A Apostasia Alfa e Ômega

Report
Uma profecia de alerta para
a igreja e para o mundo!
By Washington Luciano
• Eclesiastes 1:9,10
• (9) O que foi, isso é o que há de ser, e o
que se fez, isso se fará: de modo que
nada há de novo debaixo do Sol.
•
(10) Há alguma coisa de que se possa
dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos
passados, que foram antes de nós.
No livro Living Temple achase apresentado o alfa de
heresias letais. Seguir-se-á o
ômega, e será recebido por
aqueles que não estiverem
dispostos
a
atender
à
advertência dada por Deus.
Em 1° de janeiro de 1900, Ellen White acordou cedo e
seu costume usual prevaleceu tomou seu banho,
vestiu-se, e dirigiu-se prontamente para sua cadeira de
escrever. Era um hábito de muitos anos. Os primeiros
momentos da manhã eram de muitas maneiras os
melhores, livres das distrações das horas ocupadas do
dia, e se o fato de ela se levantar cedo era muitas vezes
provocado por noites penosas, ela havia aprendido
como tirar o melhor da situação. A hora do desjejum
ela usualmente já havia escrito por várias horas.
Neste dia sua mente estava opressa com um problema
particular, que nos poucos anos passados tinha se
tornado uma importante preocupação: Para onde
estava o doutor John Kellogg dirigindo a obra médica
Adventista? Ele era um velho amigo, cujas horas de
juventude tinham muitas vezes sido gastas com a
família White, e ela gostava de escrever a ele “como
uma mãe escreveria para seu filho”.
Testemunhos para Igreja, vol. 8 pág. 190
...Bem ,mas, ouve um tempo em que o
Sanatório bem como a Review and Herald
pegaram fogo, e para se pudesse reconstruílos novamente, fora sugerido para que o
doutor Kellogg escrevesse algum livro de
saúde para que assim com as vendas do
livro, pudesse novamente reconstruí-los.
O livro que o doutor Kellogg escreveu tinha
como título: ”The Living Temple” ou “ O
Templo Vivo”. Mas o grande problema era
que o doutor havia colocado, além de
assuntos costumeiros, colocou “novas
teorias” que eram totalmente contra os
Fundamentos da Igreja.
"As coisas encobertas são para o Senhor,
nosso Deus; porém as reveladas são para
nós e para nossos filhos, para sempre."
Deut. 29:29. A revelação que Deus de Si
mesmo deu em Sua Palavra é para nosso
estudo.
Esta,
podemos
procurar
compreender. Mas além disto não devemos
penetrar."
“O ensino a respeito de Deus que é
apresentado em “Living Temple”, não
é conforme os nossos estudantes
necessitam...”aqueles que expressam
tais sentimentos acerca dele, mostram
que estão abandonando a fé.”
O que Kellogg cria que provocou alertas
tão fortes do Espírito de Profecia?
Quais eram suas crenças sobre Deus?
O que é aquilo que ele estava ensinando
que Ellen White disse que era uma
heresia mortal?
O que é um abandono de fé?
Veremos a seguir...
“Desde o final do concílio, eu senti que devia te escrever
confidencialmente sobre os planos do Dr. Kellogg para
revisar e republicar o “Templo Vivo”, mas eu deixei a
pressão do trabalho me impedir de fazer isso. Ontem à noite,
nós recebemos a carta do Dr. que me fez sentir que eu não
devia mais demorar para te escrever. Ele disse que por todo o
tempo tinha se preocupado em saber como explicar o caráter
de Deus e Sua relação com as obras criadas. Ele tem certeza
de crê apenas no que os Testemunhos ensinam e no que o
Dr. Waggoner e o Pastor Jones pregaram por anos; mas ele
desconfiava que eles não expressaram o assunto de forma
correta. Então ele afirmou que suas antigas visões sobre a
Trindade o atrapalhavam de fazer uma declaração clara e
absolutamente correta, e que por um certo momento ele creu
na Trindade, e achou que agora podia resolver a questão
satisfatoriamente. Ele me disse que agora crê em: Deus Pai,
Deus Filho e Deus o Espírito Santo. E que agora entende que
é o Espírito Santo e não o Pai, que preenche todo o espaço e
todas as coisas vivas.”
“Ele disse que se tivesse crido nisto antes
de escrever o livro, ele poderia ter
expressado suas visões sem a impressão
errada que agora dá o livro.
