A Nova Agenda da MEI - Pedro Wongtschowski

Report
A NOVA AGENDA DA MEI
Pedro Wongtschowski
Grupo ULTRA
15 de Agosto de 2014
INDÚSTRIA DE
TRANSFORMAÇÃO
Participação da Indústria de Transformação no PIB (%)
35
30
25
20
15
10
1990
1992
1994
China
Fonte: Banco Mundial
1996
Brasil
1998
EUA
2000
2002
Alemanha
2004
2006
Coréia do Sul
2008
2010
Africa do Sul
2012
A INDÚSTRIA E O PIB
Participação Industrial no PIB
30.1%
27.7%
26.9% 27.1%
27.8%
29.3% 28.8%
27.8% 27.9%
28.1%
26.8%
27.5%
26.0%
25.0%
19.2%
17.2% 17.1% 16.9%
18.0%
18.1%
17.4% 17.0%
16.6% 16.6% 16.2%
14.6%
13.0% 13.1%
Indústria total
Indústria transformação
2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
Fonte: IBGE / Contas Nacionais
O INVESTIMENTO EM
INOVAÇÃO
Investimento em PD&I – (%) do PIB 2011
4.5
4.0
3.5
3.0
2.5
2.97
2.0
2.59
1.84
1.66
1.5
1.23
1.36
1.0
0.5
1.00
0.56
0.85
0.92
0.55
0.37
0.85
0.40
0.64
0.0
Coréia
Japão
Alemanha*
Estados Unidos
Investimento Público
Fonte:MCTI/OCDE - * 2010, **2009
Cingapura
China
Investimento Privado
Brasil
0.39
Africa do Sul**
A DENSIDADE INDUSTRIAL
DO BRASIL É MUITO BAIXA
10000
8000
Participação dos Serviços
Comerciais no PIB(%)
Densidade Industrial
9000
7000
6000
5000
4000
3000
2000
1000
0
0
5
10
15
20
25
30
35
Participação da Indústria de Transformação no PIB (%)
Fonte: Arbache (2012)
40
PRINCIPAIS ATIVIDADES EM
PAÍSES DESENVOLVIDOS
A inserção dos países desenvolvidos nas CGV se dá pela
agregação de valor, customização e diferenciação dos produtos.
Smiley Curve
Montagem
Produção
Matérias primas
Logística
Participação por agregação de valor,
customização e diferenciação do produto
PRINCIPAIS ATIVIDADES EM
PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO
A economia dos emergentes é fundamentada por fatores
intermediários “custos” de uma cadeia.
Smiley Curve
Montagem
Produção
Matérias primas
Logística
Participação por custos
PRINCIPAIS ATIVIDADES
NO BRASIL
Políticas industriais adequadas devem
reverter a tendência brasileira.
Smiley Curve
Montagem
Produção
Matérias primas
Logística
Brasil
BALANÇA COMERCIAL
BRASILEIRA
Balança Comercial (US$ Bilhões)
80000
60000
40000
20000
Indústria de alta tecnologia
Indústria de média-alta tecnologia
0
Indústria de média-baixa tecnologia
Indústria de baixa tecnologia
-20000
Produtos não industriais
-40000
-60000
-80000
2005
Fonte: SECEX/MDIC
2008
2011
2013
O BRASIL PRECISA INTENSIFICAR
A INOVAÇÃO EM PRODUTOS DE
MÉDIA E ALTA TECNOLOGIA
10
5
5
25
15
5
15
15
15
25
5
20
15
10
20
10
30
20
5
25
60
35
55
10
5
20
10
10
10
15
5
5
5
Brasil
35
35
Singapura
Costa Rica
30
10
10
5
África do Sul
Manufaturas Sofisticadas
Fonte: UNCTAD 2013
30
5
Outros
Índia
Baixa tecnologia
Malásia
Recursos naturais
Média tecnologia
China
Serviços baseados em conhecimento
O QUE É PRECISO PARA
ALAVANCAR A INDÚSTRIA
BRASILEIRA ?
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Aumento da inovação nos produtos e serviços
Ampliação da produtividade e da inserção das PMEs nas exportações
Apoio à internacionalização das empresas brasileiras
Fortalecimento da proteção da propriedade intelectual e de leis comerciais
Redução dos custos de produção
Aprimoramento das instituições e marco legal da inovação
Expansão da produtividade do trabalho
Acesso a mercados – ampliação de acordos comerciais
Complementaridade e integração econômica regional (porcentagem do comércio de
bens intermediários no comércio regional: América Latina: 11%; EU: 57%; NAFTA: 61%)
• Aumento da participação do país na rede de acordos internacionais de comércio,
investimento e de tributação
COMO ALAVANCAR O BRASIL?
RECOMENDAÇÕES
RECOMENDAÇÕES DE
AÇÃO IMEDIATA
O que mudar na Política Industrial para
apoiar ainda mais a inovação?
1.
2.
3.
4.
Prorrogar e ampliar os incentivos da Lei do Bem
Aprovar a Proposta de Emenda Constitucional 290/2013
Atualizar a Lei de Inovação por meio do PL 2.177/2011
Reforçar os investimentos de maior risco, com renda variável e
com recursos de subvenção econômica, frente ao esgotamento
do FNDCT como principal fonte de recursos
5. Modernizar a formação do engenheiro com foco em inovação e
estimular a relação universidade-empresa
RECOMENDAÇÕES DE
AÇÃO IMEDIATA
O que mudar na Política Industrial para
apoiar ainda mais a inovação?
6. Agilizar a aprovação do marco legal para uso e acesso ao
Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional Associado
7. Definir uma política efetiva de PI, modernizar o INPI e ampliar o
escopo da proteção intelectual
8. Fortalecer o planejamento e a coordenação da inovação para
articular de maneira transversal a agenda de inovação
9. Suportar e apoiar à implantação das Plataformas do
Conhecimento
OBRIGADO!

similar documents