EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DESENHO

Report
Desde suas origens o homem
comunica-se através de grafismos e
desenhos.
 As primeiras representações que
conhecemos são as pinturas
rupestres, em que o homem
representava não apenas o mundo
que o cercava, mas também as suas
sensações: alegrias, medos, danças.

 Alguns
autores arriscam dizer que
a comunicação através do
desenho iniciou-se antes mesmo
que a comunicação Verbal.
Pintura rupestre - Lascaux.
15.000 a 10.000 anos A.C
Nossos antepassados utilizavam os
dedos como pincel e como tinta
misturavam argila ao carvão e outros
tipos de minérios.
 Usavam também gordura, sangue e
excrementos dos animais para dar
liga e prolongar a duração das
pinturas nas paredes.

Ao longo dos séculos o desenho foi
por muitas vezes o elemento
principal para o desenvolvimento do
homem e de sua sociedade.
 No Egito Antigo toda a vida era
retratada e registrada a partir do
desenho.
 Auxílio na escrita.

Fragmento do livro dos mortos de
Tebas - Egito, C/ 1000 AC
Outra cultura da antiguidade que
deixa marcas da sua história
registrada sob a forma de imagens
desenhadas é a Grega.
 O que nos oferece meios para a
compreensão do seu pensamento
história e sabedoria.



Mesopotâmicos, Chineses e povos do continente Americano
desenvolveram cada qual um sistema diferente de desenhar,
com significados próprios e que caracterizaram cada
população.
Ainda na mesopotâmia o desenho foi utilizado para criar
representações da terra e de rotas de forma bastante
primitiva. O nascimento da representação cartográfica de
rotas comerciais e domínios ganha fôlego com a expansão do
Império Romano e a popularização de suas cartas.
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.com/artes/
historia-do-desenho/
A invenção do papel pelo Chineses
há mais de 3 mil anos, foi um grande
acontecimento para a história do
desenho.
 Antes diversos materiais eram
utilizados, como por
exemplo: blocos de barro ou argila,
couro, tecidos, folhas de palmeira,
pedras, ossos de baleia, papiro (uma
espécie de papel mais fibroso muito
usado pelos egípcios) e até mesmo
bambu.




Os apetrechos para o desenho também
foram evoluindo ao longo dos anos.
Como já colocado, primeiramente os dedos
eram instrumento de desenho, que mais
tarde foi substituído por pequenos galhos
amassados, gravetos com pelos de animais
nas pontas e, ainda, os tufos feitos de
musgo.
depois foram usados pelos babilônicos
pedaços de madeira ou osso em formato de
cunha para desenhar em tábuas de argila
(daí o nome da escrita “cuneiforme”).
 Com
o papiro dos
egípcios foi necessário
o uso de madeira e
ossos molhados em
tinta vegetal e, depois,
as famosas penas ou
ainda o carvão que já
era utilizado pelo
homem das cavernas.
É
no século XII que surgem os
primeiros lápis feitos com a
mistura de estanho e chumbo,
conhecido como lápis de prata.
Auto retrato de Dürer, em lápis
de prata.

Os primeiros lápis de grafite surgem no
século XVI após a descoberta de uma
fonte de grafite pura na Inglaterra. As
barras de grafite eram cortadas em
pedaços e posteriormente embrulhadas
em peles de ovelha ou cordeiro, ou
ainda em cordões. O mineral era
misturado com gomas, resinas e colas.
Esta mistura era então colocada numa
ranhura de um pedaço de madeira,
geralmente cedro e atado com um
cordel. À medida que a mina se ia
gastando, o cordel era desenrolado.
http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/op
ombo/hfe/lugares/escrever%20na%20e
scola/lapis.htm
O grafite duro usado por todos nós
atualmente, surgiu na França, no
século XVIII, onde Napoleão, de costas
viradas para a Inglaterra, o grande
fornecedor de grafite, pediu aos
cientistas franceses que inventassem
um substituto.
 Foi então que o químico francês
Nicholas Conté desenvolveu um novo
processo de fabricação de lápis.