Eu coloquei diante dele as objeções que
eu encontrei na doutrina, e tentei mostrar
a ele que a doutrina era tão absolutamente
contrária ao evangelho que eu não
enxergava como ela poderia ser revisada
pela mudança de poucas expressões”
Ele tinha uma nova “maneira” de explanar o assunto sobre Deus e o
entendia de uma forma diferente da já existente na Igreja e de Ellen
White;
Ele cria na trindade:
Cria em Deus Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo e que ele
iria revisar o livro;
Entendia que era o Espírito Santo e não o Pai que preenchia todo o
espaço e todas as coisas vivas;
Isto mostra o que seria realmente o “panteísmo” mencionado por
Ellen White;
Vamos ver o que irmã fala sobre a revisão do livro:
“Dir-se-á que o Living Temple foi revisado. O Senhor mostrou-me, porém, que o
autor não mudou, e que não pode haver unidade entre ele e os ministros do
evangelho enquanto ele continuar a nutrir seus sentimentos atuais. Sou solicitada a
erguer a voz em advertência a nosso povo, dizendo: "Não erreis; Deus não Se deixa
escarnecer." Gál. 6:7.
Mensagens Escolhidas vol.1 pág. 199.
“Você
não
está
definitivamente esclarecido
sobre a personalidade de
Deus que é tudo para nós
como um povo. Você está
praticamente destruindo o
próprio Senhor Deus.”
Na controvérsia que surgiu entre nossos irmãos
acerca dos ensinamentos desse livro, os que
estavam a favor de lhe dar ampla divulgação
diziam: "Ele contém os verdadeiros conceitos
que a irmã White tem ensinado." Essa
afirmativa golpeia em cheio o meu coração. Me
senti de coração quebrantado, pois sabia que
essa apresentação do caso não era verdadeira.
Mensagens Escolhidas, vol. 1 pág. 203.
Panteísmo = Deus em tudo!
Essa palavra resume todo o livro do Dr.
John Kellogg.
Ele estava tentando fazer isso enquanto
estava crendo na doutrina da
TRINDADE ;
Ele cria em Deus Pai, Deus Filho e Deus
o Espírito Santo!
• “Ah, mas aqui a irmã White está falando
de Panteísmo e não de Trindade”;
• “Ela não está falando de Deus o Pai,
Deus o Filho e Deus o Espírito Santo!”
• “Ela estava repreendendo Kellogg por
seu pensamento Panteísta e não por
causa da crença na Trindade.”
• Você Já ouviu isso antes?
• O que era aquilo que ele identificou
como o “problema”, ou o que era aquilo
que ele estava tentando ensinar no
livro!?
• Temos que entender: Ellen White se
opôs a uma única coisa apenas ou era
na verdade um pacote que aparentava
como se fosse apenas Panteísmo, mas
dentro dele havia mais. Isso é o que
precisamos pesquisar.
“Até onde eu entendo, a dificuldade
encontrada no “Templo Vivo”, a coisa
toda pode ser resumida na seguinte
questão:
É o Espírito
pessoa?
Santo
Paremos por aqui....
uma
De sua própria admissão: Tudo que
estou tentando dizer se resume a isso: É
o Espírito Santo é uma pessoa...
Isso para nós hoje soa familiar?
Note quais argumentos que ele usa
para dar suporte a sua crença:
“Você diz não. Eu tinha suposto que a
Bíblia dizia isso pelo fato de que o
pronome pessoal “ele”, é usado no
discurso do Espírito Santo.
A irmã White usa o pronome “ele” e tem
dito em tantas diversas palavras que
Espírito Santo é a terceira pessoa da
Divindade.
Como o Espírito Santo pode ser a terceira
pessoa e não ser uma pessoa de jeito
nenhum, é difícil para mim enxergar.
Carta de Kellogg para G.I.Butler - 28 de outubro de 1903
• “É o Espírito Santo uma pessoa”
• Um outro ponto é: que argumentos
Kellogg estava tentando usar em
suporte a esta doutrina?
• O texto em que Ellen White diz que
o E.S. é a terceira pessoa da
Divindade!
• Se hoje a igreja prega esta doutrina
como sendo “nova”, saiba que o
primeiro fora John Harvey Kellogg
em 1903, sendo o início ou apostasia
“Alfa”!
Então o grande problema desse livro
era sobre a personalidade do Espírito
Santo.
