Colocar título aqui - Centro de Referência Virtual do Professor

Report
O Especialista em Educação Básica e
a relevância de seu papel na
implementação dos Projetos e
Processos estratégicos da SB/SEE
Encontro de Formação com Especialistas em Educação
Básica: conhecendo e compartilhando experiências II
Magistra, 19 de maio de 2014
Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais
Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica
Superintendência de Desenvolvimento da Educação Infantil e Fundamental
E tudo mudou...
Luiz Fernando Veríssimo
E tudo mudou...
O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss
O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib, que virou silicone
O que era praça virou shopping
A arena virou ringue
A caneta virou teclado
O long-play virou CD
A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho, onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por e-mail
.....
O forró de sanfona ficou
eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bike
Polícia e ladrão viraram
Counter strike
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...
... De tudo.
Inclusive de notar essas diferenças.
“O que fazer? Algo. Qualquer coisa.
Exceto ficar sentados.
Se erramos, começar de novo.
Tentar outra coisa.
Mas se esperamos até estar satisfeitos
e ter todas as certezas,
Pode ser tarde demais.”
Lee Iacocca
5
“A escola de qualidade
social é
aquela que (...) busca atender
às expectativas de vida das
famílias e estudantes, dos
profissionais que a compõem (...)
busca transformar todos os
espaços em lugares de
aprendizagem significativa
e de vivências humanas
efetivamente democráticas.”
Rebelatto, Durlei e Tedesco, Anderson
6
A escola pública de Educação Básica que
estamos construindo
Uma escola de qualidade social
Garante os
direitos de
aprendizagem
de todos os
alunos, no
tempo certo
Transforma os
espaços
escolares em
lugares de
aprendizagens
significativas
Valoriza e
forma
continuamente
seus
profissionais da
educação
Centralidade:
o aluno e sua aprendizagem
Garante a
participação
democrática da
comunidade
escolar
Construir uma escola pública de
qualidade social
Desafio histórico da educação hoje
Especialista em Educação Básica: seu
trabalho mais relevante está sempre à
sua frente,
Liderar e coordenar o processo de ensino e
aprendizagem da escola, em articulação
com todos os professores, implementando
os projetos e processos da SB/SEE
8
Para tanto, é imprescindível:
Conhecimento: saber “o que” fazer
Habilidade: saber colocar “em prática” o
que sabe
Atitude: saber “como” colocar em
prática o
que sabe
O “chá da Pedagogia”
9
Em 2014, as ações da SB / SEE serão
direcionadas para 3 grandes prioridades
P
R
I
O
R
I
D
A
D
E
S
2014
APOIO
Universalizar o
Reinventando o Ensino
Médio
Aprimorar e consolidar
as ações do PIP / EF
O aluno no
centro de
nossas
atenções
PACTO/
Ensino Médio
PACTO/
Ensino
Fundamental
Garantir os direitos de
aprendizagem de todos
os alunos, no tempo
certo
MAGISTRA
Processo Estratégico: Programa de Intervenção Pedagógica/ Ensino
Fundamental / Principais Diretrizes - 2014
Integração e trabalho conjunto anos iniciais e finais do Ensino Fundamental
Fortalecimento das ações do PIP / Municipal nas visitas às SRE
Manter o foco na Alfabetização e Letramento, com ênfase em Matemática, nos anos
iniciais do Ensino Fundamental
Prioridade de atendimento às Escolas Estratégicas da sede das SRE e dos municípios
de grande porte
Foco no 9º ano do Ensino Fundamental, ênfase em Língua Portuguesa e Matemática
Formação continuada dos professores e especialistas em parceria MEC/PACTOEF/UEMG e Magistra
Papel relevante do EEB
Coordenar o processo de elaboração e
implementação do PIP da escola, garantindo foco
na aprendizagem dos alunos
Projeto Estratégico:
Reinventando o Ensino Médio
Principais Diretrizes
•Capacitação dos Professores, Diretores e Especialistas das escolas envolvidas –
SEE/PACTO/MAGISTRA
•Reordenação Curricular do Ensino Médio com percursos alternativos e áreas de
empregabilidade em todas as Escolas Estaduais
•Monitoramento e avaliação do Projeto em sua implementação
Papel relevante do EEB
Coordenar, em conjunto com o Diretor e Vice-Diretor, a implementação
do Projeto na escola, articulando as ações, acompanhando, avaliando e
garantindo a aprendizagem dos alunos
12
Processo Estratégico:
Educação em Tempo Integral
Principais Diretrizes
• Aumentar o número de alunos atendidos no Projeto;
• Formação continuada dos professores e demais agentes
educacionais envolvidos
•Implementação e consolidação das ações
Papel relevante do EEB
Garantir a implementação das ações do Projeto, apoiando e
articulando com os demais agentes educacionais envolvidos na
escola
13
Processo Estratégico:
Provimento e Gestão da Educação Básica
Principais Diretrizes
•Implementação do Projeto Político-Pedagógico das escolas de Ensino
Fundamental e Médio;
•Concluir o processo de revisão e alinhamento das diretrizes e
normas do Regimento Escolar com o Projeto Político-Pedagógico e
o Plano de Intervenção Pedagógica das escolas de Ensino
Fundamental e Médio.
