ERP - Adriana Vettorazzo

Report
Sistemas Integrados
de Gestão
Profª. Adriana Vettorazzo
O que são sistemas integrados?
• Baseiam-se em módulos de software integrados e em
um banco de dados centralizado;
• É uma categoria de SI que visa integrar e padronizar os
processos internos às relações externas da organização
envolvendo transações com fornecedores, parceiros e
clientes.
Como os sistemas integrados funcionam?
• Melhores práticas
Valor empresarial dos sistemas integrados
• Aumentam a eficiência operacional
• Dão suporte à tomada de decisão e respostas rápidas
às demandas do consumidor
• Incluem ferramentas analíticas para avaliar o
desempenho geral
Como Funcionam os Sistemas Integrados
Os sistemas integrados apresentam um conjunto de módulos de
software integrados e um banco de dados central; este permite que
os dados sejam compartilhados pelos diferentes processos de
negócios e áreas funcionais de toda a empresa.
ERP
Enterprise Resourses Planning
Sistema de Planejamento de Recursos Empresariais
Algumas considerações iniciais
Estoque e Gerenciamento de Materiais
O gerenciamento de estoques torna-se cada vez mais complexo
quanto maior a quantidade de itens considerados na
produção.
Mesmo produtos simples, como uma caneta esferográfica ou
uma lapiseira podem ter uma lista de materiais
razoavelmente extensa.
Exemplo de árvore de produto para uma
caneta esferográfica
Exemplo de lista de materiais para uma caneta
esferográfica
Exemplo de lista indentada de materiais para uma caneta
esferográfica
Gerenciamento de Materiais
Exemplo simplificado da modularização da estrutura de produto
de um automóvel. Um mesmo modelo básico pode ser
oferecido com diferentes opções. Com isso, parte dos itens
são comuns enquanto outros são específicos.
Gerenciamento de Materiais
Produtos diferentes podem compartilhar módulos específicos.
No exemplo, veículos diferentes são fabricados com os
mesmos tipos de freio, transmissão e motor.
Como gerenciar a produção destes produtos e a
compra destes compontentes?
Histórico
Os sistemas do tipo ERP tem sua origem no final dos anos
60 e início dos anos 70, em uma época que
computadores e os sistemas de informática eram
extremamente caros, sendo acessíveis apenas para
empresas de grande porte.
A concepção destes sistemas era predominantemente
voltada para indústrias para gerir processos de gestão
de materiais complexos.
Relação dos principais sistemas que serviram de
base ao desenvolvimento do Enterprise
Resource Planning (ERP)
•
•
•
•
•
BOMP - Bill of Material Processor
PICS - Production Information and Control System
MRP – Material Requirements Planning
COPICS - Communications Oriented Production
Information and Control System
MRP II – Manufacturing Resource Planning
MRP – Material Requeriment Planning
Sistemas de Planejamento de Requisições (Anos 70)
•
•
•
•
Voltados exclusivamente para planejar as compras de
materiais baseados nos níveis de estoque e planejamento
prévio;
Envolvem principalmente as áreas de compras, controle de
estoque e almoxarifado;
A partir dos históricos de compras e nas programações
diretas dos compradores, relatórios de previsão de
aquisições e até ordens de compras são emitidos;
Não traz uma integração direta com o planejamento da
produção.
MRPII – Manufacturing Resourse Planning (Anos 80)
Planejamento de Recursos da Manufatura
•
•
•
Não se restringia apenas ao controle de materiais;
Após definido o lote de produção o sistema determina a
quantidade de materiais necessários para produzir todo o
lote programado, comparando estoque atual e emitindo
ordem de compra do restante;
Envolvem Controle de estoque, almoxarifado, compras e
produção, principalmente para produtos com grande
complexidade de componentes.
ERP - Enterprise Resource Planning
MRP II + JIT + Internet
•
O termo ERP foi cunhado pelo Gartner Group no início dos
anos 90 para designar sistemas que ampliavam as
capacidades dos sistemas MRP II.
•
Nessa época, o Gartner Group estipulou que os sistemas
ERP deveriam incluir módulos de contabilidade, finanças,
vendas e distribuição, recursos humanos, gerenciamento
de materiais, dentre outros, todos eles trabalhando de
maneira integrada.
ERP - Enterprise Resource Planning
MRP II + JIT + Internet
•
ERP é um modelo de gestão baseado em sistemas
corporativos de informação que visam integrar os processos
de negócio da empresa e apoiar decisões estratégicas;
•
Faz a integração da cadeia de suprimentos, de fornecedores
e clientes;
•
Procura envolver praticamente todas as áreas funcionais da
empresa (materiais, produção, financeiro, recursos humanos,
marketing, entre outros);
•
Atende organizações de diversas naturezas (indústria,
empresas de varejo e governamentais)
ERP - Enterprise Resource Planning
MRP II + JIT + Internet
•
O conceito JIT pode ser amplamente empregado,
reduzindo estoque, desperdícios e tornando mais eficiente
a logística;
•
ERP’s + Internet abre espaço para o e-business;
ERP - Modularização Básica
ERP – Esquemas Básicos de
Processamento
Módulos Específicos
em Servidores
Distribuídos por
Unidades
Geograficamente
Distantes Operando
com o mesmo Banco
de Dados
Principais Vantagens do Uso de um ERP
•
Especificação de Processos
•
Adoção de Boas Práticas.
•
Uso de Base de Dados Única.
Exercício:
Baseado nos conceitos vistos até agora, podemos
classificar o ERP como um sistema SPT, SIG ou SAD?