Sou compelida a falar negando a pretensão de que
os ensinamentos de Living Temple possam ser
apoiados por declarações de meus escritos. Pode
haver nesse livro expressões e opiniões que estejam
em harmonia com os meus escritos. E pode haver em
meus escritos muitas afirmações que, tiradas do
contexto, e interpretadas de acordo com o
pensamento do autor de Living Temple, dir-se-iam
de acordo com os ensinamentos desse livro. Isso
pode dar aparente apoio à afirmação de que as idéias
de Living Temple estejam em harmonia com meus
escritos. Deus não permita, porém, que prevaleça
esta impressão.
Mensagens Escolhidas, vol.1 pag. 203.
• Era Ellen White Trinitariana?
• Ele cria em Deus Pai, Deus Filho e Deus o
Espírito Santo?
• Se for assim como ela ousou repreender
Kellogg ao ele “trazer esta luz”?
• Foi Deus quem disse para ela repreender
Kellogg?
• Como podia Deus inspirar a ela a se opor a
trindade se era realmente a verdade?
Isso nos dá um falso profeta!
Nos dá um profeta que diz duas
coisas diferentes pela mesma
boca.
Ellen White não poderia condenar o que Kellogg
estava ensinando... e depois ensinar a mesma
coisa. Isso é impossível!
Vamos ver o que Ellen White diz a Kellogg....
“Suas idéias são tão místicas que são
destrutivas para a verdadeira essência, e as
mentes de alguns estão ficando confusas
sobre o fundamento da nossa fé.”
Se permitir que sua mente fique assim
desviada, dará um molde errado ao trabalho
que nos tem feito o que somos - Adventistas
do Sétimo Dia”.
• “Estou só falando o que a irmã
White diz nos seus escritos.”
• Em suma este era o raciocínio.
Era o que todo o livro tratava.
• Agora vamos ver qual era a
crença da igreja naquele tempo :
• “O Espírito Santo é o Espírito de Deus, ele
também é o espírito de Cristo.”
• “Aqui encontramos que o Espírito Santo é
tanto de Deus como o Espírito de Cristo.”
E.J.Waggoner, Cristo e sua Justiça,pag.23-1890.
• “Aprendemos nessa linguagem que quando
estamos falando do Espírito de Deus, nós
estamos falando na verdade de sua presença e
poder.” J.N.Loughborougth, Review and
Herald, 13 de setembro de 1898.
“O
Espírito Divino que o redentor
prometeu enviar é a presença e
poder de Deus.”
Nota: Esse era o fundamento da igreja e
era unânime, e Kellogg estava tentando
mudar dizendo que o Espírito Santo é
uma pessoa!
• Quando DEUS dá o Seu Espírito, ele
nos dá um outro indivíduo ou Ele
mesmo?
• O que Kellogg me ensinaria hoje?
• “Veja só, quando Deus nos dá o Seu
Espírito, Ele nos dá o “Deus o Espírito
Santo?”
• Vamos ver o que a irmã White fala
sobre isso...
“Ao dar-nos o Seu Espírito, Deus nos dá Ele
mesmo tornando Ele mesmo uma fonte de
divina influência, para dar saúde e vida ao
mundo.”
Agora vamos a um entendimento sobre a
terceira pessoa da Divindade. O que a irmã
White estava tentando dizer?
Vamos a resposta...
“É
o Espírito que vitaliza; a carne não se aproveita
para nada; as palavras que eu digo a você, elas são
espírito, e elas são vida (João 6).” Cristo aqui não
está se referindo a sua doutrina mas a sua pessoa,
a divindade de seu caráter.”
Nota: Para Ellen White a terceira pessoa da
divindade era uma pessoa diferente de Cristo,
certo?
É o Próprio Cristo!!!!
“Que Cristo devia se manifestar a eles, e ainda
estar invisível ao mundo, era um mistério para os
discípulos (João 14).”
“Eles não podiam entender as palavras de Cristo
em seu sentido espiritual. Eles estavam
pensando no externo, na manifestação visível.”
“Eles não podiam se dar conta do fato de
que podiam ter a presença de Cristo com
eles e ainda Ele ficar despercebido pelo
o mundo.
Eles não entenderam o significado de
uma manifestação espiritual.”
The Southern Work (A Obra do Sul), 13 de Setembro, 1898
“Enquanto Cristo ministra no santuário em cima,
continua a ser, por meio de Seu Espírito, o
ministro da igreja na Terra. Ausente de nossos
olhos, cumpre-se, entretanto, a promessa que nos
deu ao partir: "Eis que Eu estou convosco todos os
dias, até à consumação dos séculos". Mat. 28:20.
