Subtema 4 * Aquisição e reprodução de som

Report
Aquisição e reprodução de som
• Gravar som analógico para digital:
• • Obter um conjunto de amostras de sinal analógico
por segundo.
• • Quanto maior é o nº de amostras/seg. maior é a
fidelidade do som que
• será reproduzido
• Armazenar um sinal é:
• • obter valores em determinados pontos em intervalos
constantes
• segundo determinada frequência = TAXA de
AMOSTRAGEM (medida em Hz)
Formatos de ficheiros
 Não comprimidos
 Comprimidos
Ficheiros de áudio não comprimidos têm muita informação:
• Dados de áudio de som
• Nome fx. De som
• Tamanho, duração, nº de canais
• Resolução ou tamanho da amostra (em bits)
• Taxa de amostragem (kHz)
• Tipo de compressão
• Informação acerca de streaming
• Outros textos ou gráficos, etc.
• Ficheiros áudio comprimidos:
• Portabilidade
• Compressão – designa-se por um conjunto de
algoritmos que tanto comprime
• como descomprime um fx de som
• CODECS (COmpression/DECompression)
permitem comprimir um fx num
• gravador ou ouvir o som num leitor de música.
• COMPRESSÃO resulta da eliminação de informação
redundante e outras
• informações de áudio com pouca influência na
qualidade do mesmo.
• COM PERDA – rejeitadas determinadas frequências de
espectro e removidos dados
• necessários (uso de uma técnica de codificação
perceptual)
• SEM PERDA – dados são “apertados” sem rejeição de
informação. Alguns são
• removidos temporariamente e mais tarde recolocados
(na descompressão)
Software para tratar do som
• Operações de captura, reprodução, edição,
conversão de formatos e
• gravação em suporte óptico
• CAPTURA de som = software de captura ligado à
placa de som e microfone
• ou MIDI
• REPRODUÇÃO = software de reprodução ligado à
placa de som e colunas
• EDIÇÃO = possibilidade de modificar som
• CONVERSÃO de formatos = permite alterá-los.
Aquisição, síntese, edição
e reprodução de vídeo
Fotogramas: Designa se fotograma cada uma das imagens
impressas quimicamente no filme cinematográfico. Fotografados
por uma câmara a uma cadência constante ( desde 1929
padronizada em 24 por segundo) e depois projectadas no mesmo
ritmo, em registro e sobr uma tela, os fotogramas produzem no
espectador a ilusão de movimento.
Frames:
Em inglês, fala se em “film frame” ou “video frame”, conforme o produto
em questão tenha sido realizado em película (tecnologia cinematográfico) ou vídeo
(tecnologia electrónica, seja ela analógica ou digital). Em português em geral usa se o
termo fotograma para imagens individuais de um filme, reservando a palavra frame
apenas para as imagens de video.
Standards analógicos:
• Pal: este sinal é composto por 25fps, 625 linhas de varrimento, um
aspecto radio de 4:3 e um entrelaçamento de 2:1. Este formato é
principalmente utilizado na europa ocidental e em alguns países da Asia. A
informação do brilho, da cor e da sincronização é codificada num um único
sinal.
• NTSC: é o sistema utilizado nos USA e no Japão. Este sinal define os sinais
compostos por 30fps, 525 linhas de varrimento, um aspecto radio de 4:3 e
um entrelaçamento de 2:1. Neste formato a informação do brilho, cor e a
sincronização é codificada num único sinal, mas a forma de codificação da
cor é diferente da do PAL.
• SECAM: é um sistema de televisão desenvolvida em França e utilizada na
Europa de Leste, Rússia, Médio Oriente e nas Caraíbas. Este sinal define os
sinais de vídeo compostos por 25fps, 625 linhas de varrimento, um
aspecto radio de 4:3 e um entrelaçamento de 2:1. Utiliza um método
diferente do utilizado pelo PAL para a codificação da cor, baseando-se na
transmissão de diferentes cores em linhas alternadas.
Standards digitais:
• AVI: é um formato de ficheiros de vídeo desenvolvido pela
Microsoft para armazenar som e filmes no formato RIFF, pode
utilizar vários métodos de compressão ou codecs. A extensão
destes ficheiros é avi.
• MOV: é um formato de ficheiro da Apple Computer, Inc., e permite
criar, editar, publicar e visualizar ficheiros de multimédia ,
suportando vídeo, animação, gráficos 3D e realidade virtual. As
extensões destes ficheiros são mov, moove e qt.
• FLA: é um formato de ficheiro desenvolvido pela Macromedia. Os
ficheiros neste formato incluem imagens vectoriais para utilizar em
animações, timelines para controlar a reprodução destas animações
e áudio. Podem ainda incluir conteúdos de vídeo bitmapped e
Actionscripts que permitem interactividade. Estes ficheiros são
editáveis e a sua extensão é swf, que é um formato executável para
internet.
Compressão :
Os ficheiros comprimidos ocupam manos espaço de
armazenamento e podem ser transferidos para
outros computadores mais rapidamente do que os
ficheiros não comprimidos. Poderá trabalhar com
pastas e ficheiros comprimidos da mesa forma que
trabalha com pastas e ficheiros não comprimidos.
Também poderá combinar vários ficheiros numa
única pasta comprimida, facilitando a partilha de
um grupo de ficheiros, uma vez que só necessita de
anexar uma pasta a uma mensagem de correio
electrónico, em vez de vários ficheiros.
Codecs:
• Divx: é um codec de vídeo criado pela DivX, Inc. Foi
produzido para ser usado em compactação de vídeo digital,
deixando os vídeos com mais qualidade, apesar da alta
compactação, utilizada para ocupa menos espaço no disco
rígido.
• MPEG: UM arquivo MPEG é um arquivo digital contendo
vídeo e áudio digitais codificados seguindo determinados
padrões de compressão e armazenados num dado formato
especifico. O comitê ISO especifica separadamente o
tratamento de áudio e de vídeo, permitindo streams sem
áudio, por exemplo.Um filme é uma sequência de
blocos.Cada bloco do filme contém seções individuais para
o vídeo e para o áudio.A sincronização entre o vídeo e o
áudio é feita através de marcadores de tempo que são
afixados durante a codificação nos identificadores de
blocos.

similar documents