A evolução dos sistemas ERP nas organizações pode
ser compreendidas em cinco estágios:
•
•
•
•
•
Sem ERP: Situação inicial. Não existe a concepção deste
sistema na organização;
Sistemas não integrados: A organização possui sistemas
de informática com potencial de integração;
ERP parcial ou não integrado: Já conta com ERP que
possui alguns módulos integrados;
Unidades de negócios usando ERP: a Matriz e as filiais
utilizam o ERP, mas não há integração entre as unidades;
Empresa totalmente integrada por ERP: as áreas
funcionais e as unidades de negócio compartilham
integralmente a base de dados.
Desenvolvimento Interno x Aquisição
Pontos favoráveis ao desenvolvimento interno
Customização total
Domínio do código-fonte
Facilidade em implantar modificações
Não requer o pagamento de licenças de uso ou manutenção
Pontos desfavoráveis ao desenvolvimento interno
Atividade fora do core business da empresa
Falta de documentação do projeto
Maior suscetibilidade a fraudes e falhas
Desatualização tecnológica
Foco departamental e não em processos
Desenvolvimento Interno x Aquisição
Pontos favoráveis a aquisição de um sistema
Adoção de práticas consagradas
Foco em processos
Atualização do sistema
Maior segurança
Pontos desfavoráveis a aquisição de um sistema
Requer o pagamento de licenças e atualizações
Cria dependência em relação ao fornecedor
Modalidades para a implementação do ERP
•
Implantação passo-a-passo: implementado gradativamente
em cada área funcional;
–
–
Vantagem: maior controle e acompanhamento do
processo de implantação;
Desvantagem: o novo sistema coexistirá durante um
período com os sistemas legados;
Modalidades para a implementação do ERP
•
Implantação Big Bang: o sistema é implantado de uma só
vez em todas as áreas funcionais
–
–
Vantagem: não há redundância e trabalho duplicado;
Desvantagem: pode haver um choque cultural na
implantação do sistema;
Modalidades para a implementação do ERP
•
Implantação Small Bang: o sistema é implantado
completamente
em
cada
unidade
de
negócio
progressivamente, mas não há integração entre elas.
Critérios para selecionar um ERP
•
•
•
•
•
•
O sistema deve suportar todos os processos do negócio;
O sistema deve ser altamente integrável entre seus
componentes;
O software deve ser ajustável as necessidades da
empresa;
Deve conter componentes que integre o sistema aos
negócios on-line da empresa, tornando-o seguro e
executável;
A implementação e a implantação devem ser rápidas
visando a redução da espera do retorno do investimento;
Prover facilidade de uso, sendo o mesmo gerenciado e
manuseado por pessoas não-técnicas.
Critérios para selecionar um ERP
•
Verificar o perfil das empresas usuárias;
•
Verificar a reputação do fornecedor
agilidade do suporte técnico
agilidade em promover alterações
facilidade de utilização
política de manutenção
•
Histórico e perspectivas do fornecedor
Escolha de um ERP – Questões Técnicas
Plataformas utilizadas
Banco de dados
Infraestrutura de comunicação
Capacidade de processamento
Componentes do ERP
•
A abordagem do ERP para o usuário final é integrada e
orientada a processo, contudo as áreas de negócios que
são
abrangidas
formam
módulos
de
software
especializados
Sistemas de Informação para Operações das
Empresas
Marketing
Produção /
Operações
Administração
de Recursos
Humanos
ERP
Contabilidade
Finanças
Sistemas Integrados (ERP)
Finanças e
contabilidade
Marketing
e Vendas
Banco de dados
centralizado
Manufatura e
produção
Recursos
Humanos
Sistemas Integrados (ERP)
Sistemas integrados podem reunir todos os principais processos de negócios de uma empresa
em um único software que permite que a informação flua sem descontinuidade através da
organização. Esses sistemas focam principalmente os processos internos, mas podem incluir
transações com clientes e fornecedores.
Sistemas de Informação de Marketing
Sistemas
de Informação
de Marketing
Marketing
Interativo
Administração
do relacionamento
com o cliente
Pesquisa e
Previsão
do Mercado
Automação
da Força
de Vendas
Propaganda
e Promoção
Administração
de Vendas
Administração
de Produto
Sistema de Informação de Manufatura
Intranet
Manufatura Integrada por Computador
Planejamento
Sistemas
Sistemas de
de Recursos
de Execução
Engenharia
Industriais
Industrial
•Previsão
da Produção
•Programação
da Produção
•Controle de
Qualidade
•Chão-de-fábrica
•Programação
•Controle:
de Máquinas
de Processos
Robótico
•CAD
•CAE
•Planejamento
de Processos
Assistido por
Computador
Funcionário
Distante
Fornecedor
Extranet
Administração de Recursos Humanos
Contratação
de Pessoal
Treinamento e
Administração
Desenvolvimento Salarial
•Planejamento da
Sistemas
força de trabalho
Estratégicos •Localização da
força de trabalho
•Planejamento
de sucessão
•Planejamento
de avaliação
de desempenho
•Análise do custo
da mão-de-obra
•Análise da
rotatividade
•Eficácia do
treinamento
•Compatibilização
de carreiras
•Eqüidade
de remuneração
•Análise de
benefícios
•Avaliação de
qualificações
•Avaliações de
desempenho
•Controle da folha
de pagamentos
•Administração de
benefícios
Sistemas
Táticos
•Recrutamento
Sistemas
•Planejamento
Operacionais da força de
trabalho
•Apropriação de
custos de contratos
•Previsão salarial
Sistemas de Informação Contábil
Sistemas de Informação Financeira
Sistemas de
Informação
Financeira
Administração
de Caixa
Administração
de
Investimentos
Orçamentos
de Capital
Planejamento
Financeiro

similar documents