Slide 1 - JUSANTE

Report
Unidade 3
Turma 19 Grupo M Subgrupo X
Andryani Piacini e Lucas Silva Santos
O contexto que exigiu a mudança no papel da logística
Com o advento da globalização, as tecnologias ficaram mais acessíveis e a
competitividade entre as empresas ficou mais acirrada. Nesse contexto, as
empresas precisam se focar na satisfação do cliente para que possam se
manter no mercado, buscando a redução de custos e aumento da qualidade
dos produtos e serviços ofertados. Assim, um diferencial a ser utilizado na
busca da conquista dos clientes é a mudança no conceito de logística, que
passa a atuar de maneira integrada entre as áreas e processos envolvidos
desde a produção até a entrega do produto ao cliente.
Supply chain – a logística integrada
Os clientes, melhor informados e mais criteriosos na escolha do que
consumir, forçam as empresas a formarem parcerias que levem
agregação de valor ao consumidor final, de modo a garantir
flexibilidade, confiabilidade, rapidez e preço justo. As empresas,
diante destas necessidades, envolvem todo sua estrutura
organizacional na formulação de um plano estratégico de logística que
integre os fornecedores e os clientes, ou seja, desde o recebimento dos
insumos até a entrega do produto acabado. Esse esforço de
integração que visa agregar valor ao consumidor final chama-se
Supply chain.
Resposta Eficiente ao Consumidor (ECR) – a integração da logística no
segmento dos supermercados
Os supermercados, nesse novo contexto de maior exigência por parte dos
consumidores, precisaram adaptar sua cadeia logística para conseguir
acompanhar as necessidades de seus consumidores, que esperam uma
variedade maior, qualidade e conveniência e preços baixos. Assim, a iniciativa
do ECR no ramo dos supermercados se mostrou a opção para agregar valor ao
consumidor, mantendo a margem de lucro aos negócios. Por meio de estratégias
de introdução eficiente de produtos, sortimento eficiente da loja, promoção
eficiente e reposição eficiente, essas empresas conseguem reduzir o custo total
da cadeia e os depserdícios e redundâncias nas interfaces são eliminados.
Demonstramos essa prática no ramo dos
supermercados, pois é um exemplo concreto
que já vigora no Brasil, porém é um tipo de
estratégia que pode ser adotada em outros
tipos de atividades, apesar de haver alguns
impedimentos a aplicação rápida de sua
técnica.
Supply chain x ERC
Observa-se que as duas técnicas de logística buscam a integração da
cadeia de produção em todos os níveis, desde o fornecedor até o
consumidor final, compartilhando e integrando processos na busca de
agregar valor ao cliente e criar diferenciais competitivos para as
empresas.

similar documents