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/op
ombo/hfe/lugares/escrever%20na%20e
scola/lapis.htm
Algumas informações sobre o
surgimento do pincel aparecem no
século XV, na Europa, com a pintura
do Afresco, em que é mencionado um
tipo de pincel “Pituá”.
 O Pituá tem pelos macios de animal,
no tamanho da palma da mão do
pintor, para suavizar a textura da pele
humana.


Outros tamanhos
foram produzidos
em formato
redondo, com os
pêlos presos em
varetas de madeira.
 Em
1884, Lewis E. Watterman
patenteou a caneta tinteiro,
precursora das esferográficas,
que vieram em 1938.


No Japão, a época mais próspera dos
samurais (1192 a 1600) o desenho
experimenta um grande crescimento.
Os samurais além de guerreiros se
dedicavam às artes. É no Japão que foi
divulgada a tinta nanquim criada pelos
chineses, ao contrário do que se costuma
pensar. Uma tinta preta bastante usada
para desenhar e que era feita de um
pigmento negro extraído de compostos de
carbono queimados (como o carvão).
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.com/artes/histo
ria-do-desenho/

O desenho foi bastante difundido por
religiosos seja no oriente ou no ocidente.
Assim, a arte mantém ainda uma ligação
com o religioso.
O
desenho da
idade média nos
leva para o
ambiente da
época com as
suas personagens
e espaços
"impossíveis" por
ausência da
Detalhe de um desenho mural de
Palau Calades - Barcelona. Idade Média
perspectiva.
Pintura Alemã – maior
utilização das cores
Cartão para confecção da Tapeçaria
Monges copiando livros ilustrados
(filme “O nome da Rosa”)
 No
Renascimento
o desenho ganha
força e
importância
técnica com as
suas perspectivas
perfeitas e a
sensibilidade
grandiosa dos
mestres da
época.
Paolo Ucello - estudo para
cálice- Renascimento
Leonardo da Vinci - Estudo de perspectiva (detalhe)
Renascimento
IGREJA DO ESPÍRITO SANTO
BRUNELLESCHI (RENASCIMENTO ITALIANO)
 No
Renascimento quem projeta
ainda assume o papel de executor.
 Mas como as obras e edificações
estavam se tornando cada vez mais
grandiosas, ajudantes e aprendizes
eram requisitados .
 Assim, o rigor na representação
das imagens era cada vez mais
necessário.
Leitura texto em sala
de aula
Templo Expiatório da
Sagrada Família –
Wikipédia, a
enciclopédia ...
pt.wikipedia.org/wiki/T
emplo_Expiatório_da_S
agrada_Família
Templo Expiatório Sagrada
Família
Francisco de Paula do Villar
Antoni Gaudí
Barcelona


Cada cultura possui saberes, códigos e valores próprios e
portanto condiciona os sistemas de comunicação. O desenho de
cada período histórico é condicionado por aquilo que em
determinado momento histórico é considerado verdadeiro e
digno de importância.
Igualmente a representação da figura humana aparece com
aspectos completamente diversos conforme as épocas históricas
devido aos conhecimentos que se tinham ou não sobre a
anatomia humana, ou os ideais de beleza do momento. Também
de indivíduo para indivíduo, mesmo sendo contemporâneos, o
caráter do desenho varia caracterizando a capacidade de
representação, sensibilidade, personalidade e interesses de cada
um. Mesmo desenhos do mesmo indivíduo, por vezes variam
bastante de acordo com diversas condicionantes, como a
experiência, vivências, estados de espírito, etc.
Leonor Soares 2001-03
 Ao
longo da história, a
comunicação através do desenho,
foi evoluindo, dando origem a
duas formas de desenho:
 Um é o desenho artístico, que
pretende comunicar idéias e
sensações, estimulando a
imaginação do espectador;
O
outro é o desenho técnico,
que tem por finalidade a
representação dos objetos o
mais próximo do possível,
em formas e dimensões.
É
através dele que o
projetista exterioriza as
suas criações e soluções,
representando o seu
projeto, seja ele de um
móvel, casas ou uma
cidade.
 De
acordo com registros
históricos, o primeiro uso do
desenho técnico consta no
álbum de desenho da Livraria
do Vaticano, no ano de 1490,
o desenhista Giuliano de
Sangalo já usava planta e
elevação.
 Um
dos grandes avanços em
desenho técnico se deu com a
geometria descritiva do
desenhista e matemático Francês
Gaspar Monge (1746-1818), que
pesquisou e apresentou um
método de representação das
superfícies tridimensionais dos
objetos sobre a superfície
bidimensional.


