Trauma Pediátrico

Report
Trauma Pediátrico
Abordagem inicial a
criança Politraumatizada
Profº. Paulo Tavares
FCM-UERJ-RIOS D’OR
Traumas
•
•
•
•
•
•
•
Atropelamentos.
Acidentes automobilísticos.
Quedas.
Afogamentos.
Homicídios.
Suicídios.
Cerca de 60% da mortalidade
Trauma Pediátrico
•
•
•
•
•
•
Médicos/paramédicos.
Registro preciso das vítimas.
Sistema de graduação(gravidade).
Avaliação/comparação futura do atendimento.
Quantificar gravidade/prognóstico.
Estudos epidemiológicos.
• Centros especializados em trauma.
Transporte
•
•
•
•
•
Programa de treinamento em transporte.
Monitorização.
Técnicas de procedimentos na emergência.
Adaptação a área física do veículo.
Atendimento inicial do trauma.
Morte por trauma
Distribuição Trimodal
Primeiro pico: mortes imediatas.
Segundo pico: mortes
precoces.
Terceiro Pico: mortes tardias.
Atendimento Inicial
•
•
•
•
•
•
•
Suporte avançado de vida em pediatria.
American Heart Association:
A- Airway-Vias aéreas.
B-Breathing-Respiração.
C-Circulation-Circulação.
D-Disability-Avaliação neurológica.
E-Exposure-Exposição.
Vias Aéreas
•
•
•
•
•
•
•
Cavidade oral e língua.
Ângulo da mandíbula maior.
Epiglote mais U.
Laringe mais cefálica.
Cricóide-parte mais estreita.
Traquéia mais curta.
Corpo estranho (sangue-muco-dente).
Via aérea X Coluna cervical
•
•
•
•
•
Lesão de coluna cervical.
Traumatismo craniano e lesão medular.
Ventilação com bolsa-máscara.
Pescoço em posição neutra(Colar cervical).
Cricotireoidotomia(face-coluna).
Intubação endotraqueal
•
•
•
•
•
Parada respiratória.
Falência respiratória.
Obstrução de vias aéreas.
Escala de coma (Glasgow=/<8).
Suporte ventilatório prolongado.
Respiração
•
•
•
•
•
Oxigenação suplementar(máscara).
Ventilação assistida(O2-100%).
Intubação endotraqueal.
Hiperventilação(Hipertensão intracraniana).
Sonda nasogástrica.
Ressucitação Volêmica
•
•
•
•
•
Controle de hemorragias externas(pressão).
Controle de Hemorragias internas(Cirurgia).
Acesso vascular(2 cat-membros superiores).
Via intra-óssea(< 6 anos).
Cateteres percutâneos (Femural-subclaviajugular).
Neurológica
• Pupilas (tamanho-simetria-resposta a luz).
• Estado de consciência(Glasgow).
• < 8 : 40% de mortalidade e sequelas graves.
Exposição.
• Exame completo.
• Realização de procedimentos.
Trauma Torácico
Diâmetro da caixa torácica.
Menor grau de ossificação das
costelas.
Maior elasticidade do tórax.
Pneumotórax:
trauma penetrante.
fratura de costela .
lesão na via aérea.
Toracotomia
Tamponamento cardíaco.
Pneumotórax aberto.
Hemotórax maciço.
Lesões vasculares.
Rotura do esôfago.
Hérnia diafragmática traumática.
Tratamento
toracocentese.
drenagem torácica.
• Contusão pulmonar
Trauma Abdominal Fechado
Estabilização hemodinâmica.
Instável
Estável
TC com contraste
Pneumoperitônio
Vias Urinárias
Pâncreas
Deterioração
Laparotomia
Outras lesões
Tratamento não operatório
Melhora
Traumatismo Renal
Muito obrigado.

similar documents