Pesquisa - Professor Wellyngton

Report
I Encontro de Pesquisa Científica
UNEAL / Campus IV – São Miguel dos Campos
Abordagens
O
que é Pesquisa?
 Professor x Pesquisador
 Pesquisa como processo educativo
 A pesquisa na UNEAL / Campus II
Referências...

DEMO, Pedro. Pesquisa: Princípio educativo. São
Paulo: Cortez, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia:
saberes necessários à prática educativa, 7ª ed.,
São Paulo: Paz e Terra, 1996. 165 p. (Coleção
Leitura).

LANKSHEAR,
Colin;
KNOBEL,
Michele.
Pesquisa
pedagógica: do
projeto
à
implementação. Tradução Magda França Lopes.
Porto Alegre:Artmed, 2008. 328p.
O que é pesquisa?
 Estereótipos
O que é pesquisa?
O que é pesquisa?
O
processo de pesquisa
 Ritos especiais
 Acesso a poucos
 Trajetória acadêmica
 Técnicas sofisticadas
 Estatística
 Informática
O que é pesquisa?
O
processo de pesquisa
 Enquanto
alguns
somente
pesquisam...
 a maioria dá aulas, atende alunos,
administra
O que é pesquisa?
 Pesquisa
é...
Formação
 Metodologia
 Técnicas
de pesquisa
 Ferramentas estatísticas
 Análises, projeções, índices...
Professor x Pesquisador
 Distanciamento
do Pesquisador e do
Professor
 Quanto ao “Professor”...
Fez "opção" pelo ensino, e passa a
vida contando aos alunos o que
aprendeu de outrem, imitando e
reproduzindo subsidiariamente.
Pedro DEMO (2005, p.13)
Professor x Pesquisador
 Distanciamento
do Pesquisador e do
Professor
 Quanto ao “Pesquisador”...
No oposto está a soberba do
pesquisador exclusivo, que já considera
ensino como atividade menor.
Pedro DEMO (2005, p.13)
Professor x Pesquisador
 Distanciamento
do Pesquisador e do
Professor
Esta dicotomia evolui facilmente para
a cisão entre teoria e prática: o
pesquisador
descobre,
pensa,
sistematiza, conhece. Cabe a outra
figura, sobretudo a “decisores” assumir
a intervenção na realidade.
Pedro DEMO (2005, p.13)
Professor x Pesquisador
Pesquisa é sempre [...] fenômeno político,
por mais que seja dotada de sofisticação
técnica e se mascare de neutra.
Pedro DEMO (2005, p.15)
Sabemos mais o que interessa...
Professor x Pesquisador
Pedro DEMO (2005, p. 33):
Ciência não é algo acima ou à margem
da sociedade, mas componente da
própria sociedade em que se faz.
Professor x Pesquisador
Pedro DEMO (2005, p. 33):
O cientista não é ente desencarnado,
mesmo quando se traveste de neutro,
mas animal político sempre.
Professor x Pesquisador
Pedro DEMO (2005, p. 33):
A ciência tem sempre a marca do seu
construtor, que nela não só retrata a
realidade, mas igualmente a molda do
seu ponto de vista.
Professor x Pesquisador
Pesquisa é processo que deve aparecer
em todo trajeto educativo, como
princípio educativo que é, na base de
qualquer proposta emancipatória.
Pedro DEMO (2005, p.16)
Professor x Pesquisador
Se educar é sobretudo motivar a
criatividade do próprio educando,
para que surja o novo mestre, jamais o
discípulo, a atitude de pesquisa é
parte intrínseca.
Pedro DEMO (2005, p.16)
Princípio emancipatório/educativo
Pesquisar é preciso?
Com o saber procurar e questionar
(pesquisa)...
 O aluno será motivado a tomar iniciativa
 apreciar leitura e biblioteca
 buscar dados e encontrar fontes
 manejar conhecimento disponível e mesmo
de senso comum
Pedro DEMO (2005)
Pesquisar é preciso?
Com o saber procurar e questionar
(pesquisa)...
 Aprende a duvidar, a perguntar, a querer
saber sempre mais e melhor.
 A partir daí, surge o desafio da elaboração
própria, através da qual o sujeito que
desperta começa a ganhar forma, expressão,
contorno, perfil. Deixa-se para trás a
condição de objeto
Pedro DEMO (2005)
Preparo do Professor
O preparo científico do professor ou da professora
deve coincidir com sua retidão ética. É uma lástima
qualquer descompasso entre aquela e esta.
Formação científica, correção ética, respeito aos
outros, coerência[...]
Paulo FREIRE (1996)
E a UNEAL?




Ausência de uma cultura de pesquisa
Carência de pesquisa institucional
Atitudes são isoladas (interesses
diversos)
Exceção: grupos de estudo (???)
Ponto de reflexão...