Papel relevante do EEB
Coordenar, em conjunto com o Diretor, a conclusão da
elaboração dos PPP/RE/PIP, garantindo a implementação das
ações e diretrizes definidas pelas escolas
14
Processo Estratégico:
Gestão do PEP
Principais Diretrizes
•Realizar diagnóstico para quantificar e qualificar a
demanda;
•Gerir e operacionalizar o PEP;
•Inserir os egressos no mercado de trabalho.
Papel relevante do EEB
Acompanhar a execução do Projeto na escola, apoiando e
zelando pela qualidade e regularidade das ações
desenvolvidas
15
Desafios do trabalho da SB / SEE em 2014:
Garantir que a Gestão Pedagógica seja, efetivamente, o eixo do trabalho da SEE,
SRE, SME e Escolas
Focar a sala de aula no monitoramento das escolas, com acompanhamento da
evolução dos alunos e sugestões aos professores e especialistas de estratégias de
ensino inovadoras e de ações de intervenção pedagógica com o apoio do PACTO/EF,
PACTO/EM e MAGISTRA.
Consolidar a cultura da avaliação nas escolas: análise dos resultados do PROALFA
e PROEB e das avaliações internas como diagnóstico para as intervenções
pedagógicas necessárias
Analisar e monitorar a implementação do Projeto Político-Pedagógico e do Plano
de Intervenção Pedagógica das escolas
Ampliar o envolvimento da comunidade escolar nas atividades das escolas,
especialmente no dia “D”, em trabalho conjunto com a Equipe Escolar
Mobilizar e sensibilizar todos os profissionais da educação para garantir os
direitos de aprendizagem de todos os alunos no tempo certo e consolidar a
posição de Minas como referência na Educação Básica
Articulação das ações e projetos da SB
PROGRAMA ESTRUTURADOR EDUCAÇÃO PARA CRESCER
Planejamento Conjunto
SEE / SRE / SME
Temáticas
Educacionais
e sociais
Formação continuada dos agentes
educacionais envolvidos
PDP
Curso Normal
SRE
EQUIPE REGIONAL
PIP/EF e NAPEM,
INSPETORES ESCOLARES
SEE
EQUIPE CENTRAL
PIP/EF e NAPEM
PROETI
EVCA
PIP/EF
PACTO/EF
PEAS/
JEMG
Projeto
Incluir
Professor
da
Família
Programa
Compartilhar
para crescer
PEP
PEP/EJA
Plano
Atend.
Escolar
REM
PACTO/EM
Monitoramento das escolas
(Orientação, acompanhamento e avaliação)
CONCLUINDO...
“Sabemos que bons resultados
estão associados a escolas que
esperam muito de seus alunos,
que acreditam neles.”
“Os sistemas educativos que deram certo
no mundo são simples, óbvios e robustos.
Praticam o feijão-com-arroz da educação(...)
Ainda bem que não são necessárias
fórmulas mirabolantes para oferecer
uma boa educação.”
Cláudio M. Castro
Contem sempre
conosco!
Fite
Gerente do PIP/EF
Coordenadora Local/PACTO
18

similar documents