A Ética na Psicologia

Report
Psicologia Jurídica
Instrumentação Profissional para
Psicólogos
• Avaliação Psicológica
• Ética Profissional e Ética na Psicologia
• Passos na Condução da Avaliação Psicológica
• Técnicas de Entrevista
• Processo de Instrumentalização e de Intervenção
Psicológica nos Espaços Sócio-ocupacionais
• Elaboração de Documentos decorrentes de Avaliação
Psicológica
• Oficinas
Jonatha Rospide Nunes e Káthia Nemeth Perez
Avaliação Psicológica
 A avaliação psicológica é entendida como o
processo técnico-científico de coleta de
dados, estudos e interpretação de
informações a respeito dos fenômenos
psicológicos, que são resultantes da relação
do indivíduo com a sociedade, utilizando-se,
para tanto, de estratégias psicológicas –
métodos, técnicas e instrumentos...
Avaliação Psicológica
 ...Os resultados das avaliações devem
considerar e analisar os condicionantes
históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo,
com a finalidade de servirem como
instrumentos para atuar não somente sobre o
indivíduo, mas na modificação desses
condicionantes que operam desde a formulação
da demanda até a conclusão do processo de
avaliação psicológica. (RESOLUÇÃO CFP N.º
007/2003)
Ética Profissional e Ética na
Psicologia
O que é Ética?
Instituído e Instituinte
O que é ética?
A palavra ética etimologicamente
provém do grego “ethos” que significa
“morada, casa”, formas de habitar o
mundo, jeitos de ser e de viver,
princípios que norteiam nossas
formas de habitar o contemporâneo.
Instituído
(Código de Ética do Psicólogo e
Resoluções Vigentes)
Resolução CFP
008/2010:
Código
de Ética
Dispõe sobre a
atuação do
psicólogo como
perito e assistente
técnico no Poder
Judiciário
Resolução CFP 007/2003:
Institui o Manual de
Elaboração de Documentos
Escritos produzidos pelo
psicólogo, decorrentes de
avaliação psicológica
Instituinte (movimentos atuais)
Movimentos
Sociais
Ano da
Avaliação
Psicológica
Práticas
Psicológicas no
âmbito jurídico
(DSD,
Entrevista de
Revelação,
Exame
Criminológico)
Entrevista
a técnica
a investigação
o processo
a direção da entrevista
Técnica de Entrevista
uma entrevista deve ser
realizada com rigor e
parâmetros científicos
A arte e a técnica de
entrevistar comporta
experiência e habilidade
o treino /capacitação permite a discussão de
aspectos práticos dos procedimentos e a
supervisão consolida a aprendizagem.
Passos na Condução da Avaliação
Psicológica
Análise da
Demanda
Conhecimento
da Situação
(contexto)
Comunicação na Entrevista
Conteúdo manifesto e
latente
Relação entrevistador x
entrevistado: vínculo, empatia e
envolvimento
Análise da Demanda
 Pedido: como o pedido chega até nós? Quem
demanda? O que demanda? Quais condições?
 Posição
do profissional: análise do
posicionamento no jogo de forças institucional
 Implicações: quais nossas
forças institucional
nosso
relações com o jogo de
Contexto da Situação
Instituições e
Equipamentos
Profissionais
envolvidos
Avaliados
Leitura dos
registros
Escolha e Uso dos Recursos
Técnicos
A escolha dos Instrumentos está
diretamente relacionada com a situação
a ser avaliada. É fundamental que os
recursos que o profissional utiliza sejam
adequados e pertinentes para realizar o
trabalho avaliativo solicitado.
Escolha e Uso dos Recursos
Técnicos
Técnicas e Testes, Observações, Dinâmicas,
Entrevistas/Atendimento (anamnese, clínica,
casal, familiar, exame das funções do ego,
visita domiciliar, visita institucional,
acompanhamento terapêutico)
Importância do registro nas avaliações
Processo de Instrumentalização e de
Intervenção Psicológica nos Espaços Sócioocupacionais
Formação, Experiência, Estudo
Análise de Implicações: colocar
em análise suas próprias práticas
Paradigma Ético-EstéticoPolítico
Elaboração de Documentos
Decorrentes de Avaliação
Psicológica
RESOLUÇÃO CFP N.º 007/2003
Institui o Manual de Elaboração de
Documentos Escritos produzidos
pelo psicólogo, decorrentes de
avaliação psicológica e revoga a
Resolução CFP º 17/2002.
O Manual dispõe o seguinte:
 Princípios Norteadores
 Modalidades de Documentos
 Conceito / Finalidade / Estrutura
 Validade dos Documentos
 Guarda dos Documentos
Princípios Norteadores
Linguagem
Escrita
Princípios
Éticos e
Técnicos
Modalidades de Documentos
Declaração
Atestado Psicológico
Relatório / Laudo
Psicológico
Parecer Psicológico
Conceito/Finalidade/
Estrutura
 Leitura Coletiva
Validade dos Conteúdos dos
Documentos
 O prazo depende da legislação vigente (no caso uma
lei federal) como não há uma lei específica que
regulamente o psicólogo deve indicar a validade,
fundamentando-a.
Guarda dos Documentos e
Condições de Guarda
 Guarda de, no mínimo cinco (05) anos, sob a
responsabilidade do Psicólogo e da Instituição onde foi
realizada a avaliação.
 O prazo citado pode ser aumentado por Lei ou
determinação judicial.
 Extinção do Serviço.

similar documents