Eletrização dos corpos

Report
Eletrizando corpos
Prof.: Joni
Carga Elétrica
Os prótons e os elétrons
apresentam uma importante
propriedade física: a carga
elétrica.
 A carga elétrica do próton e a
do elétron tem a mesma
intensidade,
mas
sinais
contrários. A carga do próton é
positiva e a do elétron negativa.
 Chamamos carga elementar, representada por e, o módulo da
carga do elétron ou do próton.
No Sistema Internacional de Unidades, a unidade de medida de
carga elétrica é o coulomb (C).
 Por meio de experimentos, verificou-se que a carga elementar e
vale: 1,6.10-19 C
 Como 1 C é uma quantidade de carga elétrica muito grande, é
comum a utilização dos seus submúltiplos:
 1 mC (milicoulomb)= 10-3 C
 1 μC (microcoulomb)= 10-6 C
 1 nC (nanocoulomb)= 10-9 C
Corpo Eletrizado
É o corpo que possui excesso de elétrons (carga negativa) ou falta
de elétrons (carga positiva)
Um corpo eletrizado, isto é, com carga
total diferente de zero, possui falta ou
excesso de um número n de elétrons.
Sendo Q a quantidade de carga elétrica
desse corpo, seu módulo pode ser
calculado como:
|Q| = n.e
Como Q é sempre múltiplo inteiro de e, dizemos que a carga
elétrica é quantizada, ou seja, um corpo pode ter somente um
número inteiro de carga elétrica.
É possível tornar qualquer corpo eletrizado?
“PARA UM CORPO NEUTRO ELETRIZAR-SE É NECESSÁRIO QUE ELE
PERCA OU GANHE ELÉTRONS”.
O processo de ganhar ou perder elétrons em um
átomo é chamado de “ionização”
Devemos salientar que um corpo neutro (por exemplo, um pente)
quando ganha ou perde elétrons fica carregado eletricamente, isto é, há
uma eletrização. Ao analisar um átomo deste pente, podemos afirmar que ele
se ionizou, assim sendo, houve ionização
Tipos de Corpos Eletrizados
Princípios da Eletrostática
Princípios da Eletrostática
Se pegarmos dois objetos A e B, que possuem cargas Q1 Q2.
Considerando que ocorreu uma troca de cargas entre esses dois
corpos, ficando assim com cargas Q1’ e Q2’. A partir daí temos que
as cargas elétricas são: Q1 + Q2 = Q1’ + Q2’= constante.
A função que representa a conservação das cargas elétricas é:
Condutores Elétricos
O metal é um
material condutor.
Neste caso há
transferência de
elétrons
Isolantes Elétricos
A madeira é um
material isolante, não
há transferência de
elétrons
Processos de Eletrização
• Atrito
• Contato
• Indução
Eletrização por Atrito
É importante assinalar que após o
atrito, os corpos atritados ficam
com cargas de sinais opostos. Isso
é determinado por uma tabela
chamada de série triboelétrica. Na
figura ao lado temos uma versão
resumida dessa série.
Eletrização por Contato
A eletrização por contato, diferentemente da eletrização por
atrito, necessita de pelo menos um dos corpos carregado
eletricamente.
Eletrização por Indução
Eletrização por Indução
Eletroscópios
Os aparelhos destinados a verificar se um corpo está ou
eletrizado são chamados eletroscópios.
O eletroscópio de pêndulo é
baseado no processo de
indução para detectar se um
corpo está ou não eletrizado.
Ele possui um fio isolante
amarrado a uma esfera
metálica.
Eletroscópios
Um deles é o eletroscópio de
folhas, constituído essencialmente
de uma haste condutora, uma
esfera metálica e duas lâminas
metálicas. Este conjunto costuma
ser envolvido por uma caixa
protetora, apoiando-se nela por
meio de um isolante
Uma pequena quantidade
de carga elétrica em um
eletroscópio de folhas
capaz
de
provocar
notória repulsão das folhas
do eletroscópio.
Lei de Coulomb

similar documents