Conquanto delegue Seu poder a ministros
inferiores, Sua vitalizante presença permanece
ainda em Sua igreja.”
O Desejado de Todas as Nações, pág. 166
“Cristo declarou que após a Sua subida,
enviaria a sua igreja, como Seu glorioso
presente, o Confortador, que tomaria seu
lugar.
Este Confortador é o Espírito Santo a alma
de Sua vida, a eficácia de Sua igreja, a luz e
a vida do mundo. Com Seu espírito, Cristo
envia uma influência reconciliadora e um
poder que arranca o pecado.”
“O Espírito Santo é o
confortador, como a
presença pessoal de
Cristo para a alma.”
“O Senhor conhece tudo a respeito de
Seus fiéis servos que, por amor dEle,
jazem numa prisão, ou são banidos
para ilhas solitárias. Conforta-os com
Sua presença.”
•
?
• Vamos deixar que a
irmã White
responda.....
“Não há Consolador como Cristo, tão terno e tão
verdadeiro.”
“O Salvador é nosso Consolador, isto eu tenho
provado que Ele é.” (MR, vol. 8, pag. 49)
“Através da fé olhamos para Jesus, a nossa fé
rompe as sombras, e adoramos a Deus por Seu
maravilhoso amor ao dar a Jesus o Consolador.”
(MR. vol. 19, pág. 296 e 297)
• Porque ainda estamos aqui na
Terra, e desde 1844 já se passaram
160 anos, e porque ainda Jesus não
voltou?
• Vamos ver o que Ellen White nos
diz sobre esse ponto:
“A razão porque as igrejas estão débeis,
fracas e prontas para morrer, é que o inimigo
trouxe a influência de uma natureza
desencorajadora para repousar sobre as
almas temerosas.”
“Ele procurou tapar Jesus da visão dele como
o Consolador, o único que reprova, que
adverte, que admoesta, dizendo: Este é o
caminho andai por ele.”
• Porque Satanás tapou a verdadeira visão
e o povo não mais vê Jesus como o
“Consolador”!
Hoje se perguntarmos às pessoas, se o
consolador delas é Jesus Cristo, elas irão
dizer:
Não! O nosso Consolador é “O Deus
Espírito Santo!
• Ela diz que o ômega seguiria e seria
recebido por aqueles que não dão
atenção pelos alertas que Deus deu;
Até agora o Alfa lidou especificamente com
qual ponto?
R. Conforme Kellogg... ele resumiu todo o
assunto em uma pergunta:
“É o Espírito Santo uma pessoa?
“O pai era maior do que o Filho pelo fato Dele
ser o primeiro. O Filho era igual com o Pai, pelo
o fato Dele ter recebido todas as coisas do Pai”
Essa era a crença dos pioneiros, e os
pilares da fé Adventista.
Hoje se pregarmos como a frase de Tiago White acima
mencionada, somos chamados de hereges e somos
excomungados da igreja por crermos nos pilares da Fé
Adventista, assim como os pioneiros!
Tiago White, Review and Herald, 4 de Janeiro, 1881
“Como sendo o Filho de Deus, Ele também
estaria excluído, porque Ele tinha Deus por
Seu Pai, e teve, nalgum ponto da eternidade
no passado, um princípio de dias”
Então a crença deles acerca do Filho de Deus era
muito clara!
“Eles criam que realmente Jesus era o Filho
de Deus.”
John Andrews - Review and Herald, 7 de Setembro, 1869.
“Ocorreu algo muito cedo que tornou a doutrina
da trindade em Triteísmo e ao invés de três
pessoas divinas, como na Teologia do Pai, Filho
e Espírito Santo, resultou em três seres colaterais, co-unidos e auto-originados, fazendo
deles três princípios absolutos e independentes,
sem qualquer relação de Pai e Filho, que é a mais
adequada noção de três deuses.”
Idéias Sobre o Batismo, 1878
Muitos pensam hoje que “os pioneiros combatiam apenas a
doutrina Católica da Trindade, mas a trindade que nos
cremos hoje, os pioneiros não foram contra.”
Você já ouviu isso algum dia?
Nota: “Sempre que cremos que a relação Pai e Filho fora uma
metáfora, um simbolismo, apenas profético, um papel ou
todas essas coisas, estamos destruindo a relação Pai e
Filho!”
“Os pioneiros não combatiam somente a trindade católica, mas eles
rejeitaram as outras formas que são comuns hoje.”
