação de atitudes pessoais e empresarias voltadas para a reciclagem de
resíduos sólidos. Esta ação além de gerar renda e diminuir a quantidade de lixo no
solo, possibilita a diminuição da retirada de recursos minerais do solo.
- Desenvolvimento da gestão sustentável nas empresas para diminuir o desperdício
de matéria-prima e desenvolvimento de produtos com baixo consumo de energia.
- Atitudes voltadas para o consumo controlado de água, evitando ao máximo o
desperdício. Adoção de medidas que visem a não poluição dos recursos hídricos,
assim como a despoluição daqueles que se encontram poluídos ou contaminados.
OS 3 Rs
Reduzir, Reutilizar e Reciclar:
ações para um desenvolvimento sustentável do planeta
• são ações práticas que visam
estabelecer uma relação mais
harmônica entre consumidor e Meio
Ambiente. Aplicando estas práticas, é
possível diminuir o custo de vida
(reduzir gastos, economizar), além de
favorecer o desenvolvimento
sustentável (desenvolvimento
econômico com respeito e proteção
ao meio ambiente).
OS 3 Rs -
Reduzir
• Fazendo uma breve observação nas compras, no dia a dia, podemos
perceber que muito do que adquirimos não são de grande precisão e às
vezes nem precisamos.
• Reduzir significa em boa compreensão adquirir aquilo de acordo com
nossas necessidades evitando desperdícios.
• Se praticarmos o consumo de forma consciente, além de economizarmos
financeiramente, estaremos contribuindo com o Meio Ambiente.
• Exemplos de ações práticas para Reduzir:
- Uso racional da água:, tomar banhos curtos, não usar água para lavar a
calçada, não lavar carro com mangueira, fechar a torneira quando estiver
escovando os dentes, não desperdiçar, etc.
- Economia de energia: apagar as lâmpadas ao sair dos cômodos, usar
lâmpadas fluorescentes, usar o chuveiro elétrico para banhos curtos, usar
aquecimento solar nas casas, etc.
- Economia de combustíveis: fazer caminhadas em percursos curtos ou
andar de bicicleta, economiza combustível, faz bem a saúde e contribui
com o ambiente reduzindo a poluição do ar.
OS 3 Rs •
•
•
Reutilizar
Muito do que jogamos no lixo, na verdade não é lixo e sim materiais que podem ser
reutilizados com outros usos.
Reutilizar esses materiais significa economia além de cooperar com o
desenvolvimento sustentável. Tudo que é produzido a partir da matéria prima exige
um grande gasto de energia e ao jogarmos no lixo estamos também desprezando a
energia que foi utilizada em sua fabricação, o combustível no seu transporte. Ainda
se o descarte não for correto poluirá o ambiente.
Exemplos de ações práticas para reutilizar:
- Doar – é uma prática eficiente porque muitas vezes o material vai circular até
mesmo com a sua função original ou será reutilizado para outros fins.
- Uma roupa rasgada pode ser costurada ou ser transformada em outra peça (uma
calça pode virar uma bermuda, por exemplo).
- Computadores, impressoras e monitores podem ser doados para entidades sociais
que vão utilizá-los com pessoas carentes.
- Potes e garrafas de plástico podem ser transformados em porta-trecos, cachepôs,
arandelas, luminárias, vasos de plantas.
- Folhas de papel com impressão em apenas um lado podem ser transformados em
blocos de rascunhos, utilizando o verso da página.
OS 3 Rs -
Reciclar
• A reciclagem de materiais é muito importante, tanto para diminuir o acúmulo
de dejetos, quanto para poupar a natureza da extração inesgotável de
recursos.
• A reciclagem é quase uma obrigação nos dias de hoje. O primeiro passo é
separar o lixo reciclável (plástico, metais, vidro, papel) do lixo orgânico. O
reciclável deve ser encaminhado para empresas ou cooperativas de
trabalhadores de reciclagem, pois serão transformados novamente em
matéria-prima para voltar ao ciclo produtivo. Além de gerar renda e emprego
para pessoas que trabalham com reciclagem, é uma atitude que alivia o
Meio Ambiente de resíduos que vão levar anos ou séculos para serem
decompostos.
• Exemplos de ações práticas para reciclar:
- Separar em casa o lixo orgânico do lixo reciclável. Este último deve ser
encaminhado para pessoas que trabalham com reciclagem ou empresas
recicladoras.
Pegada Ecológica? O que é isso?
• Você já parou para pensar que a forma como
vivemos deixa marcas no meio ambiente?
• É isso mesmo, nossa caminhada pela Terra
deixa “rastros”, “pegadas”, que podem ser
maiores ou menores, dependendo de como
caminhamos. De certa forma, essas pegadas
dizem muito sobre quem somos!
O que é preciso fazer para alcançar
o desenvolvimento sustentável?
Para ser alcançado, o desenvolvimento sustentável depende de
planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos.
Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico,
que leva em conta o meio ambiente.
Muitas vezes, desenvolvimento é confundido com crescimento econômico,
que depende do consumo crescente de energia e recursos naturais. Esse
tipo de desenvolvimento tende a ser insustentável, pois esgota os recursos
naturais dos quais a humanidade depende.
O desenvolvimento sustentável sugere, de fato, qualidade em vez de
quantidade, com a redução do uso de matérias-primas e produtos e o
aumento da reutilização e da reciclagem.
O Ano Internacional da Agricultura Familiar
• (AIAF) 2014 visa a aumentar a visibilidade da
agricultura familiar e dos pequenos agricultores,
focalizando a atenção mundial em seu
importante papel na erradicação da fome e
pobreza, provisão de segurança alimentar e
nutricional, melhora dos meios de subsistência,
gestão dos recursos naturais, proteção do meio
ambiente e para o desenvolvimento sustentável,
particularmente nas áreas rurais.
Por que a Agricultura Familiar é importante?
• A agricultura familiar tem um importante papel
socioeconômico, ambiental e cultural.
• A agricultura familiar e de pequena escala estão
intimamente vinculados à segurança alimentar mundial.
• A agricultura familiar preserva os alimentos tradicionais,
além de contribuir para uma alimentação balanceada,
para a proteção da agrobiodiversidade e para o uso
sustentável dos recursos naturais.
• A agricultura familiar representa uma oportunidade para
impulsionar as economias locais, especialmente quando
combinada com políticas específicas destinadas a
promover a proteção social e o bem-estar das
comunidades.
Referências
MANZINI, E.; VEZZOLI, C. O desenvolvimento de produtos sustentáveis: os requisitos ambientais dos
produtos industriais. Editora da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
SILVA, Christian Luiz da (org.). Desenvolvimento sustentável – Um modelo analítico, integrado e
adaptativo, Vozes, Petrópolis, 2006.
TRIGUEIRO, André. Meio ambiente no século 21, Autores Associados LTDA, Campinas, 2005.
http://portalmoveleiro.com.br/noticia.php?cdNoticia=18137, acesso em: 06-10-09.
http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/indices-socioambientais-ganham-importancia-paraacionistas-e-empresas
http://www.fatorambiental.

similar documents