A geometria
mongeana, como
também é conhecida,
embasa a técnica do
desenho até os dias
atuais.
Esse sistema foi
publicado em
1795, cujo título
era “Geometrie
Descriptive ou
Geometria
Descritiva”.
Gaspar Monge
 Dessa
forma, seu
entendimento envolve um
certo nível de treinamento.
 Por este motivo, este tipo de
desenho costuma ser uma
disciplina importante nos
primeiros períodos dos cursos
de Formação Superior das
Engenharias.
O
que é o Desenho Técnico:
 É a linguagem gráfica utilizada na
indústria. Para que esta
linguagem seja entendida no
mundo inteiro, existe uma série
de regras internacionais que
compõem as normas gerais de
desenho técnico, cuja
regulamentação no Brasil é feita
pela ABNT – Associação Brasileira
de Normas Técnicas.
PEIXOTO, Virgílio Vieira; SPECK, Henderson.
Manual Básico de Desenho Técnico.
O
que é o Desenho Técnico:
 É derivado da Geometria
descritiva, que é a ciência que tem
por objetivo representar no plano
(bidimensional) os objetos
tridimensionais, permitindo desta
forma a resolução de infinitos
problemas envolvendo qualquer
tipo de poliedro, no plano do
papel.
PEIXOTO, Virgílio Vieira; SPECK, Henderson.
Manual Básico de Desenho Técnico.
O
que é o Desenho Técnico:
 É um desenho operativo, ou seja,
após sua confecção segue-se uma
operação de fabricação e/ou
montagem. Desta forma, para
fabricarmos ou montarmos
qualquer tipo de equipamento ou
construção civil, em todas as
áreas da indústria, sempre
precisaremos de um desenho
técnico.
PEIXOTO, Virgílio Vieira; SPECK, Henderson.
Manual Básico de Desenho Técnico.



Em 1890, outro marco para o desenho:
surge a primeira revista em quadrinhos
semanal da história.
No dia 17 de maio de 1890 foi lançada a
Comic Cuts pelo magnata londrino Alfred
Harmsworth, mais tarde Lord Northcliffe.
Mas, outras fontes atribuem o feito a obras
anteriores: uma destas obras seria o
desenho chamado “Yellow Kid” publicada
em 1897 por Richard Outcalt.
No Brasil, as precursoras foram as tiras do
ítalo-brasileiro Ângelo Agostini, publicadas
em 1869, no jornal “Vida Fluminense” com
o título de “As Aventuras de Nhô Quim”.
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.com/artes/historia-do-
 Após
a Primeira Guerra Mundial
(1914-1918) as caricaturas e
charges se popularizam e sua
utilização passa a ser cada vez
mais freqüente.
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.
com/artes/historia-dodesenho/

Com a Segunda Guerra Mundial (19391945) não só as caricaturas em periódicos
de grande circulação, mas também as
animações passam a ser utilizadas por
ambos os lados numa verdadeira “guerra
visual”, seja para fazer propaganda ou para
fazer críticas a um e outro sistema.
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.com/artes/historiado-desenho/


Da década de 90 em diante as evoluções
foram enormes. Centenas de periódicos no
mundo todo tratam exclusivamente do
assunto “desenho” em suas mais diversas
modalidades: cartoons, charges, desenhos
técnicos, desenho artístico, caricatura,
animes, mangás, grafite e outros.
Técnicas cada vez mais apuradas de
desenho, arte final, diagramação, impressão
e distribuição possibilitaram além da
melhoria da técnica, a criação de estilos tão
variados quanto é a variedade de público.
Dados retirados no site:
http://www.infoescola.com/artes/historiado-desenho/
 Escolha
uma das frases de
artistas para reproduzir
através de desenhos que seu
grupo criará.
 Grupos de 2 a 3 alunos.
 Apresentação em sala de aula.

similar documents