Comunicar - Cursinho Vitoriano

Report
Unesp – Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’
Cursinho Vitoriano – Redação
Data: 09/03/2013
Aula 2
Elementos da comunicação/ Funções da
linguagem
São José do Rio Preto - SP
Qual a importância da comunicação?
O que é se comunicar?
Comunicação é uma palavra derivada do termo latino
"communicare", que significa "partilhar, tornar comum“. Por meio
dela, os seres humanos e os animais partilham diferentes
informações entre si, tornando o ato de comunicar uma atividade
essencial para a vida em sociedade.
A comunicação é desnecessária quando:
- há falta de informatividade (qualquer texto não tem sentido
se não acrescenta nada de novo);
- só existe porque um dos interlocutores não conhece o
conteúdo da mensagem;
Segundo Soares Amora...
Comunicar: 1. ter comércio com; 2. conviver;
3. estabelecer comunicação; 4. fazer saber,
participar; 5. corresponder-se; 6. transmitir-se
por contágio; propagar-se.
Quando a comunicação se realiza por meio de uma
linguagem falada ou escrita, denomina-se comunicação
verbal. É uma forma de comunicação exclusiva do
homem e a mais importante nas sociedades humanas.
As outras formas de comunicação que recorrem a
sistemas de sinais não-linguísticos, como gestos,
expressões faciais, imagens, etc., são denominadas
comunicação não verbal.
Exemplo de linguagem não verbal (LIBRAS)
Exemplo de comunicação não verbal positiva
Exemplos de comunicação não verbal negativa
1. Comunicação em Foco
Para se estabelecer uma comunicação, seja ela
escrita, oral ou gestual, alguns elementos são
imprescindíveis: o emissor, a mensagem, o canal, o
código e o receptor.
O que significa cada elemento da comunicação?
• Emissor: o que emite a mensagem. É responsável por
propor a comunicação e iniciar a interação com outro
indivíduo. Atenção: o emissor não é o único responsável
pelo processo comunicativo;
• Receptor: o que recebe a mensagem. É responsável por
decodificar a mensagem passada pelo emissor;
• Mensagem: o conjunto de informações transmitidas. É
aquilo que impulsiona a comunicação;
• Código: a combinação de signos utilizados na transmissão
de uma mensagem. A comunicação só se concretizará, se o
receptor souber decodificar a mensagem;
• Canal de Comunicação: por onde a mensagem é
transmitida: TV, rádio, jornal, revista, cordas vocais, etc.. É
o suporte da comunicação;
• Referente: a situação a que a mensagem se refere, o
contexto. Perguntas como ‘quando, onde, com quem’.
O que são os ruídos na comunicação?
•
•
•
•
•
Ruídos são todas as interferências que prejudicam o
entendimento da mensagem pelo receptor durante o
processo da comunicação. Exemplos:
Desatenção e dispersão;
Barulho;
Agressividade e/ou aspereza;
Palavras ou frases complicadas; (LE)
Cansaço e etc.; (idoso)
Atividade:
Letra de música de Marisa Monte
Apagaram tudo / Pintaram tudo de cinza / A palavra no
muro / Ficou coberta de tinta / Apagaram tudo / Pintaram tudo de
cinza / Só ficou no muro / Tristeza e tinta fresca / Nós que
passamos apressados / Pelas ruas da cidade / Merecemos ler as
letras / E as palavras de gentileza / Por isso eu pergunto / A vocês
no mundo / Se é mais inteligente / O livro ou a sabedoria / O
mundo é uma escola / A vida é o circo / Amor palavra que liberta /
Já dizia o profeta
Contextualizando...
Em um terreno baldio do Rio de Janeiro, ao lado da casa
de um homem de classe média, foi armado um circo que
serviu de entretenimento para muitas crianças e de alimento
para muitos artistas. O dono do terreno descobriu que sua
propriedade estava ocupada e, com a lentidão das ações
judiciais, ordenou que ateassem fogo ao circo, o que matou
muitos artistas e animais. O vizinho, então, saiu pichando
muros com palavras de amor e solidariedade, as quais
assinava como ‘Gentileza’. Enfim, o prefeito mandou pintar os
muros nos quais havia as palavras do profeta.
Exercitando...
1)
2)
3)
4)
5)
Quem é o emissor da música?
Quem é/são o(s) receptor(es)?
Qual o código?
Qual o canal?
Qual o referente?
Atenção: todos os
elementos são essenciais
para o processo
comunicativo.
Funções da linguagem
Funções da linguagem são recursos de ênfase que atuam
segundo a intenção do produtor da mensagem, cada qual
abordando um diferente elemento da comunicação. O
linguista russo Jakobson caracterizou seis funções da
linguagem:
• Função emotiva ou expressiva;
• Função referencial;
• Função conativa ou apelativa;
• Função fática;
• Função metalinguística;
• Função poética.
Função Emotiva ou Expressiva
É centralizada no emissor. Como o próprio
nome já diz, tem o papel de exprimir emoções e
impressões pessoais a respeito de determinado
assunto.
- escrita em primeira pessoa;
- caráter subjetivo;
Em textos que utilizam a função emotiva há
uma presença marcante de figuras de linguagem e
mensagens subentendidas.
Exemplo:
Canto peninsular
Estar aqui dói-me. E eu estou aqui
há novecentos anos. Não cresci nem mudei.
Apodreci.
Doem-me as próprias raízes que criei. [...]
Quantas vezes gritei e não me ouviram
quantas vezes morri e me deixaram
nos campos de batalha onde depois floriram
flores e pão que do meu sangue se criaram.
(Manuel Alegre)
Função Referencial
É quando o objetivo é passar uma
informação objetiva e impessoal no texto. É
valorizado o objeto ou a situação (contexto) de
que se trata a mensagem sem manifestações
pessoais ou persuasivas.
Exemplo:
O combate ao tráfico de entorpecentes no
país muitas vezes esbarra na complexidade e no
potencial econômico da rede montada pelos
criminosos.
Folha de S. Paulo
Função Conativa ou Apelativa
Essa função serve para fazer apelos, pedidos,
para comover ou convencer alguém a respeito do
que se diz. É, portanto, centrada no receptor da
mensagem.
- uso de vocativos e imperativos;
- expressão de um desejo;
Exemplos:
Abuse, use C&A.
Compre dois, leve três.
Por favor, eu gostaria que você viesse.
* Atenção: ‘Bombril tem mil e uma utilidades’. Nem
toda propaganda apresentará função conativa.
Função Fática
Centraliza-se no canal. Tem o objetivo de
estabelecer um contato ou comunicação.
Exemplo: ‘Oi, tudo bem?’
Função Metalinguística
A função metalinguística dá ênfase ao código.
Caracteriza-se por trazer consigo uma explicação da
própria língua. Pode ocorrer também em poesias, obras
literárias, etc..
Exemplos:
Lutar com palavras
é a luta mais vã.
Entanto lutamos
mal rompe a manhã.
(Carlos Drummond de Andrade)
Função Poética
Caracteriza-se basicamente pelo uso de linguagem
figurada, metáforas e demais figuras de linguagem.
- parecida com a função emotiva;
- presente em poesias, músicas e outros;
- produção de efeito estético.
Exemplo:
Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
(Luís de Camões)
Atividade
– Exercícios das páginas 4 e 5 da apostila 1;
– Correção.

similar documents