As pessoas hoje para confundir ainda mais o assunto, elas não se
referem a sua doutrina como a Trindade. Elas dizem: ”Oh, nós não
cremos na trindade, nós cremos na Divindade.”
Nota: ”E quando elas dizem Divindade, elas crêem em Deus Pai, Deus
Filho e Deus o Espírito Santo.”
Logo abaixo ele está se opondo contra a
trindade e ele diz os motivos:
1. ”É contrária ao senso comum; 2. É contrária
as escrituras;
3. Sua origem é pagã e
mitológica. 4. Não é muito coerente ao senso
comum falar de três sendo um e um sendo três,
ou como alguns expressam o chamado Deus
Triúno ou Deus três em um. Se Pai, Filho e
Espírito Santo, são cada um Deus, seriam três
Deuses; pois três vezes um, não é um, mas três.”
Note que eles tinham uma única linha de raciocínio
acerca do Pai e do Filho e todos ensinavam com a
mesma unidade de pensamento.
• Quando cremos em uma Trindade,
cremos em três deuses e não em um
Deus, destruindo assim o primeiro
mandamento que é:
• “Não terás outros deuses diante de nós.”
• É assim que é o mandamento?
• Não, é “diante de mim“, fazendo assim
um único Deus!
Note queridos, que o pensamento dos pioneiros era
único em relação a o Pai e ao Filho, eles tinham a
mesma linha de raciocínio, e era um fundamento
muito sólido da fé Adventista na época dos
pioneiros ainda vivos.
Vejamos então essa citação:
“Embora ambos sejam da mesma natureza,o Pai é o primeiro
no tocante ao tempo. Ele também é maior pelo fato de que
não teve início, enquanto que a personalidade de Cristo teve
início.”
E.J.Waggoner - "Sinais dos Tempos, 8 de Abril de 1889"
• Porque Cristo foi gerado de Seu Pai;
• Ele saiu de Seu Pai;
• Ou seja, ele cria na divindade de Cristo!
Nota: As pessoas hoje fazem a acusação de que aqueles que
realmente acreditam no que a Bíblia diz, de que “Jesus é o
Filho de Deus”... que eles não acreditam na Divindade de
Cristo.
Que demonstração pobre de
capacidade de raciocínio!
Jesus é o Filho de Deus. Ele tem a mesma
e exata natureza de Seu Pai!
Ao os pioneiros afirmarem a filiação de Jesus com o Pai,
não fere a Sua Divindade como muitos dizem, e só
confirma o que a Bíblia diz e é confirmada com o Espírito
de Profecia que Ele é divino por ser Filho de Deus!
Agora, quando as pessoas tentam confirmar a Divindade de
Cristo pela trindade, negam Sua filiação, o relacionamento
Pai e Filho, confirmado na palavra de Deus e nos
Testemunhos!
Se Jesus não foi gerado de Seu Pai, Ele não herdou
a natureza divina Dele (do Pai), então me diga, de
onde no mundo Ele a conseguiu?
Aí você acredita que Ele é Deus no Seu próprio
direito. Bem você acabou de criar três deuses!
É disso que os pioneiros estavam falando.
A maior evidência e prova da divindade de Cristo, é o fato
de que Ele é o Filho de DEUS.
Ele herdou todas as coisas de Seu Pai, então Ele tem a
mesma exata natureza que Seu Pai!
“Houve um tempo em que CRISTO
procedeu e veio de DEUS, do seio do
PAI (João 8:42; 1:18), mas esse tempo
está tão recuado nos dias da
eternidade que para a compreensão
finita é praticamente sem início.”
Ellet J.Waggoner - "Cristo e Sua Justiça”, pág. 16 – 1890.
• - Tudo bem, os pioneiros criam que Jesus teve
um início, mas...o Espírito de Profecia não
criam dessa forma, por isso que não dá para
acreditar na maioria dos pioneiros, mas só no
que diz Ellen White!
A gora temos que perguntar a nós mesmos:
Ela estava de acordo ou não com esse pensamento?
Mas antes, vamos para mais uma citação de
E.J.Wggoner....
Vamos fazer diferente, vamos comparar o que ele
diz, com o que a Sra. White diz... Vejamos então....