Patrocínio de grandes empresas
Pesquisar para quem?
Qual o papel social de uma
universidade que é pública?
A universidade atende à sociedade
quando é financiada pelas poderosas
corporações?
... quem ensina
carece pesquisar;
quem pesquisa
carece ensinar.
Professor que apenas
ensina jamais o foi.
Pesquisador que só
pesquisa é elitista
explorador,
privilegiado e
acomodado.
DEMO (2006, p.14)
Questionário da PROPEP
(Diagnóstico)
Quantidade de estudantes que participaram
do questionário da PROPEP...
Unidade
Campus I
Campus II
Campus III
Campus IV
Campus V
Pólo VI do PGP
TOTAL
Estudantes
81
28
5
16
25
1
156
%
51,9
17,9
3,2
10,3
16,0
0,6
100,0
Questionário da PROPEP
(Diagnóstico)
Quantidade de estudantes
modalidade de seu curso...
Modalidade
Curso Regular
PGP
TOTAL
Estudantes
154
2
156
quanto
%
98,7
1,3
100,0
à
Ciências contábeis
Letras
Frequência
Percentagem
Curso
Resposta
Freq.
Ciências Contábeis
Não
5
Sim
0
TOTAL
5
Letras: espanhol
Letras: inglês
Letras: português
%
Não
100,0
Sim
0,0
Total
100,0
Não
Sim
Total
Não
Sim
Total
Não
Sim
Total
Resposta
5
0
Sim
5
TOTAL
2
3
5
4
0
4
1
1
2
16
Não
Freq.
7
4
11
100
0
100
40
60
100
100
0
100
50
50
100
100
%
63,6
36,4
100,0
Desenvolve pesquisa na UNEAL?
Total do Campus
Questionário da PROPEP
(Diagnóstico)
Quantidade de estudantes
modalidade de seu curso...
Campo de
atuação
Não...
Linguística,
Letras e Artes
TOTAL
Estudantes
quanto
à
%
12
75,0
4
25,0
16
100,0
Campus II – Santana do Ipanema



Ciências Biológicas
Pedagogia
Zootecnia
Campus II – Santana do Ipanema
V Congresso Nordestino de Produção Animal
24 a 27 de novembro de 2008,Aracaju/SE
Campus II – Santana do Ipanema
Efeito do espaçamento e forma de
plantio sobre a palma forrageira
“Nopalea cochenillifera salm-dyck” no
semi-árido alagoano
Adriano Medeiros Alves da SILVA, José Jackson dos
SANTOS, Welton Dallison da COSTA, Lays Elizabett
Ferreira BARROS, Ana Paula Maia dos SANTOS,
Renilmary Alencar Correia da SILVA, Wellyngton
Chaves Monteiro da SILVA
Campus II – Santana do Ipanema
Cadernos de Pesquisa e Extensão, Arapiraca,
AL, v. 1, n. 1, p. 19-25, nov. 2009.
Campus II – Santana do Ipanema
Relação
entre
ocorrência
de
enteroparasitas em alunos de uma
Escola Municipal em Santana do
Ipanema (Alagoas, Brasil) e a história
social, econômica e de sanitarismo
desses educandos
Flávia Silva DAMASCENO, Márcio Bezerra SANTOS,
Aline Silva BARRETO, Maria de OLIVEIRA, Loane
Márzia Lopes COSTA
Campus II – Santana do Ipanema
A importância da educação continuada
para a inclusão tecnológica nas Escolas
Públicas no Município de Santana do
Ipanema, Estado de Alagoas
Andréa Cristhina Brandão TEIXEIRA, Thiago de
França AMORIM, Wellyngton Chaves Monteiro da
SILVA
Campus II – Santana do Ipanema
62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira
para o Progresso da Ciência (SBPC)
 de 25 a 30 de julho, na Universidade
Federal do Rio Grande do Norte (UFRN),
em Natal (RN)

Campus II – Santana do Ipanema

Condições sanitárias e ambientais
relacionadas com a ocorrência de
enteroparasitos, com ênfase em
Giardia lamblia e Entamoeba spp, em
alunos da periferia de Santana do
Ipanema,Alagoas, Brasil

Márcio
Bezerra
SANTOS,
Flávia
Silva
DAMASCENO, Wellyngton Chaves Monteiro da
SILVA, Loane Márzia Lopes COSTA
Campus II – Santana do Ipanema

Reflexões sobre a ocorrência de
parasitoses intestinais em escolares
da zona urbana de Santana do
Ipanema,Alagoas, Brasil.

Flávia Silva DAMASCENO, Márcio Bezerra
SANTOS, Wellyngton Chaves Monteiro da SILVA,
Loane Márzia Lopes COSTA
Campus II – Santana do Ipanema
V Encontro de Pesquisa em Educação de
Alagoas (EPEAL)
 De 31 de agosto a 3 de setembro.
 UFAL

Campus II – Santana do Ipanema

O papel do coordenador pedagógico
junto ao corpo docente na educação
de jovens e adultos da Rede
Municipal

Josivania Alencar Santos FONTES, Divanir Maria
de Lima
Campus II – Santana do Ipanema

A criança vai ao teatro: a UNEAL
atuando na comunidade

Flaviane de Oliveira PINTO, Maria das Graças
Correia GOMES
Campus II – Santana do Ipanema

O brincar como ação imprescindível
ao desenvolvimento da criança na
educação infantil

Vanderlúcia Pereira da SILVA, Maria das Graças
Correia GOMES
Campus II – Santana do Ipanema

Impossibilidades
e
limites
da
formação
dos
professores
alfabetizadores do programa Brasil
Alfabetizado: o caso do Polo de
Santana do Ipanema

Jailson Costa da SILVA, Divanir Maria de LIMA
Não há ensino sem pesquisa e pesquisa sem ensino.
Esses que-fazeres se encontram um no corpo do outro.
Enquanto ensino, continuo buscando, reprocurando.
Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e
me indago.
Pesquiso para constatar, constatando, intervenho,
intervindo, educo e me educo.
Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e
comunicar ou anunciar a novidade.
Paulo FREIRE (1996, p. 32)
Wellyngton Chaves Monteiro da Silva
E-mail - [email protected]
Internet - http://mundobr.pro.br/
Twitter - http://www.twitter.com/wcmsprof
Obrigado!

similar documents