“Os anjos são filhos de
Deus, assim como Adão
pela criação; cristãos são
filhos de Deus por adoção
(João 8:14e15); Mas Cristo é
filho
de
Deus
por
nascimento. E assim Cristo
é a expressa imagem de Seu
Pai. (Heb.1:3)”
E.J.Waggoner “Cristo e Sua
Justiça, pág. 12 - 1890”
“Deus amou tanto o mundo
que deu Seu Filho unigênito
- não um filho por criação
como foram os anjos, nem
um filho por adoção como é
o pecador arrependido, mas
o Filho gerado, na expressa
imagem de Seu Pai.”
E.G.White, Sinais dos Tempos,
30 de Maio-1895
• Nas citações anteriores vimos a unidade
entre Waggomer e E.G.W. em relação a
Jesus como sendo gerado e não criado
fazendo assim a distinção de criado,
adotado e geração.
• Tome cuidado ao entender que, por alguém
dizer que Jesus é gerado, você venha a
entender que Ele foi criado, pois existe uma
ampla, quilométrica, astronômica diferença,
pelo fato de que gerado significa nascer de
alguém e criado significa vir a existir do nada!
“Desde a eternidade, ouve uma
completa relação entre o Pai e o
Filho. Eles eram dois, mas muito
perto de serem idênticos; Dois em
individualidade, mas um em Espírito,
coração e caráter.”
Youth's Instructor, 16 de Dezembro, 1897.
“Cristo, o Verbo, gerado de Deus, era
um com o eterno Pai - um na natureza,
no caráter e no propósito - o único Ser
em todo o Universo que poderia entrar
nos conselhos e propósitos de Deus.”
O Grande Conflito, pág. 493.
“Somente o Pai e o
Filho devem ser
exaltados.”
Youth"s Instructor, 7 de Julho, 1898.
“Deus é o Pai de Cristo; Cristo é o
Filho de Deus. A Cristo foi dada uma
posição exaltada. Ele foi feito igual
ao Pai. Todos os conselhos de Deus,
estão abertos a Seu Filho.”
Testemunhos, vol. 8, pág. 268 – 1898.
• Essas citações soam de alguém que
cria na Trindade ou no Tri-teísmo?
• As pessoas realmente crêem que
Cristo é o real Filho de Deus?
“O único ser que era um com Deus,
viveu a lei da humanidade, reduzido
a vida humilde de um trabalhador
comum, labutando na bancada de
carpinteiro, com seu pai terrenal.”
Sinais dos Tempos, 14 de Outubro, 1897.
“O inimigo das almas tem procurado introduzir a
suposição de que uma grande reforma devia efetuar-se
entre os adventistas do sétimo dia, e que essa reforma
consistiria em renunciar às doutrinas que se erguem
como pilares de nossa fé, e empenhar-se num processo
de reorganização. Se tal reforma se efetuasse, qual seria
o resultado? Seriam rejeitados os princípios da
verdade, que Deus em Sua sabedoria concedeu à igreja
remanescente. Nossa religião seria alterada. Os
princípios fundamentais que têm sustido a obra neste
últimos cinqüenta anos (após 1853), seriam tidos na
conta de erros.”
Mensagens Escolhidas, vol.1, pág. 204-205.
“Estabelecer-se-ia uma nova
organização. Escrever-se-iam
livros de ordem diferente.”
Mensagens Escolhidas, vol.1, pág. 204-205.
Esse livro que foi o “Alfa“ da apostasia, seria o precursor
do Ômega da apostasia, predito no slide anterior por Ellen
White. (Living Temple)
Um ponto importante que devemos observar é que a irmã
White cita em Mensagens Escolhidas vol.1 pags. 204 e 205
que o Ômega da apostasia se seguiria nos últimos dias, ou
seja hoje, e seria recebido pela a igreja!
Complementando: O Alfa lidou com apenas um livro,
mas agora no tempo do Ômega não seria somente um
livro, mas diversos livros. Vamos mais adiante...
“Estabelecer-se-ia
uma
nova
organização.
Escrever-se-iam livros de ordem diferente.
Introduzir-se-ia um
sistema
de filosofia
intelectual... Coisa alguma se permitiria opor-se
ao novo movimento. Ensinariam os líderes ser a
virtude melhor do que o vício, mas, removido
Deus, colocariam sua confiança no poder humano,
o qual, sem Deus, nada vale. Seus alicerces se
fundariam na areia, e os vendavais e tempestades
derribariam a estrutura. (1903)”
Mensagens Escolhidas, vol.1, pág. 204-205.
“Satanás está determinado a que os
homens não vejam o amor de Deus, que
O levou a dar Seu Filho unigênito para
salvar a raça perdida; pois é a bondade
de Deus que leva os homens ao
arrependimento.”
Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 156.
“Os anjos foram expulsos do céu porque eles não
trabalhariam em harmonia com Deus. Eles caíram
de suas posições elevadas porque desejavam ser
exaltados. Eles chegaram a exaltar a si mesmos, e
se esqueceram que sua beleza de personalidade e
caráter viera do Senhor Jesus. Este fato os anjos
(caídos) iriam obscurecer, que Cristo foi o único
Filho gerado de Deus, e eles decidiram que não
iriam consultar a Cristo”
Este Dia Com Deus, pág. 128.
Esses relatos que acabamos de ler ocorreram,
no céu ou na Terra?
Veja que a irmã White está falando antes de todas as coisas,
antes da Terra, mostrando assim que Jesus era Filho de
Deus antes de vir para a Terra!
- Não é uma profecia;
- Não é uma metáfora;
- Não é um símbolo;
- Nem um papel teatral;
- É um fato!
Se você entender a citação anterior como deve ser
entendida, você vai entender o que está acontecendo hoje!
“Cristo sempre foi o Filho de Deus;
e nunca ouve um tempo que Ele
emergiu do Pai. Essa declaração
parece resolver todos problemas
acerca da filiação de Cristo.”
Defendendo a Divindade, (Vence Ferrell), pág. 17.
“O segundo problema era o fato de que
havia três na Divindade. É difícil se
identificar com três líderes. Pense nisto
por um momento: (ex: como um homem
caído poderia orar a três deuses.) Houve
necessidade de um padrão especial, assim
os humanos olhariam para um Deus
Soberano, como o Senhor de tudo em suas
vidas.”
Defendendo a Divindade, (Vence Ferrell), pág. 11-12.
“Não há lugar para Deuses no céu
acima. Deus é o único Deus
verdadeiro. Ele preenche todo o céu.
Aqueles que agora se submetem à
Sua vontade, verão a Sua face; e Seu
nome estará nas testas de todos
aqueles que são puros e santos.”
“Living Temple encerra o alfa
dessas teorias. Eu sabia que o
ômega seguiria dentro de
pouco tempo; e tremi pelo
nosso povo.”
Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 203.
“É de altíssima significância que
.... ela sempre fala do Espírito
Santo como uma pessoa, como
uma
pessoa
completamente
divina (a terceira pessoa da
Divindade), ela nenhuma vez
fala dele como it”
Defendendo a Divindade, (Vence Ferrell), pág. 153.
Defendendo a
Divindade.
“É de altíssima
significância que ... ela
sempre fala do Espírito
Santo como uma pessoa,
como uma pessoa
completamente divina (a
terceira pessoa da
Divindade), ela nenhuma
vez fala dele como it”
Carta de Kellogg
para G.I.Butler - 28
de Outubro de 1903.
“É o Espírito Santo uma pessoa?
Você diz que não. Eu tinha
suposto que a Bíblia dizia isto
pelo o fato de que o pronome
pessoal “he”, é usado no discurso
do Espírito Santo. A irmã White
usa o pronome “he” e tem dito em
tantas palavras que o Espírito
Santo é a terceira pessoa da
Divindade.”
• As pessoas precisam ser sacudidas para
acordarem e perceberem que estão
embriagadas com o Ômega da Apostasia e
que estão dando ouvidos a espíritos de
demônios que se transformam em anjos de
luz para enganar os eleitos!
• Mas agora você está vendo toda a verdade
para que assim você possa tomar agora
uma decisão!
“Tanto a bíblia como o Espírito
de Profecia, dizem que existe um
Espírito Santo, que Ele é uma
pessoa real e que Ele é a terceira
pessoa da Divindade.”
Defendendo a Divindade, (Vence Ferrell), pág. 171.
“Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito
Santo, são co-eternos e um em natureza e
propósito, mas não são uma única pessoa.
Tal
declaração
ficaria
em
total
concordância com a Bíblia e o Espírito de
Profecia.”
Defendendo a Divindade, Vence Ferrell, pág. 171.
Ele [Kellogg] me disse que agora crê em: Deus
Pai, Deus Filho e Deus o Espírito Santo.
(Carta de A. G. Daniel para William C. White
em 29 de Outubro de 1903)
“No livro Living Temple acha-se
apresentado o alfa das heresias letais.
Seguir-se-á o ômega, e será recebido
por aqueles que não estiverem
dispostos a atender à advertência
dada por Deus.”
“Nada temos a temer quanto ao futuro,
exceto se esquecermos a maneira com o
que o Senhor nos tem guiado, e Seus
ensinos em nossa história passada.”
Vamos aos pontos chaves:
• Desistir das doutrinas erguidas como pilares da nossa
fé;
• Princípios da verdade seriam descartados;
• Nossa religião seria mudada;
• Princípios fundamentais (após 1853) considerados
como erro;
• Uma nova organização seria estabelecida;
• Livros de uma nova ordem seriam escritos;
• Um sistema de filosofia intelectual seria introduzido;
• Deus será retirado;
• O fundamento será construído na areia e desmoronará.
• Mateus 7:24-27.
“Não importa quantas vezes construímos na
areia, porque a areia vai ser sempre areia.”
Mas podemos ouvir isso: “Mas todo mundo crê
na trindade e só você que não. Eu vou com a
maioria.” Saiba que quando vierem os ventos, a
sua casa juntamente com a maioria, irá se
desmoronar simplesmente por sua escolha!
• Mateus 16:15-28
“A rocha representada no capítulo acima é o
reconhecimento de Jesus como Filho de Deus e
vemos que logo após a declaração de Pedro, Jesus
disse que a Sua igreja seria estabelecida nesta
afirmação que não foi carne que revelou,mas o
próprio Pai!”
“Mas se você não acredita que Jesus é o Filho de
Deus ... você está rejeitando a Rocha na qual
Jesus está construindo Sua igreja.”
“Aquele que declarou que Sua verdade
resplandeceria para sempre, proclamará essa
verdade por meio de mensageiros fiéis, que
darão à trombeta sonido certo. A verdade será
criticada, escarnecida e ridicularizada; mas
quanto mais de perto for examinada e testada,
mais resplandecerá.” M.E. vol.1, pág. 201.
Muitos não irão aceitar a verdade, por mais
que mostremos evidências e mais
evidências!
“Obstinação e orgulho de opinião levam muitos a rejeitar a
luz do Céu. Apegam-se a idéias acariciadas, fantasiosas
interpretações da Escritura, e perigosas heresias; e se for
apresentado um testemunho a fim de corrigir esses erros,
eles, como muitos dos dias de Cristo, afastar-se-ão
desgostosos. Não importa quão irrepreensível sejam o
caráter e a vida dos que falam ao povo as palavras de Deus;
isto não lhes traz recomendação. E por quê? Porque eles
dizem ao povo a verdade.” M.E. vol. 1, pág. 72 e 73.
“É plano de Deus dar suficiente evidência do caráter divino de Sua obra
para convencer a todos quantos desejam sinceramente conhecer a
verdade. Mas Ele nunca remove toda a oportunidade de dúvida. Todos
quantos desejam pôr em dúvida e cavilar encontrarão ensejo.”
M.E. vol.1, pág. 72.
Nota do Autor:
Muitas pessoas fogem desse assunto para não ouvirem nem falar sobre
o mesmo, achando elas que irão ficar sem culpa ou até mesmo pensam
que vem de Satanás. Mas saiba que diante das muitas evidências que
vimos neste estudo, posso dizer que essa mensagem veio da parte de
Deus para alertar a todos sobre o grande perigo que a igreja se encontra
hoje! Estudamos primeiro o Alfa que Ellen G.White denominou como
uma heresia mortal, e felizmente naquele tempo, a maioria era unânime
contra as teorias de John Harvey Kellogg em relação a Trindade, mas
hoje inverteu-se a situação, ao invés de se ter mantido os pilares da fé
Adventista, abandonou-se a fé genuína, que fora estabelecida sobre a
rocha. Então veio o Ômega, aceito hoje pela maioria, que não estão
dispostos a ouvir os alertas de Deus.
Você tem todo o direito de rejeitar essa mensagem, a escolha é sua, tanto
para a vida como para a morte, não estou querendo aqui obrigá-lo
aceitar esta mensagem, só estou obedecendo a Deus por ser um dos Seus
atalaias (Ez. 33:1-5).
A razão porque Deus está enviando estas coisas é para nos
ajudar a sair do erro para a verdade.
Deus não está enviando estas coisas para nos condenar, mas
para nos levantar.
Deus disse que não vai remover toda evidência para duvidar.
Lembre-se sempre, que você ouviu o Testemunho da
Verdade, não terá mais como dizer que não foi avisado.
Que Deus seja a sua escolha.
Em nome de Jesus. Amém!
Email: [email protected]
Site: www.adventistas-historicos.com

similar documents